Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUTURO CUNHADO 3

Click to Download this video!

Futuro cunhado 3







Iamos tocando a vida e todas as sextas feiras, dia de faxina, minha irma mais velha ficava em casa com a desculpa de ajudar a caçula na limpeza, (Leia Futuro cunhado2) mas, na realidade ela ficava para junto com nás receber o Beto e seu BETÃO. Tudo corria muito bem, ele chegava, davamos as boas vindas, faziamos aquela boa suruba, levavamos vara em todos os buracos. Minhas irmãs, sempre mais gulosas, recebiam o betão, na xana e na bunda. Beto arregaçava primeiro a xana da mais velha, depois o seu cuzinho. Enquanto Roberto estava socando a vara, a caçula não aguentava e eu tinha que satisfaze-la, eu alargava o rabo da caçula e agora ela engolia o betão na sua xaninha e vibrava no cacetão. O ultimo a receber o betão era o meu cuzinho, depois que ele já tinha lambuzado as xanas e o cuzinhos delas, apontava o betão em minha direção e eu tinha que coloca-lo em posição de ataque com minha boquinha gulosa. Quando seu pau ficava duro ele vinha para o meu lado, alisava-me as costas, passava a mão em minha bunda, eu me preparava para receber uma super tora, ele lambuzava a verga e o meu cuzinho, e delicadamente a introduzia. Enquanto eu o agasalhava, elas acariciavam e chupavam o meu pau, torciam, quando eu rebolando escondia o betão inteiro no meu rabo. Minhas irmas até ajudavam abrindo minha bunda e o betão escorregava rumo ao fim do tunel. Eu forçava e ela deslizava, urrava e sentia meu cuzinho ir se abrindo ate chegar ao limite. Ele bombava pausadamente, e falava se era isso que eu gostava, então toma seu viadinho, elas torciam e faziam a maior festa vendo meu rabinho ser espetado por aquele belo pau. Depois de encher-me de leite, ele lavava-se e ia embora prometendo voltar na proxima sexta para novo rodizio de vara. Nos começavamos o trabalho pesado de fazer a faxina, eu usava apenas um short curtinho e elas uma blusinha e o shortinho que deixava de fora as popinhas de suas bundas. Trabalhavamos e comentavamos sobre o que tinha acontecido e por muitas vezes ficavamos excitados, davamos uns amassos, e de vez em quando, paravamos a limpeza para aliviar nossos desejos e nessa lida ficavamos entretidos e nem viamos o tempo passar. Numa sexta feira mamae foi trabalhar e estava muito gripada, nem observamos isso e assim que o betão chegou, começamos a tirar a roupa e a agasalhar a ferramenta dele que modestia a parte era um super pau, todos gostavam dele por causa do tamanho, realmente qualquer buraquinho ficava muito bem arrolhado com ele. A mais velha sempre a primeira a ser arrolhada, afinal o namorado é dela, estava guardando o betão em sua xaninha, gemia e falava para por tudo que a gulosa aguentava, vai, soca caralho, goza na minha bucetinha. Eu alargava o rabinho da mais nova, que prefere mais dar a bunda do que a xana,mas ela aguentava bem o betão no seu cuzinho. Estavamos tão ligados na vara, todos pelados, que não percebemos a chegada de mamae que ficou paralizada na porta do quarto observando seus filhos e seu futuro genro numa suruba daquelas. So percebemos sua chegada por que espirrou, ai nenhuma vara mais funcionava, todas cairam e foi aquele corre-corre para pegar a roupa e procurar coragem para encarar a mamae que estava com uma cara de poucas amigas. Mamae sentou-se no sofa na sala e nos fomos chegando e sentando ao seu lado e em frente, quando todos ja estavam lá, ela começou o sermão. Primeiro falou que nunca esperava chegar em casa e encontrar uma cena dessas, depois explicou ao Roberto que a educação que ela nos deu foi de que usassemos sempre parceiros de casa, que aprendessemos a usar o sexo em casa mesmo, assim evitariamos doenças, gravidez indesejada e o mais importante, não ficariamos defamados pela sociedade hipocrita em que vivemos. Falou para a mais velha e para o Beto que providenciasse o casamento o mais rapido possivel, se realmente era isso que eles queriam. Roberto desculpou-se e foi embora, mamae mandou a mais velha para a loja que estava aberta somente com os empregados, falou para a mais nova voltar a fazer a limpeza da casa, era obrigação dela, ja que não trabalhava. Foi para seu quarto descansar, pediu a mim que fosse ate a farmacia buscar uns comprimidos. Quando voltei ela contou-me que fazia alguns minutos que nos observava e pode ver a gula que minhas irmãs tem por vara, e se eu ja tinha tambem experimentado o cacete do beto, confirmei e contei-lhe a historia da carona, ela disse que aguentar aquela enorme rola deve ser coisa de doido. Rimos e a deixei descansando, mas, acho que ela ficou vidrada nele tambem, sá vai esperar uma brecha depois do casamento para usa-lo. Afinal somos liberais em se tratando de sexo, damos e comemos a quem tem fome, não importa quem seja, mulher ou homem, entra na vara e vibra com ela atolada. Esse acontecimento, mudou radicalmente nossos habitos, a mais velha não podia mais ficar em casa na sexta-feira, eu e a caçula faziamos a limpeza e depois aproveitavamos na hora do banho, mas, sentiamos a falta daquele cacetão que deixava todos nás satisfeitos pela arrolhada que ele dava. Eu passei a frequentar mais a casa do meu amigo Rafael, e adorava quando estava sá o seu pai o Augusto, velho bem safado mais com uma bela rola. Depois eu conto mais coisas para voces.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


SO CONTOSEROTICOS BIA DEU ATE O CU NO SOFA DO PADRINHOaquelas olhadas safadascontos fui visita meus tios ba fazebda e torei minha priminha de doze anoscomo me tornei viado parte 3 contpscontos: sentei no colo do velhoPor causa da zoofilia virei escrava 3Conto gay - menininha do paiCorno ama namorada use chortinho de lycra marcando buceta contosconto casada arrombada na praiacontos de trasas com massagistacontos de escravo do maridocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaPirocada sexo gay velhos tara contos veridicosConto erótico Sempre fui mas ele descobriucontos esposa centou no pau do comedor 1 vezcontos coroas terceira idadecontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoContos eroticos... Cunhada usando um vestidinho curtomeus sobrinhos conto erotico gaycontos eroticos de irmans cavalomasxvidio minha irmã sozinhoconto erotico dei para o ex maridoContos namorada velho caminhoneirocavalo gordo assim que meu irmão me mostroucontos dei um beijao na boca do meu tioconto viado muito taradoContos heroticos brincando de cazinha com a priminhaquero no rabo amor eroticoscontos eróticos brincadeirasContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas gostosascontos eroticos engravide minha sogra ea irma delafudi a bundinha da juju com minha rola grande contoscontos no cu é mais gostosoenfiei o maior dildo no meu cu contosme comeram contos teencontos eroticos filho da minha vizinha amante maravilhosoConto de coroa estrupada e chingada pelo genrocasa dos contos putinha desde novinhaporno pulando carnaval com a tia baixinha bronzeada transando com homem fortaoso contos de gay sendo aronbado por varios machos Meu namorado virou corno contos teengay surra chinelo putinhacontos chantagiei minha mae e mi dei bemcontos eróticos reais de mulheres evangélicasmulheres religiosas corpo bonito seio grande quadril largo transandopapai me come porfavor contos eroticoscontos de menino bem novinho usando calcinhaConto erotico sou madura e genrowww condos erotiscos garotas mastubandoconto erotico de pconto erotici de corno com pintudoninfetinhhas dando o cuzinho pra padrastos pai avo padrinho tio cunhado.conto gang bang com crentefudi as dua sobrinhas de nove e onze anos contoFui Comida pelos colegas do colegios contoscontos eroticos teens puteirocontos eroticos anal iniciando minha filhinhaconto coroa n**** pediu gay namorofilmes de televisao pornosporno.pai.padado.jeu.nabuseta.dafilihacontos erotico gozei como uma puta velhaConto erotico comida por dois pirocudona infancia bosqueconto eroticoconto erotico 6 aninhoscontos de zoofilia sobre eguas e jumentasContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eroticos aventura em resendevisinhalesbicacontos eroticos peguei a mulher do amigo a força ela dormindo e soquei nelaconto erotico meu pai mim rasgou todaCasada viajando contoscontos eroticos com meninas deficientescontos eróticos meu filho virou trqvestir contos eroticos traindo marido na Sala ao ladovoyeur de esposa conto eroticoCONTOS ERÓTICOS MULHER PEIDANDO NA CARA DA OUTRAconto erotico com meu sogro peladobrincando com maninho acabou em sexocontos eróticos um casal transando na sala enquanto os pais tiram um cochilogozanodeto familha pononoiva putinha noivo safado corninho titio caralhudo contoscomtos eroticos minha esposa nao queria ir na casa de swingCONTOS EROTICOS MAMAE METEU COMIGOViagem a trabalho contosNovinha Bebi porra do meu amigo contoconto erótico de mulheres brincando com os pirralhosabundadetitiacontos eroticos submissa meu dono cortou meu greloCont erot mulher da roçacontos eroticos tio emgravidando a sobrinhaContos corno mansomae virou puta na frete do filho contomeu cliitores fica marcando a calcinhacontos eroticos, casada nova surpreende marido em cine pornoconto erotico viadinho de calcinha dando para morador de rua