Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PAI COMIA MINHA IRMÃ

Click to this video!



Meu nome é Gustavo, na época eu tinha 19 anos, e minha irmã 13, meu pai tinha 40 e minha mãe 37, minha mãe trabalhava no primeiro turno e meu pai trabalhava a tarde e parte da noite, chegava umas 19 da noite em casa. Minha mãe costumava sair as 4 da manha, eu e minha irmã estudávamos pela manha, eu estava em uma época em que até ver catalogo de calcinha me excitava. E minha irmã estava entrando na puberdade, seu corpo começava a pegar forma de moca.

Meus pais estavam quase que se separando e dormiam em quartos separados, eu e minha irmã também dormíamos em quartos separados, o quarto dela ficava atrás do meu. Nossa casa era de madeira então mesmo em quarto separados não tínhamos lá tanta privacidade, as vezes podíamos conversar cada um no seu quarto, tinha até um buraquinho q eu usava pra olhar as amigas dela quando ela levava até o quarto, depois me masturbava pensando nas suas amigas, mas nunca tinha visto uma buceta na minha frente, a não ser por revistas mesmo.

Mas certa noite, tive uma insônia desgraçada, me batia na cama e sá conseguia tirar cochilos, as 4 da manha e eu não tinha conseguido dormir ainda, pude ouvir o momento em que minha mãe saia pro trabalho depois disso as luzes se apagaram e eu comecei a pegar no sono, mas derrepente as luzes ascenderam de novo pensei que minha mãe tinha voltado, mas logo ouvi o barulho da porta no quarto da minha irmã, mas a luz do quarto dela não ascendeu, resolvi dar uma olhadinha no buraco da minha parede pra ver se ela tinha acordado, mas não ela estava dormindo, era meu pai tinha entrado no quarto, provavelmente pra ver se tava tudo bem eu pensei, virei pro lado e tentei dormir, mas pequenos barulhos acabavam me acordando,e vinha do quarto da minha irmã, olhei novamente no buraco, o quarto estava meio escuro, somente clareado com a luz que vinha do corredor

Meu pai estava em pé em frente à cama, enquanto minha irmã dormia virada pra parede meu pai puxava a coberta, pensei que ele estava cobrindo minha irmã, mas logo percebi que na verdade ele estava fazendo o contrario, mas fazia isso bem de vagar, como quem toma cuidado pra não acordá-la, aquilo me chamou atenção e fiquei olhando, quando meu pai começou a passar a mão de leve na bunda da minha irmã comecei a ficar preocupado, e meu coração começou a bater forte, afinal eu já podia saber o que estava se passando ali. Mesmo assim não consegui me mecher, fiquei imável, meu pai então bem devagar puxou a bermuda que minha irmã usava para baixo, parando quando a bundinha dela ficou a mostra, com a luz q entrava pelo corredor eu podia ver razoavelmente bem a cena, com a mão esquerda ele segurava seu pau, enquanto que com a mão direita passava com cuidado no meio da bunda da minha irmã, aquilo estava me deixando com muita raiva, não podia acreditar que meu pai estava fazendo aquilo, eu me senti impotente, tinha muito medo dele, alem de forte ele costumava ser violento, fiquei ali, com o coração a mil, e paralisado, enquanto isso, meu pai tirava também a calcinha d minha irmã, cuspiu na mão e passou no pau, depois bem devagar passou no meio da bunda da minha irmã, como minha irmã estava de costas pra ele e bem na beira da cama, ele se apoio com a mão direita na parede, enquanto segurava o pau com a outra mão

Foi baixando até que conseguiu encostar o pau na bunda da minha irmã, cabeça do pau dele sumia no meio da bunda da minha irmã e reaparecia fazendo sempre bem devagar pra ela não acordar, aquilo me apavorava mas não conseguia parar de olhar depois de alguns minutos ele parou subia a roupa da minha irmã e voltou pro quarto, depois que ele saiu minha irmã se levantou se limpou e voltou a dormir, mas se ela estava acorda por quê não reagiu, talvez pelo mesmo motivo que eu não consegui fazer nada.

No dia seguinte não consegui dormir de novo, mas desta vez de ansiedade, por que tinha quase certeza que ele ia fazer de novo, e não deu outra, perto das 4 e 19 lá estava ele de novo, tirou com cuidado a coberta que cobria minha irmã, ela dormia de bruços desta vez, bem devagar ele tirou a bermuda e a calcinha da minha irmã, passava a mão nela pra ter certeza que ela não ia acordar, e depois subiu bem de vagar na cama, ficando ajoelhado com o pau apontando pra bundinha da minha irmã, colocou a mão esquerda perto da cabeça dela enquanto q com a mão direita segurava o pau e enquanto abaixava ia direcionando no meio da bunda da minha irmã, bem devagar ele subia e descia, depois de terminar ia dormir e minha irmã ia se limpar, eu continuava com raiva dele, mas agora começava a sentir um pouco de tesão naquilo. E assim foi por vários dias, até que eu já estava batendo punheta olhando aquilo.

Uma noite, depois de ver aquilo, esperei uma meia hora e fui bem silencioso ao quarto da minha irmã, ela dormia de bruços, ascendi luz do quarto dela e não do corredor e fechei a porta, descobri minha irmã com cuidado

assim como meu pai fazia, agora eu estava muito nervoso, porque sabia o que eu ia fazer se eu ia ver meu pai comer minha irmã e ia ficar quieto eu ia querer comer também, nunca tinha visto uma bucetinha e a da minha irmã ia ser a primeira vez, quando comecei a puxar a bermuda dela percebi q ela acordou, mas não abriu os olhos, não me preocupei com isso, porque sabia que ela acordava com meu pai, e provavelmente estava pensando que era meu pai de novo, quando puxei a bermuda dela até o joelho junto à calcinha a visão q eu tive fui maravilhosa

sua bundinha era maravilhosa, e meu pau estava estourando de tesão, com a mão direita segurei um lado da bunda dela e puxei devagar pro lado, quando vi sua bucetinha, achei meio estranho, afinal era a primeira, passei o dedo bem no meio e percebi como era molhadinho e quente, era uma delicia, mas estava com medo que meu pai voltasse, então subi na cama como ele fazia, passei cuspi na mão, e passei no pau, e fui deitando ao poucos até o a cabeça do pau chegar na bunda dela, quando a cabeça tocou o bunda dela e começou a ir pra dentro quase morri de tesão, pensei, minha nossa como isso é bom, quando a cabeça tocou na buceta foi maravilhoso, forcei um pouquinho, mas não senti entrar em nada, então voltei um pouco e fui fazendo movimento de vai e vem, até que senti encaixar no buraquinho dela, começou a entrar apertado, e minha irmã começou a suspirar, foi tão bom que gozei logo, tirei o pau lambuzado anda e fui dormir, nem vesti a roupa dela, com cuidado fui pro meu quarto e fui espiar pra ver se ela ia se limpar.Agora eu via meu pai comer minha irmã e depois eu ia come-la.

Mais tarde acabei pegando gosto pela coisa, e abri o jogo com minha irmã

Mas isso fica pra depois

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos gatinhasdividindo a enteada teen com o filhovidiod etoticos madrata dominando a esteadaconto enrabando a sogra mandonacontos gays teen dando o rabof****** e chupando pela primeira vez seu namorado na estrada desertaconto eonico de sexo analmulher chupa o peito da outra ate ela gemerwww condos erotiscos garotas mastubandomconto erotico meu irmão me fez mulhercontos eróticos irmã calcinha dormindomeu priminho estava batendo punheta para mim contos eroticoscontos eroticos gay: se tu deixar eu não conto pra ninguemEu quero uma menção tá subindo no Pau por favor calma tá chupando paumeninas dando so uma brexinhas da bucetasamigos sexo troca troca contospais se esfregando na filha shortinho corbucetas no bairrofazendinhacontos eroticos promessafui comida e chingada feito puta pelo meu primocontos erotico gay negro dando pra brancocontos erotico prima matutacontos erotecos de esposa de espartilho no metroCasada Amigo do meu filho sexo contoscontos coroas amazonensescontos eroticos entre prima e primo na infanciacontos cunhadas gostosaspintinho na bunda contosContos de casadas gravidas fudendo com dois ao mesmo tempoComtoerotico cherinho de bebecontos eroticos agressivoscontos eroticos cumendo o cuzao cabeludo da minha maeContos eroticos mae inociando filho novinho conto realmora Nana bem gostosa da bundona bem grandes eu dental bem deliciosa nétravesti delicia de juiz de fora sendo enrabacontos eróticos chantagem cunhadacunhadas esfomeadascasadasna zoofiiliaconto real de pai de 50 anos sarado fazendo sexo com seu filho novinhoconto erotico gay motoqueiro marrentinunca falei eu falei contos eróticosvirando femea do macho roludo contocontos eroticos gay ainda menino virei putinha do velho me fazia de menininhacoroa pede gisa pra mim safadocontos eroticos de mulher casada cagonaconvenci meu primo a me fuder bem novinha contoschaves sotinho ponocontos eroticos "cadela" "sem comida" "fome"video de subrinho a proveitando a brincadeira para encochar a tiaContos erotico marido corno bebedor de porraEU TIRANDO FOTO MINHA BUNDA DI CALCINHA FETICHE OLHONDO ESELHO MINH BUNDAfodendo gostosa e esporo contos eróticoscontos se caga na pica e gostacontos eroticos pastorcalcinha incesto contosSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininoBucetas grandes fog lp icontos erotico a 1 de una solterona com um menino de 15mulheres da buceta cabeluda que dar e nao aguentou a rola grosa e pedia para parar videocontos eroticos com mts mamadas nos peitos/sexo com o amigoconto casa de praia estouro cabaçocontos eroticos me mastubo brechando minha vizinhaaContos eroticos humilhadacontos eroticos novinha espiando seus tios transaremque cu mais apertado agora chora contocontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos eróticos cavalocache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"ver todosos fiumi di muller sendo aregasada por jumentocontos gay meu primo pauzao vir icontos comi minha cunhada