Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CARTEIRO PELUDO

Click to Download this video!

Era um dia de domingo e eu estava aproveitando a folga para me masturbar com meu vibrador, tudo estava indo como de costume quando alguem toca a campainha da minha casa. Eu, um pouco atordoado, corro pra vestir um calssão e saio para ver quem era, abri a porta e encontro um carteiro. Ele aparentava ter uns 30 anos, peito bem peludo(dava pra ver pela gola da camiza padrão dos Correios) e um poko acima do peso. Eu fiquei logo exitado e já estava imaginando voltar pra dentro e me fuder pensando naquele homem; inconscientemente, eu olhava sem parar pra os pelos que saiam de sua camiza,enquanto ele procurava a correspondência que iria me entregar. Eu nem sabia que os carteiros vinham no dia de domingo, mas esse, que pelo que me lembro não era o carteiro habitual da área estava alí...



- Vs precisa asinar aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui. - Ele mostrou rapidamente os locais das asinaturas e eu não entendi muito bem, não conseguia tirar os olhos do seu peitoral.

- Ok, já volto. - Entrei em casa, já sacudindo no meu pau, que estava muito duro.



Eu assinei nos dois primeiros lugares e esqueci quais eram os outros, ele me entregou umas 3 folhas cheia de linhas.



- Cara, onde é pra asinar mesmo? - eu voltei lá e disse. Quando fiz isso, para minha surpresa, ele havia aberto mais um botão de sua camiza e se abanava com uma carta.



Ele olhou pra mim, depois olhou pro práprio peitoral, do qual eu não tirava os olhos, era mais forte do que eu,e disse:



- Vem aqui.



Eu obedeci e ele novamente me mostrou os lugares, agora sempre voltando a olhar pros meus olhos e pra a gola de sua camiza. eu já estava ficando envergonhado.

Mais uma vez eu voltei para dentro da minha casa, asinei mais algumas vezes e,me confundindo, voltei a perguntar onde devia asinar.

Ele, fazendo cara de raiva, disse brutamente:



-Deixa eu entrar e eu te mostro.



Meu coração bateu mais forte e eu fui até o portão,abri e ele entrou. Mas ele não queria nada de mas mesmo, mas quando já ia saindo, viu meu vibrador, todo molhado, num canto da sala, eu gelei e ele ficou olhando pra mim e rindo de modo safado. Eu não parava de olhar pro seu peitoral e logo depois desviar o olhar... sá esperava que ele fosse embora logo.



Contra todas as minhas expectativas, ele veio pra cima de mim e me bejou; eu finalmente tokei aquele peitoral peludo por cima da camiza. Percebi que ele não era gordo, mas sim musculoso, apesar uma pequena barriguinha de chope, um cara perfeito.

Ele, sem falar nada, baixou meu calção e fechou a porta, abaixou as calças e começou a massagear minha bunda, que já estava bem lubrificada,me deixando de bunda empinada no brasso do sofá. Ele deu mais uma cusparada na mão e ficou alizando as bordas do meu cu, eu estava indo à loucura, ele finalmente então enfiou o pau dele, que eu ainda nem tinha visto. Era grosso e pequeno. Kda estocada dele era seguido por um gemido de prazer e logo ele também estava gemendo. Qnd olhei pra trás pela primeira vez, percebi que sua camiza estava toda suada. Eu não estava resistindo mais e pedi pra ele tirar a camiza, assim que ele fez isso eu vi aquele peitoral todo peludo e escupido de músculos. Não consegui acreditar que estava fodendo com um homem tão gostoso!



Ele permaneceu num vai e vem delicioso por uns 19 minutos, sempre gemendo de prazer, depois me pediu ACREDITEM! pra eu comer ele. Eu, que ainda não tinha gozado, não recusei, mas antes eu tinha que checar aquele peitoral dele.



Comecei lambendo os mamilos, que eram enormes e escuros, aqueles pelos passando por minha língua e eu adorando o gosto. Depois fui lambendo todo o peito dele e acabei jogando ele no sofá, todo suado. Ele sorria enquanto eu continuava lambendo todos os pelos que encontrava no peitoral dele e ele batia uma punheta de leve. Cheguei finalmente ao pau dele e chupei muito, depois eu estava pronto pra comer aquele cuzinho.



- Vai devagar, que vai ser minha primeira vez - ele disse com aquela voz grossa de macho.



Eu não acreditei, mas fui logo lubrificando ele todo com várias cusparadas em suas costas e bunda, depois comecei a enfiar meu pau. Acho que ele estava falando a verdade, afinal, era bem apertado e ele gemia mais do que o normal, parecia estar sentido dor, então eu parei e fiquei enfiando meus dedos lá, enquanto ele punhetava mais, até ele dizer:



- Pronto, pode ir. Mas vai com força agora.



Eu enfiei com mais força quanto podia e ele deu um berro que me assustou, mesmo assim eu continuei, sempre bem rápido e potente, com ele gemendo e às vezes gritando de prazer.



Percebi que eu ia gozar e chamei ele pra perto de mim, queria gozar naquele peitoral peludo delicioso e depois lamber tudo. Aproximei meu pau do mamilo direito dele e saiu o jato de porra quente, que acabou respingando no rosto dele. Lambi tudo na hora e ele disse que ia gozar também, mas queria fazer isso direto na minha boca. Eu deixei, é claro e a porra dele era muito gostosa...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


depois do anus e da vagina tem outraentrada pro penis entrar?Voltei gozada pro meu corninho contoZoolofia cominha cadela ler istoriafiquei bem machucada por fuder com cachorro enorme contos de zoofiliaconto deixou a buceta ficar peluda pra dar pro paicontos eróticos tomei chute no sacobrincado de cavalinho conto eroticofilha pequena curiosa contos eroticoscontos porno os amigos de papai fuderam mamaecontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casavideos chupando a xoxota uma da outra o clitores bem lisinhoContos eróticos gay minha iniciação sexual precoceconto aos dez anos minha sobrinha sentava no meu colo sem calcinhausando uma calcinha pequena e morrendo de tesaicontos de coroa com novinhoConto porno gay meu padrasto me ensinou a ser mulhercontos eróticos brincando na piscinacontos heroticos comendo a vendedora de trufasnovinha pauzera trepandoo pastor comeu meu cu contos gayconto estrupando o cu da menininha novinhacomo mama um pau o bofe reclamo que eu tava sucandoensinei o meu enteado a bater punheta : contos eróticospassei a calcinha contos eróticosmae e filha com vibrador na buceta contos eroticoscontos de mulheres viciadas em dar o cu so para o cunhadocontoseroticosbrincadeirasetero deu o cu so de curiosidade pela primeira vez e chorouhomen preto com olhos castanhos peladinhosvideo de sexo encochando garotinhas e gozando nas coxas e pernas.conto erotico lésbicas roçando.a buceta na caracontos eroticos a calcinha da patroauma travesti usou camisinha colocou na boca da mulher no filme pornôquero história de homens vizinho um comendo o cu do outro pulando muro à noitemeu filho me comeu contoscontos saco inchado incestocontos eritico papai colocou de castigocontos fui comer uma bct chegou na hora era homemcontos eroticos tia do amigoConto incesto chicotadas no rabao da filhameio das pernas uma pica dava inveja grossura esposaContos erótico pombinha inchadaconto erotico gayzinho se vestiu de putinha pra dar o cuzinhocontos sexo a papai vai doer não cabeconto de sexo ele e ela me comendo muita tapaminha professora nao usa calcinhas contos eroticoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos brincando atras do lixocontos eroticos na paredecorno leva mijada em casa contoscontos eroticos de puta sendo estrupada no estacionamentoContos eroticos danadinha colo do velhoestuprada pelo chefe chantagistas(porno)estrupada contoscontos eróticos com esposa obedienteContos eroticos de amigos q fuderam as amigasdei contoscontos:meu pinto endureceuContos com picas bonitasmulheres peitudas contos eroticosContos eroticos de esposa apanhada nuafilhos vendo a mae transar com outos homenscontos eroticosmelhorescontos eróticos gosando pelocucontos marido atolou a geba grossa no cu d esposa na pescariamenina de calcinha pornoe chiorts curtoslevantou umas da minhas pernas,se encaixou na minha entradinha e foi metendo devagarzinhoesposa contando detales pro corno da transa com amante contoscoroa cadela contoscontos matei minha vontade sem querercontos eróticos danieleConto acho que minha mulher deu pra outro chegou em casa com a buceta machucadaconto gay me comeram dormindo