Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CADELA SAFADA

Click to this video!

Oq vou contar a vcs fica sá entre a gente ta?, meu nome eh Carlos(fictício) tenho 19 anos, 1,78 de altura e peso em torno de 75 ~ 76 kilos, faço a ademia sou bem fortinho modestia parte, o ocorrido foi o seguinte...

Parecia tarde de um dia comum, era sexta-feira e eu estava na frente do meu computador lendo uns contos aki do site, sempre li contos aki e sempre achei muito loko oq as pessoas contavam aki, então decidi esperimentar para ver c era bom.

Continuando eu estava em casa vendo os contos então meu deu uma idéia ( eu nunca fuz sexo anal, embora já tivesse comido muitas menininhas com quem namorei, nunca me interessei por homens nem nada do tipo), no entanto eu senpre tive una coriosidade, como seria enfiar meus dedinhos no meu cu. então eu me posicionei, levantei uma das pernas, meio q deitei no sofá onde estava e fui tentar colocar meu dedo indicador la, como eu ja disse nunca tiha feito nada no cuzinho e por isso o máximo q eu consiguia era colocar a pontinha do dedo, então decidi facilitar, trouxe meu dedo ath perto da minha boca e cuspi bastante nele, então tentei enfiar no meu cuzinho, mas o máximo q eu consiguia era enfiar o dedo e logo tirva, pois sentia dor, então continuei tentando e nada, então tive a idéia de usar um pouco de mel para lubrificar, oq adimito foi uma puta de uma burrisse, o mel não sá naum ajudou como dificultou a entrada do meu dedinho e não sá isso, depois de um tempo, meu cuzinho começou a arder, e arder muito, estava queimando e eu naum sabia oq fazer, então vesti minha calça e decidi tomar um banho.

Foi ai q uma ideia me ocorrei se não podia enfiar meu dedo no meu cuzinho ia tentar uma coisa q sempre li aki nos contos e sempre me deixou excitado, ia deixar minhas cadelas brincarem com o meu cuzinho ( eu tenho duas cadelas a larissa e a marcia, ambas saum de porte médio e muito docéis), então desci ath a área de serviço abri a porta e encontrei minhas cadelas brincando np quintal q ficava na parte de trás da casa, olhei ára as duas e disse perfeito, fechei a porta arriei meu short separei bem minhas pernas e afastei minha bundinha pra ficar com o cuzinho exposto ( detalhe meus pais tinham saído e eu estava sozinho em casa).

Graças ao cheiro forte do meu minhas cadelas tiveram medo de esperimentar, então eu passei um dos dedos no cuzinho pra pegar um pouquinho sá de mel e dei pra uma de minhas cadelas q na hora adorou o gosto, assim levei meu dedo novamente ao cuzinho e ao tentar lambelo ela acabou lambendo bem minha entradinha, nossa q sensação, era deliciosa, uma língua molhada e babada passando pelo meu cuzinho q piscava querendo mais

ao sentir o gosto do meu no meu rabo, minha cadela começou a lamber vorazmente pra poder tirar tudo q pudia ela lambia e lambia e cada passada de sua línguinha gostosa eu me excitava mais e mais, quase naum me aguentava em pé.

minhas pernas tremiam e meu pau tava latejando muito eu pensei q ia gozar logo, mas akela posição estava me incomodando então tentei deitar e abrir bem minha bunda ficando bem arregaçado pra minha cadelinha, no entanto eu já tinha sido bolinado no cuzinho q o meu ja tinha acabado então ao chegar perto e cheirar meu reguinho minha cadela naum voltou a me lamber, foi ai q tive uma surpresa na falta do mel, minha cadela safada decidiu lamber outra coisa, e começou a lamber meu pau, a língua dela era aspera e ela lambia brutalmente oq inexplicavelmente sá aumentava meu tesão

depois de umas boas línguadas no meu pau decidi agradar um pouquinho minha cadela putinha também, então deitei ela no meu colo e comecei a passar meudedo na buceta dela, eu coloquei meu dedo dentro dakela pelinha q fica na buceta da cadela e senti q ela estava bem seca e eu naum conseguia encontrar sua entradia, pois sua bucetinha era bem pequenininha, então decidia q esfregar tudo q eu conseguisse enccontrar, foi oq fiz...comecei passando meus dedos pela buceta dela, mais e mais, então senti pelos meus dedinhos q ela tava ficando excitada, sua bucetinha tava ficando mais molhadinha e tava dilatando um pouco com sua buceta cada vez mais molhada e cada vez mais dilatada meu dedo acabou escorregando e entrando dentro do buraquinho dela, mas naum tudo, mais ou menos um terço, foi ai q me veio a felicidade, comecei a enfiar meu dedinho naquela putinha bem devagar e fui acelerando deixando ela mais esxcitava, a buceta dela naum parava de dilatar, tava aumentando mais e mais, quanto mais excitada ela ficasse maior ficaria sua xaninha.

foi então q meu dedo acabou escorregando todo para dentro de sua bucetinha, e ai foi a festa, eu começei a meter meu dedo alucinado na xana dakela putinha, tava metendo com muita força e meu pau latejava sá dos toques acidentais no cuzinho da cadela.

foi ai q decidi, pensei comigo mesmo: "eh hoje q eu como essa safada" e assim feito, eu coloquei ela de 4 (como c fosse difício) e começei a passar meu dedo pela sua entradinha q já estava bem meladinha, fui colocando meu dedo melado com o melzinho da cadela em seu cuzinho e enfiando pra ela se excitar abrir mais sua buceta preu meter meu caralho nela.

Apáis uito masturbar o cuzinho dela e já dessesperado pelo tesão deidi naum esparar mais, foda-se eu ia comer akela buceta de qualquer jeito, tava nem ai c ia doer e c ela latisse eu acelerar mais ainda

coloquei meu pau na entradinha dela e fui forçando, sua buceta apresentava muita ressistencia e ela começou a se contorcer, aquela sena sá aumentou meu tesão então enfiei meu pau com muita força dentro dakela cadela safada, ela latiu muito e chorou muito, mas eu naum estava mais conciente minha cabeça de baixo tomada pela tesão falou mais forte e eu começei a fuder akela cadela safada como c fosse uma de minhas namoradas, bem forte e bem rápido

nossa mas como era apertar akela buceta, meu deus eu mal conseguia me segurar, era a melhor sensação da terra, estar comendo a buceta de uma cachorra taum apertatinha.

eu continuei comendo ela mais e mais, ateh q naum aguentei mais tirei meu caralho da sua buceta, puxei ela abri sua boca segurei meu pau apontei pra garganta de la e deixei tudo sair, nossa eu gozei muito naquele dia, a minha cadela naum deve ter gostado muito do gosto porque deixou escorrer pela boca bastante e nem se importou em pegar oq caiu, mas depois dessa vez tive muitas oportunidades pra deixar minha cadelinha feliz, mas essa eh outra histária....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


casa dos contos mae e filha xupação de bucetazoofilia contos eroticos homem fudendo co éguas.brContos eroticos com chingamentocontos eroticos sou crente casada mas tenho fogo no cucontos estupro teenconto erotico flaguei meu marido masturbando nosso dogconto erotico nenhum pelinhocontos como dopar maridocontos eroticos irmacomi minha sograegozei na bocar delatanguinhas usadas da minha mulher contos eroticoscoroas defloração relatoEle foi fundo com ela contos eroticoslesbica minha namorada tirou meu shortsconto erotico sou vaca leiteira eu gostoMinha netinha sentou no meu pau contos eróticoscontos eroticos de enteadasvídeos de sexo com mulher da b***** bem chorona e o cubo empinadinho bem durinhosalvando meu filho contosmulek gemendo no pau do outro mulrkporno grades com minha prima de ragerieu e maninha fudemos gostosovídeo de pornô do metendo vendo a sua beleza ela me chamecontos de mulheres casadas que colocaram o dedinho no rabinho de seus maridos e eles adoraramgozando pelo cu contos eróticossarrou a bucetinha no meu ombro no onibuscomi meu aluno lercontos curtpscom doze aninhos estrei na vara contos eróticos gayirma feiz sexo comigo eu gozei na boca delaChupa minha piroca ingridlongos contos eroticos estupros dpcontos eroticos consegui comer aquela bundacontos eróticos nao deixavs eu chupar o anus delaContos minha sogra quis medir meu pauContos eroticos empregada humilha a patroabuceta praia toninhas Contos eróticos minha mulher no acampamentocontos eroticos categoria estrupada por mas de umpapai caminhoneiro conto eróticoArrombei a tia relatopaguei para fuder minha tia contosnem peitinho teen grita na pau do vocontos devassos meu marido geme para eu chupar seu cuzinhominha mulher para transar logo Ricardo que eu quero vercontos eroticos me fizerao meninacontos estupraram o meu cuzinhorelatos eróticos reais novinha primeira vezdei cu de fio dentaconto faco o que quiser corno perdoaconto primeiro boquetecontos eróticos de filho com sua mãevideoo porno da bundona de chorte de burmiContos erotico suruba com meninas pequenas e vigemsrabinho da filha da vizinha com doze anos loca pra fude contos eroticoscontos eroticos, alisei o piupiu do meu filhinhosentando na rola do meu pai contos. eróticoscontos comendo o cu da casada carenteContos mae da minha namorada perguntou me punhetocontos sado marido violentoscontos eroticos esfregando devagarinho o pau por trasconto trai meu marido com meu filhoscontos eroticos homem casado dando para o primoContos erotico menina de nove anos no bosqueContos eroticos dois macho chupando minhas tetassou casada loba contosrealizei a minha maior fantasia transei com um jovem loiro do pau grande e meu marido assistindocontos eróticos solitárioconto de não aguentei a pica grande de meu avôcontos sogra punhetaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto de mulheres que trazam com cavalo no curalcontos esposa nua frente familiacontos eu comi a minha sobrinhaconto enfermaria cheiro sexo intensoWWW.contoeroico.comdando cu munheres.com45anoconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuMulheres se jutao para fazer xexo contoscontos eroticos mulher castiga o homem emagando o saco e dando soco no saco assistir o video completo socando o anchinho no cu e na buceta da mulhercontos eroticos de namorada fazendo sexo pelo celular com o namoradohomem se alisar em mim no ônibus conto eróticoeu minha namorada e uma amiga carioca conto eróticocontos eroticos gay eu sendo arrombado por dois amigos negros do caralhão grossomeu irnao mas velho dormiu bebado bitei i pau na bunda deleContos meu marido me pediu chifrea travesty gordinha me fez gozar sem tocar no pau comtos eroticosConto de puta estuprada pelos mendigosconto cu ensopado de porra gaycontos menage com loira e morenacontos eroticos esfrega esfregacontos eroticos de padrinhos com virgensNegras malhadinhas com muinta vantade de dar a buceta"amor vou dar" amigo colegaContos eroticos meu rabaoContos namorada velho caminhoneirocomo arrombar um cu virgem ticaminha sogra/contocontosdesexo padrasto metendo na enteadacontos cachorro lambendo penis de homem