Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ROGERIO E A PRIMA IRMÃ

Click to this video!

Rogério e a Prima



Rogério e Eulália eram primos irmãos. Ele com 19 Anos, ela com 16. Naquele domingo iam para o sitio da família, tratar dos cachorros, um casal de “filas”, eis que o caseiro teria folga.

Em lá chegando, buscaram as vasilhas, nelas colocando a ração, para cada um deles, e saíram á procura dos cães. No meio do quintal encontraram os dois, em um inusitado procedimento. O macho estava lambendo a buceta da fêmea, que estava quieta.

Eulália perguntou: O que é isto?

Que estão fazendo?

Rogério explicou que a cadela estava no cio e que o macho iria transar com ela.

Chamou Eulália para irem para o interior da casa.

Ela não sá recusou, mas lhe disse que queria ver e puxou o primo irmão para se sentar, com ela, na porta de saída da cozinha. Ali ficaram e ela colocou a mão na perna do primo, que estava de bermuda. Ele se apoiou nas duas mãos, colocadas para trás. Os cachorros continuaram na sua caminhada para o desfecho. O cão, com um enorme pênis, posto para fora, lambia apressadamente a buceta da companheira e ela esta quieta. De repente, ele subiu nas costas da fêmea e seu pau balançando no ar buscava a entrada daquela buceta, não a encontrando. Eulália se excitou com a visão e começou a apertar a perna do primo irmão, continuamente. De repente o cão encontrou a entrada e em um sá golpe entrou e começou um vai e vem frenético. Eulália, apertando a perna do primo irmão, deitou seu rosto sobre o ombro dele, esfregando-o na face daquele que estava de seu lado. Rogério retirou um dos braços em que se apoiava e colocou as mãos na coxa de Eulália e a apertou e subiu sua mão até a calcinha dela que estava, inteiramente, molhada. Ela sem dizer nada, beijou o rosto ele retribuiu.

Ela lhe disse que estava tendo uma sensação nunca sentida. Olhando o cão, viu quando ele desceu de cima da cadela e com ela permaneceu ligado. Não entendendo o fato, e pergunta ao primo irmão porque estavam eles engatados. E o ele lhe explicou que, diferentemente dos humanos, que ejaculavam golfadas rápidas, os cães o faziam gota a gota, e a natureza os prendias assim, para fecundar. Eulália se levantou e se dirigiu para o interior da casa, levando o primo irmão, de mãos dadas. E sempre o puxando, guiou para o quarto e se colocando frente a frente com ele, ofereceu sua boca, que foi tomada por ele em um beijo profundo. Frente a frente, ainda, viu quando ele lhe desabotoou a blusa e deixou seus seios á mostra. Ela lhe tirou a camisa e se abraçaram, peito ao peito e ela sentiu o membro rígido, agora, do homem a lhe tocara as pernas. Ela, instintivamente, começou a roçar suas pernas e a vagina no membro do primo irmão, que suspirava forte. Ele, delicadamente, se afastou e lhe tirou a saia e em seguida a calcinha.

Ela estava nua, quando ouve ele lhe dizer, que nunca imaginou a perfeição daquele corpo, com a beleza dos seios, e a afastando tocou-lhe a bunda, que era bem torneada. Eulália, quase desfalecendo, sentou-se a beira da cama e pediu ao primo que ficasse, também, nu.

Ele tirou a roupa e Eulália o elogiou e disse-lhe que não sabia que o seu pênis era tão grande.

Beijaram-se, novamente e se deitaram, frente a frente. Ela lhe tocou e se disse surpresa com a grossura e rigidez daquele membro.

Ele pediu que ela o beijasse levemente.

E ela perguntou-lhe: posso?

Com a resposta afirmativa, desceu o rosto até o pau daquele jovem homem, e, docemente o beijou, voltando o seu rosto para cima e beijando-o na boca.

Ele pergunta-lhe se era ela virgem e teve a resposta que sim.

Mais uma vez indaga se ela queria ver como os humanos gozavam e ela disse que queria e ele colocando a mão dela em seu pau, começou os movimentos de uma punheta que ela logo aprendeu e o foi levando. Em dado momento ele disse vou gozar. Ela, na expectativa, permitiu que aquele gozo se espraiasse em seu corpo. E se admirou...

Beijaram-se e ele, ainda de pau duro, colocou a mão na buceta da mulher e observou o quanto molhada estava. E fez movimentos com a mão e introduziu um dos dedos e lhe perguntou o que ela sentia. Ela chorando, dizia que não havia coisa melhor no mundo.

Rogério, com carinho, lhe perguntou: quer ser mulher? Quer que eu lhe foda? Quer sentir o meu caralho nas suas entranhas?

Ela, surpresa com aquelas palavras, repetiu: Quer ser mulher.

Quero que me foda? Quero sentir esse caralho gigante dentro da minha bucetinha. Será que ele caberá, dentro das minhas entranhas?

Quero gozar como você. Quero sentir tudo o que a foda me der.

Rogério maravilhado gritando lhe disse: Você vai ser mulher e eu serei o seu homem.

Começaram a se beijar e permitir que as carícias tomassem conta e ele depois deste frenesi. Deitou-a de costas e lhe abriu as pernas, curvando-se e se permitiu a visão daquele buceta, cor de rosa, no seu interior. Ela de pernas abertas, segurou com ele o seu caralho, e o dirigiu para a porta de entrada de sua gruta, inteiramente molhada. Ele delicadamente, disse-lhe: meu amor ao entrar em você lhe tornará mulher.

Ela venha, mas será que eu vou aguentar a penetração.

Ele: sim querida serei delicado, além de que você está muito lubrificada.

Ela: entre meu bem, abra o caminha para esta mulher, rasgue o meu cabaço. Estou querendo e esperando.

E ele iniciou penetração.

Ela: que coisa mais linda e mais gostosa. Entre mais. Esta vindo e cabendo dentro de mim. Venha e ele foi.

Ela em um gritinho e lhe abraçando disse: sou mulher. Sou sua. Aguentei todo o seu caralho dentro de mim. Sou mulher e agora quero gozar muito.

E ele em um frenesi, iniciou os movimentos e mal havia começado, quando ela gritou;

Estou sentindo. Está subindo pelas minhas pernas. Estou gozando. É lindo, é maravilhoso.

E ele continuou dentro dela, com o corpo sem movimento e lhe perguntou: está me sentindo.

E ela, com alegria: Estou meu amor, todinho. Você não vai gozar? Eu já fui.

Ele: não agora terei de esperar, para fazermos esse momento sublime juntos.

Ela eu estou lhe amando.

Ele saiu de dentro dela, beijando-a, demoradamente.

Ela feliz perguntou-lhe: quando vamos repetir, para gozarmos juntos?

Ele: Em brevemente. Mas eu tenho que lhe dizer que há outras formas de prazer para nás.

Ela: não acredito. Que tipo?

Ele muitas outras, como a punheta em mim ou em você, com a mexida, por você mesma, em seu clitáris. A penetração no seu cuzinho, com delicadeza e outros prazeres tão bons, quanto foder. Ela: meu Deus, esse pau caberá no meu cuzinho? Será?

Ele: para experimentar, vou lhe fazer carinho. Vire e ela de bunda para cima permitiu que ele a beijasse nas nádegas e, apás muitos beijos, que ele colocasse a língua em seu cuzinho, molhando-se e permitiu que ele penetrasse ali com o dedo e sentiu prazer.

É bom mesmo. Posso sentir isso ai quando você quiser. Ambos, ali ficaram por mais pouco, quando se vestiram e foram embora para a casa.

Além de conto isso tambem é uma historia real, se quizer entrar em contato comigo o email é [email protected], quem sabe não temos algo em comum

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


dado pro tio na fazenda, conto gaycontos relatos eróticos mamãe exibicionistaContos eroticos minhas tetas roxas de tanto chuparemConto podolatria gay o chulé do loirocontos eróticos bebadacomo enraba uma colega. de trabalhoContos fui estud fud mãe e filhaComtos casadas fodidas na rua por camionistascontos maravilhosos de encoxadasconto erotico calcinha no varalcontos insesto comi minha irma e mae duas gostosas com fotosconto ganhando mamadeira de porracontos eroticos morena gostosa malhadaputinhos seduzidos contoscontos comi minha mae e o travestiContos erotico amei a fantasia de meu marido mim fode com a pica dele e um penes de borachacontos eróticos peguei ela se masturbandoComtos mae fodida pelo filho e amigos delezueiras mais gostosas e fogosas da bunda grande e pernas grossasconto porno esposa na praia com amigaatolando nas cachora no ciocontos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoesuma coroa da bunda grande do cabelo liso e peidando a b***** para o cachorrofragrância zoofilia caseiro contos de rasgando o cu da babamenininha conto eroticoproposta indecente de colega porno de trabalho a casadacontos a filha da minha namoradaconto dei minha xoxotinha para o meu padrasto quando tinha oito anos doeu mais foi gostosocontos pedi meu cabaco para um velhonovinha safadinha dormindo com dedinho no cuzinho FredConto sogra magrelinha gosta de orgiazoofilia gay extraordinárias bizarrosinfancia contos de encestoele era cheirosinho conto gayconto banho com a namorada na academiacontos eróticos de pai fudendo filha no carrohome pega amulher de com o melho amigo transano e fi loucoque enganaram e comeram meu cu sem pena contosxvideos preneditadoempurando devaga no cu 30ccontos eróticos me estruparao por ser orientalContos eróticos tetas gigantesconto eróticos sado a forçaContos eróticos que rola grande no meu cu zinho apertadinhoContos eroticos guspe na bocaFui bolinada por debaixo da mesa na presença do meu marido. conto eróticoescova contos eróticoshttps://googleweblight.com/?lite_url=https://idlestates.ru/conto_26340_estupro-da-madame-pelo-seu-funcionario.html&ei=E_WimWma&lc=pt-BR&s=1&m=800&host=www.google.com.br&ts=1494280466&sig=AJsQQ1DZ_YRUE-wcRdaFd_Iqz-LQ-hyz5Amaisexo peituda goza no oralcontos maravilhosos de encoxadaspincelar no cuzoofiliacoroas boasComtos mae e filha fodidas pelos amigos do paime comeramdormindo contoseróticosas travestir mais bonitas e gostoza en imaje que se movimentacontos eroticos barney comendo bethyrelato de corno que deu a esposa para o cunhadomasturbando com as amigas contocontos euroticos porno tia lucia de verdade o que injetam ou introduzem para aumenta bumbum e seioscontos erotico viciadinha em chupa picabranca gordinha casada estrupada por maniaco no cucontos de sexo de ladinho com com a irma dormindo ao ladocontos sexo a ninfetinha tarada e virgemSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininotransando a sobrinha em pleno sono profundocontos chantagiei minha mae e mi dei bemcontos eróticos por categoriavideo de sexo fetiche mastubaram a buceta dela com varios consodos grandescontos er¨®ticos incesto ensinei minha filha a ser cadelacontos eroticos gay meu tio de dezenove me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos sem pudor com a menininhacontoseróticos metendo com o bebê no colocontos eroticos comendo a funcionaria novata casada da lojadando.para irmaos contosconto erotico viado afeminado escravizado por macho dominador