Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

INCENTIVANDO A ESPOSA METER

Click to Download this video!

Sou casado com a Bel, minha adorada esposa, 30 anos, branquinha, baixinha, de boca carnuda e olhos azuis que formam um conjunto harmonioso, uma mulher normal, mas bonita. Sempre tive enorme desejo de vê-la transar com outros homens, mas em nossas transas, quando eu abordava o assunto, ela brigava, dizia que eu não a amava, mas nas brincadeiras na cama, sempre rolava a fantasia, ela me contava de seus antigos namorados, o que tinha feito com eles, etc. Moramos na cidade de Cruzeiro, interior de SP e em nossa cidade há um tradicional baile às quintas-feiras, quem conhece sabe que termina às 01:30 H, até por ser no meio da semana, eu embora não saiba dançar absolutamente nada, a levava para dançar e ficava de pau duro vendo-a dançar com alguns conhecidos, chegando em casa transávamos gostoso, até que numa sexta-feira, eu disse que no final de semana, ela deveria sair, paquerar e ser paquerada e o sexo, somente se ela se sentisse à vontade, ela disse que até poderia sair, mas para curtir, dançar. Já é um começo, pensei, na manhã seguinte, fomos à compras, mas fiz questão de escolher suas roupas, calças jeans apertadas e de cintura baixa, sapatos altos e blusas decotadas, os seios de minha gata são médios, e ficariam lindo com o decote. Naquela noite, ela estava linda, calça jeans, de cintura baixa, sapatos altos (scarpins) e uma blusa preta de alças, decote generoso, mas sem exageros, ela saiu de casa apás 23:00 H, pois temos um casal de filhos (10 e 07 anos) e ela queria sair depois que eles dormissem, eu ofereci a ela preservativos, mas ela recusou levá-los, isso me desanimou um pouco, pois achei que ela não iria "aprontar" nada. Fiquei deitado impaciente, olhando toda hora no relágio, quando eram quase 03 horas, até pelo horário, tive certeza que ela estava com alguém, isso deixou-me com muitos ciúmes, mas misturado com um tesão enorme, não resisti e me masturbei gostoso, a imaginando nas mais diversas situações de sexo, às 04:30 H, mais ou menos, ouvi barulho na porta, corri e minha adorada esposa entra pela sala, sem maquiagem, sem batom, cabelos desalinhados e com hálito de vinho, fomos para o quarto e pedi para ela me contar tudo, ela rindo me chamou de "doidinho" e e fez prometer que não brigaria, já que eu havia insistido muito naquela situação, ela mal conseguia respirar e fiz todas as promessas possíveis, pois queria ouvir logo tudinho que ela havia feito, que segue abaixo:

Ela disse que mal saiu de casa e poucos quarteirões adiante, um rapaz jovem, num carro branco ofereceu carona e a paquerou, ela disse que não entraria no carro de um desconhecido, mas que iria beber vinho no calçadão de nossa cidade, onde tempos vários bares, ele concordou e lá se encontraram, ela se chamava Diego, tinha 22 anos e trabalhava numa Faculdade da região, depois de muito conversarem, foram para uma rua sem saída, deserta e começaram a das uns amassos, ele ao receber a chupeta maravilhosa que ela faz, não resistiu e gozou fartamente, um pouco na boca dela, um pouco no rosto, cabelos, pediu muitas desculpas, disse que ninguém o chupará tão gostoso, mas jovem como sá, logo o pau dele estava duro de novo, foram para o banco traseiro do veículo, ela com medo de tirar toda a roupas, mas baixou a calça, ele puxou sua minúscula calcinha de lado e apás vestir uma camisinha, bombou muito na bucetinha da minha esposinha, mãe dedicada e à partir daquela noite, putinha corneadora. Trocaram de posição, ele sentado e ela no colo dele, com a pica toda na bucetinha rosada, ele não aguentou muito tempo e gozou de novo, enchendo a camisinha de porra. Este primeira metida dela, ocorreu em março de 2009 e de lá para cá, não parou mais de meter com machos sortudos de Cruzeiro e região, teve uma semana que ela meteu todas as noites, com cinco caras diferentes, deu um média de quase 1 cara por noite, Já teve machos de Lavrinhas, Lorena, São José dos Campos e claro, de nossa cidade. Adoro levar minha esposa para os bailes e deixá-la à vontade para escolher o sortudo da noite, depois volto para casa e a espero chegar, cabelos molhados, chupões no pescoço, hálito de porra, bucetinha vermelha. Como a cidade é pequena, certa vez fomos a uma exposição agorpecuária que temos e cruzamos com uns 05 caras que já havim metido na minha esposinha. Espero que gostem e escrevem e-mail, procuramos homens acima de 35 anos e de preferência casados, eu fico somente em casa esperando para ouvir os detalhes da foda.

Espero que tenham gostado, há muitas outras estárias, mas contarei em outras oportunidades.

Abraços

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


o masagista fasendo masagem na mulher o pau dele encostou no rosto dela e ela chupoufilme pornô minha prima gravata preta para mimConto erotico mamae deixou papai come meu cu em quanto chupava elaconto erotico gay meu dono convidou um negao pra me fodercasa dos contos eroticos tia e primacontos eroticos a calcinha da vovoContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar pes de primas balancando os pescontos eróticos f****** a enteada Abusadacontos masturbcontos eróticos a freira coroa do conventotravesti Zinho que faz programa escondido da mãemeu bundao ta seduzindo meu filho contosminha amiga me comeuconto erotico gay coroa dominador faz orgia em casa com viados de madrugadacontos eroticos com estranhoscontos eroticos minha meu tio e o dono da minhapai minha vi de calcinha e contoschupei a rola do meu primo de onze anos :contos eróticoslevemente ara tomando banho nuacontos eróticos garota de ruaela me contou que estava toda assada de fuder a noite todaContoseroticos minha enteada novinha sendo estuprada por dois roludosimagens de conto de homem macho transando com amigo caminhoneiro machorelato ocaseiro do sitio arrombou o cu da minha esposagostosa de olho bendada e trançadacontos eroticos com velhominha mulher estava com a buceta toda aberta contolua de mel corno na picina eroticocontos a devassa do analconto com irma pegando na rola por debaixo da mesacontos eroticos "cadela" "sem comida" "fome"porno conto irmaconto erotico de tanto eu insistir em engravidei a minha professora eu era um meninocontoseroticos sogra e genro na agua da praialua de mel corno na picina eroticovidiod etoticos madrata dominando a esteadameu irmão adora meus pezinhos contos eroticos podolatriaconto erótico ray infânciacontos eroticos cegacunhada casada e timida linda contospezinhos da amiga da minha mae contos eroticoa mãe e sua filha adotiva eu tirei as virgindades das bucetas delas conto eróticocontos eroticos exendo a buceta da tia de poreacomi a filhinha conto eróticoQuero um homem que chupe minhas tetas quando chega do trabalho e pra dormicontos porno esposas estuprados submissosquero cadastra meu email no canto erotico de casais com mais de quarenta anoscontos exoticos comi minh minha irma detalhminha mae me lambeu conto erotico conto erotico menina de shortinho marcando a bucetarelatos de anã transandoclassificados evangélica procurando cornoconto erotico esposa sofre no pintaoContos Eroticos traficantecontos eróticos caseiros com o filho rapaz do patrãocontos, brincando dei para primonhacontos eroticos brincado de se esconder no recreioFuderan meu cu e minha esposa ajudou os carasconto+foi+arebentado+grupo+travestesSubrinha sapeka adora usa ropinha provokante para da para mimcontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaFoderam gente contos tennschantagiei minha irma casada contoscontos eróticos fio dentalconto eróticos fudendo minha dormindoconto erotico no beco escuroconto erotico primeira vez que vi meu pai peladocontos velha casada fudendocache:BEpQkv0OPJUJ:idlestates.ru/conto_4507_eu-o-namorado-corno-e-sua-namorada.html contos/ morena com rabo fogosocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto anal raimunda carnudaNovinha Bebi porra do meu amigo contometendoo con vpontadi pornoesposa contando detales pro corno da transa com amante contoscontos eroticos casada virá puta do mendigoconto erotico de leke fudendo carenteMe comeram ao lado do meu namoradoconto real de pai de 50 anos sarado fazendo sexo com seu filho novinhocontos eroticos minha namorada dormiu de calcinha e meu amigo comeu elapor que quando eu falei pro o meu amigo que eu vou ibora comcamionero ele em cheu ohlo de aguacontos eroticos esposa coloca coleira no maridotrepo com a enteada dormindoDei para o cavalo contoscontos eroticos parte dois da helena e o padrastocontos eroticos de incesto selvagemcomprei a Cristina da mãe bêbada contos eróticosConto erótico gay camisa social de seda