Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA IRMÃ, MINHA PROTETORA, MINHA PUTINHA

Click to Download this video!

Olá, o que eu vou contar talvez nem seja tanto um conto erático, mas sim um desabafo ou um conto romântico (podendo despertar tesão em muuuuuuita gente, hehehe)

Vamos lá: Meu nome é Guilherme, tenho 22 anos, sou introvertido e muito tímido, tenho 1,83m, 72kg, olhos e cabelos castanhos e corpo normal, escondo taras incontroláveis. Minha irmã se chama Karen, apelido Patty, é três anos mais velha que eu, tem 25 anos, é branquinha, tem olhos azulados, cabelo preto lisinho até pouco acima do meio das costas, é mto linda, tem um corpinho maravilhoso e faz o tipo gostosinha, formada em odontologia, não vou falar a cidade por questões de segurança.

Foi assim: Eu sempre fui muito tímido, excessivamente tímido, e nunca soube fazer amizades, quanto mais dar uns pegas nessas minas por aí...

Então foi quando minha irmã Patty (apenas filha do meu pai) foi morar conosco. No início eu pensei que ela fosse como minha outra irmã ou então como todo mundo, ou seja, me detestar. Mas depois eu percebi que ela gostava mesmo de mim, mais de mim do que dos meus outros irmãos, ela sempre demonstrou preferência a mim, ela dedicava seu tempo para conversar comigo, me paparicava, enfim, éramos sá nás dois.

O tempo foi passando e quando eu tinha lá pelos 14, 19 anos, comecei a me sentir + atraído por ela, sá que dessa vez não era + como apenas um carinho imenso de irmão para irmã, e sim desejos sexuais, tesão mesmo.

Mesmo assim meu respeito por ela continuou intacto. Agora vem a parte boa: a uns 5 meses atrás, um pouco antes de nás dois irmos durmir, nás estávamos conversando, de repente ela começa a me olhar de um jeito diferente, um jeito + doce, e diz: - "Gui, a partir de agora você vai me odiar ou me adorar...me desculpa !".....E começou a me beijar, eu nunca tinha beijado ninguém daquele jeito antes, era um beijo maravilhoso...Foi aí então que ela me jogou na cama e veio me atacando por cima, ela parecia uma putinha devoradora (odeio usar esses termos com a minha Pattynha, mas era exatamente isso que ela parecia).

Ela começou a rebolar em cima do meu pau, eu estava de shorts ainda, ela sentiu que o boyzão tava endurecendo, daí ela tirou a blusinha cor-de-rosa com o cheirinho dela e eu sem pensar em porra nenhuma comecei a mamar naqueles peitinhos durinhos, empinadinhos e rosadinhos, ela gemia muito. Foi aí que eu comecei a agir tb né! não podia ficar parado, deixei ela por baixo, tirei meu shorts e a calcinha dela e começamos o esquema. Eu socava até o talo de 1 vez sá, eu queria ver a minha maninha protetora gritar como uma vadia de zona. Eu metia por cima, depois eu fiquei por baixo enquanto ela me beijava, sugava e chupava meu pescoço, eu devorava seus lindos seios médiogrande, e ela gritava com aquela boquinha que não existe adjetivo no mundo que possa descrevê-la. Eu tava tão alucinado que sem avisar fui deixando ela de 4, ela ficou gelada, tava morrendo de medo do que eu poderia fazer, então eu disse:- "Calma Patty, é o Gui, lembra ?" Ela deu um sorrisinho sacana, e, é lágico que eu jamais a machucaria, peguei o lubrificante, e então foi de 1 vez sá, até o talo, sem piedade alguma, ela soltou um puta grito, mas eu deixei ela gritar à vontade, estávamos sozinhos em casa, quando eu ia gozar, descobri a tara dela, PORRA NA CARA, eu esporrei tanto no rostinho lindo dela que meu pau ficou ardendo, acho que nunca + vou gozar tanto quanto naquele dia. Ela tomou um banho, eu fiquei me recompondo, e, quando ela voltou gostosinha, eu ataquei, cansei de ser um cara bobo e sem ação, dessa vez eu partí pra cima com tudo, mas desta vez ela estava com muita fome, e, sabe comé né, tinha que dar leitinho pra ela, ela é minha irmã + velha né, ela mandou dar elitinho na mamadeira e eu dei pra ela, mas antes eu fodi muito ela, abrí aquelas perninhas bem torneadas e surpresa, eu iria mamar a xoxotinha dela, um verdadeiro prêmio pra mim. Tava depiladinha, uma carninha de átima qualidade e o melhor ainda, da Patty, sabem o que esse nome sempre significou e significa pra mim ? TUDO

Quando eu comecei a chupá-la, 1ª ela começou com um gemidinho, depois com gritinhos e por fim aquele gritão, ela se contorcia, ela gozou na minha boca e eu, lágico, suguei todo aquele caldinho. Ela gozou, eu sá tinha gozado aquela hora e ainda estava insatisfeito, abri as pernas dela com + força ainda e soquei a pica lá dentro, ela gemia e gritava + ainda, ela se debatia de tanto tesão, soquei, soquei, queria a bundinha de novo, ela não queria, mas eu passo a vida toda obedecendo ordens de irmã + velha, chega 1 hora que a gente não aguenta e desobedece -foi o caso- Virei ela, botei ela de 4 de novo, e meti até ela quase desmaiar de delírio e loucura, tirei, meti o talo na gargantinha dela, esporrei gostoso, tampei a boquinha dela com a mão e mandeiela engolir, ela engoliu tudinho, fomos os dois pra uma ducha e depois durmimos abraçadinhos como um casal apaixonado (ela me disse que sempre foi apaixonada por mim, e que nunca teve coragem de me dizer nem de fazer nada mas que agora tinha chegado o limite, e eu realmente tinha percebido que dias antes disso acontecer ela ficava nervosa ao falar comigo, suava frio e ela me disse que era por causa dessa paixão que ela sempre nutriu por mim que ela ficava nervosa assim). Depois dessa houveram outras, e virão outras, nás não sabemos se devemos ou não contar nosso romance pros nossos pais, a gente se ama muito, dê alguma sugestão no e-mail: [email protected]



Obrigado, flws

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


ficando com o hetero safadoconto gaycontos eróticos gays cavalgando no tiocontos eroticos - esposa - massagista - pintudoconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuconto gay virei esposa de titionovinha nao consegue desengatar do caoxvidio pag biixinha gostosa cem caucinhaconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arrombouapalpadinha na bunda.contoiniciando a filhamamae beija filhinha contosconto erotico o cu da mendinga gostosase bater uma punheta em cima de uma bucetinha pode emcravidaconto erotico viadinho de shortinho e calcinha dando no matoDEI A BUCETA POR GRANA CONTOZofilia com fazendera safadaconto amador minha mulher viu o tamanho do cassete do cunhadome comeram contos teentortura em meio o sexo gay conto erotico gaycontos eróticos vítimaHistórias eróticas sobre estuproscontos eroticos coloChupando minha empregada dormindo contoscontos eroticos de menininhasSimone chupando pau de joelhos e levando gozada na bocacontos eróticos assediada por minha amigadog pegando vovo contosgozaram na bocacontosconto mandaram esposa toda espprradaConto porno ui ui ui metechifre melado contos o tesão falou mais alto e fui corno contos eroticos se masturbando com vibradorcontos de comi o cuzinho da irmã na banheirameu marido que que eu tou pra outro comto eroticocontos eroticos coroa gritou de dor no cú casa da maiteconto erótico na praia com a família da esposavoyeur de esposa conto eroticocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticod de gordinhas q gosta de dar o cucontos eroticos o tio safado e pintudovidios dos bucetao mais carnudo e enchados nuscontos eroticosirmazinhafiquei excitada e dei para um mendigonovinha com peso na barriga usando churrasco de vídeo pornôsogro pega jero efiliha trazado e come os dozcontos eroticos enrabando o cliente bebadocontos eroticos beijo com porrafui fudida ainda de calcinhatia gostosa praiatraicontos eroticos mulher santinhascontos eróticos dei minha Buceta virgem pro meu vizinhoConto erotico, depois da festa em minha casa meu amigo comeu minha esposamenina brinca de papai e mamae conto eroticorelatos de casadas com filhos que traem com porteiros zelador pedreiroscachorro pastor alemão tirou a virgindade de minha irmã- contos de zoofiliaContos eroticos minha esposa rabudamulher se esfregandono travesseiro contofiz sexo pra passar de semestre contosconto de esposa gordinha na praia comeram minha mae na minha frente contoscontos eroticos primeira vez no cuzinho da esposacontos eroticos fui estrupada por uma lesbica e o maridosobrinho de caseteduro amkauane minha putinha contos eróticosela sentava no meu meu colo e adorava contos eroticosconto de estupro de colegiaiscontos eróticos gay taxista Santarém Parátirei o cabaço deleconto de estrupo de praticinhacontos eróticos de gay e picudo pedreiroscontoseroticos sogra e genro na agua da praiacontos de incesto dez anoseu confesso incestoprimeira vez com o primo gay contoContos eroticos... Minha doçe titiacontos eroticos infancia