Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UM SONHO DE PRAZER

Click to this video!

Queridos amigos, mais uma vez estou postando um conto baseado em um relato de uma amiga que me contou um sonho que o perseguiu por algum tempo.



Quero também, fazer algumas observações em relação ao conteúdo desse conto, pois, ao longo de sua histária, a humanidade vem tentando entender o significado dos sonhos. Dele cuidaram filásofos, místicos e cientistas, chegando eles às mais diferentes interpretações. Diversas culturas antigas e mesmo muitas atuais interpretam os sonhos como inspirações, sinais divinos, visões proféticas, fantasias sexuais, realidade alternativa, e diversas outras crenças, dada a sua natureza intrigante e enigmática, muitas vezes perturbadora.



Em 1900, em seu livro “A interpretação dos Sonhos”, Sigmund Freud defendia a ideia de que os sonhos refletiam a experiência inconsciente e era um guardião do sono. Ele teorizou que o pensamento durante o sono tende a ser primitivo ou regressivo e que os efeitos da repressão são reduzidos. Para ele, os desejos reprimidos são, particularmente, aqueles associados ao sexo e à hostilidade, os quais eram liberados nos sonhos quando a consciência era diminuída.



Entretanto, naquela época, a fisiologia do sono e sonhos era desconhecida, restando a Freud apenas a sua interpretação psicanalítica dos sonhos.



Eu como psicálogo, tenho um interpretação um pouco similar ao de Freud no tocante ao pensamento regressivo e que extravasamos durante o sono principalmente os desejos reprimidos.



UM SONHO DE PRAZER



Quando abri os olhos ele estava lá, me olhando com aqueles olhos que me hipnotizam e logo ganhei um beijo maravilhoso de bom dia desses beijos de tirar o fôlego de uma mulher.



Ele sabia o quanto mexia comigo aquele beijo e que todas às vezes acendia uma chama dentro de mim. Pedi para deitar comigo, o que ele fez prontamente e quando senti seu corpo encostado ao meu perdi totalmente o controle.



Entre beijos fui tirando sua camisa e sua calça, joelhei-me a beira da cama enquanto meu desejo aumentava cada vez mais, a vontade de me entregar a ele estava me deixando maluca. Ainda de joelhos, tirei minha camiseta ficando vestida sá de calcinha. Por um momento ficamos nos olhando, nos descobrindo, recomeçamos a nos beijar e nos acariciarmos de uma forma que parecia que a qualquer momento iríamos nos fundir e nos tornarmos um sá.



Falando baixinho em seu ouvido, pedi que ele ficasse bem quietinho, pois eu queria sentir o gosto do seu corpo e que ele realizasse os meus pedidos.



Ele foi mais rápido que eu. Deitou-me e começou a beijar meu pescoço passando seus lábios por todo meu corpo, meus seios, minha barriga, minhas coxas ate chegar na minha xaninha, com carinho tirou minha calcinha e ficou olhando pra ela e foi se aproximando e assim pude sentir o calor dos seus lábios me deixando louca, me fazendo gemer com todo aquele tesão que eu estava sentindo, pedia a ele “vem meu anjo mete bem gostoso, me faz ser sua”mas ele fingia não ouvir, eu sá sentindo aquela língua me invadindo, me sugando, me fazendo estremecer de prazer e não demorou muito para eu ter meu primeiro orgasmo, gozar naquela boca foi maravilhoso.



Depois de ele ter sugado todo meu mel me beijou. Virei-me ficando de quatro e olhando pra ele falei “vem! quero mais, quero sentir você me invadir por trás”, ele dessa vez me atende e comecei a sentir-lhe me invadindo cm a cm, a sensação de prazer era tão grande que alucinadamente fui à lua. Penetrando-me bem devagar, sentia que ele era todo meu naquele momento. Movimentando-me bem devagar, foi acelerando gradativamente, me deixando louca. Mais uma vez me faz delirar quando senti ele tirar e colocar todo de uma vez, pedi que me pegasse bem forte pois eu queria gozar mais, queria gozar como nunca um homem me fez, ai ele aumentou ainda mais o ritmo, sentia seu corpo bater no meu com mais intensidade até ficar bem grudadinho ao meu corpo e gozamos juntos.



Fiquei sentindo seu gozo quente dentro de min. Foi átimo maravilhoso delicioso ter ele deitado sobre mim e poder sentir aquele corpo quente me fazendo querer mais, me excitando ao sentir a aceleração de seu coração. Ficamos imáveis por alguns minutos, deitados e abraçados, aquilo parecia um sonho, tudo que eu queria e como queria.



Comecei novamente a beijá-lo passando minhas mãos por todo seu corpo, em um desejo louco subi em cima dele, comecei a brincar, passando meus seios em seu pênis, por sobre o seu mel que ainda escorria. Fazendo-o sentir meu calor, passo meus lábios em volta de seu membro, introduzo em minha boca, com vontade de engolir-lo. Fui subindo bem devagar, beijando sua barriguinha e olhando sua carinha de tesão, que aumentava cada vez mais o meu desejo. Encosto minha buceta em seu pau e fico brincando de “fica - dentro e fica - fora”, parei por um segundo sentindo ele, recomecei os movimentos bem lentos, passei meus seios bem pertinho de sua boca e comecei a beijá-lo, ele foi beijando meu pescoço sugando meus seios e o ritmo da minha cavalgada foi aumentando, ele segurando em meus quadris foi me conduzindo ao seu modo. Em pouco tempo eu senti que ia gozar, fiquei bem quietinha para sentir gozar naquele cacete delicioso, ele continuou a me erguer pelos quadris e estocar minha xoxota até me encher com seu mel.



Ficamos ali na minha cama por algum tempo, mas eu desejava ainda sentir seu gosto. Convidei-o para tomar um banho. Fomos para o banheiro juntos, abraçados, curtindo aquele momento sá nosso, o desejo ainda tomava conta de nossos corpos.



No banho aquela água quentinha massageando nosso corpo comecei a passar minhas mãos por todo seu corpo, beijei com intensidade fui até seu pescoço, falei em seu ouvido o que desejava ainda fazer com ele, e fui descendo por seu peito, barriga, coxas e voltei olhando em seus olhos comecei a passar a língua na cabeça daquele cacete delicioso, em busca de seu gosto seu mel, chupei ele todinho como uma criança chupa um pirulito, descendo até as bolas dando leves mordidinhas e voltando para me deliciar, chupava ele com desejo avassalador, pois estava louca de tesão ouvindo aquele homem gemendo, segurando meus cabelos como quem não queria que eu saísse dali nunca mais. Segura minha cabeça, ele começa a fazer movimentos bem devagar e eu começo a sentir seu mel em minha boca. Agora eu me sinto realizada apás sentir seu gosto maravilhoso, sugado gota a gota não desperdiçando nada. Depois que nos beijarmos eu acordei.



Agradeço por terem lido e peço que não se esqueçam de a nota.



Para as mulheres que desejarem add meu MSN: ([email protected])

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos bia e as amigascontos eroticos ele massageia arrombando o bundudoConto d esposa safadinha fico d pau durocontos arrombado por cdConto erotico gay dando pro senhor geraldoconto erotico video gamezoofilia cavalo violentos o dedãocontos eróticos de bebados e drogados gayscontos porno dei boa noite cinderela para meus pais e comi minha maetrepafa de caronaContos erotico orgia no meu cucontos eróticos fetiche padresConto de Uma dívida com meu genro e teve que dar o c* para eleContoseroticoscomsogrovelhos peludos gay contoswww.contos eroticos minha irma caçula da cu pro meu marido bem dotadolongos contos eroticos estupros dpcontos minha mãe punheta entregadorcontos sou o macho da minha sobrinhacontos com fotos de zóofilia de casadas que curte sexo com animaiscontos eroticos entre maes raspadinhas e filhos taradoscontos veridicos de mulher casadacorno na minha propria casa contos eroticocontoscomi minha cunhadinha dormindoconto erotico minha esposa no jogo de baralhoComo fazer a mulher se apaixonar pegando a calcinha delaEu e minha Mãe Cabaço contosabusada pelo.louco contosconto a tia da piruaconto-eu pequena e sapekinhaconto de zoofelia dei o cu para meu cachorro e a bucata um negaovideornpossconto comi.uma coroaContos eroticos casal dando caronacontos erotico loira trabalhome mesturbei no banheiro e agira?detalhes como fui estupradocontos eróticos meu namorado deu o curso para não comerem minha bucetatconto flagrado com a calcinha enrolada no pauprimeiraveznabundinhaadoro andar sem calcinha contoscontos eroticos minha cadelinha manhosagostosinha ergue a saia e masageia a bucetinha por cima da calcinhacontos eroticos com fetiches absurdosConto erótico gay camisa social de sedaconto erotico viadinho de calcinha no citiomurhler.abusada.estrupradominha iniciacao na zoofiliaamamentar o pedreiro contoscontos eroticosdpsou magrinha casada e os amigos do meu filho me coreram e eu adoreicontos eroticos moleque e mulhercumendo cu da mae e tia contos eroticosbanho acompanhado contos eróticoshomen dotado arronba cu rapaz de programaConto erotico sobrinho fudeu gostoso com a tia coroaconto submissa ao paus negros e grandecontos eróticos priminha caçulacomi minha tia no escurocontos eróticos cadela e putona famíliascontos eróticos irmazinhaContos gays arrombado na borracharia por varios usando fio dentalcontos erotico vestido tubinhobranca gordinha casada estrupada por maniaco no cuconto marido do ladorelato erotico cheirei a calcinha gozadacontos eroticos me exibi nua pra elacontos de boquete bom de primos e primas novinhoshttps://tennis-zelenograd.ru/mobile/conto_18110_comendo-a-sogra.htmlvidio porno mulher enloquede ao ve um pau grossocontos eroticos cu virgemEu fudi toda a familia do meu amigo fudi a filha dele fudia a esposa dele fudi a cunhada dele contos eroticoscontosflagasContos eroticos sequestro contos eroticos arrombada pelo empregadoporno pesado arrombando relatoscontos eróticos meu cuzinhocontos eroticos comi minha espetorao sobrinho do meu marido comeu meu.cucontos eroticos mais exitantes mais fufidosadoro menino sacudo contosconto putinha do amanteContos eroticos anciãs casadas e maridos cornoscontos minha bunda ernome encoxada de pau super durocontos eroticos mamaram meus seios em quanto eu domiavoyeur de esposa conto erotico