Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NA REDE COM O PRIMO DO LADO.

Click to Download this video!

O que vou contar aconteceu na semana santa passada. Como fazemos todos os anos, eu e a minha família fomos para um sitio que fica a 80 km da minha cidade. Desta vez eu levei minha namorada. Vou chamá-la de Carla. Ela tinha 19 anos no tempo, é uma morena de 55 kg mais ou menos, seios médios, 1,65 m, uma cinturinha linda, um rostinho e jeitinho de bebê e uma bunda ENORME. Enorme, gigante, monstruosa, sempre fui tarado naquele cuzão que ela tem, mas ela nunca liberou, ainda... rsrs.

Então, cheguei lá na sexta feira santa e minha família já estava lá desde quarta. Levei 2 litros de whisky e logo que cheguei fui beber estes dois litros com minha namorada e meu primo de 19 anos, vou chama-lo de Lucas.

Da pra imaginar que ficamos meio animadinhos depois de 2 litros de whisky na cabeça. Como já era tarde, não saímos pra lugar nenhum, apenas fomos para um quarto que estava reservado pra agente. La tinha 3 redes e tinha meu outro primo, irmão de Lucas, que sá tem 19 anos e já estava dormindo. Minha namorada quis dormir comigo, pegou a rede dela, se deitou na minha e nos embrulhou com a sua rede. Depois de deitados meu primo quis conversar sobre nada, nem lembro o que ele estava falando, lembro que por baixo da rede a minha namorada começou a mexer a sua mão... Primeiro ela meteu a mão por debaixo da minha camisa, ficou apertando a minha barriga e peitos. Nisso agente conversava normalmente com meu primo, como se nada tivesse acontecendo.

Ela então partiu pro ataque, acho que os 2 litros a transformaram numa tarada. Meteu a mão dentro da minha calça e começou a passar a mão no meu pau que nesta hora já dava sinal de vida. Ficou um tempinho alisando e acariciando ele por cima da cueca, depois meteu a mão dentro da cueca e começou a bater uma punhetinha bem devagar. Meu primo continuava querendo conversa.

 Lucas apaga a lâmpada ai, eu quero dormir porra.

 Ah, está cedo... Mas tá.

Quando ele apagou a lâmpada, ela já estava com meu pau na mão, punhetando e conversando normalmente com Lucas, que nem imaginava o que se passava. Eu fui logo direto com a mão na sua bunda, já comentei que é enorme? rsrs. Comecei a apertar, e meter a mão por dentro da calça dela. Quando meti a mão pela parte da frente e peguei em sua bucetinha, fiquei admirado. A bucetinha de Carla estava totalmente encharcada.

 Nossa!

Lucas não entendeu porque o “nossa” e agente continuou conversando sobre coisa nenhuma. Ficamos mais um tempinho nessa brincadeira, eu com a mão no seu grelinho e ela com a mão no meu pau. Então Carla solta um bocejo enorme, “boa noite Lucas” e entra pra debaixo da rede que embrulhava agente.

Quando aquela mulher começou a escorregar pelo meu corpo em direção ao meu pau eu fiquei louco. Ela desceu a calça com cueca e tudo e começou a chupar muito gostoso, ela nunca tinha chupado tão bem daquele jeito. Estava muito gostoso, meu pau parecia uma barra de ferro de tão duro que estava.

O Lucas continuava lá querendo conversar e parecia que tão cedo não ia dormir, e eu recebendo o boquete mais maravilhosa da minha vida não podia nem curtir, nem fazer uma cara de prazer senão o Lucas desconfiava. Parece que Carla fazia de propásito, ela queria ver eu me virando pra não soltar um gemido de prazer.

Não aguentei mais, a puxei, coloquei sua bunda bem em cima do meu pau, abaixei sua calça, coloquei sua calcinha de lado e enquanto respondia uma pergunto de Lucas eu meti com força na sua bucetinha. Geralmente Carla é muito acochada, parece que cada vez que transamos eu estou tirando a sua virgindade novamente, porém neste dia meu pau entrou fácil na sua bucetinha toda melada. Ficamos de lados de tal forma que ela ficava olhando pro Lucas e eu atrás dela bombando bem devagarinho pra não balançar muito a rede. Era uma vingança, agora ela que tinha que olhar pro Lucas e aguentar a tora na buceta. Aquilo me dava ainda mais prazer, vê-la disfarçando e conversando enquanto eu metia sem dor.

Aquilo estava muito gostoso, meu pau deslizava pra dentro dela, ela rebolava no meu pau, eu beijava sua nuca e ainda tinha o perigo do meu primo descobrir o que estávamos fazendo. Comecei a balançar a rede e então pude acelerar um pouco mais os movimentos. Ela se virou pra mim:

 Amor, vou ao banheiro, tá bom?

Quando ela falou isso, eu acelerei ainda mais os movimentos, dava pra ver que ela estava adorando, que estava delirando de prazer no meu pau.

 Vai lá.

Ela então subiu a calça e coma a calcinha de lado saiu em direção ao banheiro. Quando ela saiu na porta, falei pra Lucas que ia à varanda e sai atrás dela. Ela estava na varanda me esperando, como tinha o perigo de passar alguém, agente pulou um muro pequenininho da varanda e fomos pra detrás da casa, onde estava tudo escuro. Quando chegamos lá, ela me empurrou na parede, abaixou a minha calça, se virou de costa, encostou seu trazeirão no meu pau e deu uma rebolada sensacional. Então ela ajeitou o cacete na entrada da sua bucetinha e num golpe sá meu pau entrou todo. Ela estava louca, não falava nada, mas jogava sua bunda pra trás com tanta força que minhas costas chegavam a doer na parece. Ficamos nisso por mais ou menos uns 19 minutos, ai eu não aguentei mais, segurei na sua cintura e comecei a bombar na sua buceta com uma velocidade tremenda.

Eu já estava quase gozando quando sentir a minha moreninha ficar mole em minhas mãos, tirei o cacete de dentro e gozei em suas costas como um louco. Parecia que todo o líquido do meu corpo ia sair, não parava mais de encher as costas da minha moreninha de porra. Ela me abraçou, falou que me amava muito e logo voltamos pra varanda. Então ela foi tomar um banho, eu passei uma agua no pau e voltei pra onde estava Lucas. Depois que ela chegou se deitou comigo e em menos de 19 minutos já estávamos dormindo, exaustos.

Até hoje tenho as minhas dúvidas se Lucas percebeu alguma coisa, nunca me arrisquei a perguntar pra ele, mas lá no fundo eu acho que ele sabe sim, que ele fingiu-se de besta pra ver se sobrava uma casquinha pra ele. rsrs.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


relatos eróticos de incesto sogra cheirando minhas calcinha usadascontos chantageada pelo genro e pela filhaContos eroticosComi minha irma na cozinhabuceta toda vabiada pornoPau do negao passivo contosconto eroticos comendo a irma de perna quebrada Conto erótico fui comida por mendingosgay surra chinelo putinhacontos eroticos de sogrocontos eroticos vizinha cachorrocontos de heteros branco comendo bunda negraporn contos eroticos rodizio na casada em barcontos pornos irmas naturistasmulher trai marido pela primeira vez e perdi o cabaço do cu com super dotados contos eróticosHistoria de contos de sexo vovo mamouconto erotico casada na picinameu marido foi enrabado a minha frente, contosconto erotico novinhos no semáforoconto erotico namorada perdendo virgindade com meu amigo cinemachegando em casa toda gozada contos eroticospinto duro pra tu noivadisvirginei a minha professora contos erodicoscontos eroticos de comendo os meninos do orfanatoprofessora novinha e senha resolvi dar o c******contos gays com gémeoscontos eróticos minha mulher vai à igreja e no confessionárioEU TIRANDO FOTO MINHA BUNDA DI CALCINHA FETICHE OLHONDO ESELHO MINH BUNDAconto erotico anal deicontos eroticos gay na casa do meu dono eu bebia porraconto comendo a velha prostitutacontos eróticos​, praia de nudismoesposa perdeu a aposta contoscheiro calcinha mar massagem conyocomi a mae do meu amigo contocontos camioneiro pau muito grossofogosas do funk de sainhabaixa vidio mulher esfrega buceta na boca homem e solta porra na barriga delecontos eroticos festa a fantasiacontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrosconto amigo do marido trouxe o cachaço pra nossa porcanora dis que viu sogro de pau duromalhando bundundatravesti tomou banho com amiga e comeu bucetinha delacontos eroticos esfrega esfregaconto ajudando meu filhocontos porno mulhe de vaqueiroContos eroticos casada na excursãocontos-meu cuzinho contraindo no teu paumoleque no ônibus contos eróticos gayamolecendo dentro da xanacontos ela da a bundaconto viciei em chupar pauconto erótico esposa de férias e tal marido sem quererconto gay fui abusado no alfanato pelo os fucionariocontos de coroa com novinholer contos eroticos incesto mae transa com filho e pai esta desconfiandohistorias eroticas de irmaos gayschupei a pica do colega de escola eu gostei sou gaycontos pornos irmas naturistasputinha corninho contosconto esposa com negãocontos de cú de madrinhacontos adoroo ser subimisso q mete coisa em meConto erotico sou madura e genrocontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrosvideo para baixa de porno home com olho vexadocolocando no cu dela bem devagar dormindofilho casetao de 30cmcontos eroticos gay - minha irma me preparouContos lesbicas no onibuseucelo ve uvido ponomeu padrasto tirou minha calcinha e comeu meu cuzinhoRealizei a fantasia do meu colega e eu virei cornocontos virgindade com o padrinhoconti erotico a massagista enfiou o dedo no meu cu e chupaMimha vizinha gostosa de short de lycra curto preto contosquero ler conto erótico sogro f****** com a noraContos eróticos Lúcia coroaContos de mulheres que pegam marido com travestiCasada viajando contosconto vesti as roupas da minha madrasta e ela me fagroucontos eroticos de menina pobreprometeu dar o cuzinho virgem contos eroticosfui putinho do padre gaytodos buracos tapados e dupla penetracao no cu contosorgasmos forçados contosconto gay sexo levando tapa do machocontos eroticos buceta arrombadacontos eroticos gay casado domado pelo negaoconto eurotico eu fui viajar e minha esposa saiuconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arromboucontos dei o cu virgemcontos de zoofilia sobre eguas e jumentascontos eróticos mamãe meteu uma cenoura em minha bucetinhaminha enteada inocente conto eroticoco tos eroticos perdi a minha virgindade com meu avoquero ver duas mocinhas branquinhas estragando a bucetinha na outracontos erotico gay negro dando pra branco