Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CONTO DE CARNAVAL I

Click to this video!

Ola, meu nome Isabella, vou contar uma histária de carnaval aqui pra vocês. Aqui onde eu moro em Olinda-PE o carnaval é muito intenso, gente nas ruas a toda hora, vem muita gente de fora e vocês sabem como é clima de carnaval neh: "todo mundo faz tudo, todo mundo pode tudo!"

Talvez porisso q até os meus 19 anos minha mãe me segurasse em casa no carnaval, eu via minhas primas e primos se arrumando pra sair ladeiras a fora atras dos blocos fica doidinha pra ir junto, mas nunca deixavam. Até que no ano que completei 19 aninhos meus pais estavam viajando durante o carnaval, fikei com minha tia, mas mesmo assim minha mãe recomendou que ela me mantesse em redeas curtas no carnaval, não sabia ela que minha tia era muuuito boazinha comigo, vibrei com a noticia, finalmente ia me ver livre pra sair.

Quando chegou o grande dia eu e minhas primas ja tinhamos fantasias compradas e tudo... iamos sair de diabinhas e anjinhas (rsrs)... eu de ajinha, no tempo estava loira, sou bem branquinha ai ficou super legal com as asinhas e a aureola, botei uma batinha azul clara e um shortinho branco q deixava meu bumbum bem destacado. Nisso sai so com minhas primas (eram 3), iriamos nos encontrar com meus 2 primos e alguns amigos deles, logo entramos no meio de uma multidão e fomos acompanhando uma das orquestras que passava, nas ruas estreitas cheias de gente o apertadinho é convidativo pra muitos carinhas saidinhos, isso rendia muitas encoxadas e mãos bobas, mas meu interesse, diferente de minha prima diabinha, era apenas em aproveitar a festa não os tarados, mas ela sempre procurando um mais "bonitinho" e "pegavel".

Até que chegamos onde os garotos estavam, eles estavam fantasiados de indio com saiote de palha e cocares, alguns com short por baixo e outros de sungão, mas ate ai tudo bem pois aparecia poco. Logo qnd chegamos nos apresentaram a dois amigos que não conheciamos, e rapidamente programamos pra onde iamos, So foi eles darem distancia e minha prima assanhadinha comentar como um dos amigos apresentados era "fofinho", dai por adiante ela começou uma odisseia dela pra ficar com o garoto e eu me divertindo muito com as investidas dela balançando o rabinho de diabinha pra ele, perguntando porque que o indio não andava nu, perguntando o pecado preferido dele e tudo mais, ela é uma morenaça bundão, peitão e tudo... e ele nada... ja tava achando até esquisito e começando a duvidar dele atá que, no meio de um papo puxado por ela, ele vira e pergunta " e qual o nome dessa anjinha?". nessa hora minha prima fala meu nome e olha pra mim com uma cara de "vou te matar!"



ISSO FOI SO INTRODUÇÃO, PARTE QUENTE EH A SEGUNDA (RSRS)!

"Conto de Carnaval II"

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eriticos pique esconde sofacomi minha mae na varanda contoscontos eroticos alice com a buceta inchada conto erotico viadinho no sitio de shortinho e calcinhaconto de quarentona a fuder com desconhecidoContos eroticos novinha desmaia de tanto gosatoda e Vânia chupando a bocacontoscontos eroticos de estupros entre primosContos porno minha noiva bebadaChantagem com mulher de salto conto eroticocontontos eroticos fui levar meu amigo bebado en casa tracei a mulher escandaloza delecontos de sexo com animais rasgando com forçavideo come meu cu e me batepor favorcontos eróticos velhacontos eróticos cavalocontos comendo mulher na despedida de solteira no carnavalconto incesto calçinha de bichinhocontos dei minha buceta para o novinho pauzudo na pescariacontos da casa eroticos de mulheres tendos os cachorros ou lobos lambendo suas calcinhas e fodendo elasdei sonifero pra minha avò e transei com elacontos eroticos comendo uma carcereiracontos erotico no acampamentogozoo na bucetakcontos de coroa com novinhoconto erotico vi minha esposa dando pra outro sem querer estava escuroconto+foi+arebentado+grupo+travestescontos eroticos lesbicas vi a buceta da minha amiga grande e greludaconto de marido e esposa e velhoContos eroticos de mulheres sendo abolinadas no onibus lotadosconto erotico gay tv a cabocanto erótico meu marido viajou ficou em casa eu e minha filhaConto erotico minha mulher e uma puta rampeiracontos eróticos uma travesti chupou miha bucetona greluda no banheiro femininocontos gay tetinhas gordinhaContos eróticos de homens que tomam viagra e arrombam mulherler contos pornô de incesto durante um assaltanto eu fui obrigado a fuder minha mãecomendo minha irmã enquanto a minha mãe olha o Bingotextos viadinhos estrupados gozada boquinhachantagem zofilia e insesto conto eroticoGay com mulher contocontos de homem com penis grosso que comeu sem camisinha a sogra cuzinho da zildaconto mulher casada rabuda dei pedreirobia cadela contosmeu tio me comeu ate eu desmaiarcontos de coroa com novinhocontos mia gostosa mulhe teve sua buceta aregasada pro seus amates muitos roludosgozei nas coxas da filha contoscontos eroticos enrabeirelatos de anã transandoContos descobri que minha esposa ve fotos de homens nus na internetcontos fodi com o meu sogro gstscontos erotico viciadinha em chupa picalevei a amiga da minha filha pro clube conto eroticoeu confesso mijocontos pornor me comeramcontos minha prima defisiete me viu batedo umaquero sentir sua porra quente dentro no cusou homem quero dar o cu para uma putaContos espiando a sogra lesbicaconto noivo corno na sala porta abertagordinho nerd gay contosvedio de puliciais revistando os bonitois e chupando o pau deliswww.conto eu vi o pedreiro mijandovoyeur de esposa conto eroticoconto erótico meu pai fude minha esposa rindo da minha caracontos eróticos de casadas evangelicas vagabundas dando tudo por tesãocontos eróticos de mulheres casadas q já treparam com travesticontos de putaria gay o garoto e o vigiarelato de mae dando a buceta para o filhovizinho tezudoConto de Uma dívida com meu genro e teve que dar o c* para ele