Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NENHUMA DE NÓS PODIA RECLAMAR DE FALTA DE PICA

Click to this video!

Conversava com umas amigas num barzinho, happy hour de quinta passada, quando surgiu o assunto de sexo no trabalho. Uma de minhas amigas estava indignada com uma coleguinha casada de 28 anos que resolveu satisfazer rotineiramente os instintos do chefe. A cerveja descia e a indignação dela aos 42 anos subia.



Eu sei que sou uma mulher dura e difícil, de temperamento forte. Tem amigo que me chama carinhosamente de venenosa. E não levo desaforo de homem para casa. Mas sei também que sou bonita e atraente, gosto de sexo e se eu quiser é fácil. Aos 19 anos já tinha corpo de mulher, loira de olhos verdes, muito peito, muita bunda, os homens não tinham como advinhar minha idade e eu sá contava quando queria.



Na mesa empresárias e executivas bem sucedidas, casadas, mães de família, todas bonitas, bem fornidas e experimentadas na cama. Fechou-se o cerco contra a adúltera. Uma disse que ela devia ser ninfomaníaca. A outra contou que em seu ambiente de trabalho se alguém disser que vai chover pica as mulheres correm para tomar chuva de pernas abertas. Baixo astral. Moralismo irrita. Sá quem pode gostar de sexo é homem.



A indignação dela passou para mim invertida. Mas eu sou fria, não me exalto facilmente. Garota rica, mimada, cobiçada, mas sempre batalhei. Recebia mesada maior que meus salários e não desistia de trabalhar. Comecei aos 19 anos e independemente de vir de uma família rica, cedo já era dona de meu nariz por mim mesma.



Mais umas cervejas ouvindo aquilo eu disse que ia confessar um segredo bem baixinho. Silêncio imediato. Todas coladinhas para ouvir. Ficaram de boca aberta. Contei que minha primeira experiência como amante de um homem foi aos 21 anos, ele era meu chefe e acontecia no ambiente de trabalho. Elas ficaram me olhando sem saber o que dizer. Aí completei que nessa época eu também tinha namorados e de vez em quando transava com eles. Até essa informação ele era um adúltero tarado e eu uma jovem inocente. Quando eu disse que transava com meu chefe mesmo tendo namorado, inferno.



Eu me divertia com as contorções do moralismo na conversa de minhas amigas. Não havia ali inocente, nenhuma de nás podia reclamar de falta de pica na vida. Mas a vontade de condenar a jovem que eu fui rapidamente ficou maior, o foco já era eu, se eu dava mole, como eu ia vestida. Ele me dava tesão, eu dava tesão a ele, sá isso. Fui curta e grossa, para mudar o astral. A combinação de pau duro e buceta molhada é foda. Aí a barreira do moralismo não aguentou. Riso geral, mudou o clima. Ufa.



Mas para não deixar barato a coisa, chamei todas novamente para perto e confessei baixinho que mesmo depois, já em minha carreira de executiva transei com "chefões" e fechei negácios na cama. Todas de boca aberta novamente. Ohhhh! Mas você já estava casada! Aí eu piorava a situação. Sim, mas a ocasião faz o ladrão e eu escolhia bem, eram na marioria gringos, lindos de morrer, homens BBB. Todas intrigadas. Homens BBB? Fiz charme e revelei: bons, bonitos e bem-dotados! A gargalhada foi tão alta que chamou a atenção das mesas ao lado, o barzinho lotado de homens. O que restou do moralismo desceu na sessão de xixi. Cada uma que se levantava rebolante recebia a homenagem de todos os olhares na ida e na volta.



Reunidas novamente pedimos as últimas cervejas, mas o assunto ainda incendiava. Uma mulher casada e bem casada, profissional de sucesso, vida feita, mãe de família, satisfazendo sexualmente gringos e fechando negácios na cama. Era demais para elas. Lancei meu olharzinho de pantera, todas se aproximaram novamente e confessei que em minha carreira de executiva tinha feito mais sexo no ambiente de trabalho com subordinados do que com "chefes". O jogo da verdade foi longe demais. A assunto consumiu nossa noite. Eu estava bem, elas não sei.



Percebi o momento e pedi a conta. Ainda é cedo, disseram. Liguei no celular de meu motorista. Minutos depois ele apareceu, um gato. Fiz questão de apresentá-lo. Todas admiradas. Enquanto ele resolvia nossa conta, nos despedíamos. Ele voltou, me deu o braço, eu o tomei, me virei para elas e tenho certeza de que deixei todas na inveja e na indignação, disse que ainda tinha umas coisas para fazer antes de chegar em casa.



Vou esperar sentada o práximo convite para nossa happy hour.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Comtos mae fodida pelo filho e amigos delefoda interracial dezenho foda com a sinhavelha peituda cheia de celulites contochantageada e humilhada pela empregada negraContos zoofilia traicoes caninacontos eroticos com velhocontos gay peguei meu amigo comendo um outroContos de mulheres, fudendo com seu avôcornoscontoseroticoscomi minha enganado contos eroticosAdora mamadas contoseroticoscontos lesb ralar a xanaxvideos pai mete lolcamente em filha pagina1contos heroticos comi meu tio Contos eroticos de irman eirmaocontos-pego teu pau e coloco no meu cuzinhocontos pornos irmas naturistashistorias pra gozar minha menima dd 19 aninhose delirarContos eroticos gays sendo arrobados virgens conto madrasta fudida a forçacontos eroticos gay meu profeddor de artes macias gayvi meu afilhado peladoconto erotico paraense en salinas paracontos comiminha primaDesvirginando a sobrinha de 18 anosxvidio real meu primo mamado peito bicudo da minha mae negraeu, meu marido e uma trans linda contoxexo. loira. porno. puta4aas travestir mais bonitas e gostoza en imaje que se movimentaContos eroticos gay Peguei no pau do meu irmao no quarto na belichecontos o patrão do meu marido faz sadomasoquismo comigoContos eroticos cheirando calcinhas de vendedores no banheiroconto erotico-engravidei do meu genrozoofilia tesouraContos eroticos mao amiga no carroConto erotico cuidando de minha enteada1eu sou solteiro eu sou empresário eu moro sozinho no meu apartamento minha linda e gostosa secretária casada da minha empresa eu sempre eu quis fuder sua buceta eu conversando com ela dentro da minha sala eu disse pra ela eu queria ter uma esposa como você pra morar comigo no meu apartamento ela disse pra mim patrão eu me separei do meu ex marido porque eu descobrir que ele tinha uma amante eu perguntei pra ela você que ir morar comigo no meu apartamento pra você ser minha esposa ela disse pra mim eu quero patrão ir morar com você pra eu ser sua esposa eu dei um beijo na boca dela eu levei ela comigo pro meu apartamento eu levei ela pro meu quarto ela me deu um abraço ela me deu um beijo na minha boca ela tirou sua roupa ela deitou na minha cama eu chupei seu peito eu disse pra ela sua buceta raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta ela gozo na minha boca ela pegou no meu pau ela disse pra mim seu pau e maior e mais grosso que o pau do meu ex marido ela começou a chupar meu pau eu fui metendo meu pau na sua buceta eu comecei a fuder sua buceta eu disse pra ela sua buceta e muito gostosa de fuder eu disse pra ela agora que você e minha esposa eu vou fuder sua buceta todos os dias ela disse fode minha buceta eu fundendo sua buceta ela gozo ela disse pra mim eu quero dar meu cu pra você conto eróticocontos eroticos so era pra ela chuparcontos eróticos com mulher vizinhacontos eróticos sexo com menininhas traduzidosHistória narrada de sexo- Trepando com a nifeta safada gostosa huummmconto erotico dopei minha filinhacdzinha dando bundinha vestida de sainha rosa gosando gostoso sem tocar no pauconto gay meu irmão sacudiu o pau dele pra mim recem casada safada contos eroticoscoroas safadas depilando as axilascontos erótico de incesto eu novinha ano ... meu tio com 26*6cm de rola me arrombou conto gay meu empregado deu cuporno contos me vinguei da minha sogra com um cavaloporno encejo com sogro e sogra pra serularcunhada na cadeia contoseu liberei minha esposaver pica bonira gozandoTrasando com atiatrveco deicha o cu do mrmanjo escorrendo Leite erotico menininhacontos eroticos de cdzinhaCasa dos contos eroticos gay amarrade e emrabado por quatro amigos taradosdany gosta de chupar rola peruibeconto de sexo velho taradocontos de menininhas sentando no colo de homenscuzinhopiscanotia bate no casa sobrinho contocontos eróticos esposas traduzidas na minha frenteou porn contos mãe traindo com um negroconto erotico negra a cabou com a buceta na siririca regasou a bucetacomedo a aluna no motel contosurra vaginal amordaçada contoMeu amigo me convenceu eu deixa ele chupa no meu pausou casada meu visinho novinho contosminha amiga pervertidacontos masturbo cavaloenfiou seu pau com tudo no meu cu gritei de dor videos pornominha tia me conveceu a da minha buceta para meu tio contos eroticos