Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CADELA IMPLORANDO

Click to this video!

Senhor estava em sua mesa,sentado,trabalhando,todo concentrado . Cheguei de quatro,nua, de coleira,toda manhosa e safada . Senhor sentiu a minha presença,mas fingiu que não viu,me ignorando totalmente . Fiquei lhe olhando,com aquela carinha de piedade,pedindo a sua atenção apenas com o olhar . Estava ali,de quatro,pertinho de ti,esperando,implorando apenas um olhar e nada .



A sua presença,o seu desprezo,me causava um tormento e ao mesmo tempo uma excitação incrível .



Já estava toda molhada,quente...ansiosa,agitada... os minutos passavam e cada vez ficava mais excitada,nervosa,apavorada, submissa .



Senhor sentiu a minha respiração ofegante,soltou um sorriso me olhando...nossa !...fiquei desesperadamente excitada com seu olhar debochado,firme e ao mesmo tempo,sereno,dominador...



Estava toda boba,feliz,inquieta,excitada,nervosa,envergonhada,agitada e safada!..



Uma mistura louca ...Senhor sorriu,desviando o olhar novamente e espichando os pés... (debochado)...rs !.



Na hora olhei e com aquela carinha de cadelinha manhosa,submissa,obediente e servil,já fui implorando para lhe servir de mesinha,apoio para seus pés .



Mas seu olhar estava totalmente para o computador,não viu meu olhar e estava bem concentrado . Fiquei atormentada,excitada demais....o nervosismo já estava me deixando impaciente,inevitável,comecei a tremer...então,resolvi fazer barulho,baixinho,bem baixinho...gemidinho de cadelinha..rss..Senhor ouviu,adorou....estava amando tudo,mas estava disposto a judiar mais e colocar em prova a submissão de seu bichinho . Fingiu,ignorou....não demonstrou nenhuma reação, até o deboche havia sumido . Sua atitude estava me excitando e ao mesmo tempo me deixando impaciente demais . Não teve jeito,já estava totalmente confusa . Então,resolvi gemer mais alto,necessitava a sua atenção e não estava disposta a desistir . Senhor gostava e sabia muito bem me causar aflição . Continuou me ignorando,não manifestou nada,nem um sorriso,nem um suspiro,nem um olhar,nem uma mudança na respiração,nada! . Ah....inevitável..o desespero começou a bater em minha porta...corpo estava tremendo,estava literalmente molhada,encharcada,quente,louca de tesão e de raiva... atormentada,confusa....fiz gracinha,gemi mais alto...nada...absolutamente nada....comecei a pensar em várias coisas...mas estava confusa demais...excitada....não sabia o que fazer,como fazer...respirei fundo e mandei o desespero embora....não podia e não iria perder o controle .. (falso controle,pq nesse momento já estava sem nenhum)..rss..Senhor estava amando aquele desespero todo causado por ti... e estava disposto a torturar muito mais....queria ver até que ponto aguentaria o desprezo,a pressão... Então,depois de muitas tentativas,resolvi falar baixinho,morrendo de medo de lhe incomodar,mas ao mesmo tempo com a consciência pesada por não estar lhe servindo de mesinha....precisava ser útil...estava me sentindo mal,por estar ali sem fazer nada ... com o corpo tremendo,respiração ofegante,pausas na voz,disse baixinho :



- Donoo.... ( aquele jeito manhoso e submisso de pedir atenção.)..



Hum...mas ainda estava pouco.. (maldade )...Senhor nem se mexeu,fingindo não ouvir nada . Estava realmente testando meu limite,minha submissão,meu controle,minha dedicação,minha paciência .



Respirei fundo,com a boca seca,coração disparado,respiração ofegante,corpo tremendo,lhe chamei novamente,baixinho,implorando o seu olhar,a sua atenção :



- Donooo...



Senhor não manifestou nenhuma reação...ai sim,fiquei extremamente nervosa e impaciente..naquela altura,já estava confusa demais....não sabia distinguir o que era maior : o tesão,o tormento,o nervosismo, a raiva, a aflição,a angústia . Senhor percebeu a falta de controle,estava muito excitado com tudo que estava provocando em seu bichinho . Respirei fundo,tentando controlar o máximo aquela aflição....mas a essa altura já tinha me entregado...a respiração estava ofegante demais,o desespero já havia entrado,claro,as lágrimas foram inevitáveis no momento..tentei controlar...que pânico !...implorei novamente,chamei baixinho :



- Donooooooo....



Senhor sorriu,amou....me olhou,com aquele olhar debochado,com aquela voz tranquila, disse :



-Sim,meu bichinho,diga !.



Ah !...naquele momento não sabia o que era "pior",a sua atenção ou o seu desprezo....rs...pq estava excitada demais.....nervosa....tremendo muito,não sabia por onde começar,como falar...estava quase atropelando tudo,quando lhe olhei...aquele olhar,nossa...!..me acalmava e desesperava ao mesmo tempo...que loucura !...respirei fundo...estava com um olhar aflito,desesperado...Senhor sorriu,me olhando de um jeito debochado...me testando....então,disse :



- Por favor,Dono..( a essa altura quase chorando )...



Senhor fez sinal pra respirar fundo e dizer calmamente,sem desespero e pressa..( fácil,não?..rs..debochado mesmo )....



Não podia desesperar,mas já estava desesperada...rss...nesse momento já estava confusa demais...então,num impulso,falei:



- Dono,por favor,permita-me servi-lo de mesinha !



Bonitinho...Senhor adorou,mas ainda sentiu um fio de "controle"...ah....queria provocar mais desespero..agora estava na hora de ver mesmo até onde seu bichinho era capaz de ir..



E com deboche,respondeu :



- Hum,não...acho que vc não está com tanta vontade,melhor ficar quietinha,descansando...



Poxa,que deboche heim....que descansando.....necessitava servi-lo...precisava daquilo....



Nessa altura já estava absolutamente confusa,sem controle,nervosa e excitada demais....respondi:



- Dono,por favor.. (ajoelhada)..imploro,dê permissão a esse bichinho idiota,que sá serve pra te agradar....permita-me servi-lo de mesinha,imploro....



Que aflição,que desespero,que tormento,que maldade !.



Senhor já estava desviando o olhar novamente,quando...



Desespero tomou conta,me cegando,me deixando totalmente nervosa e transtornada,disse :



-Dono,por favor,dê permissão a esse pobre bichinho,que está disposto a lhe agradar,imploro...já estava quase beijando o chão....totalmente sem rumo....chorei...implorei....no chão...pertinho de seus pés,mas sem permissão para tocá-los....chorei muito....implorei,entre choro e soluço.....Senhor resolveu atender o pedido de seu bichinho,com deboche,disse:



-Certo...venha...mas não quero ouvir um choro,um gemido,uma respiração,será que consegue inútil?...nossa !....maldade mesmo...já fui enxugando as lágrimas,respirando fundo,tentando controlar o nervosismo,a excitação...que mistura louca...precisava controlar tudo....tentando controlar,fui pra posição rapidamente ...



Senhor delirou de tesão,quando apoiou seus pés em seu bichinho,sentindo seu corpo tremendo,sua respiração ofegante,seu desespero,sua vontade absurda de tentar controlar,o que a essa altura já estava totalmente,absolutamente sem controle....rs !..mas gostou,sentiu a vontade,a submissão de seu bichinho naquele momento....encolhida,tentando não mexer...( rss.)....totalmente excitada,nervosa,transtornada..



Senhor riu e continuou de onde havia parado,totalmente concentrado no trabalho... ( não sei como conseguia....)..vai ver é por esse e outros motivos que é Dono..rss..tem o controle nas mãos.... ( ai ai ai )...







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


gay de zorbinha enfiado no regocontos mulher alta bunduda ggconto porno eu comi minha cunhada coroa de 69 anosfotos de adoráveis travestis pirocudas nuascontos de travesti no onibuscontos eróticos as amiguinhasamigas gostam de passar margarina no corpo nucontos sexo.minha esposa hosana adora comer meu cucontos de adolecentes escultando.adultos tranzapessoas fazendo sexo gostossoooocontos eroticos com menino bundudo e o negao do pau grossoconto erotico teen gy saradinhoPerereca ou buceta de cunhadacontos de cú de prima coroatenho traços femininos cu conto eroticocontos aliviando as tetas de minha irmawww.flogdesexo.compauloelizabethcontos de incestos e orgias com minha esposa gravida minha irma nudistascontos de coroa com novinhocasada que gosta de apanhar traindo porno contocontos eroticos incesto vovôTrempando em cima da lancha com o coroa conto eroticoContos fui trai tomei so no cucontos eroticos experiência inesquecívelaregasando a b da ncontos safados inversão e dominaçãocontoslésbicas chupando bucetada novinha gostosa cheia de tesãoContos eroticos de filhas adolecentes e papai com rola grossacontos muito grosso e grande sofritransparente e coladinha bucetinhaconto porno apostei minha buceta e foi arrombada pelos meus amigoscornoscontoseroticosporno mulhe bebada da para minino memo didadeContos erotico menino novinho arrombado no circoconto erotico comvidando visinha pra fuderContos quero goza muito na minha filha quando ela nasceContoseroticos estuprando VitóriaMinha namorada ela mandou minha cunhada abri bem suas pernas ela disse pra eu tirar o cabaço da buceta da minha cunhada conto eroticodei contosnunca tinha visto um pau tão grandevagina que contrai o penisGabi comendo a égua no ciotrai meu marido bebado com seu amigo bebado na sala contoscontos eróticos vi meu vizinho transandoultimo contos eróticos transando com tio acontos eroticos meu cachorro e minha primavou ja ja no meu bucetao gostosopeguei a vizinha de surpresa de calcinha e sutiã contostravesti de microsaia fica de pau duro na ruacontos eroticos escondidocu fudidos aregalados fotoseu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoVilma metendo dos friston sem ser em desenho o vídeo erótico metendo sem ser em desenhofui tomar banho na casa do amigo e comeu a mulher delecontos erotikos comendo o cu da minha madrinhaMinha tia coroa mostrou seu bucetao peludo contosCont erot a galinhafotos de esposa de corno pegando no mastro grandewww.meti na minha filha a forçaminha irma uma pretinh que adora trepa comigo pornoo negão comeu o meu marido contos eróticosbucetinha virgem bem pequenininho viscosaminha tia coroa crente de 57 anos contoContos eróticos tia deixa sobrinho gozar na bucetaparticipei de uma suruba contosconto tia velha gostosacontos eróticos de bebados e drogados gaysfiquei de 4 e ele montou socando xingandocontos eróticos com mulher carentecoloquei a madame pra gritar no meu pau contosconto de professor dando.o cu por alunoContos eróticos tremme fuderam meu cu na ordenha contoscomendo i gozano deto da negá no salão de carnaval 2017conto porno mulher crentecontos porno esposas estuprados submissoswww.rabudasnapraia comconto gay "chupa teu macho"contos eróticos, minha esposa putacontos reais/viciei minha priminha pros amigosconto porno peoes no cioesbarrando na bunda da tia e rola sexoconto erótico dei pro Negrão pauggmocinha bonitinha filha de papai de calcinha fio dentalespiando minha tia safada.htmlContos eroticos c imagens meus dois chefes me comeram por dinheiro