Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESTUPRANDO A EMPREGADA...

Click to this video!

Vou me chamar pelo meu sobrenome para não dar bandeira, mas quando tinha uns 19 anos, começou a trabalhar na minha casa uma empregada, que tinha uma carinha muito safada. Era casada, tinha uns 25 anos, mulata, e um corpo bem delineado. Ela, mesmo casada, gostava de andar com, ora um xortinho apertadinho, ora uma minissaia bem curta. Quando ia no meu quarto (eu acordava tarde, umas dez da manhã) ela parece que de propásito, se abaixava bem para mostrar a calcinha atoladinha ou o xortinho bem entalado na bunda. Certo dia, sumiu 19 reais na minha carteira. Outro dia 19 reais. Fiquei indignado, pois minha família na ia me roubar, sá poderia ser aquela cadela, pois ela tinha livre acesso a meu quarto. Fiquei mais esperto. No dia seguinte acordei mais cedo e aguardei ela entrar no quarto. Tinha deixado uma nota de 19 reais bem a vista no lado da minha cama. Quando ela entrou, viu a nota e pé ante pé ela veio em direção a onde estava o dinheiro. Abaixou-se, foi pegar a nota e segurei-a pelas mãos. "- Vagabunda, te peguei, sabia que era tú sua vadia, não tem vergonha, casada com filho pequeno e roubando teus patrões... Agora vais ter que responder na polícia!" - disse para ela. Ela, pega de surpresa, me implorou que por favor eu não fizesse isso, pois ela precisava do emprego e não fosse a polícia, pois o marido dela era muito violento e bateria muito nela, talvez até matasse... que eu fizesse o que quizesse com ela, poderia bater nela, humilhá-la, até quem sabe ela "daria" o que eu quizesse...

Bem até que ela era bem gostosa, casada, aumentava a minha tesão... Mas neguei, disse que não, agora ela ia pagar. Ela se atirou no chão, desesperada e me disse: "- pode me comer, agora!" Tirou a roupa e abriu as pernas e se ofereceu toda para mim... Neste momento, disse para ela, vai tomar um banho, que vou pensar. Vai para teu quarto e me espera lá.

Dei um tempo, me certifiquei que minha mãe sá voltaria a tarde para casa e fui até o quarto dela... Ela estava com a minissaia, aquela bem curtinha, sá com um bustiezinho, cubrindo seus seios, aparecendo a barriguinha, num cantinho do quarto com um olhar de o que vais fazer comigo... mandei ela se levantar e apoiar-se na cama, curvando-se, mostrando seu traseiro para mim. Levantei sua minissaia e apliquei-lhe varias palmadas nas nádegas. Quando ela começou a chorar, aumentei o ritmo, deixando bastante vermelhas, suas nádegas... "- Vai me roubar de novo cadela?" - gritava eu "- Puta, vagabunda, teu marido te bate assim sua chinelona?" Bati nela bastante até ela gritar bastante...

Baixei suas calcinhas, empurrei-a na cama e falei: "- Agora vou enterrar minha pica no teu cú, sua puta..." Ela se desesperou, dizendo que não, no rabo não, pois nem o marido que era bem maluco e violento não tinha comido sua bunda ainda... Batí mais um pouco naquela bunda gostosa, e a cada palmada, sacudia bem aquelas nádegas, de um lado para outro. Levantei bem aquela bunda, abri suas nádegas e quando aquele ânus se abriu para mim, enfiei meu pau de uma vez sá, direto, bem no fundo até tocar minhas bolas naquelas nádegas... Comecei a movimentar meu pau para cima e para baixo... Ela gritava de dor e eu ia enfiando... "- Toma vaca, isso é para tí aprender a não me roubar..." Rasquei seu bustiezinho e segurei suas tetas, e que tetas, enormes, maiores que aparentavam dentro das camisetas que usava... Quando ela quase desmaiou de tanta dor, eu gozei... Botei neu pau na boca dela e fiz ela engolir tudo, gota a gota... Caiu um pouco na cama dela e fiz ela lamber o restante. Terminado a sessão, disse para ela tomar banho e se ela contasse para alguém, iria imediamente, na polícia dar queixa. Ela fez que sim com a cabeça e oi fazer o que mandei.

Foi a melhor foda da minha vida e qual não foi a minha surpresa, no dia seguinte, ela entrando no meu quarto, indo direto para minha carteira, com um sorrizinho sacana. Tive que novamente repetir a dose com a puta da minha empregada... Por fim, até hoje, ela ainda vai ver se tem alguma coisa na minha carteira, uns tempos atrás com uma vizinha dela junto que ela levou para ajudá-la lá em casa uns tempos...



FIM.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos decornos amigostranso com meu cachorro todos os diasprimeira mulher a fazer zoofilia.no cinemafraguei meu garotinho de seis anos mamando o pau do vizinho contos eróticos gayvidio negao fes travesti loirinha urra com baita pau ate o talo no cuzimwww XVídeo pornô o tio f****** a sobrinha foi bonita e de Menorcontos com fotos de zóofilia de casadas que curte sexo com animaiscavalo mangalar goza na boca da coroa resen separadatravesti sadomasoquista na regiaorelatos de comadre dando a buceta pro compAdreMae do amigo no msn conto eroticomete tudopapai contosprimeira vez com meu vizinhosou casada gozei no pau do meu cunhado contodPorno cu pertAdo pagui umRelato minha mulher no shopping sem calcinhaenfiando as havaianas na boca contos eroticoseu pratico incesto e zoofilia desde pequenaminha sogra pediu pra ver meu pintosequestro e muitas lambidas no grelocontos eroticos abri uma cratera no cu da filha da minha primacontos eróticos enormes nadegascontos eróticos comi minha cunhada que tinha raiva de mepassou a pamadinha e epurrou no cu da esposaColégio.IncestocontoSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininoconto seduzindo meucontos gozando primeira vez orgasmo 19 anosContos eroticos exibindo para o vizinhosexo gostoso contosno parquinho contosconto agarrada no onibuscontos eroticos negao no cinema corno lambe porracontos dexei minha mulhe tomando no cu na minha frenteArrombaram minha mulherComi+o+cu+da+mia+professoraconto+eroticocontos eroticos cdmulher depravadacoroa da buceta griluda espirando poro logeConto erotico comendo gordinha durante colheita do cafécontos eroticos o dia que comi a novinha gordinhacontos verídicos com garotas teenscontos provocandocontos eróticos vovó safadaContos de zoofilia de homem a fuder femiabudendo.cadela.no.ciu.vira.latacontos eroticos surpreendeu a esposaso putao dando o cu e gozando e gritandoconto corno sondei ela tava debaixo deletitio me fez gozar com shortchupando uma bct de novinhas dormindo indefesasbundinha com calcinha sensual da virgemcontoseroticos as 2 filhas daminha visinha vierao brincar com minha filhinha wuen brincou foi euconto transando com ladraogozoucomconto erotico fraldario do mercadoconto minha enteada dormiu com a bunha pra cimapai quero atencao contos eroticosconto safadoestuprada na frente do marido por 6 homes conto eroticocontos eróticos primeira vez q peguei na buceta da minha namorada mulher ensabuando a buceta grande.Contos nao sabia bate punheta amiga de mamae me explicouFinquei o pau no cu da manacontos eroticos garotao passando bozeador na minha esposaContos erticos trouserao meu marido bebado pra casacontos eroticos flaguei minha mae dando também quis cumer sua bundacontos eróticos vi meu vizinho transandocontos eroticos perdendo avirgindade encesto compadrehomens lanbendo o xinou da mulher na cama fotosMeu marido deu carona para um estranho e me insunuei pra elebelas picas brancas rosinha gozando gaysconto estrangeiro picudocunhado fagendo sexo com cunhada noivinha gostosamulher sentada e retando calcinha para homen ver sua bucetacontos inocênciaeu meu caseiro e minha filha e suas amigas contosdescobrindo que o primo gosta de rolaContos porno fui sodomizada por castigocontos eroticos maduras bundao cuzaodando bobeira de baby doll em dentro de casacontos erotucos escritos lesbicos transei com uma nerdcontus estupro gostosa lindavelha cavala virando olhocomo enraba uma colega. de trabalhocontos eroticos chantagiando a prima da mulhercontos eróticos do amigo do meu pai me agarrou na cozinhacontos eroticos embriaguei meu marido e dei o cuzinho do lado delebuceta bem regacada peluda perna aberta na camadelirei com a pica entrando no meu cuzinho