Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A NINFA VIZINHA

Click to this video!

Sou assíduo leitor deste site. E sempre pensei em escrever alguma das minhas aventuras, mas sempre tive alguma dificuldade para iniciar, apesar que se conseguir concluir, acho que não paro mais, porque tem coisa viu rsssssssss.



Bom melhor começar me descrevendo, meu nome é Marcelo, tenho, 45 anos, 1.80alt, 95 kg, branco, cabelos grisalhos, e olhos castanhos esverdeados, moro em Goiânia, sou casado há 19 anos, comerciante. Mas o que irei falar não envolve a esposa, aliás ela nem sonha, e melhor que continue assim. Porque nem de sonho ela sabe como sou doido por uma farra.

Vou começar a contar sobre uma delicinha, era uma vizinha, práxima de casa. Marcia, tinha 1.60 e alguma coisa, morena clara, devia pesar uns 46kg, olhos e cabelos negros, era o pecado mesmo, e ela namorava um amigo nosso que infelizmente faleceu muito jovem. E ela uma muleca, que vivia andando na rua com um shortizinho muito apertadinho, toda cheia de graça. Eu já era casado mas como falei muito atoa rssss. Bom uma vez já no fim do dia, lá vinha ela passando enfrente de casa, e eu resolvi jogar uma prosa pra ver o que virava. Chamei ela dizendo que tinha uma coisa pra contar pra ela, ela toda curiosa veio pra perto de mim. Eu fui jogando uma, dizendo que tinha sonhado com ela, e que neste sonho era tudo de bom, e ela perguntando tudo de bom o que. Bom ai tive que inventar umas do tipo que no sonho, eu encontrava com ela num lugar tranquilo pra os dois, e que comecei beijando ela, e que dos beijos a coisa foi evoluindo pra uma pegação geral, e que logo ela estava pegando no meu pau, e eu despindo ela.

Ela foi ouvindo e arregalando os olhos e dizendo vc ta doido, vc é casado, ai tive que dizer que era um sonho, mas que adoraria que fosse realidade, ela se fez de desinteressada, mas eu fui insistindo ate que consegui sair com ela pela primeira vez.

Mas tinha um problema, onde levaria aquela ninfa, afinal ela era menor, sá tinha 19 para 19 anos, e toda miudinha, fiquei com medo, mas levei para um motel. E chegando lá, ainda apreensivo por medo do pessoal da portaria me aprontar alguma, mas não deixei transparecer muito, e comecei a por em prática tudo aquilo que esperava que rolasse com a pequena ninfa.

Nem estava acreditando que estava ali com aquela delicinha, porém não deixei por menos, comecei a tirar a roupa dela, sempre beijando muito, fiquei um tempo admirando, ate que ela começou a ficar envergonhada, mas não deixei esfriar. Tb tirei a roupa, e fui me esfregando e beijando ela pra todo lado, chupando os seios nada pequenos, mas sem exageros, ela toda moreninha com aquelas marquinhas, gente como era bom, nada de barriguinha e eu sá descendo beijando tudo, ate que cheguei na bucetinha, pensa numa xaninha deliciosa, já toda molhadinha, e que gosto, gosto de juventude, enquanto eu chupava ela ficava toda dengosa emitindo uns gemidos que pareciam um ronronar de gata mesmo rssssssss. Nesta época ela usava os pelinhos bem aparados, e sá com um tufinho na testinha. E eu ali mordendo nos lábios de leve, dando pressão no grelinnho e de vez enquando introduzindo a língua ate onde conseguia ir dentro daquela xaninha. Mas o melhor ainda estava por vir, quando passei o dedo naquele cuzinho vi que ela ficou toda acesa, a língua então, senti ele piscando, e isto já me deixou mais aceso ainda, depois que senti ela mais solta, e tendo percebido que ela já tinha tido seu orgasmo nas xupadas, era hora de comer aquela delicia.

A primeira penetrada foi de ladinho bem abraçadinho e mordiscando o pescoço dela, apertando os seios, passando a mão na barriga, e chegando ate a testinha da xana, ia e voltava enquanto já bombava, e ela sá no ai, ai, ai, mas não era de dor, era de tesão mesmo rssss, eu sá me controlando pq não queria gozar logo, passamos pra um papai e mamãe, onde depois de um tempinho já passei as mãos por baixo das pernas dela, e ergui jogando praticamente nos ombros e bombei forte, que ela colocou a mão na barriga e pediu pra ir mais devagar, e eu pra não assustar resolvi, por ela de quatro, ai sim eu bombei forte, pra gozar mesmo, e enquanto isto alisava o rabinho dela, e pra ver se rolava molhei o dedo com saliva e dei uma introduzida de leve, e nada dela reclamar. Bom gozamos os dois, tomamos um banho onde lá brincamos um pouco mais, onde ela mostrou serviço no oral, ainda brinquei que meu amigo falecido tinha ensinado direitinho rsssssss, ela toda sem graça mas não deixava cair o rendimento, so parou qdo comecei a gozar, onde ela recebeu o primeiro jato ainda na boca, ai ela apertou o danado e ficou guspindo a porra, e me masturbando e os outros jatos iam no rosto e nos seios da danadinha. Depois disto nos vestimos, e deixei ela perto de casa, com a promessa que ainda teríamos muito mais, e como tivemos viu, depois conto mais um pouco sobre esta minha amiga rsssssssssssss



Se alguém tiver gostado, pode me mandar algum cometário para o email [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eróticos mae medrosaConto porno ui ui ui metecomendo minha irma de seis anos contos eroticoscontos eroticos chantagemporno chegou em casa e pegou a cunhada pelada de olhos vendados e comeu elamae desfilando de calcinha fio dentalconto erótico o capataz tarado pelo viadinho de calcinhaxvideo quem pedertira roupacontos eroticos sinistroscontos eróticos gay primeira vescontos de esposas putascontos erótico Paráconto erotico meu pai me fudeueu sou o viadinho do meu cunhado contos eroticosso mrninas na mastubando n causinha toda melada video mobilPutinhas mamando contoseroticosempregada fingida, conto eroticocontos eróticos ele me pegouConto erotico sou madura greludacontos eroticos feminino cunhadocontos erótico menininha na trilha bisexual contosdominado e submisso contosmeu pai me estruprou odiei contos gaycontos erotico gay quando mim focarao a bebe leite de variosmeu marido me flagrou fodendo contosComtos casadas fodidas na rua por camionistascontos eróticos de negras no metrôcontos eroticos da minha tia amadorasdando desde pequeno contos eroticos gaysContos eu d travesti meu fazia eu pagar suas dividascunhada gotosa dano o cu na cuzinhano cucuzinho doido por pica cdzinha contobofe escandalo na punhetacontos eroticos cunhadinhoscontos de corno. bipassivosdei cu de fio dentanoite maravilhosa com a cunhada casada contoscontos casadas malandrasConto erotico sogro estuprando nora e gozando dentroconto erotico senti vontade de transa com um traveco pq so kadado"ficava mexendo no pau"contos eroticos de meninas sua mae forçou a ser putinha bem novinha por granaacontos eroticos "coisa enorme"contos eróticos gays a primeira vez com 24 anossexo aos14 pornodoidoconto meu chefe me chupouminha tia atendeu a porta sem calcinha contos eroticoscontos eroticos casado dominado e enrabadocontos gay caminhoneiroesposo liberando a esposa para viajar contocontos gay cunhado barracacamiseta e sem calcinha contosconto entreguei os pés da minha mulher para um amigocontos eroticos nanyconto de sexo um garoto ficava esperado uma coroa passa na rua eu fico de pica duraconto eroticos travesti hormonioContos eroticos corredorcontos sexo meu marido rebolou na pistolapassou a pamadinha e epurrou no cu da esposacontos casada foi espiar e se deu malcontos eroticis meninas no coloamanda boquete contoscontos eroticos: sobrinha no colocontos/meu primeiro broche e fodacontos de lesbicas incestuisascontos eroticos troca casais com gravidezxvidio encochei minh irmã dentor ônibus cheiopornotrasandocomatiacontos gay chupei o pau do borracheiroconto erotico amigo babaca e cornomeu marido bebeu e convidou meu cunhado pr durmi em casa e mi comeTio fode sobrinha contos e ela nao quizcontos veridico acho que o garoto comeu minha mulher a patriciahistoria erotica casadas puta dos negros no trabalhoMinha netinha sentou no meu pau contos eróticosmandei a rola na minha enteadinha de seis anosuma coroa da bunda grande do cabelo liso e peidando a b***** para o cachorrodelirei com a pica entrando no meu cuzinho