Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A LOIRA ENRUSTIDA

Click to Download this video!

A LOIRA ENRUSTIDA (I)



Perco desculpas pelo meu fraco português. Sou espanhol, meu nome é Ramán, tenho 49 anos, 1,82, 88k, grisalho, bem resolvido e viajo duas o três vezes ao Brasil, principalmente a São Paulo onde fico em casa de um casal heterossexual que conhece perfeitamente meus desejos e minha opção sexual, sempre fui assumido, sem viadagem, viril, educado, dizem que sou muito atrativo e, a verdade, é que as mulheres gostam muito de mim, o que me faz ficar incomodo muitas vezes por não aceitar as cantadas que recebo.

Sempre fui amante de novidades, adoro os encontros fortuitos com muito sexo, sou passivo e gosto de me sentir possuído com doçura, possuído por homens ate 37-40 que saibam dar umas pegadas fortes sem me machucar, que me dominem na cama, e que gostem de ser chupados. Sou tarado em picas grandes e grossas. Como não tenho tempo para perder, prefiro fazer de as mulheres minhas grandes amigas, evitar problemas e conseguir aliadas. Vou contar uma experiência que teve graças a uma grande amiga esta. Minha sexualidade em São Paulo sempre foi muito fácil, garotos de programa que facilmente me satisfaziam, e algum contato casual, que raramente acontecia por ser meu jeito médio másculo, sem dar muita bandeira.

Falei com mia amiga da mesma idade que eu, a dona da casa onde fico de ferias em São Paulo. Uma profissional muito Inteligente. Me convenceu de que no sexo é, em parte, como nos produtos do mercado: ...si você não coloca uma capa que seja interessante para os compradores, ninguém lhe olhara, e vai ficar na prateleira do mercado... Ela me propus pintar o cabelo de loiro, apenas para dar um toque de modernidade um pouco ambígua, segundo ela os homes se sentiriam mais “a vontade” do meu lado, e vestir um pouco mais informal. O grisalho gosta muito a mulher e a veadinho, mais incomoda ao “macho”, ele prefere uma loira (eu não sabia que loira e sinônimo de boba) para transar num dia de loucura.

Fomos para o cabeleireiro dela quem me fiz uma decoloração previa para que ficara tudo o cor homogêneo. Gostei do resultado da descoloração, minha amiga também, e como que meu cabelo ficou loiro-branco, achamos que não precisava pintar mais de cor nenhum, finalmente a loira que tinha dentro saio do closet kkkkkk. Mia amiga brincava comigo falando que eu tinha sido uma loira enrustida toda minha vida sem eu saber.

Tinha ração, o ultimo marido dela (35 anos, casou faz 5) ficou olhando, e eu me surpreendi porque ele sempre manteve muita distancia comigo. Tereza combinou que a minha nova imagem seria átima para o seguinte fim de semana na mega festa do aniversario do casamento deles no sitio de interior onde assistiriam, todos os casais amigos, filhos, namoradas e amigos do Tiago o filho de 19 anos. Si todos vinham seriam quase 100 pessoas. A maioria ficariam todo o fim de semana e tinha que organizar toda a logística, precisando também do sitio dos pais do marido Nando, e do espaço que outros vizinhos, amigos também, puderam oferecer. Os meninos montariam barracos.

Mais empolgada do que era natural, decidiu viajar a quarta pela manha para organizar tudo. Eu e o Nando chegaríamos na sexta com todo o que faltara para evitar imprevistos, e o filho e os amigos viajariam com seus carros.

Sempre tinha me mantido a distancia do marido dela, poucas vezes o tinha visto vestido informal, sempre estava de terno e pronto para ir de reunião o viagem de trabalho. Quando estava por casa, vestia de camisa e jeans muito formal, e um cara educado, um empresário bem sucedido. Apenas uma vez vi ele de bermuda e camiseta regata porque vinha da academia, e não pude evitar olhar fixo para o volume na bermuda dele que, sem exageros, dava para perceber, e fui flagrado. Ele era muito educado comigo e eu procurava lhe evitar sempre que podia pois tinha pânico de que ele falara qualquer coisa para mia amiga, tinha a sensação de que não gostava muito de mim.

Reconheço que é um exemplar extraordinário de macho: cabelo cacheado castanho, corpo cuidado, sem barriginha, pelo no peito na parte dos peitorais cara de homem, coxas grossas, mais melhor longe, mia a miga é muito mais importante.

Todo mudou na quarta-feira. Como a criada da casa tinha ido com mia amiga, ele ligou desde o escritário e me perguntou si eu sabia cozinhar o si preferia ir a comer uma pizza, eu falei que prepararia o almoço. Na hora certa chegou em casa, tomou banho e apareceu de bermuda, chinelo e camiseta, fiquei um pouco surpreso, ele sorrio e me diz que como estávamos socinhos preferia ficar mais informal e aproveitar para me pedir desculpas por ficar sempre tão distante de mim.

Me confessou que nunca tinha gostado muito dessa intimidade mia com a Teresa (sua mulher), que não era homáfobo, mais preferia ficar longe dos gays para evitar situações incomodas, mais como ela e eu éramos tão íntimos e eu sempre fico em casa deles em São Paulo, melhor normalizar a relação. Eu praticamente não falava nem olhava para ele, apenas escutava. Servi o almoço e no café me perguntou si podia me fazer umas perguntas mais intimas para me conhecer melhor pois pouco o nada sabia de verdade sobre os gays (apenas o que todos falam). Achava que seguramente eu saberia muitas coisas intimas dele porque as mulheres contam tudo para as amigas.

Me incomodou aquilo de “as amigas” mais não falei nada e respondi que ainda que somente sabia de ele que era um bom amante que adorava fazer sexo, Teresa não tinha me contado mais nada (era verdade), si queria poderia me perguntar o que quiser. Foi direto e claro:

-que é o que gosta fazer você?

Eu fiquei tudo vermelho e apenas respondi que era passivo. Sorriu cozo no saco, e falou:

-resumindo, você gosta de chupar e dar o cu ne?

sim, respondi, mais eu estava puto pelo tom das perguntas, e ainda lembrava do “as amigas” e então, não sei porque, decidi falar sem pudor e com sacanagem, ele quase tinha vinte anos amenos do que eu e me tratava como si eu fora um veadinho, e na raiva falei: a verdade é que adoro mamar um pau, eu gosto de macho de verdade de aqueles que tendem um cacetão, grande, e grosso, de homes, homes de verdade, adoro sentir a pica na mia boca latejando, e chupar ate tirar a última gota de leite, as vezes me sinto como um bezerro mamando. Gosto dos homes que me tratam como si eu fosse sua enamorada, aqueles que são doces mais dominadores, delicados mais mandando o que gostam, são discretos, e não ficam no meu pé.

O resultado do meu desabafo, não foi fechar a cara e ficar puto como eu esperava, a bermuda dele parecia um barraco militar com uma dúzia de soldados dentro.

Começo a rir e com a mão sobre o pinto me falou, você e mais puta do que pensava, kkkkk, uma puta que agora vai chupar este pinto de homem. Fiquei sem graça, e apavorado e falei: isso não vai a acontecer, eu apenas respondi o que você me perguntou, mais eu não vou fazer nada com o marido da mia amiga. Cagaria tudo.

Ele ainda mais excitado e agressivo, simplesmente falou: você já cagou, e agora o mama o digo para Tereza que você me incomodou. Quase chorei, ajoelhei e tirei aquele volume imenso da bermuda. Meu Deus, como era afortunada Tereza, reto, grosso, cheiroso e bonito, devia ter uns 19 cm., mais era grosso de verdade e por isso a mala era tão grandona. Mamei que nem um bezerro, estava adorando e meu pau ficou duro; o cara se deliciava olhando eu mamar, não demorou nem 5 minutos em gozar, percebi e deixei ele esporrar na mia cara. Eu estava envergonhado mais ainda louco para gozar.

Ele falou direito em tom durão: sabia que você gostava de mamar sua cadela, mais agora é meu e terás que fazer o que eu quiser, agora vou te comer. Brochei na hora, fale não, não vou fazer. Tudo bem, eu vou contar para Tereza. Não, não vou dar para você, e não é porque não deseje que me coma, para mim e traição demais, já chupei e não posso voltar para atrais,

-kkkkkkk, então meu, você vai ter que mamar muito para me compensar.

-Si você não conta nada, chuparei todo que você quiser menos dar o cu.

-Então a partir de agora e sempre que eu quiser você tomará sua mamadeira, esteja atento eu quero que se comporte como uma cadelinha sedenta, você terá que cumprir mias fantasias, si você percebe que eu sentado tiro o pinto para fora vem de quatro e me chupa, si eu gozo aguenta todo na boca, se eu mando ir embora você vai, fique atento, e finalmente quero acordar sentindo meu pinto na sua boca e quero perceber o seu desejo de mamar.

Foi loucura, teve que chupar de novo, esta vez na cama e deixar que ele gozara na boca. Tinha vergonha de fazer aquilo, mais eu gostava. Ele tiro mia camiseta e chupou meus peitos, não acreditei, ninguém tinha feito assim fiquei com o pinto duríssimo e não tinha gozado ainda, ele ri e me dispensou, estava cansado, antes de sair me proibiu gozar socinho, tinha que gozar mamando. Tive que tomar um banho frio e ficar assistindo TV para poder aguentar. Quando ele acordou, reclamou por não ter o jantar preparado, assei um pedaço de carne com batatas e aprontei a mesa, ele estava carinhoso e amável. Jantou, falou que infelizmente tinha que trabalhar, foi na biblioteca da casa e não demorou ir a deitar na cama, tinha que acordar as 6:00 para ir ao escritário. Eu estava puto porque não tinha gozado assim que pouco depois entrei devagar no quarto dele e fiquei extasiado olhando para aquele macho maravilhoso somente de sambacalção que parecia dormido, devagar, sem tirar a cueca dele, peguei aquele pinto grosso e mole, pela ampla perna do calção, e comecei a chupar entanto que batia uma punheta para mim. Ele fingindo que dormia, se movimentou para facilitar mia chupeta; tinha o cacete durão que mal cabia na mia boca, assim de ladinho não demorei nada em gozar, quando ia me retirar falou: lembre que as 6:00 acordo e quero sua boca aqui para receber todo meu leitinho.

Acordei as 5:30, enxaguei mia boca com e fui devagar no quarto dele, desta vez dormia de verdade, suavemente peguei no pau dele, e para mia surpresa estava duro como uma pedra, sem lhe acordar comecei a mamar muito devagar, chupando a cabeça, lambendo as bolas, tudo bem suave, ele se contorcia de prazer, e eu continuava mamando como si mia boca fosse de veludo, sem morder nada, sem apertar, não demorou nada para gozar, foi tão rápido e inesperado que teve que abocanhar todo e assegurar o pinto com a mão para não sujar os lençáis, então ele acordou e me olhando começou a rir: -cara estava sonhando com você mamando, não acredito, foi um sonho de verdade, agora quero mixar e tomar banho.

Preparei o café da manha para ele, e não aguentei mais, abri o zíper dele e mamei com tesão, eu estava explodindo de vontade, ele rindo me deixou fazer e eu gozei com aquela pica gostosa na boca debaixo da mesa.



Continua....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Lora dismaiando no cu no anal em tres minutoscomi minha sogra e cunhada velha gorda feia contos eróticoshomens velho gay contosmeu irmão me comeu conto gayconto erotico meu marido mim ensinano dpconto erotico cachorro lambe paucontos eroticos na viagem comi sogra e mulher no carrocontos erotico eu e meu amigo brincando com minha irmazinha e as coleguinhas delaCont erot bucetaCONTOS ESPOSA CORNO ANDREAcontos eroticos meu irmaozinnho me mostrou o seu pintinhohistorias eróticas com coroa de 80 anosconto erotico iateempregada fingida, conto eroticovideos e contos sexuais de casais esposas timidas primeira transa com estranhoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos erotico comeram minha bunda na festadeixei meu irmão exitado conto.incestoNerdes gay contos eroticoscontos eroticos da iniciacao gaycontos casada vira festa em faculdade e trai maridodando/o cabaço pro titio conto exitanteve porno com viadinho reganhado escorreno porracontos com letras grandes , a rabuda e os dois travecoscontos de meninos putinhoszoofilia tesouracontos eroticos carnaval sai de cuzao e shortinhopoi ve a folha fundedo com o primo dentro de casameu tio detonou minha xota contoeroticocontos d zoof de ferias na fazenda com meu maridocontos eroticos namorada brava e virgemcontos eróticos comendo a coroa caipirapai e filinha pequen q deixa pai come ela contosminha mulher adora ser brechadacontos eroticos de vendedor velho gordo seduzindo a meninacontos erotico troca de casais fiz um churrasco incestopezinhos suados da minha mae contos eroticoporno novinha pijama acorda com pinto na bocacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos metendo casada da padariahomem maduro contando porque deu o cuseios tezudos de gravida fotocontos eroticos eu minha esposa rabuda e meu tio na praia de nudismorelatos de cheirando calcinhaBrincadeira na piscina com meu irmao poran vedeosminha cunhada casada me esnobou contosconto erotico peguei meu marido trepando cõm minha irma na cama"amor vou dar" amigo colegadesenho porno dos flinstons cadamento.da pedreitaContos eróticos tetas gigantesconto brincadeira de meninoscontos de cú de madrinhaContos eroticos comadretenho maior tesão pela minha tia velha contos eróticosesposa chupeteira contos"ficava mexendo no pau"conto etotico minha esposa fudendo com meu pai e meu irmaoficando com o hetero safadoconto gay contos eróticos me estruparao por ser orientalcontos mulher infiel marido atento incestoconto erotico Meu amigo hetero deixou eu chupar o pai delechupou o pau no karatê ele gozar na cara delachefe e demissao conto eroticocontos eróticos angela e suas donascontos eroticos q bocA e essa desse baianoConto porno gay meu padrasto me ensinou a ser mulhercontos eróticos meninas de 20 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhocontos eróticos corno leva muhger BA mo suco grupalwww.contos eroticos porno eu meu marido e o nosso cachorro fazendo dp zoofiliacontos eroticos fui pega de durpresa pelo papaiconto erótico eu e meus primos nu no lagoconto erotico minha mulher se produziu para ir na despedida de solteira da amigaWww contos d putas casada d juazeiro ba.comJá botei ela para transar eu não vai botar o vídeo dela transando gemendo táContos picantes de rapidinha no acampamento (traição)Casada viajando contosViadinho Estuprado Na Frente Da Mãe no assalto Contos Eróticossobrinho punheta contocontos comedo gay e heteroTennis zelenograd contoSou gay e tranzei com um travest contos eroticonegoes picudos/contosContos eróticos de bebados gaysxvideo cuzeiras de pelotasporn contos eroticos enteada gangbangconto erotico marido ciumentoifeta sandalilhaprimeira vez que dei cu pedreiroSou casada Minhas filhas me viram sendo fodida contocontos eróticos frio chuvaConto erótico calcinha fedidaque corpo gostoso por traz daquela pureza evanjeljca mais eu comi contosContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de professoras na escolaNovinha Bebi porra do meu amigo contocontos eróticos família vavela minha mãe comigo no banheirocontos eroticos minha sobrinha comi na minha camasexo com as amigas e as filhas contosconto erotico com amiguinho do meu irmaocuzinhopiscanocontos eroticos fudendo minha bisavo