Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CADELA IMPLORANDO

Click to this video!

Senhor estava em sua mesa,sentado,trabalhando,todo concentrado . Cheguei de quatro,nua, de coleira,toda manhosa e safada . Senhor sentiu a minha presença,mas fingiu que não viu,me ignorando totalmente . Fiquei lhe olhando,com aquela carinha de piedade,pedindo a sua atenção apenas com o olhar . Estava ali,de quatro,pertinho de ti,esperando,implorando apenas um olhar e nada .



A sua presença,o seu desprezo,me causava um tormento e ao mesmo tempo uma excitação incrível .



Já estava toda molhada,quente...ansiosa,agitada... os minutos passavam e cada vez ficava mais excitada,nervosa,apavorada, submissa .



Senhor sentiu a minha respiração ofegante,soltou um sorriso me olhando...nossa !...fiquei desesperadamente excitada com seu olhar debochado,firme e ao mesmo tempo,sereno,dominador...



Estava toda boba,feliz,inquieta,excitada,nervosa,envergonhada,agitada e safada!..



Uma mistura louca ...Senhor sorriu,desviando o olhar novamente e espichando os pés... (debochado)...rs !.



Na hora olhei e com aquela carinha de cadelinha manhosa,submissa,obediente e servil,já fui implorando para lhe servir de mesinha,apoio para seus pés .



Mas seu olhar estava totalmente para o computador,não viu meu olhar e estava bem concentrado . Fiquei atormentada,excitada demais....o nervosismo já estava me deixando impaciente,inevitável,comecei a tremer...então,resolvi fazer barulho,baixinho,bem baixinho...gemidinho de cadelinha..rss..Senhor ouviu,adorou....estava amando tudo,mas estava disposto a judiar mais e colocar em prova a submissão de seu bichinho . Fingiu,ignorou....não demonstrou nenhuma reação, até o deboche havia sumido . Sua atitude estava me excitando e ao mesmo tempo me deixando impaciente demais . Não teve jeito,já estava totalmente confusa . Então,resolvi gemer mais alto,necessitava a sua atenção e não estava disposta a desistir . Senhor gostava e sabia muito bem me causar aflição . Continuou me ignorando,não manifestou nada,nem um sorriso,nem um suspiro,nem um olhar,nem uma mudança na respiração,nada! . Ah....inevitável..o desespero começou a bater em minha porta...corpo estava tremendo,estava literalmente molhada,encharcada,quente,louca de tesão e de raiva... atormentada,confusa....fiz gracinha,gemi mais alto...nada...absolutamente nada....comecei a pensar em várias coisas...mas estava confusa demais...excitada....não sabia o que fazer,como fazer...respirei fundo e mandei o desespero embora....não podia e não iria perder o controle .. (falso controle,pq nesse momento já estava sem nenhum)..rss..Senhor estava amando aquele desespero todo causado por ti... e estava disposto a torturar muito mais....queria ver até que ponto aguentaria o desprezo,a pressão... Então,depois de muitas tentativas,resolvi falar baixinho,morrendo de medo de lhe incomodar,mas ao mesmo tempo com a consciência pesada por não estar lhe servindo de mesinha....precisava ser útil...estava me sentindo mal,por estar ali sem fazer nada ... com o corpo tremendo,respiração ofegante,pausas na voz,disse baixinho :



- Donoo.... ( aquele jeito manhoso e submisso de pedir atenção.)..



Hum...mas ainda estava pouco.. (maldade )...Senhor nem se mexeu,fingindo não ouvir nada . Estava realmente testando meu limite,minha submissão,meu controle,minha dedicação,minha paciência .



Respirei fundo,com a boca seca,coração disparado,respiração ofegante,corpo tremendo,lhe chamei novamente,baixinho,implorando o seu olhar,a sua atenção :



- Donooo...



Senhor não manifestou nenhuma reação...ai sim,fiquei extremamente nervosa e impaciente..naquela altura,já estava confusa demais....não sabia distinguir o que era maior : o tesão,o tormento,o nervosismo, a raiva, a aflição,a angústia . Senhor percebeu a falta de controle,estava muito excitado com tudo que estava provocando em seu bichinho . Respirei fundo,tentando controlar o máximo aquela aflição....mas a essa altura já tinha me entregado...a respiração estava ofegante demais,o desespero já havia entrado,claro,as lágrimas foram inevitáveis no momento..tentei controlar...que pânico !...implorei novamente,chamei baixinho :



- Donooooooo....



Senhor sorriu,amou....me olhou,com aquele olhar debochado,com aquela voz tranquila, disse :



-Sim,meu bichinho,diga !.



Ah !...naquele momento não sabia o que era "pior",a sua atenção ou o seu desprezo....rs...pq estava excitada demais.....nervosa....tremendo muito,não sabia por onde começar,como falar...estava quase atropelando tudo,quando lhe olhei...aquele olhar,nossa...!..me acalmava e desesperava ao mesmo tempo...que loucura !...respirei fundo...estava com um olhar aflito,desesperado...Senhor sorriu,me olhando de um jeito debochado...me testando....então,disse :



- Por favor,Dono..( a essa altura quase chorando )...



Senhor fez sinal pra respirar fundo e dizer calmamente,sem desespero e pressa..( fácil,não?..rs..debochado mesmo )....



Não podia desesperar,mas já estava desesperada...rss...nesse momento já estava confusa demais...então,num impulso,falei:



- Dono,por favor,permita-me servi-lo de mesinha !



Bonitinho...Senhor adorou,mas ainda sentiu um fio de "controle"...ah....queria provocar mais desespero..agora estava na hora de ver mesmo até onde seu bichinho era capaz de ir..



E com deboche,respondeu :



- Hum,não...acho que vc não está com tanta vontade,melhor ficar quietinha,descansando...



Poxa,que deboche heim....que descansando.....necessitava servi-lo...precisava daquilo....



Nessa altura já estava absolutamente confusa,sem controle,nervosa e excitada demais....respondi:



- Dono,por favor.. (ajoelhada)..imploro,dê permissão a esse bichinho idiota,que sá serve pra te agradar....permita-me servi-lo de mesinha,imploro....



Que aflição,que desespero,que tormento,que maldade !.



Senhor já estava desviando o olhar novamente,quando...



Desespero tomou conta,me cegando,me deixando totalmente nervosa e transtornada,disse :



-Dono,por favor,dê permissão a esse pobre bichinho,que está disposto a lhe agradar,imploro...já estava quase beijando o chão....totalmente sem rumo....chorei...implorei....no chão...pertinho de seus pés,mas sem permissão para tocá-los....chorei muito....implorei,entre choro e soluço.....Senhor resolveu atender o pedido de seu bichinho,com deboche,disse:



-Certo...venha...mas não quero ouvir um choro,um gemido,uma respiração,será que consegue inútil?...nossa !....maldade mesmo...já fui enxugando as lágrimas,respirando fundo,tentando controlar o nervosismo,a excitação...que mistura louca...precisava controlar tudo....tentando controlar,fui pra posição rapidamente ...



Senhor delirou de tesão,quando apoiou seus pés em seu bichinho,sentindo seu corpo tremendo,sua respiração ofegante,seu desespero,sua vontade absurda de tentar controlar,o que a essa altura já estava totalmente,absolutamente sem controle....rs !..mas gostou,sentiu a vontade,a submissão de seu bichinho naquele momento....encolhida,tentando não mexer...( rss.)....totalmente excitada,nervosa,transtornada..



Senhor riu e continuou de onde havia parado,totalmente concentrado no trabalho... ( não sei como conseguia....)..vai ver é por esse e outros motivos que é Dono..rss..tem o controle nas mãos.... ( ai ai ai )...







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


xv inserto chupando a busetinha da novonha dorminocontos comendo o cuzinho da fazendeiraconto porno espiando a filhinha com o cachorrohistoria de novinha perdendo a virgindade com encanadorcontos eroticos padrasto pausudo com menininhasContos eroticos sou madura vadia e filhoconto meu chefe me chupoucontos eroticos patricinha caminhoneirosconto conto erótico e história comendo a mulher do meu amigo analcontos eroticos fudendo a mae travesticontos eroticos, venerava meus mamiloscontos minha esposa vigia a casa pra eu fuder a visinhaconto erotico gay fui no baile funk e dei o cu pro travesticontos eróticos falando de orgia em faculdade de juazeiro do Norte minha cunhada casada me esnobou contosLevou susto más gostou porno empregadacontos safados inversão e dominaçãoboqueteira gaucha contobudao fudida por varios brutosEliana experimentando calcinha fio-dentalContos eroticos com lixeiro e mulher de calcinha fio dentalminha tia andando nua contocontos enrabando sobrinha da minha mulhercontos eroticos padres e zoofiliacontos erótico estuprada po bardidoliliane sabe quero seu cuconto meu marido acha que sou santa mais ja dei o cudei o cu na fazenda contoscontos minha mae bebada e fodacontos eroticos novinha coroa ricoA Tia super gostosa com uma bunda maravilhosame humilharam comendo minha namorada contofetiche mulher atola cueca no rabo do caraconto transou com desconhecido na festa de rodeioContos erotico mulhrr casada dona de supermecadocontos eroticos marido mandando mulher saracontos com amiga baixinha e gordinhacontos de cornoConto erotico numa festa de anos todos a foderem a que fez anos contos erotico com pai come o cu da filha de nove anos escretoesposinha ciumenta contos eroticostempo minha filha gostosa e g************* do c* dela contos eróticoscontos porno esposas estuprados submissosconto flagrei meu marido dando para um garoto de programaa cabeleira contos eroticoConto erotico gay sr.juvenalcomendo cusinho da baba da minha.sobrinhaconto erotico como gravidez a minha tia seios gPrazer Gay:Contos sobre Valentão da minha vidaalgemou traindo contos eroticosokinawa-ufa.ru chantageadacasada que gosta de apanhar traindo porno contocontos erotico chantagiei e depilei minha sograbdsm fita boca contosporno aniverssrio do sobrinho a tia fudet com elecontos eroticos minha esposa sonhava em dar pra um cavalo e ela conceguiurelato erótico real- a visitacontos eroticos adoro tomar leitinho do papaicontos eroticos abusada levando tapaContos reais de sodomiaContos eroticos minha esposa do rabaoPorno contos avos iniciando ninfetinhas no incesto maes paiscontos swinger fudendo sogra e sogro biteen recem casada contoscontos eroticos gay problemas mentaisporno chegou em casa e pegou a cunhada pelada de olhos vendados e comeu elacontos eroticos de irmans cavalomascontos de amiguinhos comendo a bundinha da amiguinhacdzinha dedos no cu esposa contocache:6FK7RI0T9TcJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_476_eu-e-2-travestis.html conto erotico comviadinhocontos das danadinhas perdendo cabaçinhosexo contos eu e meu filho adotivo fizemos sexopapai tirou do meu cu quis por na minha bocaConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zoocontos eroticos homem casado dando para o primoconto erotico real meu marido me liberou dar o meu rabocontos eróticos de bebados e drogados gayspornotrasandocomatiapassinho de várias lésbicas se chupando uma volta sem pararolha o pezinho dela todo gozadinhoconto corno cruelContos descobri que minha esposa ve fotos de homens nus na internetSou novinha e putinha boqueteirá do papai contoseroticosminha filha e meu genro vieram me visitar bucetaFodi a enteada a cunhada e sobrinha na praia de nudismo contoerooticocontos eroticos empregadinhas cagando no pau do prataopornoc/japonesasetravestiscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eroticos incestos primeiro foi o meu irmão agora e meu paicontos eroticos infanciacontos eroticos no cinemaContos eroticos dor no sacoporque.que.depois.que meu namorado chupou os meus peitos eles ficaram com o bico descacandocontos vizinha loira meninaContt erot menino na casa da sogrinhacontos eróticos me surpreendeu na casa de swing