Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NA PRAIA GRANDE

Click to this video!

Tenho 1,67, clarinho, bundinha arrebitada, lisinho, hoje 52 anos e sempre fui CD.

Eu estava em férias na Praia grande. Fora de temporada, tudo vazio, quem conhece sabe como é.

A vontade de ser comida era enorme. fui dar uma volta a pé, andando pelo calçadão tentando ser notada, andando com algum trejeito afeminado. Nada, ninguem! Voltei para o apartamento liguei meu notebook e entrei na sala de bate papo do uol. Entrei em cidades e na Praia grande. e não é que estava quase lotada? Eram 22:00 horas. coloquei minhas roupinhas femininas e fui para a frente da tela. conversei com alguns, uns desistem outros ficam, e de repente me chama um homem com o nick Ativo Tarado. Respondi imediatamente abrindo o jogo sobre minha condição de afeminado e CD e ele disse que era o que ele mais gostava: um passivo submisso com vontade de ser femea. Abrimos a cam e vi um moreno não muito bonito mas atraente e me mostrei para ele me afastando e mostrando minha mini saia com sandálias e cruzando as pernas e rebolando vendo assim na cam seu pau duro. Parecia ser de bom tamanho. Já por volta de meia noite ele me perguntou se quria encontra-lo. Marcamos em meia hora na ponta da praia perto do forte. Me pediu para ir vestida daquela maneira em que eu estava. Mas recusei sair na rua assim. disse que eu podeira por baixo da bermuda um shortinho de lycra agarradinho e calcinha fio dental. Peguei o carro e fui. estacionei poucos metro a frente do combinado e dentro do carro tirei a bermuda ficando sá de shortinho e regatinha colada, calcei tamanquinho de dedo com salto 7 e como eu ja tinha localizado fui ao seu encontro. Ele estava sentado em um banco no calçadão deserto. Me apresentei e nos cumprimentamos com um beijo no rosto. Ele me disse que eu estava muito gostosa, me virando de costas e pedindo pra ver minha bundinha. Olhei para os lados e como não havia ninguem, abaixei o shortinho e a calcinha arrebitando a bundinha para ele. De repente ele me puxa fazenco com que eu sentasse no seu colo. No tezão em que eu estava, fiquei me esfregando no seu pau por cima da bermuda por algum tempo em em seguida sentando ao seu lado no bando. SEgurando a mão dele pedi para deixar ver seu pau. ele tirou ára fora e realmente era bonito. Pau moreno, gostoso. Posso pegar? perguntei. É todo seu!!!! Peguei, segurei, e punhetando abaixei a cabeça e fui com a boca. Lambendo a cabeça gostosamente e depois engolindo aos poucos mostrando que eu estava muito afim . Eu disse: quero ser tua! quero dar pra voce!! quero voce agora!!!! vamos para o meu apartamento!!!! E fomos. Estacionei o carro e entramos. Pedi que ele sentasse na sala e ficasse sá de cuecas que eu iria me produzir para êle. Vesti um baby doll rosa clarinho que a tanguinha era atrás sá uma tirinha com um lacinho em cima, sandálias brancas de saltos altissimos (12) maquiagem a apareci na sala. ele disse : Delícia!!!! Me exibi, andei rebolando, pus musica, dancei para ele. Quando ele se levantou sá de cuecas me abraçou e começamos a dançar coladinhos. Pus meus braços em seu pescoço (mesmo com salto ele era maior que eu) e rolou um beijo gostoso, intenso de lingua. ele enquanto dançava, enfiava a mão na minha tanguinha e seu dedo procurava meu buraquinho guloso por pica. Me virou de costas, empinei a bundinha e me esfregava no seu pau por cima da cueca. Com o tezão a mil virei, ajoelhei e comecei a beijar seu pau. Primeiro por cima da cueca, depois fiz ele pular pra fora e abocanhei gulosamente! Lambia, chupava e punhetava ele dentro de minha boca. Fiz meu homem sentar e ajoelhado continuei. Eu estava sedento por pica e por porra (quem já ficou assim sabe!). Deixei ele louco que desesperadamente fodia minha boca como se fosse um cú. Ele dizia: vou gozar! Quero que voce engula minha porra sua vagabunda gostosa! Eu sá emitia sons de prazer até que veio um jato. Jato gostoso de macho. Eu, sua puta, engoli um pouco e resto foi na minha cara! Deixei ele descansar deitado no chão e deitei-me ao seu lado repousando minha cabeça no seu peito. e levemente passava minhas unhas no seu pau e saco e as vezes dava beijinhos no seu peito cabeludo e em seu rosto, fazendo carinhos. Passado aproximadamente meia hora convidei para um banho a dois. Entramos no box e com o chuveiro ligado comecei a esfregar seu corpo. Primeiro o peito, a barriga, descendo continuei pelas pernas e pés, e subindo fui lavar seu pau que naquele dia era sá meu! Comecei a esfregar e ele já começou a levantar. Pus o pau mesmo mole na boca e passava a lingua até ele endurecer novamente. ( adoro um pau crescendo dentro da boca). Pedi para ele esfregar meu corpo e ele começou a passar a esponja em mim sem encostar no meu pipi pequenininho. esfregou minhas costas ja encostando seu pau em mim e se deteve em lavar e enfiar o dedo no meu buraquinho, que me fez dar um gritinho de prazer. Chega! eu disse, vamos para a cama. ele me disse: Já vou avisando, gozei faz pouco tempo vou demorar pra gozar novamente. Era tudo que eu queria ouvir!!! Me abracei a ele e de repente ele me atirou na cama me virou e com a lingua começou a explorar meu cuzinho. ele sabia como dar prazer. Eu com toda minha feminilidade dava gritinhos histéricos pedindo pra não parar! eu estava alucinada, quando ele me vira de frente, e começa a chupar meus peitinhos, e depois um beijo de lingua delicioso e de repente abre minha boca e cospe dentro. Sou tua escrava eu disse! Cala a boca, vagabunda!!! disse ele me dando um tapa na cara. Pegou sua cueca suada e começou a esfregar na minha cara e enfiar na minha boca, inclusive suas meias. Rapidamente me virou de costas, pos 2 travesseiros em baixo de minha barriga e meteu 2 depois 3 dedos na minha bunda. Eu chorava e gritava histericamente: Me come, macho, por favor poe em mim!É pau que voce quer? então vai agora!!! encostou a cabeça no meu cuzinho já bem molhado e lubrificado e forçaou. dei um grito pois doeu, mas ele nem ligou e continuou a forçar, até que entrou tudo. Quando comecei a sentir o tira e poe me deu uma alegria enorme.eu era a mulher dele naquele momento. comecei a mordiscar seu pau com meu cuzinho o que deixava ele mais louco ainda. Mudamos de posição, ele sentado e eu engolindo seu pau sentando em cima e com seus dedos na minha boca. Eu rebolava, pulava encostava minha cabeça no seu ombro pra depois começasr tudo de novo até que sento seu pau inchando e leite no meu cú. Sua puta gostosa, quero te foder sempre. Eu te amo! eu disse. sou tua puta, tua mulher sou o que voce quizer! e com isso ele dormiu em casa e por muito tempo fui comida por ele e cheguei a dar tambem para alguns amigos dele, com ele ora olhando e outras vezes participando.



TEnho outros contos no site mas esclareço que todos eles são baseados em minha vida, apenas com algumas modificações.



Meu msn é [email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


levemente ara tomando banho nuatia sentar no colo do sobrinho no carro histórias eróticos completoler contos eroticos de bucetinhas virgenscontos eróticos comendo grama grávidacontos erotico chantagiei e depilei minha sograconto de sogra dando para genroconto erotico meu chefe me comeu meu marido consentiuContos eroticos sobrinho da rola grande e grossa pegou a tia e fes ela desmaiarcontos eroticos - arrombando cuzinhominha sogra falou que tem dificuldade para gozarconto erotico raquel morena deliciosacontos d zoof de ferias na fazenda com meu maridocontos eroticos mulheres casadas cometendo insestoContos eroticoa transei cm um aduto na infanciaChantagem com mulher de salto conto eroticovideo de sexo fetiche mastubaram a buceta dela com varios consodos grandescontos erótico vovo me arrombandonominha dani me fodeu me quando dormicontos tava de vestido i fui comidadado pro tio na fazenda, conto gayconto erotico nega casada e rabudamedico podolatria contos eroticoscontos tetas irmacontos eróticos da casa dos contos com histórias traição as fazendeira casada safadadeixei um mendigo de rua comer minha bucetinhacontos eroticoseu gostoo d ver meu marido comendo a empregadaemcabeçando no cu bucetasou casada madura mas na chacara bati uma punheta pro visinhofundura da buceta midindo pornopesquisar saístes da putaria lésbicas como fazer sexo com uma menina virgem e quebrar seu cabassocontos eróticos mulheres p****contos meu calmante é picaContos erótico novinhas vigem sedo arobada pelo vizinhoContos eroticos forçada a dar para um.cavalo na fazendaamo ser rasgada fisting contocontos gorda feiarelatos eróticos sexo com aluno especialo que acontece se ficar com penis infiando 30hora parado dentro da bucetaBoqueternoconto erotico amigo babaca e cornocontos meu cuzinho aberto escorrendo porramarido dormiu eu me depilei toda contoscontos de empregada da vizinhahomem chupa b***** depois coloca rola dentro da b***** e AdeleConto eu e meu marido bebemos muita porra fresquinhaconto erotico na piscinamulher goza nela todinha enchendo o cachorro para limparcontos de fudendo coroas dos seio bicudo de maisporno babalu pede pra não gozar antes do tempofui pintar a casa da minha cunhada com ela e minha esposa e o marido dela cantos eroticosquando eu era. adolecente meu amigos me estruparao e eu adorei conto erotico gueyconto erotico namContos.encesto.so.de.mae.o.asaltoContos nao sabia bate punheta amiga de mamae me explicoubucetiha tihoHistória narrada de sexo- Trepando com a nifeta safada gostosa huummmviciadopor bundas super rabudasmeu compadre tem fantasia herotica cm migo o q devo fazerxvidio gay coroa 82dei o cuzinho é fiquei arrombandocontos eróticos gozando pelo cudelicia conto heteroconto erótico vestir roupa de menina sair na ruame arrombou o rabo contos casadaquando ela percebe que eu quero dar o cu pra ela xxxContos eroticosBuceta grandeContos de Puta que pra ela so dava rolao cavaloconto de moçinhas inocentessogro saradocomeram meu cuzinho conto gaycurtos relatos eróticos de estupro fortiamiguinhocontosvirei cadela contos eróticos"que buracao" gay contorapaz muito gostoso transando com outro rapazbonitominha cunhada mim chamo pra trnzarNo baile funk doidinha se esfregando de maiscontos flagrei meu marido me traindo