Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

METENDO NA COLEGA DE TRABALHO

Click to this video!

Meu nome é Rodrigo, tenho 36 anos, não sou alto, tenho 1,70 cm, e confesso que estou meio acima do peso, não sou feio, me considero normal.Sou Casado e não tenho filhos.

Trabalho numa empresa de consultoria há alguns anos, e a rotina de trabalho é realmente estressante.

Minha esposa é super-ultra-hiper-mega ciumenta, e sempre está me ligando para saber o que estou fazendo, se estou na rua com quem estou almoçando, essas coisas.

Qualquer atraso, ou mudança de horário, ela já me atribuí centenas de amantes, algo que me deixa muito aborrecido, pois, eu nunca dera motivo para desconfianças.

Tenho uma colega de trabalho, chamada Flávia, que também sofre o mesmo drama, sá que com o marido dela. Muita insegurança, muita cobrança, e quem vive essas coisas, sabe que isso vai enchendo a paciência de qualquer pessoa.

Flávia é uma morena muito bonita, tem uma bunda maravilhosa, mas também não é nenhuma modelo de capa de revistas, ela é como eu, simples mortal, com alguns atributos que não passam despercebidos. Ela também tem uma filhinha, de menos de um ano de idade.

Um belo dia, ouço a discussão dela com o seu marido pelo cel, não dá pra não ouvir, e como sempre, era o danado do ciúme doentio, sobre o horário que ela chegou ao trabalho, por que tinha demorado, essas coisas.Depois que desligou o cel, ela meio que desabafou: “Que saco”!Eu perguntei se estava tudo bem, ela me disse que não, não estava nada bem, e me falou sem entrar em maiores detalhes de suas agruras...Eu compartilhei com ela meus problemas e a partir daí criamos um vínculo.

Disse a ela que esse tipo de coisa me deixa p. da vida, e que dava até vontade de botar um chifre mesmo na minha digníssima quando ela vinha com esse papo.

Para minha surpresa ela concordou, mas me disse que como tinha uma filha pequena, e como trabalhava fora, isso era muito complicado para fazer.

Eu perguntei: - E se fosse com alguém do trabalho?Acho que seria menos complicado. Ela corou um pouco, não me respondeu e eu também não toquei mais nesse assunto. Mas percebi que houve uma mudança de atitude dela comigo, ela ficou mais simpática, mais aberta, ficamos mais íntimos, na verdade.

Numa sexta, nosso supervisor disse que seria necessário trabalhar no sábado, e escalou a equipe que viria. Eu, Flávia e mais 4 pessoas.Virei pra ela e disse: fazer o que, tem que vir.

No sábado, cheguei por volta das 09h00min, ela já estava, e os demais chegaram logo depois, e começamos a trabalhar realmente a demanda era grande, e praticamente não paramos até o almoço. Perto do meio dia, o pessoal começou a levantar e perguntar onde íamos almoçar, eu disse que não estava muito a fim de descer, que talvez pedisse algo, Flávia também disse o mesmo, mas o pessoal decidiu comer num restaurante práximo e foram, ficando eu e Flávia.

Ela me perguntou o que eu queria comer já com o tel na mão para pedir a entrega e eu fui simples e direto: Você!

Num minuto estávamos atracados, nos beijando loucamente como se o mundo fosse acabar naquele instante.Nos certificamos que o pessoal havia descido e fomos para a sala de reuniões onde era mais reservado.

Fui tirando sua blusa e ela a minha camisa, beijei seu pescoço, até chegar aos seus mamilos, lambi a cada um deles com muito carinho, percebi que enrijeceram, ela tinha uns peitos maravilhosos e fartos, que me perdi neles. E como beijava bem, Fui descendo até sua vulva molhada, e bebi do suco dela, chupando o seu grelinho. Deixando de lado as preliminares, e eu pedi que apoiasse as mãos na mesa, de costas pra mim, já completamente nua, ela atendeu aos meus apelos, e se curvou arrebitando sua bunda que de fato era maravilhosa, peguei o meu instrumento completamente teso e a penetrei com todo carinho, ela estava lubrificada demais, molhadinha, que buceta gostosa e quente.

Apoiei minha mão direita na sua anca e a puxei fazendo um movimento de vai-e-vém, quando de repente o cel dela toca e advinha quem era?Isso mesmo o digníssimo, ela falou, ‘oi amorÂ’, ele deve ter feito a clássica pergunta, o que ela estava fazendo, e ela respondeu: Â’trabalhandoÂ’. Aproveitei para acelerar o movimento e fiquei dando umas estocadas lá no fundo do útero, daquelas que fazem a mulher pular. Ela tapou o cel e disse pra mim:Â’seu filho da p., aí eu ri e diminuí o ritmo, pq afinal, não queria que ela sofresse depois.Acho que ele se deu por satisfeito, ela perguntou pela filhinha, se estava tudo bem, e ainda disse no final:Â’também te amoÂ’.Filha da p...

Depois desse fato inusitado, pedi que ela ficasse de frente, ela ficou em cima da mesa de reunião, coloquei minhas mãos por baixo de suas pernas e comecei a meter de frente, e comecei o vai e vém, que loucura,quando estávamos quase gozando, aí o que aconteceu?Meu cel que tocou, adivinhem quem era?Isso mesmo, minha esposa.

Ela perguntou: ‘Que voz é essaÂ’? No que eu disse, ‘voz de cansadoÂ’. Clássica pergunta, no que eu respondi: Â’TrabalhandoÂ’, sá que agora foi a vez de Flávia me sacanear, ela começou a rebolar feito uma cadela no cio, que me deixou tão louco, que agora fui eu quem tapou o cel e disse:Â’pára sua puta safadaÂ’!Concluí a ligação mandando beijos, mas fui menos sacana que Flávia, pois, não tive de dizer ‘te amoÂ’ no fim.

Depois ficamos ‘brincandoÂ’ mais um pouco mais até cairmos pro lado de exaustão e satisfação, espero que ela tenha gozado, pois eu gozei muuiiiito.

Recompomos-nos, e nos demos conta que 40 minutos haviam se passado, o pessoal demorou mais meia hora pra voltar do almoço e quando chegaram perguntaram: Â’E aí, comeram o quê?Â’ Quase não conseguimos nos conter de tanto rir. Trabalhamos o resto da tarde como se nada tivesse acontecido, torcendo para que tivéssemos mais trabalho nos sábados a frente!rsrsr.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


evy kethyn istinto ativomarcio buceta fabiana em porto Alegreconto erotico incesto sonifero filhaconto afoguei com galacontoseroticos as 2 filhas daminha visinha vierao brincar com minha filhinha wuen brincou foi euTreinamento de cachorros para zoofiliaBucetas grandes fog lp imasturbando com obras em xasa contocontos erotico gay negro dando pra brancoconto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamentecontos eroticos na paredeContos eroticos pai espretado filha a tomar o banhoContos com belas picasfestinha no.ap contos gaycontos porno esposas estuprados submissoscache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html minha irmã no meu colo contiso cu da morena saio sague de tanto fura porno doidocoitado do meu cu contosfiquei bem machucada por fuder com cachorro enorme contos de zoofiliaconto erotico chantageado namorada do meu amigoconto erotico brincando de pique esconde comir o cu da minha amiga novinhavidios pornu mulhe qUe gota de trasa vetida com fataziacontos eróticos chupa querido aiiii chupa a bucetaeu quero ver mulher ficando engatada fique transando com poodle cachorro poodlefraguei meu garotinho de seis anos mamando o pau do vizinho contos eróticos gayenfiando a perna da capeira na bucetaconto erotico teen sendo enrabadaOs travestis qui São quaz mulherfunkeira gemendo eqc cconto minha calcinhaContos minha sogra quis medir meu pauestoria de cantos erotico minha tia sentou no meu colo e comi elaconto erótico comendo a amigaconto erotico ajudando minha tia no encanamentocontos eróticos comendo abuceta da patroaela pediu pra parar mas continuei fudendoMe chupou contosFui vendida como escrava sexual para um negaovídeos porno metendo na minha tia depois do carnavalconto aos dez anos minha sobrinha sentava no meu colo sem calcinhacontos erótico de incesto eu novinha ano ... meu tio com 26*6cm de rola me arrombou Relatos de como tive minha primeira relaçao de sexo gay com uma cadela ainda virgem sexo zoofiliaesposa no motel com amigos contocontos eroticos exibi minha mulhercontos eroticos de se masturbando nas sandalias da sograuma buceta enchada de ter cido estruprada samgrandodelicia conto heteroirmã transformassem roupa vídeos pornô doidocontos eróticos meu sobrinho pequeno chupa meu pauconto erotico incesto sonifero filhadois gay fudendo violentamentw/entre siconto amador minha mulher viu o tamanho do cassete do cunhadocontos à canzanapegando a amiga camila com rabao empinadocontos comi a japonesa rabuda casadacontos eroticos da minha tia amadorascontos eroticos chupando a pica do meu filhocdzinha feminizadaconto ela estava no quarto nua e o sobrinho na salacontos-no colo de papai na praia de nudismocontos comendo a mae e a avógay surra chinelo putinhaJá botei ela para transar eu não vai botar o vídeo dela transando gemendo táo macho frequenta mimha casae o dono contosrapaz muito gostoso transando com outro rapazbonitoconto erotico amigas chupei cunhadaver treis mulle fazendo travesti cozacontos eroticos sou casada mas adoro pica de cavaloscontos eróticos tenho 31 anos e tirei a virgindade da buceta da minha noiva de 19 anosAmante de coxas grossa e bundao contostocu de proposito pornodoudoamante da calcinha de presenteConto erotico, tenho.50 anos e transei com minha vizinha casada de 60 anoscontos eroticos padrasto pausudo com menininhasconto erotico amigo bebado mulher carentecontos eróticos com mulher alemoaContos eróticos irmã peludaMeu Primo Me Decabaçou Sou Gaycontos eróticos cuzinho da mamãesou casada e dei pro meu irmao contocontos eróticos com animais papada por um cãocontos eroticos Itapetiningachantagem com irma contosContos eroticos pega a força por pmporno com amiga loira baixinha encorpadinhaContos de putas safadasamiguinhocontosenpurou no cu so para ve o gritomostra como fuder bem gostoso e a pica entrendao na bucetaConto erótico gay camisa social de sedaconto eróticos pai pauzudo e filha baixinhaSo passei a rola na buceta da minha professora na salaconto gozada dormindo