Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUTURO CUNHADO 3

Click to Download this video!

Futuro cunhado 3







Iamos tocando a vida e todas as sextas feiras, dia de faxina, minha irma mais velha ficava em casa com a desculpa de ajudar a caçula na limpeza, (Leia Futuro cunhado2) mas, na realidade ela ficava para junto com nás receber o Beto e seu BETÃO. Tudo corria muito bem, ele chegava, davamos as boas vindas, faziamos aquela boa suruba, levavamos vara em todos os buracos. Minhas irmãs, sempre mais gulosas, recebiam o betão, na xana e na bunda. Beto arregaçava primeiro a xana da mais velha, depois o seu cuzinho. Enquanto Roberto estava socando a vara, a caçula não aguentava e eu tinha que satisfaze-la, eu alargava o rabo da caçula e agora ela engolia o betão na sua xaninha e vibrava no cacetão. O ultimo a receber o betão era o meu cuzinho, depois que ele já tinha lambuzado as xanas e o cuzinhos delas, apontava o betão em minha direção e eu tinha que coloca-lo em posição de ataque com minha boquinha gulosa. Quando seu pau ficava duro ele vinha para o meu lado, alisava-me as costas, passava a mão em minha bunda, eu me preparava para receber uma super tora, ele lambuzava a verga e o meu cuzinho, e delicadamente a introduzia. Enquanto eu o agasalhava, elas acariciavam e chupavam o meu pau, torciam, quando eu rebolando escondia o betão inteiro no meu rabo. Minhas irmas até ajudavam abrindo minha bunda e o betão escorregava rumo ao fim do tunel. Eu forçava e ela deslizava, urrava e sentia meu cuzinho ir se abrindo ate chegar ao limite. Ele bombava pausadamente, e falava se era isso que eu gostava, então toma seu viadinho, elas torciam e faziam a maior festa vendo meu rabinho ser espetado por aquele belo pau. Depois de encher-me de leite, ele lavava-se e ia embora prometendo voltar na proxima sexta para novo rodizio de vara. Nos começavamos o trabalho pesado de fazer a faxina, eu usava apenas um short curtinho e elas uma blusinha e o shortinho que deixava de fora as popinhas de suas bundas. Trabalhavamos e comentavamos sobre o que tinha acontecido e por muitas vezes ficavamos excitados, davamos uns amassos, e de vez em quando, paravamos a limpeza para aliviar nossos desejos e nessa lida ficavamos entretidos e nem viamos o tempo passar. Numa sexta feira mamae foi trabalhar e estava muito gripada, nem observamos isso e assim que o betão chegou, começamos a tirar a roupa e a agasalhar a ferramenta dele que modestia a parte era um super pau, todos gostavam dele por causa do tamanho, realmente qualquer buraquinho ficava muito bem arrolhado com ele. A mais velha sempre a primeira a ser arrolhada, afinal o namorado é dela, estava guardando o betão em sua xaninha, gemia e falava para por tudo que a gulosa aguentava, vai, soca caralho, goza na minha bucetinha. Eu alargava o rabinho da mais nova, que prefere mais dar a bunda do que a xana,mas ela aguentava bem o betão no seu cuzinho. Estavamos tão ligados na vara, todos pelados, que não percebemos a chegada de mamae que ficou paralizada na porta do quarto observando seus filhos e seu futuro genro numa suruba daquelas. So percebemos sua chegada por que espirrou, ai nenhuma vara mais funcionava, todas cairam e foi aquele corre-corre para pegar a roupa e procurar coragem para encarar a mamae que estava com uma cara de poucas amigas. Mamae sentou-se no sofa na sala e nos fomos chegando e sentando ao seu lado e em frente, quando todos ja estavam lá, ela começou o sermão. Primeiro falou que nunca esperava chegar em casa e encontrar uma cena dessas, depois explicou ao Roberto que a educação que ela nos deu foi de que usassemos sempre parceiros de casa, que aprendessemos a usar o sexo em casa mesmo, assim evitariamos doenças, gravidez indesejada e o mais importante, não ficariamos defamados pela sociedade hipocrita em que vivemos. Falou para a mais velha e para o Beto que providenciasse o casamento o mais rapido possivel, se realmente era isso que eles queriam. Roberto desculpou-se e foi embora, mamae mandou a mais velha para a loja que estava aberta somente com os empregados, falou para a mais nova voltar a fazer a limpeza da casa, era obrigação dela, ja que não trabalhava. Foi para seu quarto descansar, pediu a mim que fosse ate a farmacia buscar uns comprimidos. Quando voltei ela contou-me que fazia alguns minutos que nos observava e pode ver a gula que minhas irmãs tem por vara, e se eu ja tinha tambem experimentado o cacete do beto, confirmei e contei-lhe a historia da carona, ela disse que aguentar aquela enorme rola deve ser coisa de doido. Rimos e a deixei descansando, mas, acho que ela ficou vidrada nele tambem, sá vai esperar uma brecha depois do casamento para usa-lo. Afinal somos liberais em se tratando de sexo, damos e comemos a quem tem fome, não importa quem seja, mulher ou homem, entra na vara e vibra com ela atolada. Esse acontecimento, mudou radicalmente nossos habitos, a mais velha não podia mais ficar em casa na sexta-feira, eu e a caçula faziamos a limpeza e depois aproveitavamos na hora do banho, mas, sentiamos a falta daquele cacetão que deixava todos nás satisfeitos pela arrolhada que ele dava. Eu passei a frequentar mais a casa do meu amigo Rafael, e adorava quando estava sá o seu pai o Augusto, velho bem safado mais com uma bela rola. Depois eu conto mais coisas para voces.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos comeco na infanciacontos eroticos minha mulher gosta de apertar minhas bolasNovinha Bebi porra do meu amigo contocontos meu primo me comeudormindocontos pornos pesados de arrombamento anal de novinhos a forcacontos eróticos levando na piscinacontos eroticos vovo mamae e os mendigosCuviolentadocontobucetavirgempadrasto autoritario contos esroticos porno llsobrinho dopa sua tia historia eroticaque enteada pernadaconto eróticos c afilhadacontos buceta completamente peluda irmã de calcinha pela casacontos insesto comi minha irma e mae duas gostosas com fotosconto real casada moro na casa do fundoaHistórias eróticas sobre estuproscontos de coroa com novinhocontos eroticos veridicos de cunhadascontos lesb xana no meu grelinhocasada dando o cu no bairro de na casa do feranterelatos eroticos minha mulher me traiu e me contou adoreiconto eroticos maduras e filhas na putaria caralhudosconto erótico sonífero na sobrinhacontos eroticos exibida tomou sem do no rabolambendo meu cu contos exibicionismomae e filha com vibrador na buceta contos eroticosProvoquei o policial e ele me pegou contos eroticosporno traicao roludo conto pornocontos eróticos menino pequeno dá ocupadocontos eróticos virei cd para usar fio dentalContos eróticos- guarda florestal de pau gigante me arromboudei minha bucetao mestruada e ingravidei contosconto garoto esperimentei dar cucontos eroticos dando pros 5 irmaosfui viajar com minha nora minha buceta ei cu delacontos veia magra acho ke rasguei o cu dela comtos trai com meu cunhado pauzudonovinho da pica gigante atolando no mulequeinhocontos eróticos incesto/dava por dinheirocontos eróticos meninas de 20 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhoconto.eurotico.homem.ttazando.com.travetiscontos eróticos estrupada pelo professor de judocontos eroticos comendo a mulher do amigo enquanto ele esta internadocomessei a alizar o pau do marido da minha tia contocontobucetavirgemdominador pé gostosoCrossdressing contos eroticocontos porno eu e minha mulher curradosporno home gozando forddecontos erótico meu pai meu cafetao contoscontos eroticos de sogras na faixa 47 anosconto erotico viadinho de shortinho e calcinha dando no matoconto pau fora sunga biwuicontos eroticosmeu namorado me encoxando camisinhaEU TIRANDO FOTO MINHA BUNDA DE CALCINHA FETICHE OLHANDO ESPELHO MINH BUNDAcdzinhas como tudo começou contoscontos eroticos menininhanora putacontoscontos eróticos sou hetero mas deucontos eroticos as tres safadinhadcontos de sexo com novinhas trepando com advogadosminha mae me prostituia conto eroticocontos chera calcinha de transeu fundendo a buceta da minha mae viuva ela disse filho goza dentro da minha buceta eu sou operada eu não engravidou conto eróticoconto gay dopeivendi a buceta/contoconto erótico sobrinho provoca seu tio bebado pelado e tio o comemulher passa muita margarina no proprio cuprima comeuela gravidaacampamento com aluninhas 2 contos eroticosconto erotico viadinho vestiu calcinha e shortinhouma aluna virgem, conto eroticopassou ky no pau e empurou no cu delahomens hetero bebado se engana e passa.a noite com travesti roludocontos mem tinha peitinho dava cusinhocunhado e cunhada matando otezao que tinha um do outroconto erótico minha mãe está namorando um negaoconto erotico de leke fudendo carentecasada reclamando do vizinho contos eroticoscontos eroticos meu corninhobaixa menina dano abuceta para o imao maocontos.eroticos.so.taradinhas.de.seis.aninhoscontos eroticos dona marcia coroa rabudacontos eroticos troquei minha mulher pela cunhadinha lindaGay com mulher contocoroas defloração relatoMeninas mamando no swing contoseroticosFilmei minha chupando estranhos na porta do carrocontos papai passando bronzeador em mimSou casada fodida contobumbum de mocinha injecso porno contorelato erotico comendo casadacontos eróticos sobrinha so de fio dentalcontos eroticos fodir ater perde a vondegozando da lingua do papaiMeu padrastro negro fodeu minha cona. Conto erótico heterossexual.contos os sequestradores fizeram comer minha mae para comercontos eroticos - arrombando cuzinho