Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ILHEUS TERRA DO SEXO QUENTE

Click to Download this video!

O que vou relatar aconteceu uma semana antes do Natal na cidade de Ilheus-BA. Estava em um evento (mais um dos vários do ano) e iria voltar a Maceiá no Domingo. Chegando no aeroporto o vôo atrasou e depois simplesmente a aeronave da TAM não desceu, deixando todo mundo lá.



A principio fiquei irritadíssimo como todo mundo, mas depois relaxei pois não tinha mais o que fazer. Ao meu lado chegou uma coroa, com seus 42 anos, super bem feita, loiríssima, siliconada, bem turbinada e o melhor: baixinha das pernas grossas.



Prendi a respiração e aquela loira me olha fundo com uns olhos azuis mais brilhantes que conheci, fiquei quieto, pois sabia que era uma executiva com a carinha de chata e que se eu fosse dar aquelas cantadas baratas iria perder a vez.



A Tam nos colocou em um resort para esperar o vôo do outro dia, ou seja, ficamos o domingo inteiro de bobeira. Na saída para pegar um taxi olhei ao lado e ela estava com as bagagens na mesma fila, perguntei se iria para o mesmo hotel e se não gostaria de dividir o taxi comigo. Ela concordou, super simpática e fomos ao hotel.

Fui ao meu apartamento, tomei um mega banho, um bom perfume e fui almoçar, cheguei no restaurante a beira da piscina ela estava tomando um vinho e na hora falou: olá, senta aqui e vamos almoçar...



Claro que não iria recusar um convite desses. Ela é uma portuguesa que mora no Brasil a mais de 20 anos, super culta, mas divorciada pela segunda vez e percebi pelas conversas que os maridos que ela teve não eram legais na cama. Tomamos vinho até as 4 da tarde, almoçamos e sugeri irmos a um bar que chama-se “mar aberto” que tem som ao vivo e é muito animado. Ela já estava alta e disse que sá iríamos se fosse naquela hora, de chinelo e bermuda e topei. No taxi olhei para aqueles olhos e não me contive, tasquei um beijo louco nela e começamos a nos “pegar” no taxi, aqueles beijos que a respiração some, meu pau já pulando da bermuda, ela segurava firme e suspirava.



Chegamos na porta do bar e falei no ouvido dela: Vamos ficar não, vamos para o hotel, quero sentir vc gozando na minha boca. Na hora ela virou e me deu um beijo forte e bateu nas costas do taxista e disse: moço volta para o hotel.

Subimos feito dois adolescentes, tirando as peças de roupas de cada um, suspirando, beijando e jogando as roupas pelo chão.



Joguei aquela loira na cama e fui pra cima dela como um touro, pedi para ela me obedecer e fui beijando forte o pescoço, lambendo, mordendo e ela urrando de prazer, tirei sua calcinha e o que eu encontrei foi uma boceta linda, depiladinha, com um mel descendo e totalmente encharcada, não me contive e comecei a chupar aquela boceta com vontade, o cheiro do sexo me embriagava e não demorou nem 2 minutos essa mulher estava gozando feito uma louca na minha boca, tremia, urrava, me puxava, quase desmaiando de tanto gozar. Pediu para ficar abraçadinha comigo quietinha, pois ela tinha que ter uns minutos para voltar a si.



Eu estava de pau duríssimo, a cabeça vermelha cheia de vida, ficava latejando e percebi que ela estava embriagadinha então peguei sua mão e comecei a massagear meu saquinho. Ela desceu e como uma loba que sabe agradar um homem começou a me chupar deliciosamente, descia, subia, chupava a cabeça, passava a língua, chupava meu saco, falava que queria aquele pau na boceta dela toda, eu estava louco de tesão e disse que se ela não parasse iria gozar em sua boca, ela então foi que chupou mesmo e pedia: quero sua porra na minha cara, goza na cara da sua vadia, da sua puta, me faz de puta pelo menos um dia na vida !!!



Foi ai que percebi que ela queria mesmo era ser tratada como tal, então parei de formalidades, fiquei de pé na cama, coloquei ela de joelhos, batia com o pau na cara dela, puxava seus cabelos com força, mandava ela engolir meu pau e quando fui esporrar mandei ela ficar de boquinha aberta: nossa ... quanta gala na boca dessa gata.



Levei ela no banheiro e tomamos banho juntos, nos beijando, ainda sentia o gosto do meu práprio esperma na boca dela. Falei que não tinha camisinha, pois sá tinha no meu quarto e estávamos no dela, mas como toda mulher solteira é prevenida ela abriu a bolsa e veio colocar no meu pau. Começamos a fuder no banheiro mesmo, ela de costas para mim com as mãos na parede, coisa de louco aquela mulher empinadinha pedindo para eu meter.



Levei ela para cama coloquei ela por cima, foi fatal !!! Ela gozou forte !!! Mas dessa vez não parou, continuamos e coloquei ela de 4. Antes de meter, ela bem empinadinha, com a bocetinha pingando, comecei a chupar ela naquela posição, ela simplesmente enlouqueceu, gritou que ia gozar de novo, ai subi com ela de 4 e meti meu pau guloso todo na bocetinha daquela loira. Ela gozou mais uma vez !!!

Dessa vez não teve jeito, caiu na cama pedindo para eu gozar pois ela não aguentava mais. Comecei a rir e disse que queria gozar dentro da bundinha dela, mas ela não aceitou pois disse que não caberia meu pau no rabinho dela. Insistir, falei que faria com calma, sem pressa, com carinho e ela topou. Antes de meter comecei a chupar aquele cuzinho lindo, rosadinho, cheiroso, e enfiar um dedinho, depois enfiei 2 e sempre tocando na bocetinha dela. Coloquei meu pau na portinha e ela jogou a bunda para trás entrando a cabeçona de uma sá vez, ai escorreguei todo para dentro. Ela segurou meus braços e pediu baixinho: me fode meu gostoso !!! Não aguentei e soquei forte, socava e batia na bunda dela, socava e chamava ela de puta, dizia que seria o amante dela, que ia gozar forte no rabo dela, batia na bunda dela que ficou as marcas das minhas mãos. Gozei !!! Mas gozei forte e urrava no quarto. Tirei a camisinha e joguei no vaso e voltei todo suadinho para beijar aquela portuguesa e adormecer abraçadinho com ela.



Acordamos mais uma vez e fodemos gostoso, embaixo do edredon, um papai e mamãe delicioso de madrugada. Nosso vôo sá era as 19 da manhã da segunda, acordamos tomamos um delicioso café e voltamos para o quarto. Sá fui no meu quarto perto das 19 horas para pegar minha mala e ir com ela ao aeroporto. Fazia tempo que não fodia tanto quase 19 horas seguidas. Ela reside em fortaleza mas viaja tanto quanto eu e hoje nos falamos pouco, apenas trocamos algumas mensagens, mas adoraria repetir a dose.



Se quiser um contato me escrevam, garanto sigilo absoluto e prazer ao extremo: [email protected]



Maceiá - AL

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos/flagrei minha prima dando para dois negoescontos eroticos tia marta morena coroa tenho bunda grandeVer vidios porno de exetos e contos eroticos somente de pai chupando a bucetinha propria filha, pequenininha da filinha caçula que e pequena de tudo que nem tem penugem na bucetinha ele chupa na mara:) machos arrombador de gay afeminadocontos eroticos de incesto com filhinho viadinho com a mamãecontos eroticos verdadeiro primo bem dotado da minha mulher pasa ferias em casacavalogozou forte na boceta da safadamalandrao dando o cuzinho pra boy malhado contocontos eroticos punhetascontos eroticos fui castigadasou hetero mas ja paguei um boquete e gostei muitoo dia em que passei a amar zoofiliaconto vilma convence fred ser connocontos corno empretei minha mulher para traveti e fikei vendocontos crossdresser o velho me comeu no matinhocontos erotico transei por dinheiroconto gozando no cu da gostosa de suplexcontos eroticos o pau groso do meu funcionariomeu namorado masturbou me na descoteca contoscasada da bunda maior de todas contosconto moleke chantageia mulher na casacontos encoxada com o maridocontos eroticos de incesto dormindoContos d uma mulher virgem amarrada no curral e estupradaconto eu e minha babatia gordinha espiando contossexto de roupas sujas contos eroticosvideos zoofilia cavalos gozando na bucta epenetrandocontos cabacinho com meu paibaxinha no hotel com namoradocontos gay comendo o muleke do orfanatoPuta desde novinha contoscontos eroticos, casada nova surpreende marido em cine pornoconto erotico tia putacontos sou fudedeiraRelato de mulher tenho tesão em executivo de pau duro na calça do ternocontos se caga na pica e gostareforma na casa dos crentes contos eroticosconto erotico marido perdeucontos eroticos chupando a pica do meu filhosobrinho de caseteduro amcontosinha xota fica molhadinha quandovejo na rua uma picaContos eróticos minha gata fode com todospono vitgen nãoa aguentiu epediu p paramcontos gays adoro cheirar uma rolacontos eróticos comi evangelicaContos d uma mulher virgem amarrada no curral e estupradacontos eroticos casadas e pedreirosConto erotico minha mulher e uma puta rampeiraMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contosContos eróticos engravidei do desconhecidoContos eroricos esturpo seios mordidasminha esposa ela levou sua amiga solteira pro nosso quarto pra eu fuder elas duas juntas conto eróticomeu pai e o amigo dele comeram minha namorada contos eróticosGostosa inpregada durmino so di caucinha i o patrao tentando comelaVer buceta mulhere mas buntuda do mundo lésbicas esfregando pernas de rã veridicoSou casada mas bebi porro de outra cara contosContos eroticos... Cunhada usando um vestidinho curtoMoleque fez minha esposa nojenta mama sua rola historias eroticasporno contos eroticos encerto descobri que meu marido que ser cornocontos eloticos marido levar mulher p andar de o.ibos p veer homem sarraando na binda delaconto de sexo agrentou duas pica no curelato erotico meu filho gosa nas calcinha minhascomi minha filha no carro contofilhinhas safadinhas contossequestro e muitas lambidas no grelocontos eróticos gay encarado na escolaArrombei a casada crente contosgosto de ser estuprada conto eróticocontos eroticos na praia meu sogro me comeucontos eróticos de negras no metrôandrossi Comi o c* da afilhada dormindo bêbada pornô pau bem grande no c* dela e ela nem sente