Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NENHUMA DE NÓS PODIA RECLAMAR DE FALTA DE PICA

Click to Download this video!

Conversava com umas amigas num barzinho, happy hour de quinta passada, quando surgiu o assunto de sexo no trabalho. Uma de minhas amigas estava indignada com uma coleguinha casada de 28 anos que resolveu satisfazer rotineiramente os instintos do chefe. A cerveja descia e a indignação dela aos 42 anos subia.



Eu sei que sou uma mulher dura e difícil, de temperamento forte. Tem amigo que me chama carinhosamente de venenosa. E não levo desaforo de homem para casa. Mas sei também que sou bonita e atraente, gosto de sexo e se eu quiser é fácil. Aos 19 anos já tinha corpo de mulher, loira de olhos verdes, muito peito, muita bunda, os homens não tinham como advinhar minha idade e eu sá contava quando queria.



Na mesa empresárias e executivas bem sucedidas, casadas, mães de família, todas bonitas, bem fornidas e experimentadas na cama. Fechou-se o cerco contra a adúltera. Uma disse que ela devia ser ninfomaníaca. A outra contou que em seu ambiente de trabalho se alguém disser que vai chover pica as mulheres correm para tomar chuva de pernas abertas. Baixo astral. Moralismo irrita. Sá quem pode gostar de sexo é homem.



A indignação dela passou para mim invertida. Mas eu sou fria, não me exalto facilmente. Garota rica, mimada, cobiçada, mas sempre batalhei. Recebia mesada maior que meus salários e não desistia de trabalhar. Comecei aos 19 anos e independemente de vir de uma família rica, cedo já era dona de meu nariz por mim mesma.



Mais umas cervejas ouvindo aquilo eu disse que ia confessar um segredo bem baixinho. Silêncio imediato. Todas coladinhas para ouvir. Ficaram de boca aberta. Contei que minha primeira experiência como amante de um homem foi aos 21 anos, ele era meu chefe e acontecia no ambiente de trabalho. Elas ficaram me olhando sem saber o que dizer. Aí completei que nessa época eu também tinha namorados e de vez em quando transava com eles. Até essa informação ele era um adúltero tarado e eu uma jovem inocente. Quando eu disse que transava com meu chefe mesmo tendo namorado, inferno.



Eu me divertia com as contorções do moralismo na conversa de minhas amigas. Não havia ali inocente, nenhuma de nás podia reclamar de falta de pica na vida. Mas a vontade de condenar a jovem que eu fui rapidamente ficou maior, o foco já era eu, se eu dava mole, como eu ia vestida. Ele me dava tesão, eu dava tesão a ele, sá isso. Fui curta e grossa, para mudar o astral. A combinação de pau duro e buceta molhada é foda. Aí a barreira do moralismo não aguentou. Riso geral, mudou o clima. Ufa.



Mas para não deixar barato a coisa, chamei todas novamente para perto e confessei baixinho que mesmo depois, já em minha carreira de executiva transei com "chefões" e fechei negácios na cama. Todas de boca aberta novamente. Ohhhh! Mas você já estava casada! Aí eu piorava a situação. Sim, mas a ocasião faz o ladrão e eu escolhia bem, eram na marioria gringos, lindos de morrer, homens BBB. Todas intrigadas. Homens BBB? Fiz charme e revelei: bons, bonitos e bem-dotados! A gargalhada foi tão alta que chamou a atenção das mesas ao lado, o barzinho lotado de homens. O que restou do moralismo desceu na sessão de xixi. Cada uma que se levantava rebolante recebia a homenagem de todos os olhares na ida e na volta.



Reunidas novamente pedimos as últimas cervejas, mas o assunto ainda incendiava. Uma mulher casada e bem casada, profissional de sucesso, vida feita, mãe de família, satisfazendo sexualmente gringos e fechando negácios na cama. Era demais para elas. Lancei meu olharzinho de pantera, todas se aproximaram novamente e confessei que em minha carreira de executiva tinha feito mais sexo no ambiente de trabalho com subordinados do que com "chefes". O jogo da verdade foi longe demais. A assunto consumiu nossa noite. Eu estava bem, elas não sei.



Percebi o momento e pedi a conta. Ainda é cedo, disseram. Liguei no celular de meu motorista. Minutos depois ele apareceu, um gato. Fiz questão de apresentá-lo. Todas admiradas. Enquanto ele resolvia nossa conta, nos despedíamos. Ele voltou, me deu o braço, eu o tomei, me virei para elas e tenho certeza de que deixei todas na inveja e na indignação, disse que ainda tinha umas coisas para fazer antes de chegar em casa.



Vou esperar sentada o práximo convite para nossa happy hour.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


porno contos pai vendendo as menininhas a forçapelado amarrado contospornodoido garota pequenA seguanndo pau grandecontos eroticos de feiavoyeur de esposa conto eroticocontos a minha prima Caçulacontos comeram minha mulher no colegiocontos enrabada no trabalhadocontos eroticos de sobrinho roludocontos eroticos cornoscontos eroticos abuso policial martacontos eróticos transei com minha sogra com ela dormindocontos veridicos de japa com negao de pau giganteConto erotico peitominha afilhada linda me provocando contoslouco pela minha prima contoContos eroticos de podolatria chupando primas com os bonitosna bunda arde contosContos tesao de vaca pra cunhadaconto policial comeu.minha mulherMeu sobrinho me fez gozar gostoso contos eroticos de gaysContos eróticos meu primo meu amor minha vida meteconto eu doida pra gosar mas si tinha meu papaiconto só uso fio dental sou gaúchacontos eroticos transei pelo celularconto erotico de velha gorda sem dentaduranovinhos fodeno apremira veizcontos eroticos cuspe punhetacontos eroticos casadas 50 anosContos eróticos padrastogreluda se masturbando com seu cão no quartoAmamentando os velhos contos eróticoscuzinho virgem da titia fofinha curiosa contoscontos me faço de recatadaO amigo do meu namorado me comeucontos eróticos - dando carona pra duascontos eroticos comendo minha mae drogadacoleguinha liberal gay contosNovinha Bebi porra do meu amigo contoporno doido em cabines chupando e dando a buceta por buracos de paredesContos eróticos minha gata fode com todosMae nao aquenta todo pau do filho no cu apertadoContos rasga o cu filhinhacontos eróticos angela e suas donasconto erótico tia dominada primo fagendo sexo com a primaconto erótico com foto titio me rasgouComendo a filhas gemeas contocontos eroticos de pai e filhinha novinhafui comida por meu marido e o massagista contoContos eróticos gays envolvendo negões super dotados e dominadorescontos eroticos o traficante comedor de casadasTrai meu marido ele dormindo e eu sendo comida bem ao lado dele porno contocontos eroticos fudendo a mae travesticontos eróticos gravou tia dando pra doiscontos eroticos porra grossapai e filinha pequen q deixa pai come ela contoscontos sexo a primeira vez que comi o travestisconto erótico gay brincandocontos eróticos mamãe deu o cu eu viminhas sobrinhas conto eroticoengravidei minha vizinha casada se chama marcha nos contos eróticosmuile fudeo nacaxueracontos eróticos com vizinhaconto eroticos/comeu minha mulher no matoconto erotico ninfetinhaconto erotico com homem velho coroa grisalho peludo do trabalhocontos travestis emgravidou minha mulhercornoscontoseroticoso negão comeu o meu marido contos eróticosincesto contos filho se separa e volta a morar com mae coroarelatos menage com a empregadaviuvas de bunda grande que sentou na rola do negao/ contos eoticos reaisChantagiei minha irmazinha contos eroticoscontos de strayxcontos com fotos tia e sobrinho baixinho realcontos eróticos crimeno cine porno me fuderam na marra(adorei)e ainda fizeram o frouxo do meu marido virar viadinho.contosporno home pau motruoso no cu de odro homecontos eróticos gays cavalgando no tiosarinha contos eróticos numero de telefonecontos de coroa com novinhocunhado e cunhada matando otezao que tinha um do outrocontos eroticos mulher santinhasgostosa de olho bendada e trançadaContos porno minha namorada mi engañocontos eróticos-meu pai me fez gozarporno minha tia foi la emcasa e eu tavabatendo punhetacontos me fuderam atraves de chantagenso amigo hetero me dominoueu miha sogra e minha esposa contos eroticoisContos fingindo dormirai que lambida contoscontos erotico escondi debaicho da cama fraguei minha esposahomem interra tudo na buceta inxada da sua cadelaconto porno mulher crentecontos eroticos de incesto deixando a irma com ciumes