Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O QUE FAZ UMA BOA MASSAGEM

Click to this video!

Teve a convocação de 2002 para trabalhar nas eleições, para atender o povo, ver quem tinha dificuldade, digitar o número do titulo essas coisas essa foi a minha primeira convocação. Primeiramente fiquei muito chateado, e quem não ficaria, pleno domingão os amigos bebendo e eu lá trabalhando. Porém tal fato foi logo mudando quando comecei a conversar com o pessoal que estava trabalhando junto comigo, naquela ocasião tinha uma moça que por sinal e muito amiga de minha prima. Amizade que vinha desde a infância. Eu comecei a observa-la, quando tirou a jaqueta, e vi que ela estava com um corpinho muito sarado. Pronto fiquei Doido heheh. Agente foi conversando as eleições ocorreram normalmente e ela me contou algo que fiquei surpreso.

Contou-me que tinha sido casada por 3 anos e meio. Fiquei de cara, e logo começou uma conversa muito maliciosa, alguns detalhes:



---- 3 anos e meio é tempo, consegue bastante experiência com isso. : D

----- Que nada ficou sá no papai e mamãe a maior parte do tempo, por que você acha que terminamos.

Sabia que era mentira, mas não perderia a oportunidade.

----- Sério não acredito, um cara casado com uma mulher como você, e fica apenas em uma ou duas posições, tem gente que não sabe aproveita o que tem.

-----hashasuassauasu



Essa conversa ocorreu na hora do almoço quando o numero de pessoas votando era muito pequeno e os outros tinham ido almoçar.

No segundo turno ela apareceu para trabalhar pouco tempo depois que eu cheguei estava visivelmente cansada parecia que tinha passado a noite em claro. Mas estava simpática como antes, começamos a conversar e ela me contou que tinha ido para uma balada e que tinha dormido somente 2 horas de sono naquela noite, mas uma vez uma conversa cheia de malicia começou algumas partes:



---- Então aproveitou bem à noite. Falei com um sorriso sacana.

---- Claro, depois que separei fiquei muito tempo sem sair de casa. Respondeu-me quase séria.

---- Sei, mas, quando fica tempo assim quando sai é bem melhor aproveita mais é mais gostoso.

----- hsuhsusahsa



Ela ficou muito tempo com a postura incorreta, curvada para frente porque estava escrevendo as justificativas (parte bem chata do trabalho que sá ela fazia). Na hora do almoço me ofereci para fazer-lhe uma massagem e ela aceitou. Ela estava usando uma blusa que infelizmente não permitia o contato direto da minha mão com a sua pele. Corrigi sua postura estralando suas costas, e ela deu um gemido que meu pau ficou duro na hora, depois agente deu risada da situação. Fiz novamente e: “aaaaiiiiiiiiii que gostoso” um gemido ainda mais intenso, agente deu risada e eu olhando aquela cinturinha curvada aquele rabinho empinado bem na minha frente, se fosse qualquer outro lugar tinha lascado um mordida nos pescoço e ido pra cima, mas não podia e logo chegou mais gente para votar (atrapalhar). O tempo transcorreu e acabei sem pedir o telefone, como ela muito amiga da minha família achei melhor ficar somente nisso embora ela demonstrasse que estava afim, de uma noite de sexo que agente tanto conversava. Falando sobre dar uns tapas e coisas assim. Um mês depois eu fui à casa da minha prima e quem eu encontro lá?



Agente se cumprimentou e eu perguntei sobre a prima ela falou que tinha ido para faculdade estudar com um grupo de estudo e ia demorar um pouco a voltar. Resolvi ficar, começamos a conversar, ela estava usando uma calça jeans, um cinto com uma fivela meio grande, uma blusinha, uma roupa que realçava bem as curvas de seu corpo. Possui seios grandes mas que cabem na mão, e uma bunda bem arrebitada com a cintura fininha. Uma conversa normal que eu logo deixei um pouco mais quente tocando no assunto de sexo. Então ela comentou:



---- Sabe de uma coisa que eu estava precisando? Falou séria.

---- Hsahas. Te ajudo no que for necessário. E pensei um monte de coisas :D

---- Tongo. Hsauhsasah. Estava precisando de mais uma massagem sua naquele dia foi tão bom.

---- Tudo bem agora agente tem mais espaço, acho que fica melhor se você deitar no chão. Falei cheio de terceiras e quartas intenções.

Ela deitou e eu falei quando já estava em cima dela.

---- Essa blusinha vai atrapalhar bastante porque você não tira?

---- Tá bom, mas sá porque você sabe fazer uma massagem.



Ela tirou a blusinha, o sutiã eu somente desabotoei e ela tirou os braços para fora das alças. Pude olhar seu corpo de bruços a curvinha que fazia na cintura até chegar naquela bunda gostosa. Porém tinha que ir com calma se alguma coisa desse errado devido à proximidade que ela tinha com a minha família iria criar um clima muito estranho, talvez surgisse o comentário que eu tinha tentado assedia-la ou algo assim. Comecei a massagem estralei mais uma vez suas costas e ela novamente, sá que agora mais alto e mais demorado:



----- Aaaaaiiiiiiii como isso é bom.

----- Agora você pode gemer a vontade, estamos sá nás dois hsauhsahsa.

----- hasuhsasahsahsa safado.

----- Você tem um corpo de tirar o chapéu, não sei como alguém não aproveitava algo assim.

----- heheh Era sá papai e mamãe virava e dormia...

----- Como é que pode existir um cara desse jeito.

Logo depois

----- aaaaahhhhhhhhhh como isso é gostoso.

E a conversa foi acontecendo, e minhas mãos descendo quando estava na curva perto da sua bunda falei:

----- Posso baixar um pouco sua calça para conseguir ir até o final da massagem.

----- Capais já estou quase sem roupa...

----- Veja bem se fosse uma calça “cás baixa” era sá soltar um pouco a calça, mas essa aqui é atrapalha bastante.

----- Tá bom, mas sá um pouco.



Levantei o meu corpo e fui para trás para ela desabotoar a calça sem precisar se levantar. A visão que eu tive quando ela levantou o quadril, foi o máximo quase me jogo por cima dela, porém ela tinha falado meio séria fiquei na defensiva, foi então que:



----- Não consigo soltar o meu cinto por causa da fivela, acho que vou deixar assim mesmo.

Antes que ele pensasse em baixar a cintura e depois que ela já tinha tirado suas mãos do cinto.

----- Pode deixa que dou um jeito.



Coloquei minhas mãos na frente dela me apoiando no cotovelo do braço esquerdo, arrumando o cinto com a mão direita e a melhor parte eu estava atrás dela na hora que eu deitei encoxei ela de um jeito... . Ela pode sentir o meu pau duro pressionando ela para frente enquanto minhas mãos estavam na sua cintura desbotoando o cinto, ela tentou recuar com a cintura, mas eu a forcei para trás novamente por causa do cinto. Falei bem perto do seu ouvido, com a respiração nas suas costas:



----- O cinto eu já soltei, mas acho que ele vai te machucar se ficar aqui, vou tirar ele.

----- hu hum. Falou quase gemendo estava mordendo o lábio inferior bem devagar.

Abri também o botão da calça dela e puxei o zíper, passei as mãos para o lado de sua cintura comecei há abaixar um pouco a calça ela não falou nada somente flexionou mais a cintura para facilitar o meu trabalho. Vendo aquela bunda empinada, abaixei totalmente sua calça até quase os joelhos e não falei nada somente terminei de tirar a calça. Que visão uma bunda gostosa com uma calcinha preta socada no rabo, se fosse branca aposto que poderia ver ela toda molhada. Já tinha certeza sobre o que eu iria fazer.

Aquilo já tinha virado sexo, a questão era somente foder ela de um jeito que ela nunca mais esquecesse, continuar a massagem era uma preliminar que eu queria ver. Continuei e quando descia com os polegares massageava sua coluna e com a palma da mão apalpava a sua bunda, ela se limitava a somente um gemidinhos contidos.



----- Te pergunta uma coisa.

----- Pode pergunta o que você quiser essa massagem está muito boa.

----- Quando você era casa você se depilava assim de que forma?

----- hasuhsusahsah pergunta do safado! Naquele tempo eu deixava somente “V”. E fez um sinal com os dedos.

----- E hoje como você deixa?

----- Quase a mesma coisa, sá que é um bem menor.

----- Posso ver? Perguntei meio inseguro.



Alguns segundos passaram, mas que pareciam algumas horas e então.

Ela virou deixando o sutiã e me mostrando seus seios, que seios, pele bem clara com aureolas pequenas. Ela me olhando dentro dos olhos com os lábios separados e uma cara de desejo, muito grande, sem nem um sorriso somente desejo. Ela dobrou umas das pernas para cima abaixou a mão até a calcinha e arredou ela para o lado me mostrando sua boceta.

Olhei aquela boceta toda molhada coloquei a mão, e fui socando dois dedos que entraram com grande facilidade, pois ela estava encharcada. Fiz isso ao mesmo tempo lhe beijava, sua respiração aumentou e a minha também fiz movimento dentro de sua boceta que a deixou com ainda mais tesão quando passei a chupar seus peitos ela gemia muito e falava



----- Safado, era isso que você queria aaaaaaaaahhhhii



Sugava cada vez mais seus peitos pequei em uma das suas mãos para guia-la até meu cacete, mas quando eu somente encostei nela, ela como guiada por um fascínio esquecido pelo prazer que estava sentindo foi rapidamente até minha calça tirando-o e foi tocando uma punheta no meu pau que estava todo melado nessa hora.

Fui beijando sua barriga ela gemendo sempre, mordi na parte de dentro de sua coxa pouco antes do joelho ela se animou para o que ia acontecer, beijei e mordi um pouco mais me aproximando do lugar que eu queria. Ela querendo mais pegou meu pau me empurrou para eu deitar com as costas no chão e colocou a boceta para eu chupar. Iniciamos assim um meia nove muito loco.



Eu chupava cada milímetro, ora sugava seu clitáris ora penetrava com os dedos enquanto a chupava, e ela correspondia com chupadas no meu pau, segurou bem firme meu cacete em certo momento tirou a língua para fora e começou a passar somente a cabeça dele na língua aquilo me deixou maluco eu já estava quase gozando.

Então teve uma hora que ela abriu ainda mais suas pernas eu pude chupa-la com ainda mais intensidade ela fazendo movimentos de sexo pude sentir suas pernas tremerem, com sua buceta na minha boca ela levantou seu rosto e seu tárax na hora do orgasmo se entregou ainda mais, em um gozo virando olhando para cima com gemido que de tão alto era quase um grito. Pegou o meu pau, alguns segundos depois, como que decidida a me fazer gozar.



Batia uma punheta bem rápida, mas somente na parte inferior pois a superior ela chupava e lambia de tantas formas, sua língua me deixava Doido quando se concentrava na cabeça do meu pau. Foi nesse momento que eu não pude mais aguentar ela engoliu o meu pau quase que por inteiro segurando minhas bolas e quando voltou já vinha cheio de esperma e a sua boca recebeu varias golfadas que em parte ela engolia em parte trasbordava pelos cantos eu gozei intensamente e por vários segundos.



Ela deitou no meu ombro e começamos a descansar e falar bobagem, depois de alguns minutos eu ira comer aquela mulher. Meu pau estava duro e ela começou uma punheta de leve a mandei ficar de quatro ela muito obediente ficou. Antes de meter passei a cabeça perto da entrada da sua buceta coloquei a cabeça e ela veio um pouco para trás foi quando eu falei. Olhe para mim ela com uma cara de safada me olhou por cima do ombro e eu meti até a metade ela gemeu e virou os olhos foi para frente e sem tirar os olhos de mim, voltou para trás indo mais além do que tinha ido, eu terminei metendo tudo até o talo. Ela começou a olhar para frente e eu bombar.



Socava bem forte e vez ou outra quando estava com o pau inteiro dentro dela fazia movimentos com a cintura e ela ficava louca. Dei-lhe um tapa de leve para ver o que acontecia ela rebolou no meu pau gemendo e me chamando de safado, comecei a bater mais forte e quando mais eu batia mais ela gostava.



Talvez vocês tenham esquecido mais eu estava na casa da minha prima e foi o vulto dela pelo reflexo da estante que eu tinha visto.



Queria lhe proporcionar um showzinho sentei no sofá, ela sentou no meu pau de frente para mim me beijando no ângulo perfeito para a visão da priminha. Eu lhe dava uns tapas e sugava seus peitos e sabia que a minha prima podia ver tudo porem ela estava em um lugar no qual eu não a via sabia que estava lá somente pelo reflexo distorcido da estante. Nesse instante



Enquanto sugava-lhe os peitos introduzi o dedo médio no seu anus Ela falou ----- aí não! Então eu meti mais forte ela rebolou um pouco e eu falei ----- Você sabe o que eu quero agora!? ----- Você é muito safado e muito gostoso, aí somente se for eu por cima.



Ela ficou por cima e se virou bem de frente para o lugar onde estava sua amiga de infância o lugar que ela estava era meio escuro fiz questão de me arrumar para ela não ver o reflexo na estante. Com certeza ela estava tocando uma siririca. Cuspi lubrifiquei bem o meu cacete e também o seu cuzinho. Posicionei o meu pau e ela foi sentando bem de vagar. Quanto entrou a cabeça tive vontade de socar tudo, mas segurei a minha onda.



Ela foi sentando e me perguntado ----- tá gostando? -----Claro você é muito gostosa, quero esse cuzinho no meu pau. ----- Safado. Falou sorrindo.

Desceu até o momento em que sentou totalmente começamos enfim um vai-e-vem nossa que cuzinho fechadinho, fui então mexendo no seu clitáris para ela ficar com mais tesão.



Eu com tesão comendo o cuzinho dela e sabendo que tinha outra mulher se masturbando vendo nos dois, ela estava vendo a amiga dela toda exposta de um ângulo privilegiado e eu o priminho dela fudendo com o rabo de sua amiga. Eu socava forte e ela gritava de tesão, pedia mais e mais eu lhe dava mais estocadas ora lhe penetrava os dedos na boceta ora lhe massageava o clitáris. Resolvi mudar um pouco. Mais ao lado tinha outro sofá sá que esse estava reto para o lugar no qual minha prima estava coloquei a amiga dela de quatro de frente para ela e comecei a socar bem forte dando uns tapas e lhe falando ----- Gosta de levar no rabo safada? ----- Mete, mete forte no meu rabo ----- Gostosa rebola mais!!!



Dava-lhe uns tapas que lhe deixavam marcas.



Dava-lhe tapas e ela pedia mais, estava louca de desejo. Depois de algum tempo ela gozou com um gemido alto e prolongado. Eu soquei bem forte quando ouvi aquele gemido ela rebolou mexendo aquele quadril em círculos novamente. Tirei meu pau para fora e gozei no seu rosto. Dessa vez, como se tivesse um pouco de pudor, não deixou colocar o cacete em sua boca ela engoliu algumas golfadas, se levantou para ir ao banheiro, quando olhou para a porta de entrada ficou branca como o esperma que estava em seu rosto. Tinha acendido a luz da sala, pois já havia escurecido e a luz também iluminou o corredor de entrada da casa. Nesse momento viu sua amiguinha com dois dedos socados na boceta, que por sinal era lisinha sem nada, em um gozo intenso, estava em mio de pé encostada na parede com as pernas curvadas quase sentando com os olhos cerrados e somente viu o que tinha acontecido depois de ter gozado. Ao abrir os olhos quando as duas se olharam. Eu já pensava várias coisas.



Mas essa parte fica para outro conto.



Espero que tenham gostado, gostaria de conversar e trocar relatos, meu msn é:



[email protected]



Um abraço





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos sou casada sobrinho prediletosenta aqui sua safada contos eróticosconto eroticosde meninas q vai no baile funk sem calcinhae de vestidinhoa gostosa d aobrinha pertubando o tio kovem no quarto cheio d teaaoa buceta da jega contoscontos minha mae bebada e fodapegando minha priminha novinha contoscontos eroticos descobri que era gay e não sabia parte5Atraido pela garotinha contos eroticosAquela seria uma luta inédita e muito estava em jogo para Marilia. Há 3 meses ela havia descoberto que eu tinha uma ...Contos eroticos aii te amo ..ai ..ai mo vc e gostosa devagrcantos eroticos so casado mais o negao arrombou meu cucontos vi pai xupando paucontos minha cunhadinha da bucetinha bem pequenasucos ontem pego comendo o cu a buceta bem gostosoesposa chupeteira contosfui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticobuceta gegadever uma mulhervelha arreganhando a priquita com os dedosconto eu e minha noivameu cuzinho desvirginadocontos eróticos homem maduro gostoso da pica grande f******conto meu cu não voltou normalenchi a boca na pomba grossaContos, eu convidei um foragido na minha casa e ele comeu a minha mulherconto trocando as filhasa posição cavalgada pode machucar o útero.?'contos erotico levwi minha esposa numa suruna de suprwsahistórias de sexo o meu padrasto cominnha a mãe ea enteadamulher tem fetiche tama pirocada de travesticontos de primeira vez com meu cunhadoconto real meu vizinho me agarrouContos eroticos pega a força por pmContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorContos mulher coloca silicone no peito e marido vira cornomulher que ja sento no maior peni todo atoladoconto erotico sentado no colo baicha saiacontos eroticos fazendo troca troca quando meninocomendo a noiva do otario contos eroticosMuller casada quer jumento para me ter nelaMeu ex primo viuvo conto eroticoContos eroticos meu comeu meu raboconvidando o amigo para arromba o cu da namoradaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto no mato espiando a filha tomar banho no riucasa do conto minha filha sentou no meu colo de mini saiarelatos reais eróticos - saciada em casalésbicas se ralando incerta com bucetamassagem de homem com mulher depois fudela Contos eróticos dando de mama pra minhas irmãzinhascontos eróticos de chuva com irmãEmrabado por travestis na frente da mulher contoscontos sou o macho da minha sobrinha    contos eroticos dono de mercearia comendo a casadafudendo a empregada rabuda negra com fotos contoasconto estrangeiro picudolencol conto heteropunheten o rabo da minha esposaMulher deixado melar tudo encima da buceta peludarelatos eroticos forçadover contis eroticos de incesto passando oleo na maeamiga inseparavel chupa a bucete uma da outracontos de sexo rapidinha com a cunhada na cozinha enquanto meu irmão tomava banho no banheirocontos erotis orgia bicontos bi eu e meu primo e minha prima meu primo gozo no meu raboporno produto gruda pinto na bucetachupei minha netinha contos eróticosconto gay camisolinhamulheres peitudas contos eroticosdominador pé gostosocontos eróticos de bebados e drogados gays