Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CADELA IMPLORANDO

Click to this video!

Senhor estava em sua mesa,sentado,trabalhando,todo concentrado . Cheguei de quatro,nua, de coleira,toda manhosa e safada . Senhor sentiu a minha presença,mas fingiu que não viu,me ignorando totalmente . Fiquei lhe olhando,com aquela carinha de piedade,pedindo a sua atenção apenas com o olhar . Estava ali,de quatro,pertinho de ti,esperando,implorando apenas um olhar e nada .



A sua presença,o seu desprezo,me causava um tormento e ao mesmo tempo uma excitação incrível .



Já estava toda molhada,quente...ansiosa,agitada... os minutos passavam e cada vez ficava mais excitada,nervosa,apavorada, submissa .



Senhor sentiu a minha respiração ofegante,soltou um sorriso me olhando...nossa !...fiquei desesperadamente excitada com seu olhar debochado,firme e ao mesmo tempo,sereno,dominador...



Estava toda boba,feliz,inquieta,excitada,nervosa,envergonhada,agitada e safada!..



Uma mistura louca ...Senhor sorriu,desviando o olhar novamente e espichando os pés... (debochado)...rs !.



Na hora olhei e com aquela carinha de cadelinha manhosa,submissa,obediente e servil,já fui implorando para lhe servir de mesinha,apoio para seus pés .



Mas seu olhar estava totalmente para o computador,não viu meu olhar e estava bem concentrado . Fiquei atormentada,excitada demais....o nervosismo já estava me deixando impaciente,inevitável,comecei a tremer...então,resolvi fazer barulho,baixinho,bem baixinho...gemidinho de cadelinha..rss..Senhor ouviu,adorou....estava amando tudo,mas estava disposto a judiar mais e colocar em prova a submissão de seu bichinho . Fingiu,ignorou....não demonstrou nenhuma reação, até o deboche havia sumido . Sua atitude estava me excitando e ao mesmo tempo me deixando impaciente demais . Não teve jeito,já estava totalmente confusa . Então,resolvi gemer mais alto,necessitava a sua atenção e não estava disposta a desistir . Senhor gostava e sabia muito bem me causar aflição . Continuou me ignorando,não manifestou nada,nem um sorriso,nem um suspiro,nem um olhar,nem uma mudança na respiração,nada! . Ah....inevitável..o desespero começou a bater em minha porta...corpo estava tremendo,estava literalmente molhada,encharcada,quente,louca de tesão e de raiva... atormentada,confusa....fiz gracinha,gemi mais alto...nada...absolutamente nada....comecei a pensar em várias coisas...mas estava confusa demais...excitada....não sabia o que fazer,como fazer...respirei fundo e mandei o desespero embora....não podia e não iria perder o controle .. (falso controle,pq nesse momento já estava sem nenhum)..rss..Senhor estava amando aquele desespero todo causado por ti... e estava disposto a torturar muito mais....queria ver até que ponto aguentaria o desprezo,a pressão... Então,depois de muitas tentativas,resolvi falar baixinho,morrendo de medo de lhe incomodar,mas ao mesmo tempo com a consciência pesada por não estar lhe servindo de mesinha....precisava ser útil...estava me sentindo mal,por estar ali sem fazer nada ... com o corpo tremendo,respiração ofegante,pausas na voz,disse baixinho :



- Donoo.... ( aquele jeito manhoso e submisso de pedir atenção.)..



Hum...mas ainda estava pouco.. (maldade )...Senhor nem se mexeu,fingindo não ouvir nada . Estava realmente testando meu limite,minha submissão,meu controle,minha dedicação,minha paciência .



Respirei fundo,com a boca seca,coração disparado,respiração ofegante,corpo tremendo,lhe chamei novamente,baixinho,implorando o seu olhar,a sua atenção :



- Donooo...



Senhor não manifestou nenhuma reação...ai sim,fiquei extremamente nervosa e impaciente..naquela altura,já estava confusa demais....não sabia distinguir o que era maior : o tesão,o tormento,o nervosismo, a raiva, a aflição,a angústia . Senhor percebeu a falta de controle,estava muito excitado com tudo que estava provocando em seu bichinho . Respirei fundo,tentando controlar o máximo aquela aflição....mas a essa altura já tinha me entregado...a respiração estava ofegante demais,o desespero já havia entrado,claro,as lágrimas foram inevitáveis no momento..tentei controlar...que pânico !...implorei novamente,chamei baixinho :



- Donooooooo....



Senhor sorriu,amou....me olhou,com aquele olhar debochado,com aquela voz tranquila, disse :



-Sim,meu bichinho,diga !.



Ah !...naquele momento não sabia o que era "pior",a sua atenção ou o seu desprezo....rs...pq estava excitada demais.....nervosa....tremendo muito,não sabia por onde começar,como falar...estava quase atropelando tudo,quando lhe olhei...aquele olhar,nossa...!..me acalmava e desesperava ao mesmo tempo...que loucura !...respirei fundo...estava com um olhar aflito,desesperado...Senhor sorriu,me olhando de um jeito debochado...me testando....então,disse :



- Por favor,Dono..( a essa altura quase chorando )...



Senhor fez sinal pra respirar fundo e dizer calmamente,sem desespero e pressa..( fácil,não?..rs..debochado mesmo )....



Não podia desesperar,mas já estava desesperada...rss...nesse momento já estava confusa demais...então,num impulso,falei:



- Dono,por favor,permita-me servi-lo de mesinha !



Bonitinho...Senhor adorou,mas ainda sentiu um fio de "controle"...ah....queria provocar mais desespero..agora estava na hora de ver mesmo até onde seu bichinho era capaz de ir..



E com deboche,respondeu :



- Hum,não...acho que vc não está com tanta vontade,melhor ficar quietinha,descansando...



Poxa,que deboche heim....que descansando.....necessitava servi-lo...precisava daquilo....



Nessa altura já estava absolutamente confusa,sem controle,nervosa e excitada demais....respondi:



- Dono,por favor.. (ajoelhada)..imploro,dê permissão a esse bichinho idiota,que sá serve pra te agradar....permita-me servi-lo de mesinha,imploro....



Que aflição,que desespero,que tormento,que maldade !.



Senhor já estava desviando o olhar novamente,quando...



Desespero tomou conta,me cegando,me deixando totalmente nervosa e transtornada,disse :



-Dono,por favor,dê permissão a esse pobre bichinho,que está disposto a lhe agradar,imploro...já estava quase beijando o chão....totalmente sem rumo....chorei...implorei....no chão...pertinho de seus pés,mas sem permissão para tocá-los....chorei muito....implorei,entre choro e soluço.....Senhor resolveu atender o pedido de seu bichinho,com deboche,disse:



-Certo...venha...mas não quero ouvir um choro,um gemido,uma respiração,será que consegue inútil?...nossa !....maldade mesmo...já fui enxugando as lágrimas,respirando fundo,tentando controlar o nervosismo,a excitação...que mistura louca...precisava controlar tudo....tentando controlar,fui pra posição rapidamente ...



Senhor delirou de tesão,quando apoiou seus pés em seu bichinho,sentindo seu corpo tremendo,sua respiração ofegante,seu desespero,sua vontade absurda de tentar controlar,o que a essa altura já estava totalmente,absolutamente sem controle....rs !..mas gostou,sentiu a vontade,a submissão de seu bichinho naquele momento....encolhida,tentando não mexer...( rss.)....totalmente excitada,nervosa,transtornada..



Senhor riu e continuou de onde havia parado,totalmente concentrado no trabalho... ( não sei como conseguia....)..vai ver é por esse e outros motivos que é Dono..rss..tem o controle nas mãos.... ( ai ai ai )...







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos gays,tio jorge me feis mulhersinhaGozou dentro contos eroticosContos de incesto minha mae fugiu com outro e eu fiquei com o meu paiContos eroticos gays. comendo o moleque na van escolarconto esposa com negãoContos eróticos picantes pecados na igreja com padrescontos eroticos de incesto mae ver o pau duro do filho fica excitada e grande filhocontos eroticos de iniciação gay: mete devagarcache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html O coroa me levou pra sua lancha conto eroticoContos erotico dois policial dotadu fudel minha esposacontos eróticos para ler a sograconto sentei no pau do meu tio com dez anosMimha mae me obrigava dar a peluda para o picudocontos corno empretei minha mulher para traveti e fikei vendogay e travesti.momentos novo punhetaconto erótico duas rolar na velhacabelos lisos ate na bunda de dar invejaconto chantagem com a patroaSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininolésbicas castigando o rabo da parceriacontos filha se fode pra aguentar a geba do pai no cucontos eroticos primeira vez no cuzinho da esposafui ensinar a sobringa dirigir ea fudideu a buceta no presidio contoscontos erticos/meus doi primos revesaran em mincontos heroticos meu amigo hetero dormi e eu aproveito quando ele ver mim bate e depois mim comeucasada recebe proposta indecente contosgozando pela primeira vez conto gaycontos dois gemeos chupandoGozei no pau do meu irmão contoslembranças contos eroticosConto erotico sogro estuprando nora e gozando dentrobaraguay da buceta grande e carnudacontos eroticos ousados com muita excitacaoContos eroticos homens estuprano gravidasconto erotico toma leite pra crescer forteMeu nome é dado (apelidio),tenho 35 anos e minha esposa mara tem 32 anos.Somos simpaticos ,com caracteristicas bem Brasileira .ninfeta cintura fina bunduda belo par de seiosgozei nas coxas da filha contosbranquinha magrinha de cabelos caracolado danadinhacontos em ilhabela com minha mulhertitio pedia q eu sentasse no seu colo e fazia cariciascontos eróticos gay esfregacao entre pai e filhoContos com picas bonitasconto erotico minha esposa no jogo de baralhocontos eróticos de bebados e drogados gaysContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorXupano apiroca doirmao sentada novazo dobanheroConto de vadia explorada por muitos machosficou de short e foi chantageada contos eroticoConto de muitos machos para uma puta depravadaPutinha desde a puberdade contos eroticosdando padrasto contos eróticosContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadordei minha bucetao mestruada e ingravidei contospassivosrj sexoliliane sabe quero seu cumeu cu ficou rasgado e sangrando contoscontos eróticos eu inocente meu vizinho me pegou no flagra transandocontos eroticos esposas arrependidascontos erotico maes cavalas d bikini n piscina .chupando a bunda da daniele enquanto ela dormia 2novinha de calcinha fudendo com velho contoscontos consolei a mulher do meu amigocontos de menina nova perdendo o cabacoContos Mamadas no paizimContos eroticos... Uma rapidinha com a cunhada de vestidocontos eroticos de amigas na florestaconto eróticos c afilhadaContos eroticosComi minha irma na cozinha