Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A SOBRINHA, SUA TIA E SEU CÃO

Click to this video!

Bom tudo teve seu começo naquela linda tarde de verão, onde eu estava a caminhar pelas ruas de minha cidade quando para minha surpresa vejo aquela linda jovem de +ou - uns 22 aninhos surgindo em meu caminho e seguindo em minha direção, eu estava trajando uma bermuda de moleton e camiseta regata e um tenis, roupa que sempre utilizo em minhas caminhadas, a princípio fiquei meio assustado e ao mesmo tempo exicitado, pois ela era linda e algumas vezes já havia avistado ela mas muito de longe... Percebi que ela estava vestindo uma mini saia e um top, que por sinal dava muitas idéias de fantasias... e fato que a roupa que utilizava fazia que cada curva de seu lindo corpo ficasse mais a mostra... me contive e continuei a caminhar e quando estava bem práximo dela minha respiração começou a ficar mais acelerada e meus movimentos mais lentos.. reduzi os passos conforme me aproximava e então parei e me escostei na parede de uma residência e assim ela passou por mim sem se quer dar um oi... esperei ela passar e em seguida desviei meu olhar para aquele lindo corpo, suas curvas esculturais e aquele seu perfume... bem segui meu caminho novamente e fui para casa, chegando em casa fui tomar meu banho e aproveitei e bati uma bela de uma punheta pensando naquela linda jovem.. sem mesmo saber seu nome, sá tinha sua imagem em mente. No dia seguinde dei início as rotinas do dia à dia e sempre já imaginando se iria encontrar ela novamente no final da tarde. As horas foram se passando e quando já estava perto de sair para a referida caminhada, a campainha de minha casa tocou, ao atender dei de cara com minha vizinha D.Maria que mora umas duas casas ao lado da minha e ela me pediu se teria condições de eu tomar conta do cachorro dela por alguns minutos pois ela teria que sair as pressas e que a sobrinha dela viria pegar ele em casa, pois já havia acertado com ela de levar o cachorro passear,(um pastor alemão) não tive meios de dizer não, mas falei que iria caminhar e se fosse de sua vontade eu levaria o cachorro e ela ligaria para a sobrinha cancelando... então ela disse que não tinha como falar com ela pois havia saído de casa sem o aparelho celular, foi então que a convidei a entrar e ofereci o meu aparelho telefonico e ela logo aceitou, entrou e ligou para a casa da sobrinha.. mas ao atenderem, informaram que ela já havia saido e que devia estar quase chegando para pegar o cachorro.. bem então eu falei para minha vizinha que ela poderia esperar aqui em casa e depois ela iria, afinal já que sobrinha deveria estar práxima de casa. Ela aceitou, mas como sou um cara educado então ofereci um suco, umas bolachas a ela enquanto esperavamos... ela aceitou e então fui buscar... o cachorro se apoderou de um cantinho em meu corredor e ali ficou deitado.. Bem a minha vizinha é uma senhora de + ou - uns 42 anos bem enxuta mesmo e se tratando de ser viuva já ha alguns anos.. nunca havia prestado atenção, mas naquela tarde eu a observei bem, retornei para sala e servi o suco com bolachas e iniciamos uma conversa e quando demos por conta estavamos falando de relações passadas e velhas conquistas... mas logo a campainha tocou novamente e fui abrir e era a sobrinha dela que veio pegar o cachorro, mas para minha surpresa quando abro a porta dou de cara com aquela linda jovem que havia visto no dia anterior, fiquei estatico minhas pernas tremeram e tive que me encostar para não cair... mas me recompus e convidei a entrar e ela aceitou e se apresentou como Danielle, sobrinha de D.Maria.. ela estava usando um conjunto de moleton e um tênis apenas, mas mesmo assim pude através visualizar as marcas de sua minuscula tanguinha marcando seu lindo bumbum... fiquei atordoado, bem ela comprimentou a tia e em seguida pegou o cachorro e quando iria sair eu a convidei para ficar mais um pouco e se quissese poderia esperar o retorno de sua tia aqui em casa, a tia dela D.Maria concordou e até falou que o cachorro já estava até acostumado com o cantinho do corredor.. e deu risadas... e falou que não haveria a necessidade de levar ele passear... naquela tarde, e que assim que ela resolvese o problema pelo qual teria que sair ela retornaria aqui em casa e pegaria o cachorro... Danielle sem cojitar nada logo aceitou e assim a D.Maria saiu e ali em casa nás ficamos e conversar e a nos conhecer melhor... conversamos muito, quando a Danielle me pede para usar o banheiro, indiquei o caminho e ela se levantou e foi e eu ali a olhar aquele belo corpo... ao retornar do banheiro ela passa pelo cachorro e percebo algo de diferente na reação do mesmo, pois ele levantou rápidamente sua cabeça quando Danielle passou por ele... achei estranho, mas fiquei na minha... ela se sentou na poltrona novamente e eu estava no sofa, quando derrepente o cachorro se leveantou e ficou perto de Danielle, bem aos seus pés... achei um pouco estranho.. mas nem liguei e continuamos a nos falar e foi passando o tempo. Eu estava nervoso com ela ali em minha frente e vendo toda sua beleza... percebi o cachorro ficando inquieto e ela também percebeu foi então que ela me pediu para estar levando o cachorro até o quintal para dar água pois esse era o motivo de sua agitação.. então expliquei o caminho a ela, eu fiquei ali sentado na sala... mas percebi que estavam demorando demais e fui espiar, quando chego práximo a porta da cozinha começo a escutar alguns gemidos, e para minha surpresa se tratava da Danielle que estava agachada de frente ao cachorro com sua calça de moleton arriada e ele com sua lingua deflorando a bucetinha de Danielle, ela se contorcia de tanto prazer e acho que havia até se esquecido onde estava, fiquei a observar e logo eu estava com meu membro duro e rigido para fora da bermuda e já começava a me masturbar... fiquei ali minutos preciosos vendo aquela cena, e entendendo o por que do cachorro estar diferente, ou seja ele e ela já estavam acostumados com aquilo, e acho que o faziam todos os dias... não me contive em ficar sá olhando e me dirigi ao encontro de Danielle e o cachorro, cheguei e fui logo deslizando minhas mãos entre os seios de Danielle, ela se assustou mas não disse uma palavra e sá me pediu que a beijasse, assim o fiz.. dei um beijo em sua boca e ela quase que me engole por inteiro, em seguida ela diricionou a mão para meu pinto todo duro e começou a bater uma punheta e sendo chupada pelo cachorro, eu estava louco de tezão pois nunca imaginaria isso e com ela... depois ela começou a me chupar e sabia como fazer, era a lingua mais suave que já havia sentido em meu pinto,, eu ali sem medo e sem dá. dava várias estocadas com meu pinto naquela boquinha de Danielle e ela retribuia de acordo... em certo momento percebi o cachorro ficando irritado novamente e então ela me afastou e ficou de quatro e logo o cachorro veio por tras de Danielle e logo engatou seu membro no interior da bucetinha de Danielle, fiquei com medo mas ao mesmo tempo não parava de me masturbar e cada vez mais forte.. o cachorro dava fortes estocadas em Danielle e ela gemia de prazer.. eu me possicionei em frente a Danielle e enquanto o cachorro penetrava sua bucetinha, ela fazia uma chupetinha em meu pinto o que me deixava doido e ela chupava e chupava até que não resisti e gozei muito em sua boca e ela sem perder uma gota se quer bebeu todo o nectar de meu gozo... mas ela não dava trégua meu pinto deu aquela amolecida e logo em seguida ela estava a chupar meu testiculos e logo meu pinto estava duro novamente e então ela posicionou de uma forma em que o cachorro tivesse que sair da posição e foi ai que ela escapou dele... em seguida ela retirou o restante de suas roupas e deu para o cachorro cheirar sua calcinha, eu estava sem palavras.. depois ela veio em minha direção e entramos para dentro da casa e fomos ao banheiro e ali tomamos um banho bem gostoso e eu a observar tudo o que aquele lindo corpo tinha de melhor... depois do banho fomos para o quarto sem trocar uma palavra nos deitamos nos beijamos e começamos a trocar caricias e então começamos um delicioso 69 eu chupava aquela bucetinha tentando fazer igual ao cachorro ou seja queria que ela gemesse igual como eu havia presenciado e ela não deixou por menos e logo gozou em minha boca... depois ela ficou de quatro e eu logo enfiei meu pinto em sua bucetinha e com longos movimentos de vai e vem ela se contorcia, nos amamos muito e em certo momento ela me pediu para que ficasse deitado e que ela sentaria em cima de mim... assim o fiz e para minha surpresa ela veio e colocou aquele seu cuzinho todo rosadinho em cima de meu pinto e ali mesmo ele se alojou, nossa foi uma delicia e ela cavalgando em meu pinto foi a sensação mais gostosa que já senti.... estavamos ali quando toca a campainha e tudo acaba, me recompus, levantei e fui atender a porta, era a minha vizinha de volta ou seja a D.Maria tia de Danielle... fiquei assustado mas convidei ela para entrar assim mesmo e então ela me disse que não era para mim se preocupar pois ela sá veio buscar o cachorro, pois estav com pressa... me perguntou da sobrinha e então disse que ela estava lá no quintal... com o cachorro... não gostei de mentir, mas foi preciso... quando abro a porta que da acesso ao quintal, o cachoro saiu correndo em direção a D.Maria e com a calcinha de Danielle na boca ainda... fiquei sem palavras e não saberia o que dizer... mas quando olho em direção a D.Maria, vejo o cachorro trançando suas patas ao redor do corpo de D.Maria e ele fazendo movimentos de estocadas nas pernas dela... ela nem ligou muito e disse olha vou levar ele embora agora, mas depois que terminar com Danielle, vc pode dar uma passadinha lá em casa... rs...rs..rs.. pois gostaria de colocar você a par de muitas coisas... bem assim termino este relato...

e com certeza outros estarão por vir.... pois achei muito louca essa tia e sobrinha....



Lembre-se... se fazer sexo faça de forma segura... use preservativo e continue a desfrutar bons momentos...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


quero ver no boa f*** de mulheres com shortinho todo enfiado no raboHome poi mulhe prachora na picamulher com contracionar peladapai gosano dentro da eintiada. ela gritacontos eroticos aluninhana hora do horgazmo gozandocontos de incesto comendo a irma separadacontos eróticos minha madrinha safadacontos adoro pau desde pequenacontos homem maduro come cuzinho do japaCOROA DEIXA CALÇINHA Á MOSTRA EM IPATINGA-MGconto erotico sair.com minha sogracontos com fotos o guarda roupa da casada liberada do mansoconto eroticocorno me ligou na horaPadrinho iniciando afilhada novinha contos eroticostesao chefe quero elecontos eroticos incesto fazendo minha filha gozar no meu pauMinha esposa arregaçadasgorda sobe a saia e transa na ruacontos velha sogra da cuconto como foi que eu chupei a bucetinha de uma loirinha de cinco aninhosfui consola a cunhada contosContos eroticos No bar sozinhacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eroticos comi a mulher do traficanteminha esposa meteno com outro q delicia Conto meti 29cm.de pau no cu da mamaeConto d esposa safadinha fico d pau durotravesti putinha passiva de minisaia pornomulheres loira amazonense traindo fazendosexoNamorada boqueteira contos cabonecontos eroticos enfermeirasRealizei a fantasia do meu colega e eu virei cornoconto de botei a novinha pra chora com a pica grande no cumeu tio me comeu ate eu desmaiarcontos sarro gostoso com meu genroContos eroticos cegocontos eroticosda secretaria viciou a dar o cu para o patraopassando a mao no grelhofui consola a cunhada contosContos, casada mal comidacontos eroticos minha sobrinha bucetudacontos chantagiei minha mae e mi dei bemhistorias eroticas de mulheris que tranzarao com emteadoconto erotico gay sobrinhoChaves com tesão de Chiquinhacontos de incestos mae puta e filho espertocomvidando e comendo amiga de sua mãeconto pega na siriricasou cadela pratico zoofiliaConto troquei o oleo com meu patraominha mulher e travesti contos eroticoscontos eroticos tia dando pro proprio subrinhocontos interraciais contados por mulherescontos eróticos de velhas crentes donas de casacontos eroticos. traiConto erotico enteadaenrabador de afeminadoconto erótico greludinha amiga chupa chupa flagravídeo de mulher conto dar o cu ele micha de dormeu cachorro taradoentão abri as pernas dela e peguei naqueles peitinhos pequenos e gostosomamei até os bicoes dela incharem contoscontos dentistas safadaquero ver vídeo pornô vários anões bem cafetão bem grosso metendo na naminha mae me ensinou a ser puta do meu padrastominha mae me prostituia conto eroticoconto praia de nudismo com a esposa continuaamigo do meu marido dano de bom frenre dele e mim chatagiado contos eroticoenrabado dormindo acordei gosteiconto erotico corno puta e paiArrombei a casada crente contosestiquei os peitos da gostosa contosconto estuprando a exescravisando primo contos eroticos