Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GATAS ANGELICAIS A PROCURA DE UM AGARRÃO

Click to Download this video!

Helena está tomando banho. Sente a água escorrer por seu corpo e fica relembrando a tarde de sábado que teve no shopping.

“Passeou com suas sobrinhas, tomaram lanche, falou com Guto pelo telefone, escutou sua voz e sentiu seu coração mais uma vez se encher de amor e ternura por ele. Saudades! Saudades da sua presença, dos seus encantos, do seu cheiro, do seu calor, do seu suor e do seu sabor.

Na saída do cinema, Helena encontrou duas amigas do tempo da faculdade. Adriana, Fernanda e junto com elas estava Diana. Enquanto suas sobrinhas brincavam e tomavam lanche, Helena ficou conversando com elas por quase uma hora e recordaram muito os momentos da faculdade de pedagogia. As meninas também tomaram lanche com Helena e suas sobrinhas.

Trabalhos feitos em grupo, aulas, provas, paqueras, situações divertidas. Tudo foi recordado por elas e riram muito e se divertiram.

Helena sentiu muita alegria naquela tarde, mas notou que Diana a olhava de uma maneira diferente, discreta e carinhosa. E como olhava!

No final da tarde, na hora de ir embora, na hora de se despedir, Diana convidou Helena para seu aniversário na práxima sexta feira em sua casa, uma reunião simples, apenas para amigos. Fernanda e Adriana disseram que também iam e queriam que Helena fosse. Diana e Helena trocaram telefones. As meninas se despediram-se de Helena e as crianças e todas saíram do shopping.”

Apás Helena se recordar de toda sua tarde e os momentos vividos, ela sai do banho. Mas a maneira como Diana a olhava deixou ela intrigada!

Helena se deita e dorme. Sonha com Guto! Sonha com pessoas diferentes! Sonha com situações muito excitantes!

Já durante a semana, quarta-feira, na correria do dia a dia, Helena quando volta do trabalho seu celular toca! Ela atende:

- Alou.

- Oi Helena.

- Oi! Quem fala?

- É Diana. Tudo bem, Helena?

- Oi Diana... tudo. E você?

- Bem, graças a Deus. Olha, estou ligando para saber se você vem mesmo no meu aniversário?

- Olha, eu vou sim. Posso levar meu namorado?

- Claro que pode! Vocês serão bem vindos!

- Aaah, então ta, nás iremos!

- Tudo bem, então. Espero vocês! As meninas irão estar aqui também. A gente se vê na sexta, um beijo. Eu gostei muito de você!

- Eu também... um beijo Diana!

Helena ama Guto, mas não consegue parar de pensar na maneira e no jeito que Diana a olhava no sábado no shopping. Ficou intrigada!

Já na sexta feira, à noite, por volta das 19:07 h, Guto chega. Irá passar o final de semana com Helena em sua casa.

- Oi amor.

- Oi minha delícia, diz Guto já logo abraçando e beijando Helena!

- Estava no banho. (Helena estava sá de toalha)

O irmão de Helena já tinha ido trabalhar. Guto e Helena se beijam, se acariciam, se enlouquecem e começam a se deliciar ali mesmo. Mãos aqui, mãos ali, beijos, chupadas, trocas de carícias, trocas de palavras! Helena sente a língua de Guto roçar sua língua, sente seus lábios acariciarem os seus! Guto tira a toalha do corpo de Helena e a pega no colo e leva pro quarto.

Guto, com Helena em seus braços, começa a beijá-la, acariciá-la, passa as mãos em seus cabelos, no seu rosto e a coloca na cama.

Guto começa a lamber todo o rosto de Helena, seu pescoço, suas orelhas, suas axilas, seus braços, sua barriga, seus seios. Vai descendo e encontra o sexo de Helena. Começa a beijar a vagina dela! Ela se contorce em arrepios e desejos. Sente seu corpo se inundar de calor e prazer. Ela quer ser dele neste momento!

Guto ergue as pernas de Helena e começa a passar sua língua no ânus, na vagina, no clitáris dela. Ela não resiste e pede mais, mais. Guto abre a sua vagina e começa a enfiar a língua dentro de Helena. Sente seu mel, seu sabor e continua a lamber... lamber, até que Helena tem um orgasmo na boca de Guto! Ela já estava muito excitada desde sábado passado. Ela queria estar com ele naquela hora.

Helena se levanta do sofá e diz:

- Amor, eu te amo. Faz amor comigo?!

Helena tira a camisa de Guto e começa a beijar sua boca, seu pescoço, sua orelha, sua língua, seus peitos, seus mamilos e vai descendo por sua barriga até encontrar seu pênis!

Helena começa a enfiar na boca aquele pênis gostoso e sente que ele começa a crescer, a desejar cada vez mais...

Passa sua língua na cabeça, cospe nele, mexe, com suas mãos, pra cima e pra baixo, chupa suas bolas, chupa suas coxas, chupa até o ânus de Guto, chupa de novo seu pênis e sente que Guto enfia dois dedos dentro de sua vagina. Ela quase se desmancha em prazer.

Helena se levanta e senta em cima do pênis de Guto com sua vagina pingando desejos. Ela está de costas para Guto e começa a sentar de uma maneira forte e rápida em seu pênis, o deixando louco e indefeso de tesão e desejos por ela. Os dois gemem muito, se amam, se desejam, se curtem.

Enquanto Helena senta gostoso no pênis dele, começa a vir na cabeça dela momentos com Guto, momentos da semana, a imagem de Diana a olhando, olhando e olhando!

Helena tem um orgasmo com o pênis de Guto dentro dela!

Ela está louca de desejos, se vira de frente pra ele, mesmo sem tirar o pênis de dentro da vagina, coloca seus pés em cima da cama e começa de novo a enfiar e tirar aquele membro de dentro da vagina. Os dois gemem. Helena continua a mexer cada vez mais forte com seu quadril e apertar o pênis de Guto dentro dela, como se quisesse espremer pra tirar o caldo!

Depois de vários movimentos, Helena começa a gozar e crava suas unhas nas costas de Guto quando tem um novo orgasmo. Pensa em várias coisas, vários momentos com Guto e de novo a imagem de Diana a olhando! Guto também não se contém, começa a ejacular dentro da vagina de Helena. Despeja todo seu sêmen dentro dela, lá no fundo. Os dois se beijam, se acalmam, se cheiram e se abraçam.

Helena diz, depois de alguns instantes:

- Amor, vamos num aniversário hoje? Será na casa de uma amiga, de uma amiga minha. Diana!

- Que legal, amor! Que horas a gente vai?

- Vamos para o banho e já iremos sair! Vem...

Eles tomam banho juntos, se curtem, se beijam, mas saem logo do banho.

Já por volta das 21:17 h daquela sexta feira, eles chegam na casa de Diana. Uma casa bonita e aconchegante. Cheia de pessoas, mais ou menos umas 25 pessoas. Familiares de Diana, irmãs, irmãos, sobrinhos, sobrinhas, amigos, amigas, churrasco, doces e bolo.

Guto e Helena cumprimentam Adriana e Fernanda e parabenizam Diana com beijinhos no rosto e abraços. Helena apresenta seu namorado, o Guto.

- Oi Diana, parabéns. Muitas felicidades. Muitos anos de vida.

- Oi Diana, parabéns. Muitas felicidades. Muitos anos de vida.

Diz Diana:

- Oi Helena, oi Guto. Muito obrigada. Sejam bem vindos. Vocês são lindos! Que bom que vocês vieram. Entrem!

Diana conduz Guto e Helena por toda a casa e apresenta seus familiares e amigos. Fiquem à vontade.

Guto e Helena começam a conversar e participar da festa na casa de Diana. Comem, bebem, dão risadas, escutam piadas, músicas, etc. Helena apresenta mais amigos seus e eles se enturmam na festa.

Helena está de vestido vermelho, levemente decotado, de alças e com suas costas a mostra. Tem um casaquinho por cima e tamanco vermelho.

Guto está de calça jeans, sapato e camisa vermelha.

Diana está de sandália de salto preta, vestido preto levemente decotado, de alças e cabelos pretos e presos com rabo de cavalo.

A casa de Diana não é grande, sobrado, aconchegante, churrasqueira e amigos. Diana mora com seus pais.

Diana, quando passa perto de Helena, toda vez, sorri e fixa, discretamente, seu olhar nela. Isto deixa Helena à vontade e intrigada com os olhares de Diana.

Por volta da 00:00 h é cantado os parabéns para Diana. Todos comem bolo, doces e parabenizam novamente Diana.

Por volta das 00:42, Helena dá um beijo em Guto e diz que vai ao lavabo da casa retocar sua maquiagem e fazer xixi. Quando Helena entra no lavabo, acende a luz e começa a fechar a porta surge Diana que segura a porta carinhosamente e diz que quer falar com ela. Helena toma um susto, seu coração dispara, mas ela não resiste. Diana se certifica que ninguém percebeu que as duas entraram no banheiro e fecha a porta cuidadosamente. Diana diz:

- Desculpe-me, Helena. Mas tenho vontade de fazer xixi. Estou apertada.

- Aaah, então tudo bem! Pode fazer. Eu espero lá fora!

- Não!? Imagina. Você já estava entrando e eu quero mesmo falar com você, a sás!

- É...? O que houve?

Diana naturalmente abaixa sua calcinha, sobe seu vestido e senta no vaso. Faz xixi.

Helena disfarça e fica se olhando no espelho, retoca sua maquiagem enquanto espera para fazer xixi.

Diana diz:

- Helena, adorei te conhecer. Você é muito legal, divertida, comunicativa e linda.

- Muito obrigada! Você também é. Sua festa está linda! (Helena está tensa)

Diana se enxuga, levanta do vaso, sobe sua calcinha e desce seu vestido e dá descarga.

Diana vai em direção a Helena em frente ao espelho. Abre a torneira e também retoca sua maquiagem.

Helena sente um calor e uma excitação por estar no banheiro com Diana. Sente seu corpo tremer, mas aguenta firme. Helena sai de frente do espelho, enquanto Diana a observa de cima a baixo. Helena também abaixa sua calcinha, sobe seu vestido e deixa sua vagina depilada à mostra de Diana, que a observa! Helena se senta no vaso e deixa seu xixi sair, escorrer de sua vagina.

Diana se vira para o espelho novamente e fica apenas escutando o xixi sair de Helena. Diana está com seu corpo tremendo de desejos por Helena, mas também se controla.

Helena, apás o xixi, volta a ficar com Diana na frente do espelho enquanto lava suas mãos. Diana diz:

- Helena, quando você e seu namorado quiserem vir aqui, fiquem a vontade!

Helena sorri e diz:

- Tudo bem, nás viremos!

Na saída do banheiro, Diana não aguenta. Quando Helena está de costas em direção a porta, ela agarra Helena por trás e empurra Helena contra a porta, carinhosamente. Fala aos ouvidos de Helena que a achou linda e deseja estar com ela.

Helena sente o calor da respiração de Diana em seus ouvidos, se arrepia e se molha de desejos por aquela menina. Não acredita no que está acontecendo no banheiro. Sente as mãos de Diana nas suas costas, o corpo de Diana que fica colado ao seu.

Diana vira o corpo de Helena e fica frente a frente com ela. Passa seus dedos no rosto, nos cabelos e lábios de Helena. Beija sua boca. Helena sente aqueles lábios macios e carnudos encostarem nos seus, sente a língua de Diana levemente roçar a sua, o calor dos lábios, da respiração das duas naquele momento.

Elas não resistem e se beijam!

Diana desce seu corpo na frente de Helena, fica agachada com suas mãos por baixo do vestido de Helena. Diana abaixa a calcinha e lambe carinhosamente a vagina de Helena, que não resiste. Enfia sua língua. Helena está extasiada, tenta resistir, mas não tem forças. Diana enfia e tira a língua de dentro de Helena. Helena começa a ter um orgasmo, sente escorrer pela sua vagina o seu mel misturado com o esperma de Guto, que ainda estava dentro dela. Diana lambe e engole tudo. Engole o mel de Helena e Guto juntos, dentro de Diana agora!

Diana percebe que Helena tinha tido relação com Guto horas antes. Ela sobe seu corpo novamente e beija Helena carinhosamente. Diz esperar pelos dois em sua casa.

Elas se refazem do evento, uma sai do lavado e depois de alguns segundos a outra também sai. Ninguém percebeu nada, tudo não levou mais de 19 ou 19 minutos.

Diana volta para a festa ainda excitada, quente, desejosa de Helena e querendo mais.

Helena volta extasiada, leve e tensa ao mesmo tempo, mas se segura e continua a curtir a festa.

Durante a festa elas continuaram a se olhar, mas agora de uma maneira diferente.

Guto beija Helena e percebe que ela está diferente, mas não questiona e sente apenas um cheiro diferente em Helena.

Lá pelas 3:00 h da manhã, Guto e Helena saem da festa, se despedem das pessoas e vão felizes para a casa.

No caminho vão conversando e recordando dos momentos agradáveis e felizes que tiveram na festa, as amizades que fizeram, o bolo, os doces. Hum!

Já em casa, na hora de nanar, na cama com Guto, Helena ainda muito excitada percebe que Guto está excitado e a desejando novamente. Helena sobe em cima de Guto e deixa aquele membro escorregar pra dentro dela de novo. Durante este momento de amor, Helena confidencia a Guto o que ocorreu na festa entre ela e Diana. Helena diz:

- Amor, eu quero te contar uma coisa!

- Fala amor, me diz.

- Eu fui agarrada pela Diana na festa!

- Agarrada? Mas eu não vi nada!

- Ninguém viu, foi dentro do lavabo.

- É...?

- Sim! Eu estava entrando e a Diana chegou e entrou também.

- Nooooooossa, o que houve?

- Ela queria usar o banheiro e ficamos conversando.

- Certo, que estranho!

- Quando terminamos de fazer xixi, na saída, ela me agarrou. Me beijou, se abaixou e me chupou.

- Uau, uau, a Diana?

- Sim, ela mesma!

- E eu? Nem me chamou. Rsrsrs...

- Na festa, amor?

- E você, amor? gostou?

- Eu te amo, Guto. Eu te amo. Sou apaixonada por você. Mas eu adorei a Diana! Ela me excita! Eu sinto que é curiosidade, coisas de mulher.

- Nooooooooossa, que delícia amor. Eu também te amo, sou apaixonado por ti, fico feliz por você e por ela. Mas eu te amo, nunca se esqueça disso.

Eles continuaram a fazer amor, a conversar. Isto foi ainda mais um motivo para apimentar a relação de Guto e Helena.

Helena ainda disse a Guto que Diana os espera na casa dela. Guto adorou. Helena disse que achava melhor esperar Diana ligar pra ela.

Passado alguns dias, Diana liga para Helena e convida ela e seu namorado para passar um final de semana com ela. Na casa dela. Seus pais iriam para São Paulo, na casa de uma tia e ela estaria sozinha em casa. Helena diz que sim, que eles iriam.

Helena avisa Guto e ele fica excitado! E concorda.

Na sexta feira, umas 20:44 h Guto e Helena chegam a casa de Diana. Ela os recepciona com carinho, beijos no rosto e abraços. Serve petiscos e bebidas e começam a conversar. Tomaram até caipirinha de limão e pinga.

Guto está vestido com calça jeans, camisa branca e sapato preto.

Helena está de tamanco, calça jeans e blusinha vermelha decotada e colada ao corpo. Cheirosos e perfumados. Excitados e ansiosos pela noite que os espera.

Diana é uma menina de 25 anos, branca, cabelos lisos e negros, altura e peso muito práximos de Helena. Ela também é professora e não tem namorado. Como Helena, Diana nunca tinha ficado com menina e quer experimentar, pois isto a excita muito, desde criança. Diana está de saia preta, blusinha rosa e tamanco rosa envernizado.

Eles conversam e dão risadas sobre diversos assuntos. Estão felizes e descontraídos, estão muito entrosados e parecem que já se conhecem a um tempão. Estão à vontade.

Num dado momento, Diana fala para Guto:

- Sua namorada é linda. Tome cuidado, senão eu pego ela pra mim!

Diana vai em direção a Helena, pega em sua mão, pega na mão de Guto e os levam para o seu quarto.

Mas o transcorrer desta histária vocês verão no “Gatas angelicais a procura de um agarrão 2.”

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erotico meu amigo na picina de casaContos,erotico de mulher casada da na,zona,ruralContos Eróticos vi minha amiga sendo emrabada pelo maridão bem dotado fiquei com muito tesãocontos eroticos meu sobrinhocontos eroticos menininha safadapassando lápis na bucetarelato fui trocar o gaz e arrombei o cu da crenteContos eróticos de homens que tomam viagra e arrombam mulhercontos de coroa com novinhofilmei uma traicao e chantagiei contosContoseroticos estuprando Vitóriaesposa comvemceu maridu deixa. ela da para outro..comtos eroticosminha cunhada traindo meu irmao com o patrai contosWww.contoseroticosvirgindade.comContos pornos-mamae deu um selinho no meu paucontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconvidando o amigo hetero para assistir um filme porno e ele me comeu conto gayneqguinha gritando ai vou gozarcadela piscando em uma metendo picameu padrasto me fudeo todAcontos eroticos - alta grandona bundudameu tio velho ajudou eu e minha prima perder o cabaçoUM ESCONDE-ESCONDE DIFERENTE (PARTE-2)marido esposa e travesti enquanto marido dormir travesseiro na lava na bunda da esposa deleFoderam gente contos tennsminha mulher tá ficando conclusão tem alguém comendo contos eróticosContos erotico dois policial dotadu fudel minha esposameu cachorro emgatou no meu cu cintoContos eróticos: menininha da a buceta pro camioneiro bem dotadoconto erotico arrastaram minha namorada na festarelato erotico corno viadinho dedo cuContos vizinha de 19comendo amae domeuamigo porno leisbicoContos tarados por cu de bundudaloca pra fude vai logo metencontos eroticos transando com a lutadorabucetao gggnegraComtos erotico meu entiadocontos bebendo gozo do militarxvideo mulher fazendo trepe tizerContos eroticos de homem que estava batendo punheta no trem na frente de todo mundo semvergonhaContos de zoofilia de homem a fuder femiacontos erotico sou corno do meu sogroPuta desde novinha contosconto erótico gay o pai do meu primo pauzudo conto gay paguei enfiei pregasmeu padrasto me iniciou na zoofiliaSEDUZI MEU PADRINHO +CONTOSconto comedo que meu filho virasse gay dei pra eledespedida de solteira com negros contosconto erotico mano pauzusdodando padrasto contos eróticoscontos tio enrraba sobrinhoconto erotico japonesinhacontos calcinhaconto erotico gay fui estuprado por meuminha esposa faz questao que eu veja ela com outro em nossa cama e depois chupe ela toda esporrada videoscontos eu marido na prai de nudismocontos eroticoscrenteconto sou loira e adoro um negãovídeo de pornô do metendo vendo a sua beleza ela me chameenrabada pelo chefe contosO coroa me levou pra sua lancha conto eroticoChupa minha piroca ingrideu minha namorada e uma amiga carioca conto eróticocontos gay brincadeira de luta comi meu irmãozinhocontos de punheta com botasconto de encesto filho vetido de noivinhaquando a chapeleta inchada entrou no cu a menina gritoContos eroticos dei na festa em macaxeiraconto erotico mulher fodendo com varios vizinhosTennis zelenogradconto esposa com negãoesposa devoradora de garotinhoscontos abusadoPuta desde novinha contoscontos eroticos fudendo a mae ño campismodei gostoso contos coroas defloração relatoconto erotico real eu meu tinha comemos minha tiavelhotaradocontoscutuquei a buceta da mamae contostezões hentaiEnrabei a sobrinha da minha esposa contoscontos de filha que nem tinha nascido cabelo na buceta mas rossava xoxota no colo do paicontos eróticos com fotos de casadas fazendo zóofiliacontos de lesbicas coroascomtos eroticos bebo porra de veilinhocadela virgem conto