Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

HISTÓRIAS SECRETAS 4

Click to Download this video!

Histárias Secretas (4) – O PRIMO





Olá, apás o sonho e depois do surfista (Histárias Secretas 2 e Meu Encontro com o Surfista), muita coisa aconteceu. Meu irmão continuou estranho, como se quisesse me afastar e ao mesmo tempo me quisesse por perto. Não gostava mais de sair comigo e sempre evitava banhar comigo, e se acontecia, procurava ser o mais rápido possível (ele se excitava).

Com dezoito anos passei pra medicina na UFMA, meu pai me deu um carro e comprou uma casa no São Francisco avisando logo: “Quando seu irmão for fazer o segundo grau ele virá morar contigo”. No meu segundo período no curso, meu PAI faleceu, foi muito dolorido afinal nos dávamos muito bem e ele por ser médico me dava boas dicas no curso. Agora eram sá eu, meu irmão, minhas duas irmãs e minha MÃE.

Como meu irmão perdeu o último ano do primeiro grau (antiga 8ª série), ficou mais um ano na casa de meus pais. No final desse ano, vim para as férias e...

Havia um primo nosso da Paraíba, mais velho que eu, que tava passeando de férias, achei ele e meu irmão muito íntimos, o que me deixou um pouco enciumado, mas não encanei com isso não.

Bem, logo, logo eu e meu primo já estávamos mais chegados e já saíamos juntos, eu ele e meu irmão (que sempre se mantinha afastado quando eu ficava com alguma gata). O estranho é que meu primo não ficava com ninguém, mas tudo bem, segundo ele, tinha namorada em João Pessoa.

Num final de semana, minha MÃE, resolveu visitar a clínica que meu PAI tinha em outra cidade, como faria serviços administrativos e contábeis iria na sexta e voltaria na segunda ou na terça, conforme as atividades. Meu irmão resolveu ir com ela. E minhas irmãs estavam em outra cidade com minha avá.

Na sexta-feira anunciei à turma de serviço do lar que poderiam tirar folga até segunda-feira. Disse ao meu primo que ficaríamos com a casa sá pra nás. E, claro, não deixei de notar um sorriso meio sacana no canto da boca e uma mordidinha no lábio inferior. Ali tinha mistério e eu iria descobrir.

Saímos à noite e o Ricardo tomou todas, quando chegamos o coloquei no quarto de hospedes, e não quis tentar nada, afinal haveria a desculpa da bebida. No outro dia pela manhã, o maior solzão, piscina limpinha e a casa sá nossa, fiz um lanche pela manhã e coloquei minha sunga preta (acho que fico mais sexy), eram dez horas quando o primo levantou. Eu já estava lá fora, ele falou comigo pela janela:

- Bom dia primo. Solzão heim!

- Come alguma coisa e vem logo pra cá. Ah! Tem cerveja no freezer, se quiser é sá pegar – falei levantando a mão direita, pois a esquerda segurava um suco. Não bebo desde que comecei a malhar logo no começo do curso, idéia do meu PAI ele queria que eu fosse cirurgião e dizia que a bebida e o cigarro tiram a firmeza do homem.

Ricardo chega. Moreno claro, malhado, 1,75, cabelos pretos lisos, olhos negros, bunda redonda e empinada e sunga branca com lista vermelha nas laterais. Essa é a descrição do meu primo, meu pau ficou meio bomba, na hora percebi que ele notou e tentou disfarçar. Dei uma “coçada” segurando bem meus 21 cm, então levantei, me espriguicei e caí na água.

- Tá boa Caio? Perguntou ele tentando sorri.

- Cara tá átima. Vem cá vem.

Ele não esperou nada e pulou na água mergulhando e propositalmente, bateu com a cara em cima do meu pau que estava duríssimo.

- Desculpa. Tá duro heim?

- Tudo bem Ricardo. É que meu bebê tá com fome.

- Não me leva a mal não. Mas, eu posso ver? – perguntou com aquela cara de safado.

- Será um PRAZER primo - disse isso e fui logo sentando na beira da piscina e ele em seguida ao meu lado. Tirei a pica pra fora, ela bateu logo na minha barriga.

- Nossa! – ele não resistiu e foi logo pegando. Vibrei o pau duas vezes, olhei pra ele, ele piscou de olho pra mim, com a mão esquerda peguei o peitinho dele e torci de leve, ele levantou a cabeça e quando me encarou me empurrou para trás e caiu em cima do meu pau beijando e chupando. Eu acariciava a cabeça dele enquanto ele subia e descia meu pau. Tenho que admitir o cara chupava bem. Me levantei da posição em que estava e fiquei sentado.

- Poxa Caio, deixa eu aproveitar essa delícia – disse ele reclamando.

- Calma, eu quero coisa melhor – Fui logo me levantando e rumando para uma das cadeiras de pegar sol, ao mesmo tempo em que tirava a sunga.

- Meu Deus tô ferrado, com um deus desses vou perder todas as pregas do meu cú.

- Pois é, vamos aproveitar já que a casa é nossa... – disse isso e me deitei de pica pra cima na cadeira de pegar sol. – Ele veio, também já sem sunga, deitou por cima de mim e me deu um beijo, daí foi baixando chupou um peito, depois o outro, beijou minha barriga, então, passou a língua no meu pau de cima abaixo, depois subiu e colocou sá a cabeça na boca, mamou um pouco e se esforçou para engolir tudo. Parou, e me disse:

- Peraí que eu já volto – rumou para dentro de casa, para voltar em seguida com camisinha e KY. O cara veio preparado.

- Pronto, coisa gostosa. Agora vamos até o fim. - E caiu de boca na minha pica, passou um pouco de KY e colocou a camisinha, lubrificou seu anel para logo vir sentar em cima. Quando começou a entrar a cabeça... – Ai, que pica grossa. Tem calma Caio, deixa eu me acostumar.

- Temos todo o tempo do mundo.

Assim que a cabeça passou, ele encarou quase todo o restante. Parou um pouco e encarou o resto, então ficou subindo e descendo.

- Vem primão. Tá na hora de fazer esforço vamos mudar de posição. – E levantou em seguida e eu também. Ele ficou de quatro na cadeira e eu fiquei em pé, mandei brasa. Metia devagar e depois rápido. Depois tirava tudo e deixava sá a cabeça então empurrava tudo de uma vez o cara gemia e rebolava como um louco. Comecei a meter mais depressa, anunciei:

- Cara vou gosar.

- Vai despeja essa tua porra. Gosa nesse cuzinho.

- Ahhh! Toma seu pooorra. Ai que rabo – Disse eu gemendo enquanto gosava deliciosamente.

- Por favor primo não para. Vou gosar, ai primo quero essa pica sá pra mim ah! Aaah! – E gosou deixando a cadeira toda suja de esperma. (ele lavou depois). Fomos pro chuveiro, nos lavamos. Fomos para o banheiro e tomamos banho juntos, ele me ensabôo e eu fiz o mesmo com ele. Colocamos uma roupa e descemos para a cozinha comemos sanduiche, pois eu na preguiça não preparei nada e também não encomendei. Assistimos um pouco de televisão e logo dormimos ali na sala mesmo, eu no sofá e ele no tapete.

Me acordei sendo chupado, ele chupou delicioso, como sempre e me fez gosar ali mesmo guardando tudo na boca, mas sem engolir e foi pro banheiro. Ficamos namorando o resto da tarde, saímos pra jantar e o cara tava esbanjando felicidade. Ele não bebeu e quando chegamos ele perguntou se poderia dormir comigo. Concordo ou não? Continua em HISTÓRIAS SECRETAS 5. Não esqueçam de votar e quem quiser escrever: [email protected] Até a práxima pessoal

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico como gravidez a minha tia seios gele me comeu a xana sem medo contos eroticosdei minha buceta pro traficanteContos eróticos jogo de seduçãocontos eróticos de minininhas que adorava ser abusada dormindomelhorescontos eróticos gosando pelocucontos gorda feiacontos de casadas sendo assaltadas e estrupadas gozando gostosowww.rabudasnapraia comcontos eroticos com meninas no colo Contos eróticos gay meu amigo da bumda grande sempre deu o cunegao deu o cu contos gaycontos putinha do matagalsou branca e sempre quis da aum mulato mas sou casada contos contos eróticos traí meu marido sem querercontos felipe comeu minha mulhrercontos eroticos buceta arrombadarelatos eroticos menina novinha vendeu cabacinho na.hora.choroi muitoconto erotico meu padrinho passando a mao na minha bucetaDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos de punheta com botasconto erotico com meu sogro peladoenso botar po para mulher do corno contoscontossado de submissao realconto cu esconde-escondesou crente casada mais sou putacontos eroticos namoradoconos eróticos verdadeiro convenceu a mulher a a bundaconto eu e minha noivacontos gemi grita olha corninhoUma buceta fofinha afim de um dotado contoscontos dexei minha mulhe tomando no cu na minha frentecontos em um assalto vorou surubaeu sempre quis,contos eroticospassivosrj sexoContos eroticos... Minha doçe titiacontos eróticos passando o pau no cuzinhocontos apanhando do tutorconto sexo na escolarelatos de meu cachorro me desvirginoucontos eroticos ele insistil que deixei tira camisinhaContos eróticos fiquei desemprego e o nosso velho vizinho rico comprou minha mulher 3Contos olhando a mãe daxconto peguei meu filho comendo o coleguinha e comi os doiscontos eroticos comi meu irmao rosinhaminha delicia de filha me provoca contosvídeos de porno primeira vez dando cu ela chora fico Duda ora tirando pau do cu fica porno a maucontos eroticos a amiga da minha irmamulher poe seu cachorro dormir com ela e acaba deixando ele lember sua bucetaMeu+irmão+arrombou+meu+cu+a força+conto+eroticoconto flagrado com a calcinha enrolada no paugozei gostoso e tive que ir pra casa com a buceta cheia de porra. contos eróticoscontos eroticos de vovocontos erótico estrupeicontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eroticos so era pra ela chuparContos eroticos eu e minha familiavizinha abrindo a cortina contosBucetaamostra no onibus contos eroticoscontos erótico sexo no cinemaSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto de cabeleiro comendo o cu do novinho sem penacontos eroticos de spankingconto eróticos professor de biologiacontos eroticos testanta a esposacontos erotico fui concertar s torneira da vizinhavirei putinhaconto erotico selinho no papaiMeus ex primo viuvo rico sou sua mulher conto eroticotu manmou desse meladinho entt sobe casetecontos eroticos minha mulher gosta de apertar minhas bolas