Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

POLICIAL DO ôNIBUS

Click to this video!

Sou Pedro, 19 anos, 180cm de altura, branquinho, olhos claros, cabelos pretos e em forma (nem gordo e nem sarado). Estava voltando pra Viçosa-MG, cidade em que estudo, de ônibus normalmente, quando entra um policial fardado. É comum que policiais entrem como caroneiros em ônibus, por isso ele ficou em pé, bem ao meu lado.

Assim que ele parou eu percebi a mala dele. Dei uma checada em seu rosto e seu corpo. Era bem saradinho e com uma carinha não muito atraente, mas qualquer pessoas com farda fica bem, não é verdade? Com a sua mala na altura do meu ombro e quase do rosto, ficava secando a todo momento. Até que o primeiro passageiro passa atrás dele. Meio que sem querer, creio eu, ele encosta sua mala no meu ombro. Olho pra ele com cara de aprovação e ele corresponde. A partir desse momento, toda curva e todo passageiro que passa é motivo para que ele esbarre a mala em mim “sem querer”.

Depois da terceira ou quarta vez, sinto que o volume começou a dar sinal de vida. Fiquei ainda mais empolgado e mais malicioso nas ocasiões em que acontecia mala e ombro. Umas três cidades antes do meu destino final o tal policial desce, mas não antes de fazer sinal para que eu o acompanhe. Normalmente seria uma loucura fazer isso, afinal de contas eram três cidades antes do meu ponto. Porém não pensei duas vezes e fui atrás dele. Ele andando pelas ruas, mostrando o caminho, e eu atrás, carregando minha mala e tudo mais. Umas quatro ruas depois ele para em frente a uma casa, me mostrando onde eu passaria a noite. Ele abriu a porta, entrou e esperou que eu entrasse também.

Não esperou nem que eu deixasse as malas no chão e já me agarrou em um beijo dos mais quentes que eu experimentei até hoje. O cara, acima de tudo, tinha uma pegada fdp. Nos roçamos muito, até que ele foi, ainda sem dizer nada, me conduzindo até seu quarto. Era uma casa bem simples, do tipo que a pessoa sá pernoita, já que mora em outra cidade. Mas a sua cama tinha alguma coisa especial. Talvez a experiência de um dono que sabe fazer as coisas.

Foi tirando a minha roupa enquanto eu ia tirando a roupa dele. Beijos intermináveis e deliciosos. Arrisquei um pouco mais e fui beijando todo o seu corpo. Realmente era sarado. Peitos maravilhosos, um abdômen invejável e um pênis delicioso. Não era exageradamente grande, devia ter uns 1819cm. Era reto e possuía uma cabecinha rosada, linda e grande. Seus pentelhos eram bem aparados, mas ainda com aparência máscula (odeio totalmente depilados).

Chupava furiosamente enquanto ele gemia. Bolas, corpo e cabeça. Era tudo meu e eu estava me deliciando. Ele resolveu fazer o mesmo. Me jogou em sua cama de barriga pra cima e me chupou todo. Tive que segurar muito para não gozar logo de cara. Ele realmente tinha a experiência que aparentava. Depois de dez minutos me chupando loucamente, me colocou de bruços, pegou uma camisinha e gel e veio ferozmente pra cima de mim. Não tinha como resistir àquela ação, e na verdade eu nem queria. Pela primeira vez ouço a voz dele falando “Que cuzinho maravilhoso” e começa a enfiar, pouco a pouco, para que nem eu e nem ele sintamos nenhum tipo de dor.

Trepamos em todas as posições possíveis: quatro, lado, bruços, frango assado, e outras que eu nem sabia que existiam. Ele gozou, depois de algum tempo, em meu peito. Nos beijamos por mais algum tempo e ele pediu que dessa vez eu o comesse. Fui ao delírio. Não esperava que um cara gostoso e machão daqueles pedisse uma coisa do tipo. Na mesma hora peguei a camisinha, coloquei e segui os mesmos procedimentos que ele. Gozamos juntos, dessa vez no peito dele. Nos beijamos por mais algum tempo e eu dormi por ali mesmo, de conchinha a noite toda.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos picantes seduzindo o cunhado sem querercontos fodi menininha por docesLingua na buceta contosJamanta comeu meu cuzinho a forçase um homem excita uma mulher e demora muito para penetra-la ela pode sentir uma dorzinhaufa ufa ela senta fode e chupafudi.com meu amante.e.engravidei.contoscontos eróticos minha prima foi dormir na minha casaContos meu sogro arrombou minha bundacontos eroticos de coronel de rola grande e grossaHistorias eroticas SwingContos de corno com fotosUm tubinho uma menina virgem pode aplicar com ele dentro do burraquinho da vagina ou nao?meu sobrinho gordinho e gay tetudoconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arromboucaralhudo contocontos eroticos de novinhas dando p cacetudoscontos eroticos jingridporno contos eroticos fui enrabada pelo meu irmaoconto mãezinha chupou minha b******** e gozei na boca delaConto erotico comendo gordinha durante colheita do cafécontos eróticos corno no acampamentomenina cabaco ralando a calcinha no pau do amigoconto erotico estou gravida do meu irmãoTennis zelenograd contojogadora de vôlei nua do Brasil pela tomando banhoentei no quarto da minha primame amarro nos peitos delacontos eróticos gays cu de bebado nao tem donomorena amiga da esposa contoContos titio comendo a sobrinha bem novinhaconto o borracheiro fudei minha esposaO pau que eu sempre quis contos eróticosContos porno minha esposa realizou meu sonhoSou casada fodida contoacidentado comi minha sogra contoscontos Eroticos com 3Homems e uma mulherrelatos cuzinho na marraContos-esporrei na comida da cegaMusi como tu e tua tia tua tia e uma cadela como tu e tua ruelaContos eróticos Bebêcontos eroticos cu virgemcontos heroticos - brincando de pique escondeporno idoido na purberdadeMinha irma adolecente taradinha em conto eroticoconto erotico gay: meu amigo japa dotado rasgou meu cuconto erotico incesto sonifero filhaadoro usar as calcinhas da minha esposaas gostosas passando bronzeador no seu corpinho nadaconto incesto calçinha de bichinhovem me comer me esfolar porr contohttp://okinawa-ufa.ru/conto_24058_eu-e-minha-madrinha.htmlcontos a devassa do analContos dei o cuzinho para a travesti fabiola voguelcomo mama um pau o bofe reclamo que eu tava sucandocontos porno de casada se insinuando para pedreirosvideo porno gostozinha de vestido preto sndo fodida com amae do ladaprimeira vez que fui chupada por um homem casado eu virgemtres comendo uma mulher e um socando no cu do outro uma filinhaiestava carente contos eróticosEu e meu macho padrastoconto de moçinhas inocentesenrabada na frente do meu marido/contosde santinha a putinha e um pulo contos eroticosconto encoxada e analcondos erodicos perdendo virgindadeConto erótico namorada mestiçacontos eroticos de tarados em onibusConto homemchupando a buceta delacontos minha tia anus dilatadoconto erótico gay chupei sem querercontos/ morena com rabo fogosoContos eróticos meu patrão do pau gg arrombou minha linda noivacontos eroticos em familiaMinha namorada ela mandou minha cunhada abri bem suas pernas ela disse pra eu tirar o cabaço da buceta da minha cunhada conto eroticoconto erotico adoro da pro meu filho com a buceta sujacontos eroticos minha namorada virgempelanca contos eróticosmorena de seios gigantes e cintura fina fundendo com um homemtitio me estuprou. tinha 7 aninhos incesto. analesposa e amigos na cervejada em casa contocontos de incesto dez anoscontos eroticos maes de amigosver homens bem-dotados sendo castradosmeteu a pica gigantesca na passista deliciosaAcordei com o cuzinho cheio de porra contosconto eurotico pescano com sobrinho e marido beldoMesmo contra a vontade da minha familia eu sou mulher do meu primo viuvo conto erotico