Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI A SOGRA E A CUNHADA

Click to Download this video!

tenho uma sogra de 45 anos loira, linda e safada sempre conta suas experiências sexuais abertamente, sempre tive muito tesão por ela, e nos últimos 2 anos ela diz ue está subindo pelas paredes pois o sogrão que é mais velho e tem diabetes não levanta nem com viagra, e diz que não vai usar sá a lingua, minha sogra e super liberal senta no colo dos genros mesmo sentindo que deixa o pau deles duro no fundo ela gosta de seduzir, um dia minha esposa pediu para eu ir para casa da minha sogra para a levarmos para fazer compra pois ela não tem carro, cheguei bem mais cedo do que minha esposa pois saiu as 14:00 e minha esposa as 17:00 minha intenção era descansar um pouco enquanto esperava, quando cheguei lá minha sogra estava linda, cabelão comprido souto, um vestidinho tubinho que é tudo de bom, passei e ainda brinquei com ela dizendo e sogrinha ainda deixa muito novinha no chinelo, ela me xingou e fui pro quarto dormir, depois de uma meia hora acordo com minha sogra engolindo o meu pau com toda a vontade do mundo, quando acordei pus a mão na cabeça dela e enfiei até a garganta, quando eu soltei ela disse pensei que não fosse acordar, ela me disse eu não aguento mais ficar sem rola, e minha filha diz que você é foda na cama, eu tenho ue dar pra você hoje, fui pra cima dela beijei apertei seis peitinhos pequenininhos e málinhos ela gemeu que nem doida e falou me enfia o cacete logo antes que eu desista dessa loucura, tirei o vestidinho dela e chupei seus peitos ela novamente disse me enfia o cacete logo que faz dois anos ue eu não sei o que é um pinto duro na minha xana, mais invés de enfiar a rola enfiei a lingua a véia gemeu ue nem louca e falava ai não chupa não eu já to subindo pelas paredes, eu mandei ela calar a boca e gemer, depois de uns cinco minutos chupando acertei o pinto para enfiar, e montei em cima dela, enfiei sem dá e ela gemia com vontade pedindo mais, ela falava no meu ouvido _ai genrinho eu to apaxonada por você meu amor, e eu falei pra ela a apartir de hoje eu vou ser seu macho, vc nunca mais ficar sem rola nessa bucetona gostosa, ela perguntou se era verdade e me mandou beija-la enquanto metia, ela veio com a boca bem no meu ouvido e disse se é verdade eu vou dar o que você mais quer e minha filha não dá, me poe de quatro e come e meu cú, sem pensar duas vezes obedeci, sem percebemos minha cunhada havia entrado na casa e ouvindo os gemidos foi ver o que estava acontecendo, quando ela abriu a porta que estava semi aberta pegou eu emrabando minha sogra, minha sogra disse filha, pegou o lençol e se cobriu não sabiamos o que falar mais minha cunhada falou eu não vou contar nada desde que ele me coma tambem olhamos um pro outro sem entender nada, e minha cunhada disse mãe você sabe que o Marcão sá quer ficar bebendo com os amigos no bar e não comparece mais, até quando eu tento ele brocha, que quero ver se o que a mana fala é verdade, minha sogra vestiu a roupa e disse se deu bem heim duas gostosas no mesmo dia, fechou a porta e ai minha cunhadinha veio pra cima me beijando dizendo que eu era lindo, gostoso, tirei a brusa da minha cunhada e finalmente chupei uqueles peitões negros gigantes, ela pediu para por o pinto nos peitos dela, ela aproveitou para abocanhar minha rola sem dá, chupava como se fosse a coisa que ela mais gostava de comer, levantei ela, tirei o shortinho e enfiei a lingua naquela chavasca preta deliciosa, a bicha gemeu bem alto e a sogra gritou ta bom a coisa ai heim, montei na cunhada e comecei a fincar sem dá e a danada pedia mais, mais meu amor, mais depois de comer ela em todas as posições, falei deixa eu comer seu cú, ela falou não, insisti e disse até sua mãe deu o cuzinho você vai fazer doce, e depois deixou enfiar com gosto, gozei no cú da cunhada e não aguentava mais, a cunhada saiu do quarto e dormi já sem forças, foi a primeira vez que comi as duas, mais em outras vezes até as duas juntas eu comi, o dificil foi chegar em casa a noite e minha mulher vim de vestidinho dizendo_ vai me comer ou vou ter que dar para outro.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


relatos de meu cachorro me desvirginouchulé da minha cunhada conto eroticozueiras mais gostosas e fogosas da bunda grande e pernas grossaslua.de mel erotico corno vovocontos selvagens arregacei o rabo da minha esposaconto erotico filha novinha puta gosta de apanharcontos eroticos meu primo comeu eu e minhaContossafadezascunhada mais velha casada contosWww. meu tío comeu meu cualconto erótico viadinho de calcinha é enrabado na construçãowww.contos heroticos..uma jujuba bem comida...fui almoçar mas a cunhada e ela me deu foi a buceta so nos dois em casauma travesti usou camisinha colocou na boca da mulher no filme pornômelhores contos gays descobri a putinha que havia em mimcontos minha esposa eu e mais 2 travestisdesde pequena pratico zoofiliaconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arrombouminha sobrinha pediu para mim gozar na calcinha dela contos eróticoshomens velho gay contoscontoerotico.com/mudinhaxoxxota da magrinha nao aqutou a tora todanão aguentei e chorei na dp anal contosurso velho peludo gay contosComtos eroticos fudendo com meu marido e nosso amigop****** do papai contos eróticosconto erotico comendo Minha TiaSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontos assistindo minha mae com neguinho novinhosarinha contos eróticos numero de telefoneporque.que.depois.que meu namorado chupou os meus peitos eles ficaram com o bico descacandocontos eroticos/estupro/gangbang/final de semana todocontos eroticos minha filha e sua amiginha travesty de 12 aninhoscontos de mulheres que gostam de levar na cona de ser enrabadascontos erticos do irmao com tesao por que a irma sentou no colo delecomendo a mulher em frente ao marido contocontos e Relatos reais de nora transando com sogro em Brasíliaminha esposa e o porteirozueiras mais gostosas e fogosas da bunda grande e pernas grossascomendo amae domeuamigo porno leisbicoirmãzinha nascendo peitinho contos eróticos  Marilia e Juliana estavam mais uma vez fr ente a frente para uma dolorosa batalha. Ambas traziam nos corpos as marcas feitas pela outra em combates violentos e sangrentos. Marilia vestia tão somente uma minúscula tanga branca fio dental. Juliana uma  porno marido da vizinha foi viajar e fui pozar na casa delacontos eroticos tia no casamentosobrinho de caseteduro amcontos eróticos 3 piça na mãe rabudacontos eroticos chineladascontos da pintelheira da conaminha mae me ensinou a ser puta do meu padrastocontos eroticos com minha empregada nordestinacomo fazer pra minha sogra ter tezao por mimwww.xvideovirei/putaO amigo dele me comeu contoscontos eróticos bumbum grande no ônibuscontos eroticos estrupeicontoseroticosasmeninas na praia com meu genro contosContos erotico nora na piscina com biquini minusculo mostrando os pentelhos e e arrombadacontopaugrandeme curraram no mato contoscontos excitantesde sexocontos de coroa com novinhocontos eroticos no acampamentoconto erotico com a diretora da escolaconto erotico perdi aposta com as amigascontos deixa tiome comeram contos teencontos duas punhetas seguidascontos erotico fui concertar s torneira da vizinhaConto erotico Seu Madruga gay.fui comer a novimha e fui comidocontos deixa tiosapata velha greluda e ninfeta