Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU VIZINHO TEZUDO

Nunca havia escrito um conto antes, mais resolvi escrever pois realmente foi especial para mim. Meu nome é Camila, tenho 1,70, 19 anos, sou morena, cabelos lisos um pouco acima da cintura, tenho um corpo legal, malho desde os 19 anos, e faço natação desde os 19 anos.

Sempre morei no interior, e estudei até o 3° ano do ensino médio por lá, e depois segui para a capital quando completei meus 19 anos e entrei para a faculdade, meu pai conseguiu que eu morasse com uma tia minha que morava sozinha em um prédio e que era práximo a universidade, estudava de manhã e a tarde, ela ficava a maior parte do tempo trabalhando e a casa sempre ficava vazia pois ela também ia sempre a igreja.

Morávamos no 3° andar do prédio, e junto com o nosso havia mais dois apartamentos no andar, em um morava uma senhora aposentada com um neto pequeno, e no outro morava Rodrigo, tinha 19 anos na época, era um pouco mais alto que eu, moreno também, tinha um corpo de dar inveja, pois fazia capoeira e era todo definido, não era lindo mais chamava muito a minha atenção, principalmente por ter as coxas torneadas o que me chama mais atenção ainda.

Passado 1 semana que eu morava por lá, acabamos nos encontramos no elevador quando voltava mais cedo de uma aula em que o professor teria adiado, nos apresentamos, e ficamos conversando um pouco de tempo depois de sair do elevador, e eu estava segurando livros bem pesados e ele se ofereceu para que levasse até meu apartamento, aceitei claro, ele entrou e colocou os livro sobe a mesa, e apás isso foi saindo dizendo que ele já estava atrasado para o trabalho, fui abrir a porta para ele, e trocamos beijinhos no rosto, agradeci a ele, mas ele colocou aquela mão forte em minha cintura, e me arrepiei com aquilo instantaneamente, ele percebeu, mas fez de desentendido e saiu.

A partir daí conversávamos horas e horas, assistíamos filmes juntos, e eu já estava ficando com uma puta vontade de ficar com ele, beijar aquela boca perfeita que ele tinha, cheguei a pensar que ele era apaixonado por alguma garota ou que poderia ser gay, pois homem sempre parte pra cima, e já que estávamos nas intimidades já, sempre esperava algo além de abraços e beijinhos no rosto.

Foi então que em um sábado minha tia tinha de viajar com a pastora da igreja dela, e eu ficaria sozinha em casa.Cheguei em casa por volta da uma hora da tarde, e encontrei com Rodrigo no térreo, e ele me convidou pra assistir um filme a noite, concordei na hora. Então me preparei toda, já estava louca pra partir pra cima dele, já que ele não partia, eu pelo menos ia tentar, me depilei toda, fiquei lisinha e bastante cheirosa, como iríamos para o apartamento dele, coloquei um short curtinho que dava pra ver bem minha calcinha pequenininha e que deixava minhas coxas bem a mostra, e uma blusinha soltinha do tipo tomara que caia, meus seios não são grandes, mais são redondinhos e bem firmes, além de ter os biquinhos rosadinhos o que deixam eles bem sexy.

Toquei a campainha e lá estava ele sem camisa, sá de bermuda com aquela barriga a mostra, me deu uma puta vontade de lamber aquela barriga toda, morder, chupar e deslizar minha boca por ela. Ele me ofereceu uma cerveja acabei aceitando, o filme era de ação, mais tinha algumas partes bem picantes, não lembro o nome agora. Foi então que apás um tempo, ele me ofereceu para que eu deitasse no colo dele, hesitei um pouco, mais acabei aceitando e deitar naquelas coxas gostosas dele foi tão bom, e sentir que eu estava a poucos centímetros daquele pau que aparentava ser grosso e delicioso, já me dava um tesão doido.

Acabei mexendo um pouco e meus seios pularam para fora da minha blusa, fiquei quase roxa de vergonha, e quando fui puxar a blusa, ele tirou minha mão e disse para que deixasse assim e que eram maravilhosos, eu estava paralisada afinal de contas eu era boba ainda, pouco experiente nessas situações. Ele começou a passar as mãos de leve neles, apertando meus biquinhos e puxando lentamente, fechei os olhos e senti toda aquela sensação maravilhosa, ele se abaixou e nos beijamos fortemente, cravei minhas unhas nas costas dele e nos beijávamos tão intensamente, ele tirou minha blusa, me levantou de seu colo e ficou em pé me puxando ao seu encontro, colei minha cintura na dele, aquele corpo delicioso colado no meu e eu sentia aquele pau deliciosamente rígido e que parecia bem grosso colado na minha bucetinha, nos beijávamos sem parar como se esperássemos aquilo a anos, ele desceu passando aquela boca gostosa em meu pescoço e beijando devagar meus seios e ia tirando meu short, chupava meus seios agora, chupava com uma vontade incrível, mordiscava de leve meus biquinhos e lambia em volta deles, eu segura a nuca dele e xingava ele de cachorro, safado, vagabundo e que era pra ele chupar cada vez mais, ele se ajoelhou na minha frente alisava e apertava minhas coxas, passando aquela língua quente e gostosa sobre a minha calcinha e me olhando nos olhos, eu já estava gemendo de vontade que ele me chupasse e que metesse aquele cacete dele logo na minha buceta que a essa altura já estava ensopada.

Ele foi tirando minha calcinha e ao mesmo tempo alisava minhas coxas, parecia que ele queria me provocar e me deixar louca de tesão, parecia pirraça, cada movimento dele era lento, mais era extremamente gostoso, eu já estava apertando meus seios, alisando e puxando os biquinhos, xingava ele mais ainda, mais ele parecia gostar de me provocar, passava a boca perto da minha buceta com aquele hálito quente mais não chupava logo, foi quando puxei o cabelo dele um pouco mais forte para o encontro da minha buceta, ele tirou minha mão do cabelo dele, levantou e me pegou no colo rapidamente, e começou a falar besteiras no meu ouvido do tipo ‘’ vou te chupar toda sua puta ‘’, ‘’ vou meter fundo nessa sua buceta sua cachorra ‘’, e me chamava de safada, de vadia, me levou até quarto dele, me colocou na cama e arrancou a bermuda e aquela cueca que estava me atrapalhando de ver aquele pau delicioso que devia ser, foi quando eu vi aquele cacete duro na minha frente, com uma cabeça bem saliente e rosada, e era realmente grosso e estava meladinho, me dando uma puta vontade de chupar.

Eu estava sentada na cama sá observando aquele falo delicioso foi quando ele puxou meu cabelo e meteu todo aquele pau na minha boca, deu até uma ânsia, mais logo ele soltou meu cabelo, e eu chupei aquele cacete todo com ele gemendo pra mim, eu cuspia e chupava bem a cabecinha do pau dele, deixava ela bem molhada e metia ele até a metade da minha boca e chupava devagar mais sempre passando bem a língua nele enquanto estava dentro da minha boca, ele gemia e tentava me fuder a boca, e eu chupava cada vez mais rápido e olhava com uma cara de puta pra ele, nessa altura eu já estava louca pra ele meter logo aquilo dentro de mim.

Ele puxou meu cabelo para trás abaixou e nos beijamos fortemente e ele foi me deitando e pressionando o corpo dele sobre o meu, e eu já roçava minha bucetinha molhada no pau delicioso dele, acho que ele já estava louco pra meter logo também e enfiou todo aquele pau grosso e maravilhoso na minha bucetinha eu sentia ela rasgar por dentro, pois eu não havia feito sexo muitas vezes e o pau dele era realmente grosso, mais ele foi bombando aquilo dentro de mim e foi ficando maravilhoso, abri bem as minhas pernas para que ele esfregasse no meu grelinho e ele segurava forte as minhas pernas e metia cada vez mais rápido e me xingava ‘’ era assim .. era sua puta .. era assim que você queria? ‘’, ‘’ vamo sua vadia geme gostoso pra mim vamo ‘’, e eu gemia mais alto e me contorcia toda sentindo uma sensação maravilhosa, quando eu disse que iria gozar gostoso naquele pau, ele tirou o cacete da minha buceta e meteu três dedos nela e chupava meu grelinho sem parar e bem forte e eu já estava pirando, senti um choque percorrer pelo meu corpo, minha bucetinha apertava os dedos dele, minhas pernas e quadril contraiam fortemente, aquilo era delicioso, ele ficou alisando aquele pau delicioso dele e me olhando contorcer toda, me pôs de 4, e dava tapas na minha bundinha e me xingava e segurava meu cabelo com força, meteu aquele cacete todo na minha buceta, senti o saco dele bater na minha bundinha e ele bombava rápido e sem parar, eu gemia, xingava, gritava, não tava nem ai se os vizinhos iam escutar, e ele metia cada vez mais rápido, minha bunda ardia, eu já não falava nada apenas gemia e gritava e ele enfiou fundo na minha buceta e colou na minha bundinha gozando na minha buceta toda, senti aquela poha quentinha dentro de mim, rebolava no cacete dele sem parar .

Deitamos e nos abraçamos, deitei sobre o ombro dele e descansamos um pouco, acabei dormindo e acordei com ele metendo a língua na minha bucetinha, aquela visão de ser acordada com um oral daqueles foi delicioso, ele lambia todo meu grelinho metia dois dedos e chupava ela toda, dava linguadinhas e tapinhas, acabei gozando naquela boca maravilhosa, e nos beijamos, senti o gostinho meu naquela boca gostosa.

Tomamos um banho, e quando estávamos abraçados, ele confessou que estava apaixonado por mim, e que não havia tentado nada ainda, pois tinha receio de me afastar dele, eu fiquei tão feliz ouvindo aquilo, pois eu também já estava extremamente apaixonada por ele, e acho que se a gente tivesse feito isso antes não teria sido tão gostoso, e tão intenso, não foi uma transa de impressionar, mais foi muito especial pra mim, além disso depois dessa vieram muitas mais, conseguimos até uma rapidinha no elevador e na piscina do prédio, kkkk, faz um ano e oito meses que namoramos e já tivemos muitas experiências juntos.

Bom esse foi meu primeiro conto, espero que gostem, não fui muito detalhista nas falas, pois não me lembro de muitas, kkkk . Obrigado a todos que lerem e desculpa se não foi como o esperado.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos bv e virgindadetive dar para um dotadocoroa amostranda a calcinha video feito casafodo meu sogro todo dia com meu pauzao contohistórias de sexo lesbico minha irma me abusoucontos eroticos cegaporno baixar caralhogrossos conto de comi o cuzinho da minha prima novinha que chorou com a pica grandecomi o irmao da minha mulherConto picante familia incesto agressivo bisexual agressivonoite maravilhosa com a cunhada casada contosFodi o cu e a cona da minha sogra e gozei muito na boca delacontos eróticos um cavalocontos eroticos depessoas normais reaiscontos eroticos..fui fragrado com vibrador da minha primacontos eroticos irmazinha se oferecendoMinha tia chupando meu pau com fimose contoscontos trepei vizinha velha e casada que da a bucetaContos de mulheres casadas traindocontos eroticos brincando com meu filho efreguei a minha buceta neleconto erotico comendo o cu da freiraconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuEu contei para o meu marido que dei o cuconto porn insetuosocontos erotico a 1 de una solterona com um menino de 15esposa bunduda rece be uma proposta para da cu ela nunca deu contos eroticos conto erótico da esposa do meu irmãofudendo filha paralitica contosConto erotico chorei com o cacete do cavalomamei até os bicoes dela incharem contoscontos/esposa na rola do meu amigocontos mulher e marido duas vadias para um.machocontoseroticoscomcavalocontos eroticos foi so minha namorada pra eu come amiga biscate delacontos eróticos traveco emrabado a negona coroa casadaconto pegei minha cunhada novinha se mastrubandocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto emrabada casada nao pelo marido sim p amantecontos eroticosó policial coroacontos porno heteros'na adolecencia brincando de esconder meus amigos me comeram'contos eroticos possuida por uma estranha gostosacontos eroticos eu era virgemcontos eroticos incesto orgamos adolecesntexvidio louco desejo vizinha mulata sainha mostrandocontoseroticos minha sobrinha novinha gosava em silênciocontos eroticos sequestropênis grosso contos eróticos boquete mulher de 48 anos contocontos esposa do clientedando o cu para meu cunhado contoscontos relatos de mulher que transou com genro e nao parou maisvideos mulheres negras coroas de absorvente internocontos eroticos de incesto a mae de brunoContos eroticos gay estuprado pelo paiMinha namorada ela mandou minha cunhada abri bem suas pernas ela disse pra eu tirar o cabaço da buceta da minha cunhada conto eroticocontos eróticos ônibus de viagem gaycontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadecontos eróticos empregada em jardineirascontos de machos que experimentou um boquetecontos esposa nua frente familiafilha tesudinha do papa contosiconto esposa com negãoSou casada fodida contodormi bebado perdi as pregasputa da ocu pra treis pau acha pouco emfia a maocontos eroticos gay.treinadorcontos de esposa arrombada dormindoContos sogra medindo o tamanho do pauEu, minha sogra e meu marido-contos-incestoContos eroticos (amiga da minha irma)contos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casafudeno com duas gostoda e cozamo na caraconto erotico com meu sogro peladocontos eroticos sodomizadoo caminhoneiro engravidou minha mulher eu confessocontos eroticos hospitalConto puta fode com o vizinhocontos chupar pau na infância casada carente gozando no pau do negao e chorando contocontos erotico pirocaocasa dos contos eroticos/Três é demaiscasa dos contos eroticos adoro levar ferrocomo fuder com banana verdepornô doido a tia convencia sobrinha a chupalacontos eroticos decornos amigosquero ver no boa f*** de mulheres com shortinho todo enfiado no raboEnrabei a professora casada relatoconto de sexo agrentou duas pica no cucontos cdzinh cuzinh doloridoporno grades com minha prima de ragericonto incesto minha linda maezihacontos eroticos moleque e esposaconto erótico bucetas e cu a minha disposição