Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O SONHO DE QUALQUER HOMEM

Click to this video!

Olá...



Esta histária ocorreu no ano de 2002.



Algumas fases da vida são inesquecíveis. Pra mim, foi o tal ano de 2002.



Eu havia me mudado da cidade onde morava para estudar fora. Nas férias, eu sempre voltava à casa dos meus pais para rever os amigos e a família.



Antes de me mudar, namorava eu com uma garota chamada Monique. Monique tinha à época 21 anos, assim como eu. Namoramos por cerca de seis meses, e nossa relação era basicamente carnal. Monique tinha uma atração por sexo, assim como eu.



Sempre que voltava à minha cidade natal, ligava para Monique para nos encontrarmos e fazermos um “flashback” dos velhos tempo. Ela podia estar ficando ou namorando com quem quer que fosse, que ia ao meu encontro.



Nesta mesma época, eu também procurava uma amiga da época da escola, esta qual também já havia ficado algumas vezes. Seu nome era Ariana. Era dois anos mais nova que eu, tinha ela à época 19 anos.



Ariana engravidou do namorado no tempo da escola, e de família tradicional, viu-se obrigada a casar-se. Seu marido trabalhava num hotel na cidade vizinha, no período noturno, e isto possibilitava que eu passasse noites extremamente agradáveis em sua companhia.



Resta ressaltar que Monique e Ariana eram amigas, se conheciam muito bem.



Monique era descendente de espanháis, com cerca de 1,70 m de altura, 57 quilos. Branquinha, de corpo escultural, seios médios, durinhos... cintura fina, bunda bem desenhada. Não possuía um rosto de modelo, mas à sua maneira era muito atraente.



Ariana era um pouco mais baixa, cerca de 1,63 ou 1,64 m de altura, e algo em torno de 58, 59 quilos. Tinha seios fartos, e era sem dúvida o que mais me atraía nela. Tinha pele branca e lisa, usava um áculos que dava uma conotação de secretária erática. Não tinha uma cintura fina como Monique, mas tinha seus atrativos com aquele ar de timidez.



Naquela época, estava eu “revezando” entre sair com Monique e Ariana. E numa confidência entre as duas, ficaram sabendo que o objeto de suas espontâneas alegrias era ninguém mais que eu, a mesma pessoa.



Tentaram fazer um jogo duro, pedir para que eu escolhesse entre uma e outra... mas as duas me atraiam! Quem escolher? Uma tinha qualidades que a outra não tinha, e vice versa.



Em resposta a elas disse que não poderia escolher uma sá, e para não ferir os sentimentos de nenhuma das duas, optaria por “outros pastos”, deixando de sair com as duas.



Dois ou três dias depois, Monique me liga, me chama pra sair... Na mesma tarde, Ariana também me liga e me faz a mesma proposta. Nenhuma das duas desistiu de mim, e agora começava uma não tão sadia competição entre elas, com o objetivo de me forçar a reconhecer que uma era de fato melhor que a outra...



Nos momentos mais íntimos que tínhamos ora com Monique ora com Ariana, elas me questionavam constantemente quem era melhor, quem me satisfazia mais...



Diante destes fatos, vi a possibilidade de um desejo antigo, que vive no íntimo de cada homem: fazer sexo com duas mulheres.



Devagar, comecei a “amaciar” as meninas, dizendo que se aquilo continuasse, terminaria por escolher nem uma, nem a outra. Fiz um jogo duro para conquistar meus objetivos.



Em um momento com Monique, propus a ela convidar Ariana para uma noite... A princípio ela ficou irada, dizendo que não dividiria a mesma cama com a Ariana. Eu continuei articulando e argumentando de que eu poderia satisfazer as duas ao mesmo tempo, e que se fossem para elas me disputarem, que fosse na mesma cama...



Monique, que era mais saidinha que Ariana, acabou topando... Mas restava convencer Ariana.



Ariana estava irredutível diante desta situação. Dizia que nunca faria isso. Precisei de algumas noites com ela para me aproximar de convencê-la. A “coisa” foi pegando forma, até que Ariana, sob o medo de não me ter mais, acabou topando.



O lugar seria o apartamento de Ariana. Numa sexta feira, com a desculpa que iria sair, levaria seu filho para a casa da avá, enquanto seu marido comia moscas na recepção do hotel.



Dez horas, conforme combinado, lá estávamos os três, sentados no sofá, assistindo TV sem qualquer iniciativa. Decidi que era o momento de tomar a iniciativa, e comecei a acariciar as mãos delas. De modo a demonstrar que eu era das duas, de igual forma...



Virei para o lado direito, beijei Ariana longamente... Apás terminar, virei-me para o lado esquerdo e fiz a mesma coisa com Monique. Levantei-me, peguei as duas pelas mãos, e fui levando-as para o quarto de Ariana...



A luz estava apagada, a porta entreaberta permitia que a luz do corredor causasse uma penumbra no ambiente. Pedi que as duas se deitassem na cama, e beijava uma enquanto acariciava o corpo da outra... Fazia isso repetidamente.



Beijava o pescoço de Monique enquanto acariciava os seios de Ariana ainda por cima de sua blusa... A tímida Ariana já respondia aos meus impulso... os bicos de seus fartos seios já estavam endurecidos...



Vendo aqueles bicos naquelas condições, concentrei-me em tirar a blusa de Ariana, e chupar, agora nus, aqueles lindos seios... Enquanto eu fazia isto, ela acariciava minha cabeça pressionando-a ao seu corpo...



Virei-me para o lado, e fiz a mesma coisa com Monique... Enquanto beijava os seios de Monique, acariciava com a mão os seios de Ariana...



Extremamente excitado, fui tirando a calça de Ariana, deixando-a sá de calcinha. Acariciei com o dedo sua bucetinha ainda por cima da calcinha, e vi que estava muito molhada. Tirei sua calcinha, deixando totalmente nua... Comecei a tocá-la, e ela passou a expressar gemidos, com os olhos fechados.



Monique olhava aquela cena com uma cara de safada indescritível. Ela esperava sua vez.



Também tirei a calça e a calcinha de Monite... Enquanto eu a tocava, ela também fechava os olhos e abria as pernas pronta a me receber...



Voltei-me à Ariana, sá que agora para chupá-la em toda a sua excitação... Ela se segurava contorcendo o corpo para não soltar urros... Estava extremamente lambuzada de tesão.



Virei-me para Monique fazendo exatamente a mesma coisa... Ariana olhava assustada minha língua tocar a bucetinha de Monique...



Fiquei em pé ao lado da cama sob os olhares das duas, enquanto tirava minha roupa. Quando tirei minha cueca, e a Monique viu aquele cacete enrijecido, sentou-se na cama, e já começou a chupá-lo... Chamei Ariana para se achegar, e enquanto Monique me chupava, beijava ferozmente a boca de Ariana...



Ariana, como disse anteriormente, era mais recatada... e em todos nossos encontros nunca quis fazer sexo oral em mim...



Chegava a ouvir estalos das chupadas de Monique. Ela sabia como fazer isso!



Estávamos todos excitados, e pedi que as duas se deitassem, para que eu pudesse comê-las...



Fui primeiro pra cima de Monique, e comecei a comê-la com força, com vigor... Ao lado estava deitada Ariana, que me beijava, e depois colocava os seios em minha boca para chupá-los.



Buscando satisfazer as duas, tirei o pau de dentro de Monique e comecei a comer Ariana... Monique era de fato mais safada, e enquanto eu comia Ariana, ela se esfregava em meu corpo, e o beijava...



Ninguém é de ferro... senti que poderia gozar e acabar com a festa antes do previsto... Tirei o pau de dentro de Ariana pois ele latejava de vontade de gozar...



Comecei a pensar em coisas supérfluas para diminuir a tensão... Passei a somente beijá-las, uma a uma...



Em dado momento, peguei a mão de Monique, e levemente a conduzi até a bucetinha de Ariana, de modo que ela tocasse Ariana... Monique prontamente começou a tocar Ariana, e senti na pressão em minha boca que isso foi excitante para ela...



Fiz o mesmo com a mão de Ariana, e ela, já despida de parte de sua timidez, também começou a tocar Monique... Por alguns segundos detive-me em contemplar aquela cena... As duas de olhos fechados exprimindo gemidos, uma tocando a outra...



Por um segundo vê-me substituído, então tratei de ocupar meu lugar...



Virei Monique no sentido oposto da cama, e passei a comê-la novamente... Safada do jeito que era, entendeu minhas “singelas” intenções, e enquanto eu a comia, ela chupava a bucetinha de Ariana... Ariana já não mais se conteve em esconder seus gemidos, e já exprimia alguns urros de prazer...



Tratei de comer Ariana novamente para ver se ela retribuiria Monique com uma chupada, mas não deu não... rs...



Eu já não me aguentava mais! A força da situação e o tesão do ato sexual já me obrigavam a gozar...



Pedi que as duas virassem de bruçoo, colocando um travesseiro em suas barrigas, para destacar aquelas bucetinhas salientes, de modo eu ter a sensação incomensurável de comer estas duas beldades sentindo meus quadris pressionaram suas bundas...



Eu não aguentava mais, e agora era o momento de eu gozar. A minha porra seria um troféu para qualquer uma delas... A que ganhasse o meu orgasmo seria a que eu escolher me satisfazer... Elas sabiam disso.



Disse a elas que precisava de gozar, e que gostaria de saber em que lugar nelas eu poderia gozar, e que escolheria o mais gostoso.



Ariana disse que eu poderia gozar entre seus seios fartos...



Monique, pronta a vencer aquele leilão, deu um lance alto, oferecendo seu cuzinho apertadinho para receber meu orgasmo.



Pergunto: qual vocês acham que eu escolhi?



Não foi difícil colocar meu pau já ensopado naquele cuzinho... e não precisou mais do que 20 segundos dele lá dentro para dar “aquela” gozada...



Depois disso, tomamos um banho gostoso, nás três... jantamos, assistimos filme, e Monique e eu fomos embora antes que o brocha do marido da Ariana chegasse...



Esses encontros a três se repetiram por algumas vezes...



Ariana aprendeu a ganhar, a perder...



Elas sá nunca empataram... rs



Beijos as garotas...



(msn: [email protected])

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de incesto minha irma gosta de brincar de se esfregar e encoxarConto erotico o shorti.ho que meu marido comprouconto estrupado pelo amigocontos eroticos menina com sr getuliocontoseróticos encoxadas na casadapernas grossas dosexocontos minha mulher e a sua irmacontos eroticos podolatria chupando pes de noivas smeu filho mete o dedo no meu cu e eu gostosoquei a pica na boca da sogra e chupei os peitos dela contocontos eroticos arrombada pelo empregadomulheres agachada com blusa folgada aparecendo o bico do peito vídeoEntro na bucetinha da minha sobrinha pequena todas as noites e encho a bucetinha dela de porraminha filha e bela contos eróticoscontos mulher x travesticonto erotico gay negao escraviza viado afeminadomeu subrinho enfiou o dedo no meu cu contoFUDIDA POR UM DESCONHECIDO, CONTOScontos eroticos incesto sutiacontos eroticos consegui comer aquela bundaconto de iniciação transex quando tudo começa.Tennis zelenograd contoentão abri as pernas dela e peguei naqueles peitinhos pequenos e gostosocontos Recém casada traindo marido com dono da casacontos de esposa dando pro cunhadocontos eroticos pastor safadoenquanto eu dormia ele botava o cao pra me chupar incesto e zoofiluacontos de incesto minha irma gosta de brincar de se esfregar e encoxarconto gay papai gosta que chupem o pau delemulheres no salão chupando e se masturbando com dançarinoComtos eroticos dei pro tio jorge com pau minusculocontos eróticos dopando meu sobrinho gay dormindoConto erticos menina sendo estrupada pelo pai no matoconvidando o amigo hetero para assistir um filme porno e ele me comeu conto gaycoroa se***** cagou no pau de NatáliaContos erroticos com fotos eu e minha loirinha e um negro 32cm parte 2contos de zoofilia coloquei meu cachorro pra comer meu marido e ele gostourelatos eroticos de marido forcando sua mulher certinha s dar para outrogay de rio preto de calcinhaMe comeram ao lado do meu namoradocomendo a mae e a tia na piscina contos eroticoconto gay xoxotao de garotoContos de sexo... A mini saia mal cobria a bunda delacontos de zoofilia em bordeismamae saia branca conto espanhamorena elisangela dando o cuzinho gostoso de cabo frioerataogrande que ela pediu pra pararpornomulher rebolando de costa para o espelho de fio dentalcontos erotico garota do interior peteu cabaçocontos eroticos esposa camisola os amigo maridoconto eroticos gay. virei mocinha e negaopornô irado a mulher que tem a minha branca e tem aquela bundona fome morte elahistória canto erocito meu marido trouxe um cachorro e ele comeu minha bucetinhahomens q gosta d ve sua mulher com uns roludos novos contoseu e a amiga da esposa contorelato rasgou o c* de tanto levar rolaeu punhetei um estranhocontos eróticos de filho com sua mãecontos eroticos, casada nova surpreende marido em cine pornocontos eróticos, eu, minha esposa puta e nossos vizinhosso os melhores contos de gay sendo aronbado varias vezes por pau bem grosso Reguinhocontos19 anos contos gayscomia mae contoscontos eróticos gay taxista Santarém Paráencoxadas nos blocos do carnaval contosContos eroticos tarado por seioscontos viado arrombadoconto ettico o inquilinoporno encejo com sogro e sogra pra serularcachorro engatado até o talo cavadinhacontos/minha filha esfolou meu pauuma dp muita dor mais deliciosa conto.contos de mulher chupando o pinto.ele falou que ia me deixar se nao me entregasse virgindadeconto cheguei casa cu todo arebentadoatolando nas cachora no ciocontos erotico trai meu marido com um estranho no onibusSou gay e tranzei com um travest contos eroticoo pai da minha amoginha me comeu contoscontos menage inesperadoQuando eu era pequena meu primo comia meu cu e eu peidavacontos erótico minha chefe gostosaContos heroticos de mulher que soltou um pum na hora que tranzavasexo.garoto.engravidou.a.tia.casada.do.amigoconto erotico gay: meu amigo japones me arrombouhistorias eroticas de irmaos gayslambendo meu cu contos exibicionismoContos minha irmã e minha putacontos sexo minhas duas tias me espiando meu pausaodei minha filha p meu amante pauzudo desvirginar contosCuzinho gostoso contos