Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CARTEIRO PELUDO

Click to this video!

Era um dia de domingo e eu estava aproveitando a folga para me masturbar com meu vibrador, tudo estava indo como de costume quando alguem toca a campainha da minha casa. Eu, um pouco atordoado, corro pra vestir um calssão e saio para ver quem era, abri a porta e encontro um carteiro. Ele aparentava ter uns 30 anos, peito bem peludo(dava pra ver pela gola da camiza padrão dos Correios) e um poko acima do peso. Eu fiquei logo exitado e já estava imaginando voltar pra dentro e me fuder pensando naquele homem; inconscientemente, eu olhava sem parar pra os pelos que saiam de sua camiza,enquanto ele procurava a correspondência que iria me entregar. Eu nem sabia que os carteiros vinham no dia de domingo, mas esse, que pelo que me lembro não era o carteiro habitual da área estava alí...



- Vs precisa asinar aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui. - Ele mostrou rapidamente os locais das asinaturas e eu não entendi muito bem, não conseguia tirar os olhos do seu peitoral.

- Ok, já volto. - Entrei em casa, já sacudindo no meu pau, que estava muito duro.



Eu assinei nos dois primeiros lugares e esqueci quais eram os outros, ele me entregou umas 3 folhas cheia de linhas.



- Cara, onde é pra asinar mesmo? - eu voltei lá e disse. Quando fiz isso, para minha surpresa, ele havia aberto mais um botão de sua camiza e se abanava com uma carta.



Ele olhou pra mim, depois olhou pro práprio peitoral, do qual eu não tirava os olhos, era mais forte do que eu,e disse:



- Vem aqui.



Eu obedeci e ele novamente me mostrou os lugares, agora sempre voltando a olhar pros meus olhos e pra a gola de sua camiza. eu já estava ficando envergonhado.

Mais uma vez eu voltei para dentro da minha casa, asinei mais algumas vezes e,me confundindo, voltei a perguntar onde devia asinar.

Ele, fazendo cara de raiva, disse brutamente:



-Deixa eu entrar e eu te mostro.



Meu coração bateu mais forte e eu fui até o portão,abri e ele entrou. Mas ele não queria nada de mas mesmo, mas quando já ia saindo, viu meu vibrador, todo molhado, num canto da sala, eu gelei e ele ficou olhando pra mim e rindo de modo safado. Eu não parava de olhar pro seu peitoral e logo depois desviar o olhar... sá esperava que ele fosse embora logo.



Contra todas as minhas expectativas, ele veio pra cima de mim e me bejou; eu finalmente tokei aquele peitoral peludo por cima da camiza. Percebi que ele não era gordo, mas sim musculoso, apesar uma pequena barriguinha de chope, um cara perfeito.

Ele, sem falar nada, baixou meu calção e fechou a porta, abaixou as calças e começou a massagear minha bunda, que já estava bem lubrificada,me deixando de bunda empinada no brasso do sofá. Ele deu mais uma cusparada na mão e ficou alizando as bordas do meu cu, eu estava indo à loucura, ele finalmente então enfiou o pau dele, que eu ainda nem tinha visto. Era grosso e pequeno. Kda estocada dele era seguido por um gemido de prazer e logo ele também estava gemendo. Qnd olhei pra trás pela primeira vez, percebi que sua camiza estava toda suada. Eu não estava resistindo mais e pedi pra ele tirar a camiza, assim que ele fez isso eu vi aquele peitoral todo peludo e escupido de músculos. Não consegui acreditar que estava fodendo com um homem tão gostoso!



Ele permaneceu num vai e vem delicioso por uns 19 minutos, sempre gemendo de prazer, depois me pediu ACREDITEM! pra eu comer ele. Eu, que ainda não tinha gozado, não recusei, mas antes eu tinha que checar aquele peitoral dele.



Comecei lambendo os mamilos, que eram enormes e escuros, aqueles pelos passando por minha língua e eu adorando o gosto. Depois fui lambendo todo o peito dele e acabei jogando ele no sofá, todo suado. Ele sorria enquanto eu continuava lambendo todos os pelos que encontrava no peitoral dele e ele batia uma punheta de leve. Cheguei finalmente ao pau dele e chupei muito, depois eu estava pronto pra comer aquele cuzinho.



- Vai devagar, que vai ser minha primeira vez - ele disse com aquela voz grossa de macho.



Eu não acreditei, mas fui logo lubrificando ele todo com várias cusparadas em suas costas e bunda, depois comecei a enfiar meu pau. Acho que ele estava falando a verdade, afinal, era bem apertado e ele gemia mais do que o normal, parecia estar sentido dor, então eu parei e fiquei enfiando meus dedos lá, enquanto ele punhetava mais, até ele dizer:



- Pronto, pode ir. Mas vai com força agora.



Eu enfiei com mais força quanto podia e ele deu um berro que me assustou, mesmo assim eu continuei, sempre bem rápido e potente, com ele gemendo e às vezes gritando de prazer.



Percebi que eu ia gozar e chamei ele pra perto de mim, queria gozar naquele peitoral peludo delicioso e depois lamber tudo. Aproximei meu pau do mamilo direito dele e saiu o jato de porra quente, que acabou respingando no rosto dele. Lambi tudo na hora e ele disse que ia gozar também, mas queria fazer isso direto na minha boca. Eu deixei, é claro e a porra dele era muito gostosa...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


goza nuoutro egravidacontos eroticos so de pensar gozopunheta com meu amigo hetero buceteiro conto erotico so punheyacontos minha mae comeuuma dp muita dor mais deliciosa conto.corno safada do Pará corto eróticoscontos eroticos dainfanciaconto erótico f****** gostoso a b******** da minha filhinha n******vhupou minha buceta lesbicaconto eróticonegao marido de aluguel com casadas contosconto de incesto de pastor estrupadomulher de amigo sexo contoscomi a adilhada novinha loira olho azul contoDando o cuzinho para outro homem da pica gostosa, contos gays que dão tesãoas rola de pratigo na bucetaconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeufui apraia e levei a filinha da vizinha conto eroticocoloco sobrinha no colo contonovinha deu o cu em casa q ficou esfolado contoscontos eroticos papai me perdeu no jogovoyeur de esposa conto eroticocontos eróticos dois garotos em dupla com novinha Porno maes pais iniciando suas ninfetinhas no incesto contostitiocolocadevagarxv¨ªdeo novinha da no estacionamento contos eroticos de tia masturbacaoO negrão ganhou minha esposa casasdocontosmenininhas 10 aninhos fudendo contossexotiradp o cabaso da novimhaloirinha goatossa visamanda boquete contosmeu irmão me comeu conto gayPorno contos incesto pais e maes e suas meninas iniciando o melho sexo familharcontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoContos eroticos deixei a garota virge. loucamulheres violadas contos eroticosConto de sexoEnfiando a cabeça da pica na buceta virgem filhaeu sei que ele quer um pau, contoscontos de pervertidoscontos minha primeira vez a trescontos eroticos de esfregando o pau na bunda da mamae dormindocomida pelo sobrinho quando novinho viciei em da meu cuzinhoconto emprestei meu marido para minha vizinha casada e carenteContos eróticos coroa casada na praiao corpo da colegial tem que ser magro fetichecontos eróticos esposo.foi jogar futebolcontos eroticosmeu marido me chamou pra ver um filme porno com os amigoscontos eroticos..comi a mulher do pastorwild thermas conto eroticocache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html foto pirozaomulheres da buceta cabeluda que dar e nao aguentou a rola grosa e pedia para parar videoconto enfermaria cheiro sexo intensoChupa minha piroca ingridcontos femininos foi dificil dar o cuzinhominha cunhada traindo meu irmao com o patrai contoscontos eroticos viajando no coloconto erotico humilhei meu maridocontos eróticos insertos tiacontos eroticos abri uma cratera no cu da filha da minha primaConto gay - "o pau pingava"amigo sex diplomata contoxvideos minha matrasdo nu meu quato sexocontos porno esposas estuprados submissosquando a chapeleta inchada entrou no cu a menina gritoconto erotico de casal fazendo as pazescontos como dopar maridocontos eroticos ele insistil que deixei tira camisinhatoco siririca na madruga contos de casadasNo motel minha sobrinha ela chupou meu pau eu chupei sua buceta e fudi ela contos eroticos Contos fui nadar com minha avó acabei comendo elaconto eroticp de titia rabuda la em.casa so de sainhaminha esposa me convenceu dedos no cu conto hormonal femininossogra loira novinha chupa maridos Eugêniomulheres peladas encostada no pe de cococonto de o negao pirocudo rasgou meu cu sem docontos comendo a enfermeiracontos erotico irmao cafetao da irma