Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NOIVA SAFADA

Click to Download this video!

A minha noiva.

Estou noivo da Drica há 3 anos, uma mulher espetacular, loira, 175 cms, curvuda e malhada. Ela é o que chamam de “cavala”. Ela tem uma marca de bikini que parece tatooada, branquinha cercada pela pele bronzeada e uma camada de penugens douradas.

Destacaria a boca carnuda dela, os seios grandes com mamilos rosados e claro, uma bunda de 110 cms, duríssima. Porque estou contando isso? Pela simples razão de eu ter que aceitar que ela é safada.

Tudo começou há uns meses, quando estávamos transando. Numa tarde de verão, depois da praia e ela estava especialmente tesuda. Trepando de frente para ela, ela me olha nos olhos e diz: Quero fuder com outro macho ! Fingi que não ouvi e continuei a estocar, e ai ela repetiu: Amor, quero fuder com outro macho, na sua frente! Para não perder o pique, eu apenas disse: Ta legal. Mas a semente tava lançada e fiquei imaginando a minha linda noiva trepando com outro e eu assistindo, gozei na hora. Ela percebeu e deu uma rizada.

Ela disse: Não aguentou né safado, imaginando a sua noivinha se entregando para outro macho na sua frente. Esporrou logo...que patético. Ela levantou, passou um lenço na xoxota esporrada, colocou um vestido e disse que voltaria já. Eu virei para o lado e adormeci, cansado da trepada e da praia. Acordei com a porta do apartamento abrindo. Era a Drica que voltara. E ela não estava sozinha!

Ela estava com um rapaz de uns 20 anos, mulato, malhado e antes de poder protestar, ela me deu um olhar do tipo; Não fala nada! Ela apresentou o rapaz; João. Sá ai, me dei conta de que eu estava nu ainda e bem, nada mais importava porque a Drica começou a beijar o João passionalmente, trocavam línguas e saliva, num beijo molhado que parecia não terminar. A Drica deixou o vestido cair e o rapaz caiu de boca nos peitos dela, chupando os mamilos duros, isso enquanto a Drica tirava o calção do rapaz. Quando o calção caiu, ela imediatamente agarrou o pau semi ereto e deu uma rizadinha, mais de nervoso do que outra coisa. O pau era muito grande. Ela então se afastou das chupadas nos peitos e caiu de boca naquela piroca enorme. Depois de um tempo ela parou e me olhou firme: Nossa, era tudo que eu queria. Gosta de me ver assim? seu puto! Voltou a chupar, sem se preocupar com a resposta. O João a afastou e a colocou no sofá, abriu as pernas dela e começou a chupar lhe a boceta carnuda. Foi ai que ela teve o primeiro orgasmo, quando gozou, o João se levantou e enfiou a pica nela.

Eu sabia que apartir daquele momento ela jamais seria a mesma. Quando o João terminou de colocar tudo ela gozou denovo. Ele então começou de forma lenta, saboreando a minha noiva, a potranca! Ele então deitou sobre ela e começaram a se beijar pra valer e eu pude ver a pica do rapaz entrando e saindo da xoxota alagada da minha noiva. Meu pau tava duríssimo e o ciúmes tinha dado espaço á um tesão enorme. Não pude deixar de reparar que o casal que estava trepando ali na minha frente era muito bonito. E não paravam de se beijar, A Drica estava totalmente entregue ao tesão e quis experimentar o rapaz de todas as formas. –Me fode de quatro disse ela. Mudaram de posição e com a Drica de quatro, o João a comia com gosto, dava tapas na bunda dela e ela gemia e gritava de tesão. Ai fiquei preocupado, o João passava o polegar no anus da minha noiva e era claro que ele não ficaria sá com a xoxota dela. Surpresa maior foi a Drica pedir para o rapaz: -Gatinho, come meu cu! Totalmente lubrificado com as secreções da boceta da minha noiva, o João, olhando para mim, começou a enfiar aquela pica imensa no rabo da minha noiva. Ela soltou um grito de prazer e dor e começou a rebolar na pica que invadia as entranhas dela. Morri de ciúmes!

O João estocava lentamente para ela se acostumar e pouco depois ela gozava na pica dele, pelo cuzinho praticamente virgem. O João voltou a comer a xoxota deliciosa da minha noiva e pouco depois despejou uma torrente de porra dentro dela. Ela não se fez de rogada, virou e limpou o pau do amante com a boca e a língua. Cambaleante foi para a geladeira pegar água. Ela então desfilava pelada pelo apartamento, com porra escorrendo pela pernas.

Pediu para o rapaz ir embora, não sem antes de dar o numero de telefone! O João foi embora e a Drica deitou do meu lado na cama. –Gostou corno? Dei tão gostoso para o rapaz. Tu viu o tamanho da pica dele? Era tortura pura, meu pau tava duríssimo e ela falava do cara que tinha acabado de arrombar ela. Ela então se ajeitou por cima da minha boca e com os dedos abriu a xoxota. –Lambe tudo seu corno, me deixa limpinha. Ela se virou e esfregava a boceta encharcada na minha boca enquanto chupava meu pau. Eu a limpava e logo logo acabei esporrando na boca dela. Ela esperou ainda umas lambidinhas e novamente deitou ao meu lado, me mandou abrir a boca, me beijou e inundou a minha boca com a minha porra. –Engole corno. Disse ela e se levantou, foi para a cozinha pegar mais água e ao voltar pegou o papel com o telefone do rapaz. –Durante a semana vou ligar para ele vir aqui me fuder a tarde toda. Assim quando você voltar do trabalho, a sua noivinha arrombada vai estar te esperando, cheia de porra de outro macho. Sei que você vai adorar!

-Descansa um pouco ai, porque daqui há uma hora, vou descer e arrumar outro macho para me fuder, na sua frente.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos relatados por mulheres que foram abusada e acabaram gozandocontos vi minha irma com pausudoContos eroticos de travesti com mendigocontos eroticos tomei uma surra de rolasquero o pauzão dele no meu cu amor agora fica olhando contosContos dei para meu filho roludoesposa contando para o marido que ele é corno e que seu amante vai fuder ela na frente do corno e ainda chama uma namorada travesti para fuder com ela e depois vai transformar o corno no maior viadoContos eróticos castiguei eleconto erotico comendo esposa e sogragay seduzindo hetero abaixando preso da casa so pra transarfodida na escola contosconto erotico deidinheiro a minha maecontos eróticos leite incestovedio de puliciais revistando os bonitois e chupando o pau deliscontos gay com moto táxicontos eróticos Nilza A esposa do meu amigo Contos erroticos de prinos e prinas sexoconto erotico incesto sonifero filhabofe escandalo na punhetacontos pai ea mamae chuparao minha xoxotasogro engoxada no honibus condos erotigosFotos sexoespiando mamae brazil gratiscontos eroticos esposinha e o velhaoContos erotico como minha cuinhada mais velha de 45anos.cache:d8S3mF85a4oJ:tennis-zelenograd.ru/conto-categoria_4_11_incesto.html Conto erotico aos 60 anoa dei a buceta para o garotoConto erotico namoradinha do amigo na praiaContos minha doce sobrinha melO amigo dele me comeu contosassustei com apica do meu melhor amigo contosvagina que contrai o penisA mulher do meu amigo gemeu baixinho na minha vara pra ele não ouvirdado pro tio na fazenda, conto gayconto erotico transformacao travesticontos eroticos troca de casais entre cunhadoscontos eróticos chupei a bocetinha da menininha vendedora de docescontos eróticos comendo grama grávidagay seduz senta no peniz amigo hetero carente videos porno contos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos fudendo garotos hetesexualconto erotico ferias na praiadando o cu no metro contos eroticoscontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosvideornposscontos eróticos uma travesti chupou miha bucetona greluda no banheiro femininoos terriveis amarrada no pornocontos eroticos cu da enteadaContos eroticos de casadas safadas que traicontos eroticos a bunda do meu irmão caçula é uma tentaçãoSou novinha e putinha boqueteirá do papai contoseroticoseu liberei minha esposaContos eroticos minha esposa do rabaoFoderam gente contos tennscontos eroticos de submissaominha sogra e meu sogro me convidou pra sexo a tres verídico contobucetas insasiaveis em contoConto de putinha que adora ser cadela de muitos machosGay passiva com dois negoes contoshomem gritado de dor porno abertando suas bolascontos eroticos metende devagar na buceta chupando os seios mordendo os bicis cavalgando gememdoO que e penis semiturgidogritando e pedindo pra nao botar pois doi pra nao perde o cabacodepilada entrei nua no quarto contoscontos linguada homemcontos eroticos de fudendo com o pai depois de apanharcontos eróticos da viuvinha peludae menininhascontos eroticos dtoda raspada na praia de nudismo contoscontosvoyeursou cadela pratico zoofiliacontos de mulheres casadas com travesti na camaconto erotico sequestrodei a bunda para o torcedor contoscontos minha irma me chupou dormindocontos gay meninoswww.contopadrinho.comcontos de putaria em familiaconto gay sexo pirocudo enche cu de porracontos eroticos na viagem comi sogra e mulher no carrofio mando minha tia gostosa de beibidocontos eroticos corno gaycontos servente de pedreirocontos real consegui pegar a namorada do meu irmaocontos bolinadas no parquecontoseróticos loira na Áfricaconto amasso proibidocontos eroticos um casal de amigos nos convidou pra uma janta