Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UM VERDADEIRO BEZERRINHO.

Click to this video!

Um Verdadeiro Bezerrinho.



Olá á todos, tenho 19 anos, mais o que vou contar acontece desde os meus nove anos. Bom minha mãe é separada e tem um namorado que me acolheu como filho, ele gosta muito de mim e de minha irmã. Sempre que ele estava namorando com minha mãe, eu via minha mãe fazendo um delicioso boquete, eu ficava com água na boca, querendo está no lugar de minha mãe. Sempre que podia ficava no colo dele, deitava em seu colo para assistir TV. Um dia minha mãe estava dormindo, minha irmã foi para seu quarto e eu fui para sala assistir TV. O namorado da minha mãe estava na sala, deitei em seu colo, como ele estava de calção sem cueca, logo senti seu membro perto do meu rosto e fiquei mexendo a cabeça de um lado para outro e seu pintinho foi crescendo e pulsando, como estávamos sozinho na sala ele relaxou e durmil, criei coragem e meti minha mão por baixo do calção e peguei em sei pintinho, como ele não acordou passei a massageá-lo, fui criando coragem e cheguei perto do meu rosto senti o seu cheiro e coloquei na boa. Que delicia sem saber como comecei a chupá-lo com uma alegria imensa e muita satisfação, logo peguei o jeito e não queria mais largá-lo. O namorado da minha mãe acorda, segura na minha cabeça e goza na minha boca sem deixar eu tirar minha boca e faz com que eu beba todo o seu leitinho. Fica assustado, não entende o que aconteceu, da um sorriso e vai dormir no quarto com minha mãe e eu fico no sofá sem entender nada. Vou para meu quarto tento dormir pensando no que fiz. Quando estou quase pegando no sono o namorado da minha mãe entra no meu quarto, senta na minha cama e sem saber o que dizer pergunta por que fiz isso. Respondo que tive vontade de fazer vendo minha mãe fazer, queria saber como era e se você ia gostar. Diante da minha resposta ele passa a mão na minha cabeça, no meu rosto e pergunta se eu gostei de chupar ele. Disse que sim e perguntei se ele iria falar para minha mãe, ele responde que seria um segredo sá nosso e se eu queria continuar de onde parei. Fico assustado, arregalo os olhos e pego no seu pintinho, faço uma massagem e coloco na boca. Começo a chupar e não paro mais. Sempre que estamos juntos do um jeito de dar uma mamadinha nele. Á noite ele namora com minha mãe e depois ele vira de lado para a porta, é a deixa para eu entrar e mamar nele até eu tomar todo seu leitinho. Já que minha mãe toma remédio controlado para dormir. Nessa hora sinto o gosto da vagina da minha mãe, e um dia falei que o gosto é muito bom, ele me pegou e colocou minha boca na vagina de mamãe e assim chupei minha mãe e todo seu leitinho que estava lá.

Isso eu tinha 9 para 19 anos. Hoje estou com 19 e continuo mamando meu padastro, desde os 19 anos peço para ele me comer, mais ele já disse que vai ser meu prezente de 19 anos.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


como arrombar um cu virgem ticaA filha do meu amigo veio do interior pra ser minha empregada conto eroticocomeu a tia da bunda grande contoContos eroticos negra entiada comi mae filhacontos eroticos padres e zoofiliaminha tia andando nua contoconto erotico comi.a .mulher.do meu amigo.corinthianoRenato shortinho coladinho fazendo na rolaArregassando a bucetinha de uma virgem enquanto ela chupa o.pau do outrocaregando no colo pornodoidocontos eroticos - alta grandona bundudadado pro tio na fazenda, conto gayMinha prima viu-me a mastucontos eroticos peguei meu marido chupando os peitos da prima deleporno doido sumindo um emorme prinquedo na pusetaContos pornos novinhas em gang bang c negros dotados de penis grande e grossowww.finhinhas.porncontos eroticos fazendo troca troca quando meninocontos eróticos gay sendo putinha do meu primo bruno parte 2contos de sexo rapidinha com a cunhada na cozinha enquanto meu irmão tomava banho no banheiroContoseroticos minha mulher na passagem no anodei o cu bem gostosocontos porno chantagiando a cunhadacontos picantes de lambida na chanacontos eroticos lobisomemcadela piscando em uma metendo picaconto erotico empregada negra escraviza patricinhacontos eróticos de incesto minha mae no meu coloPerereca ou buceta de cunhadacontos peguei maninha virgem dormindoTodos adorao meu cuzinho contos eróticosCasada narra conto dando o cu contos eróticos comi o cuzinho da larinha sexo emprestei minha mulher pra um amigo que estava preso conto eróticoscontos eroticos cavalo leitecontos lu casadahttp://zoofilia deixei o dog meter na minha filha.contosdespedida de solteira as amigas seguram pra ela toma rola na bucetinhaestorei o cu dela contomulher passa muita margarina no proprio cucontos de coroa com novinhocorno obrigado a chupar pica contowww.rabudasnapraia comcontos eroticos mae e filhomeu grelo est louco de tesaocontos erótico proibido na net chatagiei a sobrinhacontos eroticos tomando conta de uma desconhecidaMeu sogro meseduziu contomadame currada no mato contocontos sobrinho moreno loiracontos eroticos praia de nudismovidio.da meninas do corpiho gostozucontos eroticos a crentinhacontos erotic quarto empregadacontos de vizinhasContos eróticos primo comedor comeu o cu da nanecontos erotico chantageada no metroContos Eróticos tamanho do pau de Meu sobrinho Na Praia De Nudismocolo do velho. contocontos eróticos soco sacocontos de coroa com novinhocontos eroticos na praiacontos gay cu arrombadonovinha peguei no pinto do cachorro relatoscontos eroticos cunhadinha dormindotiti do cu apertado emnconto erótico bruna manicuContos Gays Fui Assediado pelo marido Gostoso Da Minha Irmâcontos eróticos fudendo uma buceta gostosaboqueteira gaucha contosoxo com umanoivinhaO cara desmaior a mulher e.meteu o.pou no.cu pornoContos Meu pai dividiu minha buceta com seus amigosAcordei com o pau dentro da minha bucetacontos genro bem dotado arronba o cu ds sogracontos eroticos sou uma mulher coroa e adoro tira a virgindade das mulecadaContos eroticos menininhasrola na professora conto