Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AVENTURAS DE UM SARGENTO NO QUARTEL EM BRASÍLIA

Click to Download this video!

Olá amigos do site,



Bem vamos continuar nos relatos de minhas aventuras sexuais...



Depois de me mudar de Uberlândia para Três corações, onde fica a ESA, passei um ano na seca, diferente do que todos falam, lá não tinha putaria não, pelo menos, não que eu tenha visto...



Eu tinha um medo danado de ser pego e de ser expulso do exército por causa de pederastia (pois é, esse nome ainda existe até hoje nos regulamentos e pode dar expulsão a bem da disciplina).



Dentro da caserna eu era completamente hétero, falava de futebol e de mulheres, mesmo não curtindo nenhum dos dois...



Depois de formado fui transferido para Brasília, onde conheci o Moraes, um rapaz dois anos mais velho que eu (na época eu tinha 20 anos).



Moraes era um cara bonito, peludo, corpo esguio e atlético, sem ser sarado, mas não faltando nada em lugar algum. Ele é carioca, sotaque sacana... e um sorriso arrebatador...



No início ele não falava comigo, pois era mais antigo e eu “muito novinho”, mas depois de um ano já éramos amigos, todos os dias o sacana se despedia de mim fazendo aquele cumprimento de coçar a palma da mão (para que não sabe, este sinal é para chamar o outro para trepar), eu ficava embaraçado e fazia de conta que não era comigo... mas o tempo foi passando e ele sempre fazendo a mesma coisa toda vez que me apertava a minha mão. Até que um dia ele me perguntou se eu sabia dar a resposta daquele sinal pela mão. Eu falei que não e ele me ensinou... e continuava coçando a minha mão e eu morrendo de medo, pois pensava que podia se apenas um truque para descobrir se eu era gay.



Um dia, era uma sexta-feira, lembro bem disso.. hehehehe, havia acabado o expediente, eu morava no quartel e Moraes morava no Guará, ele se despediu de mim, do jeito de sempre e eu dei o sinal de que tinha aceitado. Ele sá olhou nos meu olhos e perguntou:



- Vai fazer o que agora?

- nada...

- vem comigo.



Eu o segui até o carro, entrei e ele me levou para a casa dele, apesar dele morar com outros sargentos, neste dia ele estava sozinho. Entramos no quarto dele, eu tremia de medo. Ele notou, me abraço e falou para eu não ter medo, que ele há muito sabia que eu era gay, pois um soldado havia me visto na boate “new aquarius”, e que ele me desejava desde o primeiro dia que me viu.



Estávamos os dois fardados, e ele me beijou, um beijo voraz, quase me devorando... passou a lamber a minha nuca, passando aquela barba já por fazer,me aranhando e me arrancando arrepios...



Ele tirou a minha roupa, tirou a dele e me colocou para mamar aquele kct rosado, lindo, menor que o meu, mas delicioso... mamei loucamente, alucinado,



Até que ele falou: calma... temos todo o tempo do mundo, agora você vai ser sá meu...



Quando eu senti que ele estava quase gozando ele mandou eu parar de mamar, colocou a camisinha, me pediu para ficar na posição de frango assado e foi metendo com cuidado... senti um prazer enorme... cada cm que entrava eu rebolava mais ... ele metia e olhava diretamente nos meus olhos.... falava putaria no meu ouvido



- vai putinha, rebola nesse kct.

- não era isso que você queria?

- pede rola, pede!

- pisca esse cu.. vai pisca...

- agora arreganha ele pra mim.. vai arreganha, vagabunda.. piranha...

- você gosta mesmo é de um kct no rabo, né?

E eu gemia e falava:

- vai Moraes, me fode, mete, mete tudo, vai porra, mete esse caralho...

quanto mais eu falava mais alucinado ele ficava e vice-versa...



mudamos de posição várias vezes, até que voltamos para a de frango assado de novo, aí senti ele ofegante até que ele anunciou que iria gozar.. meteu mais fundo e gozou.. urrava de prazer... mas quem disse que o kct dele abaixou? Que nada, nem de dentro saiu...



o danado ficou quieto dentro de mim, se recuperando, me dando beijinhos na boca... me elogiando, dizendo que eu era muito mais gostoso do que ele imaginava.. e etc e tal..



ficamos assim uns 5 a 19 minutos e o kct dele lá dentro, meia-bomba...



nisso ele começou a mexer e a meter de novo... aí foi outra surra de pica... desta vez muito mais demorada...



depois de muitas posições ele me colocou deitado no braço do sofá.. meio frango assado, mas com o rabo mais exposto ainda.. e começou a bombar forte e a bater uma punheta em mim usando um creme, ele passava a mão so na cabecinha do meu kct... fiquei alucinado sentindo aquele kct bombando e aquela mão punhetando meu kct... não deu 5 minutos e eu estava gozando feito louco... qdo eu estava gozando aí que ele meteu mais forte, e gozou de novo.. quase junto comigo...



foi uma das melhores trepadas da minha vida.



Eu e Moraes ainda trepamos umas 4 vezes, mas nenhuma delas foi tão boa quanto a primeira, mas aí acabamos ficando tão amigos que acabou o tesão...



É claro que depois disso eu acabei trepando com outros sargentos... o Almeida, o Cláudio, o Sílvio, o Raposo, mas tudo longe do quartel.



Mas isto fica para outro conto..



Abraço a todos

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erotico o menino eo meu maridocontos eróticos no cu com cachorroscontos eróticos massagemcontos eróticos de travestistaradoloirinha goatossa viscontos eroticos meu genro se vestiu de mulherconto etotico eu meu filho e minha esposaPorno conto filha mama pai desde pequenacontos sado marido violentosO amigo do meu namorado Contos eroticos teenContos eroticos gay iniciado pela maecontoseroticos primo hetero comeu o primo gaycontos eróticos mine saiacontos eróticos mulheres casadas greluda que gosta de meninas virgemhistoria eroticass papai mum chupou contos sex fui tratada como putamendigojumentoconto erotico vi meu tio velho coroa grisalho peladominha novinha tarada contocontos de mulheres que gostam de mamar caralhos e levar na conacontos erotico grande foda com a minha namoradadeixo minha esposa trabalhar num bar de mini saia contocavalo e pônei cheio de tesão tentando dar em cima da mulherconto erotico flaguei meu marido masturbando nosso dogContos erótico vi o pau do meu aluno e não aguenteiconto erotico casada carente badooContos eroticos menina forçada comto erotico em audio emseto de paiscontoseróticos encoxadas na casadacontos eroticos reais de mulheres casadas crente que ja enfio o pepino no.cucontos sexo.eu meu sogro sogracomi varios cu na casa de sungconto sexo fred passa vara barnycontos eróticos minha calcinha bi matorelato erotico meu filho gosa nas calcinha minhascontosinha xota fica molhadinha quandovejo na rua uma picacontos gay me depilando e pego no flagraconto erotico trepei na minha tiaConto casada traiu em confraternizacaoContos gay de professor de musculação dando o cu para dois alunos dotadoscontos dei pro meu padastroContos porno de irma que traem com grandepeguei a x*** virgemconto erotico eu meu marido e nosso amigocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaRelato picante namorada bate uma punheta pro namorado no provador de roupascontos eroticos minha mulher mandona e dominada ppr outroEu vi o tamanho da rola do meu irmão na sauna contos de incesto femininocaminhando e disfarçadamente batendo uma ounhetinha pro namoradoContos eroticos feia mais com rabzoviadinho tapas esposa dedos no cu conto marido consolocontos eróticos calcinha molhada de xixi na hora do sexocontos eroticos meninas filhinhas subrinhas priminhascontoseroticos rochaspelada e o cu melado de manteiga no corpo inteiroCasada viajando contoscontos erótico de lésbicas tarada pela irmãconto com esposa na piscina eriticocontos eroticos encestocontos eclxado a tia de sainhaContos eroticos engravideicontos eróticos com estrupo rola gggcontos reais buceta gorda siriricadescabacei a namoradinha de 13 aninhostitia perguntou se ja tinha comido um cuzinho xnxxcontos eroticos comendo norabucrtinas novinhascontos eróticos pastor"voce e muito corno"Entro na bucetinha da minha sobrinha pequena todas as noites e encho a bucetinha dela de porracomida pelo sobrinho conto erotico velho tarado e cachorrocontos erodicos comi professoras juntasvi meu pai com o pau duro contos eroticosChantagiei minha irmazinha contos eroticoscontos pelado d4 pr macho no matocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos eróticos Lúcia coroaTrai meu marido com mais de 60 anos ate o cu eu deicontos eroticos transex operadaconto erotico eu sempre te ameipornodoidonaohttp://porno contos eroticos de mulheres estrupadas ele elaContos eróticos dei a bucetinha