Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

HISTÓRIA DE UMA ESCRAVA SEXUAL

Click to Download this video!

Eu não tinha idéia de quanto poderia ser perigoso voltar o sítio de meu tio tarde da noite. Achava que por ser interior era tranquilo. Me enganei.

Tinha ainda 19 anos e corpinho de violão. Aliás, corpão, pois meus 1,70m eram muito bem distribuídos. Seios fartos, bunda empinada, coxas grosas e cintura fina....gostosona mesmo.

O carro veio em minha direção e fiquei apavorada e andei rápido, cheguei a correr. Não adiantou quando um dos homens saltou com uma arma e me forçou a entrar no carro. Foram muito claros: não iriam me estuprar. Iriam me vender.

Levaram-me a uma casa grande onde encontrei outras garotas e juntamente com elas fui acorrentada. Todas nás estávamos bastante assustadas e chorávamos muito.



Dois dias depois aconteceu o leilão. Fomos colocadas lado a lado nuas. Homens e mulheres (poucas) percorriam a fila para nos inspecionar. Ao lado havia cadeiras de ginecologistas. Descobri logo o motivo: seríamos examinadas detalhadamente pelo comprador interessado. Vitor, o homem que fez o maior lance para me comprar, devia ter uns 30 anos. Depois descobri que era filho de fazendeiros ricos e que os homens da família tinham essa tradição de comprar escravas sexuais. Depois de aberta por um alargador ginecolágico e examinada (ele e outros enfiaram os dedos em minha bucetinha) ele pagou a quantia e me levou embora. Nem ao menos me vestiram.



Fui levada a uma fazenda. Fui amarrada num pelourinho e o Vitor me disse como deveria agir. Eu chorava muito e nem conseguia prestar atenção no que ele falava. Por isso levei vários tapas na cara para me acalmar, pois estava quase histérica. No fim entendi que deveria chamá-lo sempre de Sr, obedecê-lo sempre e que seria sua escrava, e muitas vezes, seu animal de estimação. A maioria das vezes fui a cadelinha dele.

Logo na primeira hora amarrada o Sr Vitor mandou chamar os empregados. Eles vieram correndo, pois já sabiam que o patrão tinha do comprar a sua nova escrava. As anteriores, depois de não prestarem mais eram vendidas novamente para o puteiro da região. A primeira noite na fazenda era uma festa para os peões. O Sr Vitor liberava que eles me apalpassem e que enfiassem dedos em mim. Ao todo tinha 4 peões. Era amarrada de pernas abertas e eles faziam essa festinha em mim.......nada de penetração, somente pegação e dedos. Eu chorava copiosamente, mas sentia a minha bucetinha quente latejar. Por isso, pois deveria ficar calada, apanhei de chicote. Os peões perceberam o calor da minha xana e riam me chamando de puta e vadia. Depois que eles me apalparam bem, um dos peões me colocou a coleira e meu Sr me levou p a casa. Como minhas pernas estavam moles, não aguentava andar de 4, fui arrastada pelos cabelos até a casa.

Em casa fui amarrada no teto. Meu Sr disse que iria sentir tudo aos poucos. Por isso nesse dia somente seria essa a minha experiência. Deixou-me lá amarrada e foi dormir. Meu cansaço era tanto que praticamente desmaiei de sono e cansaço depois de várias horas chorando.

No outro dia, ele me tirou das cordas e novamente com a coleira me levou ao quintal e me apresentou a minha “casa”. Uma casinha de cachorro. Abriu a mangueira e me deu banho como a uma cadela mesmo, não deixando de lavar a minha bucetinha e meu rabo com escova de dentes. Depois de me alimentar com frutas, ele me passou para um dos peões que me lavou por dentro do anus com enema. Sofri muito com o tubo enfiado no meu cuzinho virgem que introduziu o liquido viscoso. Depois de minha barriga ficar inchada fui levada ao banheiro onde evacuei até a alma de tanta coisa que coloquei para fora. O peão depois abriu meu rabo com o alargador e terminou a limpeza com a mangueira. Gritava muito mas, a hora da mangueira fiquei excitada, tanto que o peão me deu vários tapas nos seios pois os mamilos estavam tesos.



Depois disso fiquei pronta p meu dono.............. continua

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos mamando na novinha cheia de leite no riacho de biquinicontos femininos reais encoxadas e zoofiliacontos eroticos a irmã da igrejaconto gay fodeno o caminhoneiro bebado do nordesteconto levei na conaContos eróticos menino menor sendo abusado gozada dentroconto gay de pai com vaqueirotirando virgindade de menina Londrina Paranáwww.contos eroticos patroa trai marido dando cu pra manino novenho pauzodoconto erotico esposa sofre com o negaovideos fotos d sexo loirinha dormindo de calcinha fio dental sendo encostadfui arrombado no cuzinhocontos erotico baba casada chantageada por meninocontos eroticos de menina adolecente transando com homem maduro e bem dotadocheiro de mulher conto eroticovideo de porno com machos a força brutameneteestoria de cantos erotico novinha sentou no colo do Homem dentro do ônibus na viagemconto eroticos comi minha vizinha de 7aninhoscontos delícia de cacetaocontos meu marido da pica pequenaconto da safada deu o cuzinho na caronacontos eróticos infânciavelho peludo safado contos eroticoscomi a novinha dormindo ela fico brabacontoCornos by contoscontos eróticos menino pequeno dá o c* para o padreesposa devoradora de garotinhoscontos relatados por mulheres que foram abusada e acabaram gozandoporno mulhres usano chortes Cavadãosurba com um casal de amigo sem querer primera ves comtosconto eróticos dei o cu novinharossou em mim contosContos eróticos de incestos orgias com as irmás gostosas na cachoeiraRelatos de casada bunduda dando para os amigos do corno bebadocontos eroticos gratis de virei a putinha da minha sogra lesbicacontos bem quente de casada e sua intida lesbicacontos eroticos apostou mamae com os amigosContos erotico orgia no meu cuvideo porno do sobrinho traindo seu tio jorgeconto erotico rosadinho troca trocacontos siririca praiatravesti tirou cabaco da irmazinhaSou casada fodida contoconto amigo do marido trouxe o cachaço pra nossa porcaconto eu e meu marido a casa de swingvi minha namoradinha perder a virgindade contos eroticosmeu pai me castigou me comendi econtosou puta do meu cachorrocontos eroticos exibindo pra piralhosmininas por cabaço travsyfui dar mole e ele crew cuzinhomeu professor come caralho a xana contos eroticosnao sei como tive coragem.contos eroticosjumenta descendo o pau todinho no c* do gayMinha prima me falou que tem vontade de chupa no meu penisgozei gostoso e tive que ir pra casa com a buceta cheia de porra. contos eróticoscontos eroticos exibida tomou sem do no rabocontos erotico gay quando mim focarao a bebe leite de variosfogosas do funk de sainhaContos eróticos transei com a mãe casada do meu melhor amigocontos de coroa com novinhoo maravilhoso mundo das bucetas tesudas gostozissimas ufa que delirioSou casada fodida contocontos mulher e marido duas vadias para um.machoconto porra. do amante ocorrendo das coxaconto transou com desconhecido na festa de rodeiolésbicas esfregando pernas de rã veridicofilme porno tia gostosa faz uma viajem dormi com saudade do sobrinho da cumulher chupa o peito da outra ate ela gemerA amiga da minha irma contos eroticosconto porno peoes no ciocontos erotico mi ha esposa e eu no ci emaEnsinei meu subrinho a ser minha mulher contos eroticosfotonega pornoMae rabuda contos heroticos como perdeu a virgindade do cuzinhocontos sobrinho moreno loiraviadinho japones dei pro negao do caminhão contos eróticoscontos eroticos con ninfetas e negaocontos irman coxudaContos eróticos de lésbicas gemeas sarrando a bundaminha sogra e esposa duas piranhas contos eroticosconto erotico vi a rolaContos erotico dois policial dotadu fudel minha esposadei para um cavalo contos eroticocontos eroticos comi a biscatinhaPirocada sexo gay velhos tara contos veridicoscoroa casada depilada contos