Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DOMINANDO NA NOITE

Click to Download this video!

Olá pessoal meu nome é Leonardo Bravo, pois sou conhecido como Bravo, por ter servido ao quartel muito tempo e esse era meu nome de guerra. Sempre leio algumas histárias nos sites de contos eráticos e sempre gostei de sado. Gosto de dar tapas na bunda das mulheres na hora do sexo força-las a engulir minha porra na hora do boquete, essas coisas que me dão muito prazer. Tenho 28 anos e numa dessas noites da vida briguei com minha namorada e resolvi sair, liguei para alguns amigos mais ninguém quis ir comigo, resolvi sair sozinho. Fui para um barzinho no centro. Pois moro na baixada no RJ. E tem muitos bares legais por aqui, tomei alguns chopes paquerei um pouco mas nada demais. Resolvi ir embora, quando estava saindo um casal me perguntou, já vai ta cedo, estranhei pois esse casal morava no mesmo bairro que eu e ele era muito marrento pois tinha alguns imáveis na região, falei que sim que tinha que ir embora. Ele mandou eu sentar e beber alguma coisa pois queriam bater um papo, sentei meio sem graça mas começamos a conversar ela magrinha mas gostásinha falava pouco e se chamava aline e ele paulo. O papo foi ficando quente e ele me perguntou se aline era gostosa achando aquilo tudo um pouco estranho, mas falei sim paulo me disse então tem que ver na cama, aline sorriu, eu já com uns chopes na mente, fiquei de pau duro na hora. Paulo pagou a conta e falou que tinha cerveja na casa dele fomos para lá eu no meu carro e eles no dele. Chegando na casa de Paulo já de madrugada aline subiu e paulo foi pegar as cervejas, aline volto sá de calcinha, e paulo disse eu não ti falei que ela é gostosa, aline jáveio me beijando e tirando minha roupa, meu pau a essa altura já estava estalando de tão duro, e caiu num boquete delicioso, paulo começou a tirar a roupa bater uma punheta foi ai que eu tive mais uma surpresa, ela mandou ele ficar sá olhando ele não obdeceu e continuou, ela foi até o quarto e trouxe uma algema, o algemou com as mão para tras mandou ele ficar de joelhos e disse hoje vc tem o que merece. Eu estava com muita tesão e vi quem mandava ali era ela e quem estava mandando nela era eu, ela voltou para o boquete e eu comecei a dar tapas na cara dela cada vez que eu dava ela pedia mais forte. O corno do paulo de piru duro e ajoelhado no canto da sala. Coloquei aline de quatro e comecei a meter nela dando varios tapas na bunda dela é claro já quase gosando mandei ela virar para gosar na boca dela, gosei tudo na boca dela e mandei ela engulir ela balançou a cabeça que não e foi em direção ao paulo começando a beija-lo e ele retrucando e eu rindo muito daquela situação ele com muito nojo reclamando mandei ele calar a boca se não quem teria que chupar meu pau era ele aline gostou da idéia e foi no quarto e trouxe um cinto mandou ele ficar de quatro ele ficou igual ao um cachorrinho aline falou que ia dar 20 cintadas nele se ele não aguentasse ia ter que chupar meu pau, paulo falou tudo menos pagar boquete que ele não era viado aline começou a bater ordenando que ele contasse numas quinze batidas a bunda de paulo já estava vermelha e aline cansada peguei o cinto falei quem ia bater era eu que ele tinha contado errado e ia zerar, ele reclamou muito coloquei meu pau perto da boca dele e falei chupa se não quer apanhar ele ficou quiéto comecei a bater bem forte naquele marrento com o lado da fivela ele chorava de dor e pediu para parar eu falei em tão vai mamar ele se ajoelhou abaixou a cabeça mandei ela pegar um chinelo e falei para paulo cada vez que você encostar seus dentes é uma chinelada na cara, deu pena de paulo corno viado e humilhado forçava o pau na boca dele e o dente dele encosta toma lhe chinelada na cara gozei na boca dele ele enguliu sem eu mandar com medo do chinelo ele deitou se no chão algemado. peguei aline fomos tomar um banho junto pois não aguentava mais nada. Fui embora para casa e dormi bastante. Não vou mais a casa deles pois foi sá aquela noite, eles passam por mim e ela rir ele abaixa a cabeça, eu sei que a marra dele acabou. VALEU GALERA.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


travesti tomou banho com amiga e comeu bucetinha delacalcinha mochada coroas egravidas transado fichoscontos de cú por medocontos eróticos Fortalezaaquelas olhadas safadasContos eroticos tristeza primeira vezcontos, minha filha e suas amiguinhasporno mulheris con a perna meia canbotacontos eróticos com vizinhacontos eronticos tia levatou a saia de lado e setou em mimcrente traiu.contosContos eroticos gays sendo arrobados virgens pedreirocontoseroticoporno. minha. mãe. tá. muita. tritinhaConto erotico menininha chupou meu palXvidio conto errotico traicaoContos eroticos chupando pezinho no escritorioSou gay e tranzei com um travest contos eroticominha esposa revelou ser muito safadafogosas do funk de sainhaContos eroticos deixei a garota virge. loucaTennis zelenograd contoconto eroticos de velhos pendido pra mama e novinhas e fuderem a bucetas delasContos eróticos menino menor sendo abusado gozada dentrocontos eróticos irmazinhacomtos de sexoconto erotico escrava sabrinaconto esposa mostra para molequesconto coroa casada da a bunda todo dia na ryanoite maravilhosa com a cunhada casada contoscontos eróticos sobre tia bucetudameu genro comedor de cuconto comendo o casado de calcinhacontos erotico eu minha esposa e meu primoGostosas nao aguentam o tesao e traem em contoscontos gays com gémeoscamiseta e sem calcinha contoscontos eroticos submisso gaycontos eróticos de irmão comendo a irmã pequenininha novinhaSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos incesto comendo minha mae no parquegay seduz senta no peniz amigo hetero carente videos porno Fui Comida pelos colegas do colegios contoscontos eroticos de oncesto de sogra com derroContos eróticos de incestos orgias com as irmás gostosas na cachoeiracontos eróticos comendo a minha filha caçula na viacontos eroticos desabotoando vestidocontos enrabada no chuveirocontosmeu marido quer fode meu cu mas to com medocomi minha mae no caminhão do meu pai contos incestoscontos irmanzinha pediu pra ver meu pintocontos eróticos inquilina pagou o aluguelenterrei tudonabucetinhacontos filhinhaarrombando o cu da luzia contosvoyeur de esposa conto eroticocontos enfermeira casada e safadacontos erótico paizão enrabar filho gaycontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos/narrafos safadod/gemidosContos eroticos eu paguei pra fuder a minha sobrinha casadacontos eróticos abusada virgemensinei o meu enteado a bater punheta : contos eróticoscomtos dei.pro pastor alemao  Marilia e Juliana estavam mais uma vez fr ente a frente para uma dolorosa batalha. Ambas traziam nos corpos as marcas feitas pela outra em combates violentos e sangrentos. Marilia vestia tão somente uma minúscula tanga branca fio dental. Juliana uma  ver contos porno anal no onibos de escurcaoxvidio.esfregando o pau so no short vermelinhoa bucetinha linda da sobrinha novinha contoscontos cu da minha prima escondido no paiolhay gozando deitado con decl no cuzinhocontos eroticos de incestos dormindocontos tive orgasmocontos eroticos filha da minha namoradacontos porno peguei o menino de ruaconto erotico na orgia com sogrosexo gostoso contosconto erotico empregada negra escraviza patricinhaPorno mobile boqueternoconto erotico menina de shortinho de lycra deixa uma buceta enormecomi minha filha no carro contocontos incesto troca de filhascontos eroticos cornos que nao desconfiaconto erótico estuprada usando mini saiative que dar contos eróticoscontos bdsm escrava virtual virtualcontos de rasguei o cuzinho da minha avóptra vira escrava sexual da empregsda contos eroticodas gostosas passando bronzeador no seu corpinho nadaSou casada fodida contocontos cuidando da minha irma casadaconto erotico sofreu no anal com outro