Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TREPANDO COM O ENTREGADOR DE PIZZAS

Click to Download this video!

Um entregador de pizzas, já tinha me beijado, lambido e chupado a boceta na garagem aqui de casa e que tínhamos combinado que iríamos para o motel juntamente com o meu marido e fomos. Foi numa quinta feira a noite, ele estava de folga e a esposa dele de plantão no posto de saúde onde trabalha como enfermeira. Ele me ligou por volta das nove e meia da noite e eu confirmei que as dez horas, eu e meu marido o estaríamos esperando em um posto de gasolina onde poderia deixar a moto dele. Ás dez horas pontualmente ele chegou. Estacionou a moto e entrou em nosso carro me cumprimentando com um beijo no rosto e dando um boa noite para o meu marido.



Meu lindo corninho antes de ir para o motel resolveu ir até uma conveniência para comprar cigarros, camisinhas, e enquanto isso, eu e ele ficamos dando uns amassos dentro do carro fazendo um esquenta. Eu usava um micro vestidinho azul com uma tanguinha vermelha por baixo, sandálias de saltos altos nos pés e batom vermelho nos lábios combinando com a cor do esmalte das unhas dos pés e das mãos. Ele me acariciava os seios e me beijava gostosamente. Quando o meu marido chegou e nos viu nos amassos ele falou: “Amorzinho, pule pro banco de trás e aproveite que ainda é cedo e vou dar umas voltas pela cidade.” Eu nem acreditei.



Meu maridinho corno rumou para o centro da cidade fazendo questão de deixar o vidro do carona abaixado e enquanto ele dirigia, eu e o Celso, nos esbaldávamos no banco traseiro do carro, que tesão. Meu marido pegou a rua 19 de julho que estava movimentada e se dirigia para a área central de Campo Grande-MS, em velocidade lenta, como querendo que outras pessoas nos vissem naqueles amassos. O Cleso havia se sentado bem no meio do banco traseiro e eu me sentei no colto dele e sentia a sua língua me lambendo os seios com o meu vestido já abaixado. Como eu fiquei com a bunda quase junto do meio dos bancos dianteiros, o meu marido me acariciava nela, que delicia. Quando ele parou no sinal vermelho da rua 19 de julho, esquina com a avenida Afonso Pena, eu me ajeitei e o Celso me tirou a tanguinha, que doideira.



Me recostei na lateral do carro com as pernas abertas e o Celso caiu de boca nos meus joelhos, coxas e boceta, nossa, como ele me chupou gostoso ao mesmo tempo que enfiava o dedo no do meio da sua mão direita no meu cuzinho, que tarado. Quando gritei que tava gozando o meu maridinho me mandou tirar a bermuda dele e chupar o pau dele, eu obedeci no ato. Toda melada com os meu gozo escorrendo pro meu cu, eu me posicionei me deitando no colo do Celso e apás tirar a sua bermuda, deixando ele peladinho, cai de bocas no seu pau e no seu saco com as duas enormes bolas. Do jeito que eu chupava o seu pau eu ainda, apertava as bolas. O Celso gemia e delirava de tesão jogando a sua cabeça para trás enquanto o meu marido me incentivava a chupá-lo bem gostoso. O Celso me falou que tava pra gozar e meu marido me mandou parar de chupa-lo e sem deixar de dirigir e ir me dizendo o que eu tinha que fazer, ele me mandou ficar de quatro pro Celso me meter, foi incrível.



Fiquei de quatro me apoiando no banco do carona da frente e o Celso se posicionou atrás da minha bunda abrindo ela e enfiando a sua língua no meu cu para em seguida, encostando a cabeça do seu enorme e duro cacete nos lábios da minha boceta, aos poucos, de forma carinhosa, ir enfiando aquela delicia de pau na minha xoxota. Quando ele colocou todo o pau dentro da minha boceta, ele me segurou nos quadris e mandou ver com vontade e eu comecei a gemer de tesão a cada estocada que ele me dava e gemia olhando pro meu marido que dirigia calmamente pela avenida Afonso Pena. Eu gemia alto, meu corpo delirava a cada metida forte que o Celso me dava com o seu duro cacetão na minha boceta. Me lembro que quando estávamos passando em frente ao Shopping Center Campo Grande, o Celso me apertou com mais força os quadris e berrou que ia gozar, foi uma loucura. Eu e ele, gemendo feito dois tarados gozamos gostsamente, eu no pau dele e ele na minha boceta, foi uma delicia.



Não demorou e senti a sua porra escorrer pelas minhas coxas e sem demora me virei e comecei a limpar o seu pau engolindo o restante de porra que o seu pau expelia. Quando terminamos de gozar o meu marido que estava enlouquecido de tesão por me ver ser comida enquanto ele dirigia, parou o carro num hot dog onde tomamos cada uma latinha de cerveja, fizemos um lanche leve e depois que eu e o Celso no refizemos, saímos novamente a andar sá que desta vez o Celso me comeu o meu cu e depois, esporrou gostoso na minha boca, foi uma noite maravilhosa e acabamos nem indo pro motel como tínhamos combinado. Agora iremos repetir daqui uns dias essa trepada dentro do nosso carro mas em um local com bastante movimento. Não vejo hora de repetirmos essa brincadeira. Meu msn é [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


minha dani me fodeu me quando dormihttp://porno contos eroticos de mulheres estrupadas ele elacontos eroticos estupro da cegaConto erotico entaloue Deus que cavalo inteiro transando ai ele tem pinando amolecer botar a mão na orelha Ela empinaanão transando com jamaiscontos eróticos de mulher casada f****** com namorado da filhaPeguei minha tia naciririca e aproveiteiquero assistir anã cimastubando quartocontos eroticos sou tarado na sua bundonaFoderam gente contos tennsEu roberto o cachorro conto erotico gaycontos de professor e alunaSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto erotico de esposa de bunda grande com o gordocontos eroticos testanta a esposacontos eroticos de incesto: manha mae me ensino a Transar 2conto erotico sou casada safada adoro andar com fiosinho e rebolando no meu trabalho adoro fudercontos eroticos minha mulher me castiga apertando minhas bolasbucetagandocontos porno de submissas falando palavrões porno contosesposa deu cu estranhocontos de coroa com novinhocontos gay brincadeira de luta comi meu irmãozinhocontos o patrão do meu marido faz sadomasoquismo comigoirma madura solteirona rabuda contos eroticoscomi minha sograegozei na bocar delavem ver meu corninho contopernas grossas dosexocontos eróticos me contaram que minha mulher me traiafodida ate desmaiar, conto eroticocontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoconto erotico gay no trabalho com homemvelho coroa grisalho peludonoiva orgia contossou casada madura mas na chacara bati uma punheta pro visinhocontos eróticos minha esposa me confessou tudogarotinha bucetinha estufada contoscontos eroticos menininha safadacontos eroticos casada flagra seu vizinho batendo punhetacontos eroticos sobre voyeur de esposacomtos eroticos peituda na escolaminha esposa mostra a buceta para meu padeiroscontos eróticos gay irmãos machos se esfregandocontos eróticos dopei namorado eu e amigaConto Meu Amor é um Traficante parte 3- Contos Do Prazerconto erótico minha mulher me ofereceu sua amiga travesticontos eróticos vestido de langeriescasa dos contos erotica me doparamcontos eróticos menino pequeno dá ocupadoconto erotico gay: meu amigo japones me arrombouConto erotico de a massagemContos tirando a virgindade com um desconhecido tarado onlinecontos eróticos irmã calcinha dormindopirokinha com leitinho contos eroticoszueiras mais gostosas e fogosas da bunda grande e pernas grossascontos eróticos com gordasvídeo pornô dois cara comendo a mulher do cara do homem assaltando a por lágrima é como o c* do homemsou cadela pratico zoofiliaconto erotico sadomazoquismo estrupei minha amigacontos eróticos namorada perder a virgindade com outroconto eróticos minha patroa mim paga so pra chupar a xana delacontos eróticos troca de casalcontos eróticos com mulher baixinhaConto erticos menina sendo estrupada pelo pai no matocontos eroticos 19cmcontos eróticos eu e meu pai comendo minha esposana infancia bosqueconto eroticocontos erotico com mim afilhada sem calcinhaestuprada pela quadrilha conto eróticoler contos de sexo de mulheres sendo chantageada na estrada e dando cuzinho pra dotadoswww.contoseroticos eu e a minha vovócom.br/conto_4323_tudo-em-casa-real-mae-e-filho.htmla esposa do meu tio contocontos eróticos meninas de 25 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinhos vermelhoscontos eroticos minha sogra é uma tentaçaocontos de cú de irmà da igrejaComi minha filha dopada conto erotico