Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DEI A BUNDA PARA OS PEDREIROS

Click to Download this video!



Meu nome é Marcos. Tenho 30 anos hoje, sou moreno bem clarinho, 1,70 cabelos pretos, e 70 kilos.

Eu vou contar algo que aconteceu comigo quando tinha meus 19 anos . Meu pai era mestre de obras e tinha pedido para uns pedreiros que erm amigos dele fazerem uma reforma em nossa casa.

Até aí, tudo bem . Meu pai combinou com eles e no domingo de folga eles vieram fazer o trabalho em casa.

Minha casa é um sobrado caido para os fundos, descendo escada da garagem chega a um salão onde fica tambem uma cozinha e um quartinho e um banheiro.

Eu acordei nesse dia e desci para o quintal pela parte de trás da casa porcurando por uma bola que eu tinha, para poder jogar com meus amigos.

Enquanto procurva vi que os pedreiros trabalhando na garagem, e alguma vez desciam até o salão para pegar alguma coisa.

Vieram trê pedreiros . Um deles era um senhor de mais ou menos 50 anos, outro deveria ter uns 35 e o mais jovem tinha uns 19 anos, um moreno bem queimado do sol e bem forte.

Quando esse moreno me viu, me comprimentou e ficou me olhando. Eu logo o comprimentei mas não achei nada estranho na hora.

Continuei procurando por minha bola, até que uma hora me abaixei e fiquei de quatro pra ver se ela estava debaixo de uma escada que fica nos fundo.

De repente, olho para trás e vejo aquele moreno me olhando, melhor olhando para minha bunda.

Eu estava usando uma calça de abrigo de escola e dava pra ver bem minha bunda.

Ele viu que eu o peguei olhando e nem ligou, continuo encarando minha bunda e ainda coçou o pau pra eu ver.

Me levantei na hora e não falei nada.

Na verdade aquilo me chamo atênção e comecei a pensa nisso que ele fez.

Quando dei por mim já estava todo excitado com aquilo tudo.

Entrei na cozinha e coloquei meu pau pra fora pois tinha começado a ficar duro. e ao mesmo tempo tinha piscado meu cuzinho naquela hora,....hehehe.

Eu já tinha feito troca troca com um amigo meu da minha rua uns 2 anos antes, mas nem chegou a mete tudo.

Naquela hora me veio uma vontade louca de da a bunda novamente, mas desta vez, dá de verdade...hehehe.

Já tinha começado a pensar como ia dá pra aquele cara, mas tinha os outros pedreiros .

E se doesse, o cara era forte, devia ter um pica grande, e agora.E outra coisa tinha que se rapido pois meus pais estavam em casa. Fiquei pensando e tive uma idéia louca na hora, vou passa margarina no meu cu e quando o bigode mete vai entra logo e não vai doer tanto.

Daí dá pra ele soca forte até goza . nem pensei 2 vezes e corri pra geladeira, peguei a margarina entrei no banheiro e passei bastante no meu cuzinho, enfiando o dedo pra já ir dando uma alargadinha....hehehe.

Agora era vê se o cara era tarado mesmo.

Sá de lembra fico com tesão. Sai pelo qintal e fiquei esperando o cara desce de novo. quando ele desceu, ficou me olhando. Então eu fiz que procurava algo de novo e me abaixei deixando minha bunda arrebitada, olhei e não é que o bigode olhou de novo, e não tirava os olhos e coçava o saco de novo.

Me levantei e falei com ele. Ele ficou meio sem graça e respondeu.

E falei pra ele: "viu, você pode me ajuda aqui dentro um minuto?".

Ele atendeu e desceu a escada até onde eu estava.



eu disse se podia me ajuda a pegar uma coisa pesada e levar lá pra cima. Ele concordou e disse para o outro pedreiro: "Ô Chicão, eu vô dá uma força aqui pro filho do Mestre tá bom?". O pedreiro respondeu que tudo bem, e meu cú começou a pisca mais ainda e meu pau fico mais duro . O bigode reparou na minha calça e eu acho que ele percebeu o que eu queria, porque deu uma risada safada pra mim e começou a me encarar e já foi me empurrando pra dentro da cozinha. Ele fecho a porta e já foi se aproximano de mim e colocando a mão na minha bunda.

Eu disse: "Peraí cara, vamos ali no banheiro ".

Ele: "Nada diso vai ser aqui mesmo."

"Mas se meu pai aparece ou o pedreiro, vai estraga tudo, e eu tô a fim de dá bastante meu cú"

Tá bom . vamo logo"- disse ele.

Entramos no banheiro, ele fecho a porta, nem tranco de tanto tesão, abaixo a calça e veio em minha direção com aquele puta pintão.

Ele veio e já foi me virando de costas pra e abaixando a calça do meu abrigo.

Ele estava com o pau já duro e deu uma cuspida no pau. Eu falei que não precisava pois tinha passado margarina no cu. Que dava pra entra tudo.

O bigode fico doido quando falei isso e já foi me pegando pela cintura e direcionado o pau no meu cu.

Senti a cabeça da rola nele na entrada do meu cuzinho e disse : " Aí, Aí, mete cara, mete caramba".

"Võ mete caralho, abre bem as pernas". O bigode enfiou a rola no meu cu.

E quando viu que escorrego gostoso e que tinha entrado tudo, o filho da puta meteu sem dá.Dava cada metida na minha bunda que fazia barulho.

Sentia aquela rola na minha bunda enquanto eu batia uma punheta. Que puta tesão.

"Abre mais essa bunda porra que eu quero te come, caralho". ele falava.

" Me come, porra. Me come, caralho. Mete cara, come minha bunda', eu falava .

Ele me comia que nem um doido, socava mesmo aquela rola na minha bunda. De repente do nada, entra o outro pedreiro, era o senhor de 50 anos, e vê eu com as mãos me apoiando na privada de bunda pra cima, e o ajudante dele, mandando ver na minha bunda. Na hora gelei. o moreno parou de mete, mas não tirou o pau da minha bunda e olhou pro pedreiro.

Ele tinha ido dá uma mijada, e foi entrando no banheiro já abaixando as calças. Pensei que o bigode ia fala pro meu pai, mas não.

Ele não me disse nada, sá me olhou com cara de safado e foi chegando por trás de mim e falou pro ajudante deixar ele me come um pouco tambem.

O ajudante tirou aquela pica da minha bunda e o pedreiro já foi me encochando e metendo sem dá na minha bunda. Gelei e ao mesmo tempo fiquei com o maior tesão. Ele dexou de mija pra me come.

Ele começo a mete e perguntou se tava gostoso, e eu disse que sim.

"Mete mais forte, mete tudo ", eu falava .

O tiozinho gostou que eu falei isso e meteu com mais força. fazia muito barulho.

Sentia muito calor, com aqueles dois me comendo.O ajudante sá na punheta esperando sua vez de novo.

Eu falei;" Goza na minha bunda."

"Eu vou dá minha mijada primeiro". falou aquele puto dando uma risada.Ele deu uma parada e fico eperando com seu pau na minha bunda e deu aquela mijada no meu cu. Depois tirou a rola da minha bunda escorreu seu mijo nas minhas pernas. O ajudante nem quiz saber já foi metendo de novo.

Eu não aguentei de tanto tesão e gozei muito nessa hora. Ele disse que era eu espera agora queria goza tambem.

" Tá cara, come minha bunda caralho, goza lá dentro hein, porra "falei pra ele.

Ele metia com vontade.

O pedreiro falo que queria goza tambem, eu fiz que tudo bem, mas falei pra ele fica olhando se não vinha ninguen .

ela fico olhando se ninguem descia a escada enquanto o ajudante me fudia pra caralho.

Meteu, meteu, meteu, aí falô que ia goza meteu com mais força e gozou muito dentro do meu cu. Senti meu cu cheinho de porra. Que tesão! Comecei a bate outra punheta.

ele mal tiro o pinto do meu cú e o tiozinho já foi me enrrabando com o pau já todo duro, no meu cu cheio de porra.

Nem quiz saber e já meteu forte.

Eu batia uma punheta já doido de tesão.

"Mete caralho, mete essa rola caralho", eu falava . E o tiozinho metia sem dá.

Já tava quase gozando de novo e o véio gozou na minha bunda.

Eu falava que ia goza de novo, então, ele disse que ia deixa o pau no meu cu até eu goza.

Fiquei doido e gozei pra caralho de novo. Puta que o pariu . Dei a bunda gostoso aquele dia.

Ai o pedreiro levantou a calça e saiu e chamo o ajudante.

Eu já ia levanto minha calça de abrigo. o ajudante foi por trás de mim de novo e já foi colocando a rola no minha bunda .

"Ô cara, chega né, você já me comeu bastante"

"Não, quero te come mais caralho."

"E o pedreiro"

"Ele espera, vo goza rapido"

"Então, vai caralho mete rapido, mas espera aí, dexa por mais um pouco de margarina. Tá ardendo pra caralho meu cu"

E o ajundante me comeu de novo e não é que o filho da puta tava com rola bem dura de novo e metia sem dá. Quando ele foi goza deu umas metidas bem forte e me seguro com força pela cintura. Deu pra senti a porra dele entrando em mim. Tava com o cu cheio de porra daqueles filhos da puta....hehehe.

Ele saiu, e eu fui pro quarto e fiquei passando a mão na minha bunda e vendo quanta porra eles tinham me enchido. Sá de lembra disso tô batendo uma punheta. Caralho . Que vontade de dá bunda.

Ainda teve outras vezes que eles me fuderam . Sá que os filhos da puta contaram pra todos os outros pedreiros e serventes que trabalhavam com eles.

E sempre que vinham fazer algum serviço em casa me chamavam lá embaixo pra me fuder. E eu ia é claro....hehehe.

Outra eu conto como foi...rsrsrs.

Espero que tenham gostado.

Se quiserem fala alguma sacanagem deixem email.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto sobrinho engravida tia casadacontos fidi minha cunhadinha de onze anoscontos chupar pau na infância Mostra para mim gosto seca bem gostosa as pernas bem malhadas peitinho bem durinhocontoa eroticos estuprocontos eróticos com guardas Florestaisconto erotico de orientadoras gorads dando cumeus peitinhos doíam...contos minha enteada minha amantecontos reais mulher casada no cine porno aroucheconto anal evangelica carnudaconto erotico emcochando um travesti e fudendo a força em onnibusme fode me arromba seu velho safadopornodoido provando da minha melhor amiga continuaçãocontos eróticos de lésbicas submissa a vizinha mandona seduzido contosFoderam gente contos tennsconto inversao depilou meu cucachorro pinche lambe buceta e festamulher tem fetiche tama pirocada de travestigay surra chinelo putinhaconto erotico comendo a obesaContos eroticos familia sem preconceitocache:d8S3mF85a4oJ:tennis-zelenograd.ru/conto-categoria_4_11_incesto.html contos gay na saunaconto porno gay teen mulatocontos erodicos de alunas e prefessoresSou casada fodida contosocando muinto rapido ate ela gozar tezao monstruoso boa fodazoofilia negao comenorme pau deixando putia loucacontos boquinha da tiaesposa vou o sitio e dei o cazeiro contocontos eròticos gay virou minha negacontos comedor e dominador cruelconto erotico Meu padrasto me fudendo e minha mae viu e deixoucontos eróticos o filho de minha amigaso contos de gay fazendo as maiores loucuras aronbando o cu bem aronbadocontos eroticos tia dando pro proprio subrinhozofilia homem fodendo forte acadela ela chora sentido dorhomem gosta de perna aberta ou mais fecjadinha na hora do prazerconto erotico o filho da vizinhacachorro engatado até o talo cavadinhacorno gemendo cu contonovinho sofrendo na rola do pai bebado contos gayestou comendo a mulher do amigo caminhoneiro na viajem contoscontos eroticos safadinhaContos eroticos patricinha racista fode com negaopuxa agarra japinha cabelos pornonovinho da pica gigante atolando no mulequeinhonão aguentei e chorei na dp anal contoscontos eroticos veridicos de cunhadasconto vilma convence fred ser connocontos esposa foi dançar e passou buceta no pau do amigowww.espiando minha filha dormindo de camisola contoo mudinho comeu meu cucontos minha mulher pagou minha divida com a bundafudeu e gozou dentro do cuzinho do barbeiroSou casada mas bebi porro de outra cara contosflagrei minha maé com socio de meu pai contosonto de encesto fui pega minha filinha no predescobrindo que o primo gosta de rolacontos no cu é mais gostosocomi a enfermeira contossentei no pau do dog contosmulhe sora no pau fudedocontos coxudas de saiaContos mulher estrupadas negroscontos eróticos cadela e putona famíliascontos sexo dividindo o casamento e a camaconto erótico gay no cinemacontosmeu marido quer fode meu cu mas to com medochantagiei a colega de trabalho e comi ela contosContos Eróticos Tentada pelo filhodeixei minha esposa dar uma foto com meu sogro contos eróticoscontos virei escrava por chantagemirma paralitica conto eroticolevei pau na bunda no banhiro do colegio..faxineiro cafuçu me fez deviadinho contosfui currada na frente do meu maridovelho pirocudo comendo filha loira de uniformegarotinho fodinho por adulto contosFoderam gente contos tennsconto erotico amigo pauzudo do marido comeu eu e minha filhazoio filme antigo erótico animalescoconto erotico viado velho humilhado por macho dominadorcontos eroticos com mendigovideo de porno com machos a força brutamenetecamiseta sem calcinha. contos de casada.Cunhada dormindo com a bundinha descobertaconto erotico o pedreirocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto submissa ao paus negros e grande