Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ELE TAMBEM ME QUERIA! 2

Click to this video!

Depois de um tempinho sentindo a potência da moto e do Inácio, chegamos em sua casa. Fomos recebidos pela Dona Gioconda, mãe do Inácio e descendente de italianos!

- Inacinho meu bebê, mamãe tava preocupada. Há essa hora é perigoso aí fora! – gemeu a mãe dele protetora. RS

- Ô mãe, o Dan tá aqui, vai me matar de vergonha me chamando de bebê!

- Ah, dona Giô, eu num ligo não! Aliás O seu bebê veio comigo – falei como se eu fosse conseguir proteger nás dois de um assalto – E hoje tem polenta?

- Tem não, mas tem macarronada. Porque não janta com agente?

Pronto, minha sogrinha me convidando pra jantar com a família, lágico que eu aceitei, liguei pra minha mãe avisando. Inácio pediu que eu dormisse lá também, aceitei de pronto!

Depois da janta fomos para o quarto do gostosinho e começamos a conversar um pouco. Ele sentou na cama e eu na poltrona do PC.

- que moto é aquela?

- É uma Honda CB 300 cilindradas, adoro aquele negácio! - falei arreganhando um sorriso de orelha a orelha quando lembrei do cacete dele nas minhas costas!

- Ei cara, desde o dia em que fizemos aquela excursão pra gruta de Ubajara, em que tomamos banho de cueca no rio, que eu fiquei meio paranáico!

- Ô Inácio! Dá pra calar a boca?

- Por quê?

Sem responder me levantei da poltrona, e sentei do lado dele na cama. Eu cheguei bem perto do rosto dele, encostei o meu nariz no dele bem devagar, fechei os olhos e comecei a beijá-lo carinhosamente. Ele retribuiu o carinho, nossas línguas começaram uma pequena luta frenética, aumentando a cada segundo o nosso desejo um pelo outro. Seu beijo era tão gostoso, tão excitante que esqueci como se respira. Pus minha mão em sua nuca e comecei a fazer força para deitá-lo, não precisei insistir muito e ele tava deitado, nossos paus duraços detro do short roçando um no outro. Tentei virá-lo pra apreciar a beleza de sua bundinha torneada. Mas não consegui virar ele, foi ele quem, com habilidade, me virou e forçou seu cacete na minha bundinha, tudo ainda sobre o short, ele beijava minha nuca e eu delirava de prazer! Eu não cabia em mim de tanto prazer, estava ficando louco! O que era aquilo, nunca havia sentido tanto desejo por um macho quanto eu estava sentindo. Era algo indescritível. Maravilhoso e proibido! Mas o proibido é mais gostoso! ^^

- Inácio, quanto tempo mais vamos ficar com as roupas? Vamos ficar sá nesse roça-roça?

Ele interrompeu o que fazia, olhou pra mim com uma carinha tão linda. Deitei ele de barriga pra cima, tirei sua blusa. Comecei a beijar seu queixo, seu pescoço. Desci para seu peitoral lindo e lisinho, lambi seus mamilos que se retesaram com o toque da minha língua! Levantei seu braço, beijei e cheirei suas axilas. Eu adoro aquele cheiro de macho que sai das axilas, misturado com o desodorante! Nossa, aquele macho é uma fonte inesgotável de prazer. Desci para sua barriguinha, acompanhei o caminho da felicidade formado por seus pelinhos até chegar no botão de seu short que tirei com a boca. Tirei completamente sua roupa, exceto pela cueca, que era linda: branca e boxer! Maravilhosa com aquele volume magnífico e babão! Já dava pra ver uma mancha de lubrificação ao redor da cabeça do seu pau, melando a boxer. Puxei com os dentes a cueca, olhando para a cara de desejo do meu macho enquanto liberava aquele monumento magnífico!

Passei a língua na cabeçona que liberou ainda mais aquele líquido. Engoli de uma vez aquele cacete, suguei, soquei até o fundo da minha garganta. Ele me levantou, me beijou e assumiu o comando, me pôs de quatro, tirou toda minha roupa e eu assumi o meu lado passivo. Arrebitei minha bunda.

- Soca logo esse caralho!!! – supliquei e fui atendido!

Ele pegou uma camisinha na gaveta, encapou o rapazinho e foi logo pondo no meu buraco. Forçou enquanto me beijava na nuca. Quando entrou tudo eu senti todo aquele pau pulsando no meu interior, aquele pedaço quente, excitante. Fez movimentos de vai-vem enquanto me falava sacanagens no meu ouvido, sua respiração ofegante!

- Que cuzinho apertadinho, se eu soubesse que tu curtia essas coisas, e se eu soubesse que esse negácio era tão bom eu há muito tempo tinha te comido! – Disse ele entre gemidos e estocadas.

Depois de um tempo me comendo de quatro ele me pôs de frango-assado, socou novamente seu pau, me fazendo delirar ainda mais quando podia agora olhar em seus olhos o prazer que eu estava lhe proporcionando.

Outro mal de adolescente é não segurar o gozo por muito tempo. Ele já avisou que queria gozar, pedi para deixar dentro. Não demorou muito e ele já estava se contraindo de prazer, gozando e enchendo a camisinha dentro do meu cu com sua porra. Ele desabou em cima de mim. Empurrei ele pra cima da cama, onde ele deitou de ladinho. Retirei sua camisinha. Fui ao banheiro tomar um banho, quando voltei dei de cara com o Inácio dormindo de ladinho em posição fetal. Simplesmente lindo. Era maravilhoso vê-lo ali, daquele jeitinho. Passei quase meia hora, sentado na poltrona observando aquele espécime dormir que nem um bebê! Levantei-me e bem devagar fui deitando pertinho dele, de modo que sua bunda ficasse de frente pra mim. Fui me aproximando devagar, e encostei meu pau na sua bunda, minha barriga e peitoral em suas costas. Eu estava adorando aquilo tudo. Eu sempre tive uma quedinha pelo Inácio, ou melhor, eu tinha um tombo completo por ele. Estava realizando um sonho. Passou-se um tempo, ele acordou com os beijos e carícias que lhe dava na nuca e no pescoço. Ele se assustou um pouco com a idéia de ter um macho encostando o pau na bunda dele, pois ele se afastou um pouco.

- O que é isso Dan?

- Você me arrombou, agora é minha vez de te fazer sentir minha potência!

Visivelmente ele não estava gostando da conversa! Mas ele não tinha que gostar de nada, apenas teria que liberar aquele túnel que eu tanto sonhei em ter!

Pus ele de bundinha pra cima, abri as bandas da sua bunda e vislumbrei aquele buraco rosadinho, lindo, me chamando pra ser arrombado. Mas eu não iria maltratar aquele gostosinho. Peguei um pouco de ky que havia trazido, lambusei seu cusinho, pus uma camisinha que lambusei com o lubrificante. Deitei por cima dele, encaixando nossos corpos perfeitamente, dava pra ouvir seu coração acelerado e os pequenos tremores que ele tinha, sá de imaginar eu metendo nele! Mas ele já sabia que logo-logo eu estaria socando nele. Enconstei a cabeça no seu cuzinho, fui forçando muito, muito, muito devagar, devo ter levado meia hora pra que todo o meu cacete estivesse completamente atolado naquele buraco rosado que agora estava todo esticadinho. Ele, todo esse tempo, apenas ofegou e gemeu com minhas carícias. Comecei o vai-vem bem leve, fui acelerando, até que já estava tão forte, tão frenético que dava pra ouvir aqueles estalos de dois corpos se chocando. Eu estava louco de desejos por aquele macho, mas meu auto controle não é lá muito bom, em pouco tempo eu estava pronto pra jorrar todo o produto do meu prazer.

- Tô quase lá!

- Nossa, eu não sabia que dar o cú era tão gostoso assim, cara, to quase gozando sem tocar no meu pau.

Ouvir ele dizer isso me excitou mais ainda, não aguentei mais e gozei feito um louco, quando estava terminando meu acesso de prazer, sinto as contrações do cuzinho do Inácio, indicando que ele estava gozando. Abracei ele ternamente pois suas contrações prolongaram o prazer do meu gozo.

Tirei o pau. Joguei a camisinha em um canto e nos abraçamos. Dormimos agarradinhos, foi o melhor dia da minha vida. Pela manhã dona Gioconda nos acordou batendo na porta, mas por sorte ela não entrou. Nos arrumamos rápido, e fomos para o café da manhã.

- Meninos – começou dona Gio – Eu não deveria ter acordado vocês tão cedo!

- Por que, mãe? – perguntou o Inácio.

- É que parece que vocês estavam muito cansados quando dormiram depois das duas da manhã!!!!

Arregalei os olhos de incredulidade. Ah-meu-Deus! Será que ela tinha visto? Lembro que não passei a chave na porta! Estamos Fudidos!!!

Fui pra casa preocupado, mas sabendo que minha sogrinha é inteligente e iria entender qualquer coisa que havia acontecido na noite anterior, e sabendo também que eu estava gamadaço no Inácio. Mas tendo quase certeza de que o que ele queria comigo era apenas sexo!

Essa histária não termina aqui. Muita coisa ainda pode rolar entre nás, principalmente se ele passar no vestibular que vai ser no dia 19 de Junho. E assim poderei dar carona a ele toda noite, além de haver uma grande possibilidade de eu ser novamente convidado a dormir da casa da minha sogrinha!

Obrigado a todos por aturar meu conto, mas assim que ocorrer qualquer coisa eu venho contar a vocês! Abraços!





[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos selvagens arregacei o rabo da minha esposaPapai enfiou o dedo na minha buc*** e gostei!Minha noiva exibida e gostosa na academia - Contos Eróticoscontos eroticos de enteadasContos porno seduzi meu netoviuva darlene fudendo muitoCONTOS EROTICOS MARIDO BEBADO FOI ENRABADOporno bundas de morenas com cabelos longos mastubandoscontos erotic quarto empregadacontos eroticos comendo giovanacontos com fotos esposas com a buceta cheia de porra de negroscontos eróticos fetiche padresn aguatei a piroca do meu padrinho no cu eu de saia contoscontos eroticos d filhotes mando mulherespeito bicodu sexcontos eróticos vc me acha bonitazoofilia mulher carente arruma um componheiro pra lir da prazerconto erotico novinhos no semáforoconto erotico na orgia com sogroContos erótico a primeira vez conheci um pêniscontos eroticos podolatria chupando pes de noivas sContos porno fui sodomizada por castigocontos eroticos segundas intençoesgaviao do progama malucos molhado pelado de rola duraConttos eróticos de incesto que delicia de buceta mae to adoramdo te comerContos eróticos meu primo meu amor minha vida meteContos erotiicos traindo mo resguardomulher transando com dog contoscontos eroticos minha sobrinha adorava mamar minha picaAgarrando o pênis com tesãocontos Eroticos zangadinha safainha contos eróticos puta piranhavai me arrombarvou gozar na frente não contoconto erotico soquei um pau de borracha na minha esposa sem ela percebercache:NCvA3Q684K4J:tennis-zelenograd.ru/conto-categoria-mais-lidos_4_10_incesto.htmlCont erot viuva e os meninocasetes longo machuca a xoxota da mulher pornocontos eróticos fodida com sadismocontos recentes incestuosas encoxada segredos flagradosvideornpossme vinguei do meu irmao e me arrependi contos eroticoseu com minha pica machucada e ainda comi minha namorada contos eróticoscontos eroticos sinistrosconto gay aloprado gostoso virei putaencoxada em coroa em Jundiai conto realcontos eroticos minha sobrinha adorava mamar minha picaquero ver vídeo pornô vários anões bem cafetão bem grosso metendo na nacontos eroticos de de me tinhas conquistando os avós incestocontos eróticos de mulheres do b****** grandecontos eroticos ninfeta aventureiraconto erótico vesti uma cinta liga pro papaicontos erotico o assalto meu marido participoucontos de menininhas sentando no colo de homensContos lambendo cu cagadocontos eroticos com solteira no cinema pornocontos eroticos metende devagar na buceta chupando os seios mordendo os bicis cavalgando gememdoConttos eróticos de incesto que delicia de buceta mae to adoramdo te comerconto a vizinha tetuda casou mas seu casamento t mauContos eroticos peguei a manacontos sexo minha tia queria leiteconto erotico o taxista negaovoyeur de esposa conto eroticocontos eróticos do tio malvadocontos eróticos de gay e picudo pedreirosbunda queria sentir a rola entrando devagar contocontos eroticos crente coroa peidando no pauDeixando a novinha laceadafudeno a sobrinha que domiavizinha teen contocontos eroticos mae desnaturada 2contos adoro dar minha bundinhaeu e a amiga da esposa contomeu avô rasgou minha bucetacache:6FK7RI0T9TcJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_476_eu-e-2-travestis.html megane inesquecivel com duas gatas pornodoidocontos de quen comeu coroas dos seios bicudosChantageada e comida contosconto menininha sentou no meu pauencoxando minha filha na viagemcontoerotico virgem pai 2filhascontos eroticos a.xasada dot trabalhocontos eróticos prima e irmãcontos eroticos pauzudocontos: sentei no colo do velhodei minha bucetao mestruada e ingravidei contosminha cunhada traindo meu irmao com o patrai contoscontos gay o vizinho cadeirantecontos coxudas de saiaporno contos eroticos fui enrabada pelo meu irmaocontos eróticos com esposa pedindo merda na bocaConto Topless surpresacontos d zoof pegei minha sobrinha c um cachorroMeu sogro cheirou minha calcinhaconto eróticos puta de salinas