Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AVENTURAS DE UM SARGENTO NO QUARTEL EM BRASÍLIA

Click to Download this video!

Olá amigos do site,



Bem vamos continuar nos relatos de minhas aventuras sexuais...



Depois de me mudar de Uberlândia para Três corações, onde fica a ESA, passei um ano na seca, diferente do que todos falam, lá não tinha putaria não, pelo menos, não que eu tenha visto...



Eu tinha um medo danado de ser pego e de ser expulso do exército por causa de pederastia (pois é, esse nome ainda existe até hoje nos regulamentos e pode dar expulsão a bem da disciplina).



Dentro da caserna eu era completamente hétero, falava de futebol e de mulheres, mesmo não curtindo nenhum dos dois...



Depois de formado fui transferido para Brasília, onde conheci o Moraes, um rapaz dois anos mais velho que eu (na época eu tinha 20 anos).



Moraes era um cara bonito, peludo, corpo esguio e atlético, sem ser sarado, mas não faltando nada em lugar algum. Ele é carioca, sotaque sacana... e um sorriso arrebatador...



No início ele não falava comigo, pois era mais antigo e eu “muito novinho”, mas depois de um ano já éramos amigos, todos os dias o sacana se despedia de mim fazendo aquele cumprimento de coçar a palma da mão (para que não sabe, este sinal é para chamar o outro para trepar), eu ficava embaraçado e fazia de conta que não era comigo... mas o tempo foi passando e ele sempre fazendo a mesma coisa toda vez que me apertava a minha mão. Até que um dia ele me perguntou se eu sabia dar a resposta daquele sinal pela mão. Eu falei que não e ele me ensinou... e continuava coçando a minha mão e eu morrendo de medo, pois pensava que podia se apenas um truque para descobrir se eu era gay.



Um dia, era uma sexta-feira, lembro bem disso.. hehehehe, havia acabado o expediente, eu morava no quartel e Moraes morava no Guará, ele se despediu de mim, do jeito de sempre e eu dei o sinal de que tinha aceitado. Ele sá olhou nos meu olhos e perguntou:



- Vai fazer o que agora?

- nada...

- vem comigo.



Eu o segui até o carro, entrei e ele me levou para a casa dele, apesar dele morar com outros sargentos, neste dia ele estava sozinho. Entramos no quarto dele, eu tremia de medo. Ele notou, me abraço e falou para eu não ter medo, que ele há muito sabia que eu era gay, pois um soldado havia me visto na boate “new aquarius”, e que ele me desejava desde o primeiro dia que me viu.



Estávamos os dois fardados, e ele me beijou, um beijo voraz, quase me devorando... passou a lamber a minha nuca, passando aquela barba já por fazer,me aranhando e me arrancando arrepios...



Ele tirou a minha roupa, tirou a dele e me colocou para mamar aquele kct rosado, lindo, menor que o meu, mas delicioso... mamei loucamente, alucinado,



Até que ele falou: calma... temos todo o tempo do mundo, agora você vai ser sá meu...



Quando eu senti que ele estava quase gozando ele mandou eu parar de mamar, colocou a camisinha, me pediu para ficar na posição de frango assado e foi metendo com cuidado... senti um prazer enorme... cada cm que entrava eu rebolava mais ... ele metia e olhava diretamente nos meus olhos.... falava putaria no meu ouvido



- vai putinha, rebola nesse kct.

- não era isso que você queria?

- pede rola, pede!

- pisca esse cu.. vai pisca...

- agora arreganha ele pra mim.. vai arreganha, vagabunda.. piranha...

- você gosta mesmo é de um kct no rabo, né?

E eu gemia e falava:

- vai Moraes, me fode, mete, mete tudo, vai porra, mete esse caralho...

quanto mais eu falava mais alucinado ele ficava e vice-versa...



mudamos de posição várias vezes, até que voltamos para a de frango assado de novo, aí senti ele ofegante até que ele anunciou que iria gozar.. meteu mais fundo e gozou.. urrava de prazer... mas quem disse que o kct dele abaixou? Que nada, nem de dentro saiu...



o danado ficou quieto dentro de mim, se recuperando, me dando beijinhos na boca... me elogiando, dizendo que eu era muito mais gostoso do que ele imaginava.. e etc e tal..



ficamos assim uns 5 a 19 minutos e o kct dele lá dentro, meia-bomba...



nisso ele começou a mexer e a meter de novo... aí foi outra surra de pica... desta vez muito mais demorada...



depois de muitas posições ele me colocou deitado no braço do sofá.. meio frango assado, mas com o rabo mais exposto ainda.. e começou a bombar forte e a bater uma punheta em mim usando um creme, ele passava a mão so na cabecinha do meu kct... fiquei alucinado sentindo aquele kct bombando e aquela mão punhetando meu kct... não deu 5 minutos e eu estava gozando feito louco... qdo eu estava gozando aí que ele meteu mais forte, e gozou de novo.. quase junto comigo...



foi uma das melhores trepadas da minha vida.



Eu e Moraes ainda trepamos umas 4 vezes, mas nenhuma delas foi tão boa quanto a primeira, mas aí acabamos ficando tão amigos que acabou o tesão...



É claro que depois disso eu acabei trepando com outros sargentos... o Almeida, o Cláudio, o Sílvio, o Raposo, mas tudo longe do quartel.



Mas isto fica para outro conto..



Abraço a todos

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


putinhas inocente contoscontos eroticos viadocontos apostando uma encoxadadei minha buceta pro traficanteconto erotico pequena de mini saiadei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticoTrai meu marido com um garoto pauzudocontos eróticos de garotas que gostam de ser estupradas contos eróticos chantagem cunhadacontos de putaria gay o garoto e o vigiacontos amarrada plug analcontos reais de mulher que deixou cachorro emgatar na bucetaconto erotico gay da primeira vez do homem casadocontos eroticos chupo pica desde novinhanora dis que viu sogro de pau duroconto historia com lesbicaConto porno vi mamae sendo sarrada no busaocontos ninha cachorra chupou minha bucetaContos bucetinhas religiosasBbeatriz uma sobrinha. safada parte 2contos comiminha primanoite com a cunhada casada contosmulher com contracionar peladacontos eroticos levei rola com meu marido en casacu de bebo nao tem dono porno gratisconto erótico d********** mulher brincacontos eroticos cdzinha quando era menino me vesti de menina e marquei pra dar eu queria ser meninaTirei a virgindade da minha filha contosfreira sedutora conto eroticoTava na sala com meu amigo ai minha mulher aparece só de calcinha e pede pra nos dois comer ela casa dos contos eroticoseu pratico incesto e zoofilia desde pequenaporno marido da vizinha foi viajar e fui pozar na casa delacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaesposa novinha gostosa dominada por velho roludo contos eroticoscontos eróticos vovó safadadei na infacia e não me arrependo contos gayscontos eroticos gay meu dono me levou pra ser sua esposaSou casada mas bebi porro de outra cara contosrelatos eroticis minha esposa eu e nossa amiga LuMeu namorado virou corno contos teencontos eroticos porno gay mijo amareloContos de safadezas com o padrasto desde pequenaver uma mulhervelha arreganhando a priquita com os dedosos bêbados mais lindas gostosas de todos os tempos pelados mostrando o paucontos de coroa com novinhotia bate uma pro sobrinho contoswild thermas conto eroticoFoderam gente contos tennsminha sogra trepo com ela contosconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arromboucontoserotico esfrego ate pedircontos no cu da esposaO amigo do meu namorado me comeusexo.casada.a.assediada.por.um.pirralho.e.caba.por.foder.com.eleMe comeram ao lado do meu namoradotia de saia safada contoconto erotico sou bem extrovertido e acabei comendo uma mulher muito bonita e bem gostosarelatos hetero casado que deu o cucontos fidi minha cunhadinha de onze anoscontos erotico com patra sendo fodida pelo avo do cazeroconto erotico infanciaContoseroticosdesolteirasconto erotico mae no carrosofri no pau de outro contoDe repente...minha mulher fodeu com todosna piscina com minha sogra contosMeu sobrinho me fez gozar no rio contos eroticos de gaysmulher do vizinho contos eróticosporno pulando carnaval com a tia conto erótico bati uma pra elecontos de uma putaContos eroticos no acampamento com minha maeporno caseiro arredias para darcontos crossdresser o velho me comeu no matinhocontos eroticos consegui comer aquela bundaA chapeleta arronbou minha bucetinha contoshttp://googleweblight.com/i?u=http://tennis-zelenograd.ru/conto_9260_fui-o-presente-do-aniversariante-e-seus-amigos.html&grqid=kxkIhF4G&s=1&hl=pt-BR