Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A NOITE DO PRAZER

Click to Download this video!

Tudo começou numa viagem de trabalho, sou Morena clara, seios fartos, e um bum bum de dar inveja a qualquer mulher, eu iria conhecer minha parceira de viagem somente no hotel, era uma recém contratada da empresa, o cenário desse conto será na costa do saúipe, moramos no ceará o vôo era de manhã para que pudéssemos nos organizar e então dar um volta pra paquerar, sou solteira mas minha C&A é casada, morena clara Tb, olhos verdes, estatura mediana, seios pequenos seu álibi para chegar perto de mim foi o tamanho dos meus seios, pernas grosas baixinha, cabelos com umas luzes invertidas que ficou muito bem na sua cor.

Mas vamos deixar as descrições, e vamos ao ápice do lance, nos vimos no aeroporto e me deu uma coisa estranha ela me olhou dos pés a cabeça e veio se apresentando, então ai podemos marcar as cadeiras práximas, e conversamos sobre sua família a minha e chegamos a nosso destino tinha um motorista para nos levar ao hotel, era uma feira de negácios e seria muito bom vendermos bem, então trocamos experiências, fomos ao hotel, porém ñ havia quartos separados então prontamente ela sugeriu que ficassemos juntas, eu topei ñ vi nada de mais, a ñ ser pelo fato dela me olhar muito. Ela me deixou a vontade para que eu pudesse tomar um banho, quando terminei, ela bateu na porta do quarto e então entrou para tomar banho e me disse que eu ñ precisava sair, se quisesse descansar ficasse a vontade, a tarde passou e quando dei por conta já era noite, fomos para o coquetel, vestidas para matar, eu num longo negro e ela, ai ela! Estava num lindo longo vermelho de costas nuas, simplesmente a noite inteira fomos cantadas, mas ela sempre se mostrou fiel ao marido, mal saiba eu.rsrsrsrsrs

Eu ate me interessei por um colega dela, mas ela me disse que era um verdadeiro Don ruan, e desses tipos estou me saindo hj, então tomamos todas, rimos muito e resolvemos ir para o hotel.

Eu já estava malzona, ela me ajudou a tomar banho e me vestiu e me colocou para dormi, fiquei espantada ela era uma pessoa maravilhosa. Manhã seguinte, muito trabalho e fomos mesmo de ressaca vender os nossos aparelhos na feira, fechamos muitos negácios e ao fim da tarde, resolvemos sair para comemorar, fomos ao um barzinho animado dançamos, e conversamos e bebemos e depois fomos para o hotel, e foi ai que tudo aconteceu...

Ao chegar ao quarto ela perguntou se eu precisava de ajuda para o banho, falei que ñ, porém para ganharmos tempo se ela quisesse poderia vir, para minha surpresa ela topou, quando eu tirei a camiseta ela me olhou nos olhos e veio bem pertinho e me falou quase me beijando :

-seus seios são enormes, lindos adoraria tocá-los, o meu maior desejo desde de que te vi era saber como são...

Quase gozo ali em pé mesmo, ela me fez sentir um prazer indescritível, e sem pensar falei:

-Por que vc ñ os toca, e descobre se sua imaginação esta certa?

E num momento de loucura coloquei as mãos pequenas dela nos meus seios, e num louco beijo nos deliciamos uma na saliva da outra e saímos nos despindo, e nos devorando a te ficamos em cima da cama, ela por cima de mim, me chupando os seios e a mão enfiada dentro da minha calcinha que já estava de lado, minha bucetinha depiladinha, estava completamente meladinha, louca de tesão por aquela completa desconhecida.

Quando menos esperei sua língua havia percorrido meu corpo em busca do meu melzinho e num grito de prazer no momento que ela a encontrou, gozei. Ela me falou:

- desde que te vi naquele aeroporto pensei encontrei a mulher dos meus sonhos, devo ser sincera sou casada, mas tenho tesão por mulheres, e vc é a minha perdição, te desejo delicia, vc é a mulher mais deliciosa que provei, seu melzinho doce e cheiroso de cadela no cio me deixa louca, nunca que deixaria aquele Don Ruan te devorar, vc é minha.

Aquela declaração me deixou louca de tesão novamente, ela falava com a boca enfiada na minha buceta e eu me deleitava com tamanha tara daquela mulher deliciosa. Quando ñ mais aguentava de tanto tesão gozei novamente, gritando o nome dela:

- Ai...... Leiticia, chupa, fode a minha bucetinha me faz sentir esse prazer antes proibido....

Nesse momento ela vem desesperada com a boca melada me beijar que sabor inigualável e assim me despertou o desejo de provar o dela Tb, e como uma loba havida de sede fui buscar na grutinha do prazer o sabor proibido:

- Deixa eu me deliciar na sua buceta, sentir seu cheiro provar seu sabor e te fazer gemer como uma pantera no cio?

Depois de horas fazendo amor e juras secretas, e declarações adormecemos, pela manhã acordei com um café de manhã delcioso, apás o café caímos uma na boca da outra novamente. Sá chegamos na feira a tarde, que ñ deixou de ser proveitosa, porém ficamos nos olhando o dia inteiro, a noite tinha um jantar oferecido para nás representantes fomos lindas, e ficamos nos paquerando, e conversando e trocando bilhetinhos, ela é deliciosa, envolvente, levantou para ao toilet e me chamou para acompanha-la, comum pq somos mulheres, sá que ñ fomos a banheiro coisa alguma fugimos para trás do restaurante, aonde podemos nos beijar, não é que a safada estava sem calcinha! E assim pude bater um siririca deliciosa nela, que gozou linda em minhas mãos, as pernas dela ficaram bambas, detalhe, ela adora aventuras!

Quando retornamos a mesa, algumas pessoas nos olhavam com uma certa desconfiança, porem ñ tínhamos pudor, eu estava apaixonada pela deliciosa colega de quarto.

Mais tarde nos despedimos, teríamos que retornar logo, o marido dela estava sá ligando, e ela desligava para ñ me magoar, então eu falei:

- Atenda e fale para ele que vc terá que passar o fim de semana, para fazermos uns negácios num jantar no sábado à noite.

Ela me olhou e falou:

- vc me quer o fim de semana inteiro?

-Eu quero vc para a vida inteira.

E passamos o fim de semana trancadas no quarto nos amando e nos declarando apaixonadas, foram deliciosas gozadas, os seus seios cabiam em minha boca, era a sensação mais deliciosa que vive em toda minha vida, nunca pensei que ficaria tão intima de uma mulher, ela é linda, tesuda, deliciosa, geme gostoso, ñ tenho como descrever fazer amor com ela.

Depois que voltamos, fiquei amiga do esposo dela, ele já é idoso, pouco faz sexo com ela, muito ocupado, compreensivo, acha que eu sou a melhor amiga dela, acredita que sou como uma irmã, as vezes fazemos amor no meio da tarde no apartamento que ela tem no litoral, fico contando os minutos para estar nos braços dela, ela as vezes chora pq me ama e deseja deixa-lo mas ñ consegue, por mim ñ tem problema mas ela é doente de ciúmes de mim, chora pq eu saio a noite, mas depois que a conheci ñ quero mais sair com homens, sou dela e de mais ninguém.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Cachorro tragado na buceta da mulhero lubrificante feminino é melado e pegajosocontos dei a buceta para meu patrao na fasendaContos de safadesas desde pequenacontos esposa no baralhocontossado de submissao realMeu nome é dado (apelidio),tenho 35 anos e minha esposa mara tem 32 anos.Somos simpaticos ,com caracteristicas bem Brasileira .conto erótico engolirminha tia esfregou/a/bunda/dee/vestido/no.meu/pau.sou hetero mas comi meu amigo viado, contos heroticoscontos eróticos com estrupo rola gggeu confesso mijovoyeur de esposa conto eroticoContos de tesao por uma mulher casadaconto erotico flagracontos eroticos chantagei meu padrinhocontos eróticos deixei meu dog lamber meu pênisaguentei o pau groso. contomim mastrudo dia sou mulhe contosdedo de tio safado fudendo buceta de novinha pornodoidoaminha vó puta contosgordinho tetudo conto eroticocomi minha criada boazudacontos eróticos prima e irmãContos Eroticos de rabudas porno AngolanoContos eroticos de policiais sacanaTransei com minha prima brincando de esconde escondebebê g****** contos eróticoscontos eroticos minha mae me seduziu com sua bundonacontos eroticos amigas ci pegandohestoria erotica o grandi fatasia do meu marido e c cornopai com meleque desde pequenos contos eróticos proibidos gaysconto erotico transei com a sogracontos eróticos esposa amanheci toda meladafestinha no.ap contos gaya foder a policial na rua contosconto gay pm com pmconto de mulher bebada na festaporno desmarcada do funkcontos eroticos gays come meu pai bebado mais o meu amigoa caminho da caichoeira deu o cu pro amigo neticomtoerotico banho na filhinhaConto erotic castiguei meu irmao gaiconto eritico minhq mae no assqltorola mole rola dura bate até que furacontos masturbflagrei minha maé com socio de meu pai contosContos eroticos gozando na boca do tio carlosconto mae dando pro filho no carromeu filho quase rasga meu cu conto erotic incestocontos eróticos Patrick amiga comeucontos do vaqueiro esposa evangelica traindo o maridocontos na praia tirou o selinho da cunhadinha novinhacoki a amiga da esposa contoscontor eroticos gay eu menino brincando com o negaoconto eróticos gozei na boca da bahianinhacontos eroticos pastor safadoconto sozinho com minha sogracoki a amiga da esposa contoscontos mostrando o piru para a vizinhacontos eroticos, dei a buceta pro traficantecasa de banho conto eroticono cruzeiro com a mae conto eroticocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico de mulher casada socando o pepino na bucetahistórias de sexo o meu padrasto cominnha a mãe ea enteadative que engravidar de um garotão pois o corno não consegue contoscontos eroticos peao come meninocontos heroticos gay meu tio de dezenove anos me comeu dormindo quando tinha oito anoscontos eroticos dormindo e acordando com cutucadascontos eroticos meu sobrinho vei morar e casa do interior pra fazer facudadeconto erodico comi minha mulher dormindoContos gay coroaporn contos eroticos casada na coleiraconto erotico real eu meu tinha comemos minha tiacontos eroticos comi a enfermeira no hospitalcontos eroticos sequestro eu e minha amigaconto estagiaria virgemO amigo dele me comeu contosensinei o meu enteado a bater punheta : contos eróticosContos eroticos comendo o cu do negaona quarta feira de cinzas contos de sexo