Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMO É BOM DAR CARONA A SECRETARIA

Click to this video!

Adoro ler os contos e agora resolvi postar os meus. Sou negro, profissional liberal, resido em Sampa e vou contar aqui algumas aventuras que aconteceram comigo, sempre preservando as fontes, utilizarei nomes fictícios conforme determina o site. Estava cursando faculdade de administração e precisava fazer estágio, mandei vários currículos e nada, até que um dia um amigo me indicou uma empresa na zona norte de Sampa que estava precisando de estagiário. Fui ao local deixei o currículo e depois de três dias me chamaram para entrevista e fui aprovado e na semana seguinte iniciei o estágio no período da tarde das 14h00 às 18h00, porque estudava no período noturno. Todo inicio de trabalho é triste não conhece ninguém não sabe o que fazer, mas fui aprendendo o trabalho e conhecendo as pessoas que trabalhavam lá, havia apenas 19 funcionários fixos, fora os que vinham prestar serviço algumas vezes. Mas a maioria era mulher e logo percebi que tinha alguns rapazes que mantinha um relacionamento com algumas meninas era o preferido e coisa e tal... Procurei fazer amizade com todos e apás algum tempo já estava dando carona para a secretaria, que vou descreve – lá {magra, 1,60 de altura, cabelos curtos, bumbum arrebitado, seios pequenos}, porque ela saia no mesmo horário que eu. A secretaria que vou chamá-la de Aninha, porque ela é baixinha, logo descobri que ela tinha dois filhos de 19 e 19 anos e que era viúva, o marido havia morrido a alguns anos e não tinha namorado porque se achava feia e que não tinha tempo para namorar. Iniciamos uma amizade sempre que podia dava carona de carro até uma estação do metrô que ficava mais fácil para tomar o ônibus porque ela morava na zona leste. Um belo dia estávamos se arrumando para sair e fui ao banheiro para urinar e não tranquei a porta, no local sá tinha um sanitário, ela não percebeu e entrou e ficou toda encabulada pedindo desculpa porque eu estava lá dentro. Tentei acalma – lá, e logo passou, voltamos à rotina de sempre, me tornei amigo dela. Conversávamos de amenidades até que um dia consegui entrar no que eu queria, falar de sexo, ela demonstrou ser experiente e liberal. Adorei e passei a tentar montar uma estratégia de ataque, um dia eu cheguei para o estágio e percebi que ela esta triste ela me contou que o seu chefe lhe tinha dado uma bronca porque ela não sabia fazer um documento que ele pediu no computador. Pensei é agora, no final do dia perguntei qual seria o documento que ele queria fazer e a ensinei fazer e ela ficou contente. Logo depois saímos como de costume e lhe ofereci a carona e ela aceitou e fomos embora, sá que era uma sexta-feira e aqui em samba, fica tudo parado porque o trânsito é complicado. No trajeto como estávamos no carro, ouvindo música ela voltou a me agradecer pela ajuda e me falou que se eu necessitasse de algo era sá falar. Fiquei um pouco em silêncio pensado como poderia pedir que ela fizesse uma gulosa, pensei se ela não aceitar vai ser uma merda, terei que pedir demissão. Mas vou falar, ou tesão era maior naquele momento, falei que eu queria era uma gulosa. Mas não falei apenas peguei a mão dela e coloquei na minha perna, ela ficou toda vermelha, mas não falou nada e continuou com a mão na minha perna, já que ela gostou fui subindo a mão dela de modo que ficasse estacionada encima do meu pênis que ficou duro que nem uma rocha. Ela percebeu e falou o que aconteceu com ele, naturalmente não poderia deixar passar em branco, falei é a sua mão maravilhosa que esta fazendo tudo isso. Logo abri o zíper e ela já o puxou para fora da calça e iniciou uma punhetinha bem de leve, mas muito gostosa. Eu fiquei preocupado porque ao meu lado passava vários veículos altos, como ônibus e alguém poderia ver. Mas fizemos o trajeto maravilhoso, ela segurando no meu pênis e eu passando a mão nos seus peitinhos e nas pernas, porque ela estava de calça jeans. Que delicia.... mas naquele dia não rolou a gulosa, mas já estava com meio caminho andado, como se diz na gíria popular. A gulosa somente aconteceu dias depois. Depois eu conto. Gostou do meu conto, procuro mulheres liberais, sigilo absoluto, mande e-mail: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


o homem abre a periquita da mulher e chupa e coloca um botijão dentro da vajinhaconto erótico sexo com violênciacontos tia me devecache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html contos erótico deu o cu quando era moleque e me rasgaramconto erotico historia de mulheres casada em fretando pau grademulher escanxa no cachorro e goza gostosoContos eróticos família liberal.2,historias erouticasmeninas com bucetinhas piticas pornogarotada vem bucetinha pela primeira vezcorno safada do Pará corto eróticosvizinha abrindo a cortina contoscontos eróticos - praia de nudismoo travesti apertou os meus mamilos e me comeuIncesto com meu irmao casado eu confessocontos eróticos de mulheres do b****** grandecontos a devassa do analmijando na boca desde era bem pequena contospapai traindo mamae comigo contos eroticosconto o mendigo roludo comeu minha mulhercondos erodicos con maescontos de esposa dando pro cunhadoComi cu claraconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuconto o Pastor me comeuenrabador de afeminadocontos eróticos com estrupo rola gggContos eróticos meu patrão do pau gg arrombou minha linda noivacontos de comi o cuzinho apertado de uma Neginho novinhocomi o marido de minha prima ma cama delacontos eroticos comi a mulher do traficanteconto fui por cima do meu primoDei minha buceta para meu genro na presença de minha filha contos femininonosso primeiro ménage com um colega de trabalho - relatosmarido chupa seios quando está nervosocontos eróticos de bebados e drogados gaysConto erotico apoata insanaContos de deu o cu por drogasContos eroticos exibindo para o vizinhocontos eróticos com mulher carentemamae e meu irmao contosconto minha esposa rabuda deu pra familia todo na salaconto erotico gay: meu amigo japones me arromboucontos VIZINHO INICIA ESPOSINHAconto minha mulher gosta quando levo ela nas festinhasconto ru e minhas filhasconto erotico mulher fodendo escondido no pomarconto menina safadinha anoschupando o clitoris da minha cunhadacontos de marido bem dotado querendo ver a mulher com duas picas no cu e bucetaconto.erotico nao resistie estuprei o filho da vizinha no banheiro ele desmaioucontos eroticos troquei marido pela vizinhacontos eroticos dando cu pro filhocontos eroticos a tres corno mesma camacontos putinha caralhudo corno chupaconto erotico esmagou cu esposadepilando o sobrinho pau durocontos eróticos bebadaconto real casada moro na casa do fundoaestoria de cantos erotico minha tia sentou no meu colo e comi elameu,vizinho mais velho me lambeuMeu meio irmão do pau de chocolate contosFoto casaro de gordinha de calcinhavídeos e contos eróticos de gays novinhos bonitos afeminados perdendo a virgindademinha mulher quer dar o cu p outro na minha frentecontos de comi o viadinho do irmão caçulacontos eroticos com enteadaeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoconto de mulher que se masturbatitio disse q ia fazer passar a vontade de fazer xixi contos eroticosEliana vai almoçar com Maísa fode fode vai fode fode fode meu c*Contos meu marido me pediu chifrepôrno pima maveliaviuva darlene fudendo muitoEle foi fundo com ela contos eroticoscoroas enfieins pornocontos eroticos sobrinha dormino bulindo na bucetaDei o rabo no estoque contosmetendo na barba de shortinho atoladosogras e madrasta fazendo boquetes rapidossafadezas da adolescência contos