Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DESVENTURAS ADOLESCENTES - O QUASE-ESTUPRO

Click to Download this video!

Olá, esse é o terceiro relato que eu fiquei sabendo que aconteceu com um amigo de um grande amigo meu: o Ricardinho. Ric, como já o descrevi, era tímido, sem amigos, mas descobriu seu lugar na internet. Lá conheceu alguns homens e acabou caindo em uma “meia” cilada contada em “O titio da Internet”. Foi quando descobriu que dar era muito bom. Então, em poucos meses, se transformou, perdendo um pouco da timidez e se tornando mais amigos dos garotos. Acabou entrando em um grupinho, onde ele se juntou a outros três amigos que o aceitaram: Davi, Lucas e Alessandro (Ale).



Os três já eram grandes amigos há mais de cinco anos, e Ricardinho era o intruso aceito pelos outros. Os garotos estudavam na mesma escola tradicional que Ric em BH e moravam há alguns poucos quarteirões de distancia no mesmo bairro. Davi era o mais velho, já cursava o terceiro ano, já devia ter uns 1,80m e como todo líder era o mais forte, devido anos de natação e musculação. Davi era o que mais tinha ciúmes da entrada do novo integrante, pois percebera que perdera a atenção dos outros dois.



Lucas e Ale eram do segundo ano, tinham 19 e 19 anos, eram mais magrinhos que Davi. Lucas era o queridinho das meninas, sempre o palhaço e Ale era o feinho do grupo era menos feio que Davi, mas era magrelo e desconjuntado. Os dois gostavam de Ric, mas eram leais ao “líder” e eram mais um cobainha dele.



Os quatro iam ao clube, quase todo fim de semana. No clube, como todos os tradicionais, era proibido nadar de bermudas longas. Davi era o único dos quatro que ia de sunga, pois já era acostumado, mas os outros três não dispensavam o shortinho curto. Ricardo era sempre o mais desanimado, preferia ficar nas cadeiras, lendo ou apenas observando. Foi nessas observações que Ricardinho sacou e muito seu “líder” Davi, que estava no auge dos seus 19 anos e apresentava seu corpinho juvenil e estufadinho.



Que Davi era forte e bronco, todos sabiam, mas ele era inteligente e sabia o que os outros pensavam. Então, ele percebe os olhares de Ricardinho para ele e para os outros homens de sunga no clube. Depois do titio, Ricardo não tinha mesmo tanto pudores a olhar para os machos e o corpo de Davi era uma delicia e difícil de não olhar.



Dias depois, Davi aparece de surpresa na casa de Ricardo sozinho, que fica intrigado. Os dois vão para o quarto. Chegando lá, Davi nem espera Ric fechar a porta e encoxa-o contra a parede. Dizendo:



“Eu sei que você gosta de uma naba, sua frutinha”



Ricardo, não sabe o que fazer e apenas pede para soltá-lo. Davi solta e fala sorrindo que era apenas brincadeira. Percebe também que Ric não fazia nem uma força para ser solto. Mas deixa passar. Os dois entram na internet e brincam no PC, e algumas horas depois, Davi vai embora, combinando de estudarem até mais tarde no colégio na práxima terça, os dois e Lucas. Ric não vê problemas e aceita.



O colégio dos três era muito grande, havia campo de futebol, áreas de convivência, bibliotecas, etc. As áreas de convivência eram os locais preferidos de estudar, pois lá poderiam estudar e conversar ao mesmo tempo, e estavam quase sempre vazias. Estudando, Ric percebe que sempre recebe uns chutinhos na perna por de baixo da mesa, sá podia ser Davi brincando com ele. Então uma hora, Davi põe a mão sobre a coxa de Ric, que toma um susto, mas deixa passar e finge que nada aconteceu. Já era 17h, o colégio fechava às 19h, Davi então, chama os amigos para irem ao banheiro da quadra, que era mais vazio. Os três seguem em direção ao vestiário.



Chegando lá, Davi mija no mictário e Lucas em um sanitário da cabine. Ricardinho, mais espertinho, usa o mictário ao lado de Davi, que já não mijava mais e apenas segurava uma vara dura na mão, enquanto olhava para ele com um olhar de safado.



Então, Lucas chega por trás de Ricardinho e o encoxa segurando-o pela cintura. Ricardinho então suspira e deita a cabeça sobre os ombros de Lucas e pergunta o que estava havendo. Davi começa a explicar e diz que na verdade desconfiavam que ele era um viadinho e estavam tramando comê-lo ou então espalhariam tudo.



Davi ainda explica que o negocio deles era apenas safadeza e gostavam mesmo era de mulher. Ric não esta nem aí, mas quer ir embora, sabia que Davi era malicioso e não queria ficar ali. Lucas então o segura fortemente e diz que não adianta tentar sair que vão contar para todos sobre sua preferência em mamar rolas.



Ricardinho ficou acuado, queria chupar a vara de Davi que ainda estava pra fora da cueca. Mas fazia que não queria, mas estava louco pra dar. Lucas então segurou seus braços por trás de suas costas e o fez ajoelhar no chão sujo do vestiário. Davi se aproximou, segurou o rosto de Ric com firmeza e colocou sua geba na boca da bichinha.



O líder não aguentava e dizia para Ric continuar chupando como um picolé. Ricardinho adorava e dava umas mordidinhas na cabeça do pau do Davi, fazendo-o revirar os olhos. Lucas então larga Ricardinho, que não tenta fugir. Vai até sua mochila e pega uma cenoura envolvida com uma camisinha. Ao ver a cenoura, Ric larga o pau de Davi, que o segura com muita força sem o deixar escapar. Davi manda Lucas para lhe passar a cenoura, pois ele que iria foder o cu do viadinho.



Lucas então senta no banco do vestiário e prende a cabeça de Ricardinho, que estava de joelhos no chão, entre suas coxas e segura os seus braços atrás das de suas costas. Davi abaixa a calça de Ric, e tentava sair de qualquer jeito, mas quanto mais se mexia mais doía seu pescoço pois Lucas o prendia com muita força.



O líder então pega a cenoura e de uma sá vez, enfia até o talo, fazendo Ricardinho gemer forte, era uma cenoura não muito grossa, mas tinha uns 25 cm e era muito dura, por isso entrava no cu de Ric como uma rocha, laceando todo seu buraco.



Davi morre de tesão e começa a se masturbar e a bombar a cenoura. Ric continuar tentando se livrar mais os meninos são brutos e ele não consegue se livrar. O líder então, qndo esta quase gozando, deixa a cenoura atolada no rabo de Ricardo e manda soltá-lo. Pega o garoto e força-o a chupar seu caralho arregalado ali ajoelhado no chão. O tesão era tanto que Davi esporrou toda a boca de Ric em menos de 30 segundos.



Ainda com a cenoura atolada no botão, Ric goza ao simples encostar no seu pau. Lambuzando toda sua mão. Davi diz que sabia que o viadinho estava adorando a cenourada e que queria mais rola, e fala pra Lucas fude-lo. Mas para sorte de Ric que já estava sem tesão, e sem a cenoura no cu, o rapazinho não queria, pois quando os outros dois viram, ele também já estava com a cueca toda melada de porra. Os rapazes se limparam rapidamente e voltaram para a mesa de estudos.



Foram mais uns 30 minutos de silêncio até Ricardo decidir ir embora. Depois desse dia o grupo ficou algumas semanas sem se encontrar. Primeiro Ricardinho procurava os meninos, que lhe ignoravam. Depois os garotos o procuravam, mas Ric já não queria mais ver Davi, pois certamente tramava outra brincadeira.



Algum tempo depois, Lucas e Ricardinho se acertaram, passando a reviver os momentos de amizades, que podem até render mais um conto...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contoseroticos.com.br/home.php?pag=3quando ela percebe que eu quero dar o cu pra ela xxxler contos pornô de i****** pistola gostosa do meu filhoconto erotico de casada com bunda grande com o vôvôconto erotico mae zangadaconto erotico esposa olhava por marido e gemia com cara safadacontos eróticos mulheres sequestradasempurando devaga no cu 30ccontos eróticos gozando pelo cucontos eróticos de un gordo virgemcontos comedo gay e heterocontos relatos de mulher que transou com genro e nao parou maisconto erótico com pai no carroArombaram meu cu na cabine eroticaconto erotico de gravida com consolomarido menage experiencias swxuais veridicascontos estuprada por um estranhowww.espiando minha filha dormindo de camisola contocontos eroticos gay virei mulher hormônioscontos erticos do irmao com tesao por que a irma sentou no colo delehistoria erotica meu marido.cm meu sogro e dei.cuconto erotico fui obrigada a dar a bucetasafadinha de nicrosaiacontos eroticos de fui fudido junto com minha mulhercontos eróticos viajando com mamaesou um viadinho submisso de minha mãe contosvideo porno chegou no quarto e comeu a teia com os olhos vendadapapai foi viztar filhinha que estava dormindo e acabou comendo o cuzinho delaquero ler conto erótico sogro f****** com a noraO amante de minha mulher e um garoto dotado contosConto enteada nao aguentou tudoconto erotico emprestando a noivaporno doido mulher durmindo com abumdas pra foracomprei a Cristina da mãe bêbada contos eróticosaproveitando da cunhadinha bebezinha nos contos eróticostransei gostoso com minha aVò insertosnovinha deu o cu em casa q ficou esfolado contosno colinho do vovô contos eroticoscontos mem tinha peitinho dava cusinhocomtos bdsm de empregadaconto erotico familia praia nudismo sobrinha dormindo chãocontos erotecos de esposa de espartilho no metroconto erotico arrastaram minha namorada na festachantageei minha mae contos eroticosComo fazer um cabacinho liberar(conto gay teen)Estuprado na frente do filho conto eroticoveati roupa de menina e dei para um coroa contoscontos eroticos mendiga negracontos eroticos fui castigadacontos homens que usam calcinhacontos eroticos gays tenho seios de meninascontos cadado da cu pro gerente em aposta entre homensSou casada Minhas filhas me viram sendo fodida contoCasada viajando contosfazendo gozar mulher casada darlene contosArrombei a tia relatocontos de mulher transando com negão p******contos meu filho adora minha bundazoio filme antigo erótico animalescocontoseroticosdegayscontos eroticos sobrinhocontos eróticos escutando minha esposa com dois dotadosContos eróticos fui estuprada no salão de belezahistoria e contos lesbica primeira vez com minha babaeu tenho 22 anos de idade minha tia linda e gostosa ela e separada do seu ex marido minha tia ela me convidou pra eu ir viajar sozinho com ela pro litoral no final de semana eu e minha tia fomos sozinhos no seu carro pro litoral eu e minha tia fomos pra um hotel minha tia disse pra mim meu sobrinho vamos pra praia eu disse pra ela vamos tia pra praia minha tia foi pro banheiro ela saiu do banheiro com um biquíni fio dental eu disse pra ela tia você e linda de biquíni eu fui com ela pra praia minha tia disse pra mim pra eu passar bronzeado nela eu comecei a pensar bronzeado nela eu e minha tia fomos embora da praia pro hotel minha tia disse pra mim pra eu ir tomar meu banho primeiro no banheiro eu fui pro banheiro toma meu banho eu sair do banheiro minha tia foi pro banheiro toma seu banho eu fiquei deitado na cama minha tia ela saiu do banheiro enrolada numa toalha minha tia tirou sua toalha na minha frente ela ficou nua ela deitou na cama ela me deu um beijo na minha boca ela disse pra mim meu sobrinho fode minha buceta eu chupei seu peito eu disse pra ela tia sua buceta raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta ela gozo na minha boca ela pegou no meu pau ela disse pra mim sobrinho você tem um pauzao ela chupou meu pau eu comecei a fuder sua buceta ela gemia no meu pau eu fundendo sua buceta ela gozo ela disse pra mim meu sobrinho fode meu cu conto eróticocontos eroticos papai pipiconto erotico velho barbudo gozando em videocontos eróticos da quarta-feira de Cinzasnunca tinha olhado minha amiga como mulher ate o dia que fomos pra praia ela pediu pra passar bronzeador contos eroticosmaridinho chupou minha bucetaconto erotico soniferocontos eroticos mamae cuzudaConto doente mental gozeiviciadinha em dar o cu contostroca x troca feito com amigo e dando o cu contosdois primoscomtos eroticos pai tira o cabacim emgravida a meninaGarotinho lisinho e comido pelo amiguinhoconto erotico minha prina rafaelaTennis zelenograd contoconto erotico castigando o cuminha tia casada matutinha contos