Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CADELA IMPLORANDO

Click to Download this video!

Senhor estava em sua mesa,sentado,trabalhando,todo concentrado . Cheguei de quatro,nua, de coleira,toda manhosa e safada . Senhor sentiu a minha presença,mas fingiu que não viu,me ignorando totalmente . Fiquei lhe olhando,com aquela carinha de piedade,pedindo a sua atenção apenas com o olhar . Estava ali,de quatro,pertinho de ti,esperando,implorando apenas um olhar e nada .



A sua presença,o seu desprezo,me causava um tormento e ao mesmo tempo uma excitação incrível .



Já estava toda molhada,quente...ansiosa,agitada... os minutos passavam e cada vez ficava mais excitada,nervosa,apavorada, submissa .



Senhor sentiu a minha respiração ofegante,soltou um sorriso me olhando...nossa !...fiquei desesperadamente excitada com seu olhar debochado,firme e ao mesmo tempo,sereno,dominador...



Estava toda boba,feliz,inquieta,excitada,nervosa,envergonhada,agitada e safada!..



Uma mistura louca ...Senhor sorriu,desviando o olhar novamente e espichando os pés... (debochado)...rs !.



Na hora olhei e com aquela carinha de cadelinha manhosa,submissa,obediente e servil,já fui implorando para lhe servir de mesinha,apoio para seus pés .



Mas seu olhar estava totalmente para o computador,não viu meu olhar e estava bem concentrado . Fiquei atormentada,excitada demais....o nervosismo já estava me deixando impaciente,inevitável,comecei a tremer...então,resolvi fazer barulho,baixinho,bem baixinho...gemidinho de cadelinha..rss..Senhor ouviu,adorou....estava amando tudo,mas estava disposto a judiar mais e colocar em prova a submissão de seu bichinho . Fingiu,ignorou....não demonstrou nenhuma reação, até o deboche havia sumido . Sua atitude estava me excitando e ao mesmo tempo me deixando impaciente demais . Não teve jeito,já estava totalmente confusa . Então,resolvi gemer mais alto,necessitava a sua atenção e não estava disposta a desistir . Senhor gostava e sabia muito bem me causar aflição . Continuou me ignorando,não manifestou nada,nem um sorriso,nem um suspiro,nem um olhar,nem uma mudança na respiração,nada! . Ah....inevitável..o desespero começou a bater em minha porta...corpo estava tremendo,estava literalmente molhada,encharcada,quente,louca de tesão e de raiva... atormentada,confusa....fiz gracinha,gemi mais alto...nada...absolutamente nada....comecei a pensar em várias coisas...mas estava confusa demais...excitada....não sabia o que fazer,como fazer...respirei fundo e mandei o desespero embora....não podia e não iria perder o controle .. (falso controle,pq nesse momento já estava sem nenhum)..rss..Senhor estava amando aquele desespero todo causado por ti... e estava disposto a torturar muito mais....queria ver até que ponto aguentaria o desprezo,a pressão... Então,depois de muitas tentativas,resolvi falar baixinho,morrendo de medo de lhe incomodar,mas ao mesmo tempo com a consciência pesada por não estar lhe servindo de mesinha....precisava ser útil...estava me sentindo mal,por estar ali sem fazer nada ... com o corpo tremendo,respiração ofegante,pausas na voz,disse baixinho :



- Donoo.... ( aquele jeito manhoso e submisso de pedir atenção.)..



Hum...mas ainda estava pouco.. (maldade )...Senhor nem se mexeu,fingindo não ouvir nada . Estava realmente testando meu limite,minha submissão,meu controle,minha dedicação,minha paciência .



Respirei fundo,com a boca seca,coração disparado,respiração ofegante,corpo tremendo,lhe chamei novamente,baixinho,implorando o seu olhar,a sua atenção :



- Donooo...



Senhor não manifestou nenhuma reação...ai sim,fiquei extremamente nervosa e impaciente..naquela altura,já estava confusa demais....não sabia distinguir o que era maior : o tesão,o tormento,o nervosismo, a raiva, a aflição,a angústia . Senhor percebeu a falta de controle,estava muito excitado com tudo que estava provocando em seu bichinho . Respirei fundo,tentando controlar o máximo aquela aflição....mas a essa altura já tinha me entregado...a respiração estava ofegante demais,o desespero já havia entrado,claro,as lágrimas foram inevitáveis no momento..tentei controlar...que pânico !...implorei novamente,chamei baixinho :



- Donooooooo....



Senhor sorriu,amou....me olhou,com aquele olhar debochado,com aquela voz tranquila, disse :



-Sim,meu bichinho,diga !.



Ah !...naquele momento não sabia o que era "pior",a sua atenção ou o seu desprezo....rs...pq estava excitada demais.....nervosa....tremendo muito,não sabia por onde começar,como falar...estava quase atropelando tudo,quando lhe olhei...aquele olhar,nossa...!..me acalmava e desesperava ao mesmo tempo...que loucura !...respirei fundo...estava com um olhar aflito,desesperado...Senhor sorriu,me olhando de um jeito debochado...me testando....então,disse :



- Por favor,Dono..( a essa altura quase chorando )...



Senhor fez sinal pra respirar fundo e dizer calmamente,sem desespero e pressa..( fácil,não?..rs..debochado mesmo )....



Não podia desesperar,mas já estava desesperada...rss...nesse momento já estava confusa demais...então,num impulso,falei:



- Dono,por favor,permita-me servi-lo de mesinha !



Bonitinho...Senhor adorou,mas ainda sentiu um fio de "controle"...ah....queria provocar mais desespero..agora estava na hora de ver mesmo até onde seu bichinho era capaz de ir..



E com deboche,respondeu :



- Hum,não...acho que vc não está com tanta vontade,melhor ficar quietinha,descansando...



Poxa,que deboche heim....que descansando.....necessitava servi-lo...precisava daquilo....



Nessa altura já estava absolutamente confusa,sem controle,nervosa e excitada demais....respondi:



- Dono,por favor.. (ajoelhada)..imploro,dê permissão a esse bichinho idiota,que sá serve pra te agradar....permita-me servi-lo de mesinha,imploro....



Que aflição,que desespero,que tormento,que maldade !.



Senhor já estava desviando o olhar novamente,quando...



Desespero tomou conta,me cegando,me deixando totalmente nervosa e transtornada,disse :



-Dono,por favor,dê permissão a esse pobre bichinho,que está disposto a lhe agradar,imploro...já estava quase beijando o chão....totalmente sem rumo....chorei...implorei....no chão...pertinho de seus pés,mas sem permissão para tocá-los....chorei muito....implorei,entre choro e soluço.....Senhor resolveu atender o pedido de seu bichinho,com deboche,disse:



-Certo...venha...mas não quero ouvir um choro,um gemido,uma respiração,será que consegue inútil?...nossa !....maldade mesmo...já fui enxugando as lágrimas,respirando fundo,tentando controlar o nervosismo,a excitação...que mistura louca...precisava controlar tudo....tentando controlar,fui pra posição rapidamente ...



Senhor delirou de tesão,quando apoiou seus pés em seu bichinho,sentindo seu corpo tremendo,sua respiração ofegante,seu desespero,sua vontade absurda de tentar controlar,o que a essa altura já estava totalmente,absolutamente sem controle....rs !..mas gostou,sentiu a vontade,a submissão de seu bichinho naquele momento....encolhida,tentando não mexer...( rss.)....totalmente excitada,nervosa,transtornada..



Senhor riu e continuou de onde havia parado,totalmente concentrado no trabalho... ( não sei como conseguia....)..vai ver é por esse e outros motivos que é Dono..rss..tem o controle nas mãos.... ( ai ai ai )...







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Peguei minha tia veridicoCasada viajando contosporno quando o home empura o cacete no egua ela gozavidios mulheres pelada mais o amigo e diz a ele pra bater ponheta na boca dela e derama galaminha iniciacao gay sendo a mulherzinha do negao contos pornoo homem abre a periquita da mulher e chupa e coloca um botijão dentro da vajinhaconto casada na academiacontos eróticos enrabei minha irmã nun dia de frioContos eróticos teens tomando banho com meu irmãocontos eróticos de bebados e drogados gaysconto erotico afeminado esposa dedos no cu consolocontos do seu jorge pegando uma casadinhaconto na festa aqui em casa meu primo comeu minha maeDesvirginando a subrinha de 18 anoscontos de cú por dinheirocontos encostei no onibusBucetaamostra no onibus contos eroticoscontos eroticos minha prima esculturalcontos de coroa com novinhocontos trai meu marido com um cara do pau grandehetero batendo punheta conto gaymeu amigo cumeu minha mae e minha irma.historias eroticasmulherdechortinhocurtofotos da minha mulher gulosaxvidio minha irmã sozinhocontos erotoco menininha na trilhacomer minha tia gostosa meu melhor presente contoscontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoxoxota toda ardida com a madeira dentroContos punheta no garoto constrangidocontos eroticos com vovoquero ser arronbada por outro cassete contoconto.erotico.chamando.mulher.crenti.pra.fuderContos eroticos-lesbica enfiado virgemmeu tio e o taxista comeram minha mulhercontos eroticos, dei a buceta pro traficantefoda selvagem com a insaciável - contosContos her¨¦ticos incesto comi minha m0Š0e contos eroticos noite do pijamacontos de coroa com novinhoesposa viadinho hormonios conto eroticoconto pegei meu marido comendo cu do meu sobrinhocontos erotivos aconteceu em monteverdeComendo cu de mulher dormindo conto eroticofilme porno tia gostosa faz uma viajem dormi com saudade do sobrinho da cuconto erotico meu professor me encoxou para senti seu pauCONTO FODIDA E SURRADA PELO PIRRALHOcontos eroticos de ex maridoContos com calça plásticaSou casada Minhas filhas me viram sendo fodida contoViagem a trabalho contoscontos erotico ele quis ser corno e eu providencieicontos eroticos meu sobrinho vei morar e casa do interior pra fazer facudadecontos eróticos comi minha sogra num domingocontos eroticos o estuprador me fudeu covardimentecontos eroticos esposa swingestoria de cantos erotico minha tia sentou no meu colo e comi elaver uma mulhervelha arreganhando a priquita com os dedoscontos eróticospapai e filhinhadormi bebado perdi as pregasmeu pai me fudeo gostoso contos eroticoscontos de swing na praia sou hetero mas n resisti e chupei a rola gostosa contos eroticostravesti vizinha surpresa contos eróticoscontos sentando no colo novelaminha irma casada conto eroticoContos de enteada rabuda e provocanteConto erótico sexo com chefe forçadaContos sou casada com um travecocontos eróticos sou hetero mas deununca falei eu falei contos eróticosmeu amigo falou que quer comerminha esposamulheres peladas encostada no pe de cocovideo come meu cu e me batepor favorchortinho q deixa as magrasgostosasContos comi a racha da minha maecontos eroticos coroa forrócontos eróticos amadores com fotos de casais realizando fantasias de Megane masculino