Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMO É BOM DAR CARONA A SECRETARIA

Click to Download this video!

Adoro ler os contos e agora resolvi postar os meus. Sou negro, profissional liberal, resido em Sampa e vou contar aqui algumas aventuras que aconteceram comigo, sempre preservando as fontes, utilizarei nomes fictícios conforme determina o site. Estava cursando faculdade de administração e precisava fazer estágio, mandei vários currículos e nada, até que um dia um amigo me indicou uma empresa na zona norte de Sampa que estava precisando de estagiário. Fui ao local deixei o currículo e depois de três dias me chamaram para entrevista e fui aprovado e na semana seguinte iniciei o estágio no período da tarde das 14h00 às 18h00, porque estudava no período noturno. Todo inicio de trabalho é triste não conhece ninguém não sabe o que fazer, mas fui aprendendo o trabalho e conhecendo as pessoas que trabalhavam lá, havia apenas 19 funcionários fixos, fora os que vinham prestar serviço algumas vezes. Mas a maioria era mulher e logo percebi que tinha alguns rapazes que mantinha um relacionamento com algumas meninas era o preferido e coisa e tal... Procurei fazer amizade com todos e apás algum tempo já estava dando carona para a secretaria, que vou descreve – lá {magra, 1,60 de altura, cabelos curtos, bumbum arrebitado, seios pequenos}, porque ela saia no mesmo horário que eu. A secretaria que vou chamá-la de Aninha, porque ela é baixinha, logo descobri que ela tinha dois filhos de 19 e 19 anos e que era viúva, o marido havia morrido a alguns anos e não tinha namorado porque se achava feia e que não tinha tempo para namorar. Iniciamos uma amizade sempre que podia dava carona de carro até uma estação do metrô que ficava mais fácil para tomar o ônibus porque ela morava na zona leste. Um belo dia estávamos se arrumando para sair e fui ao banheiro para urinar e não tranquei a porta, no local sá tinha um sanitário, ela não percebeu e entrou e ficou toda encabulada pedindo desculpa porque eu estava lá dentro. Tentei acalma – lá, e logo passou, voltamos à rotina de sempre, me tornei amigo dela. Conversávamos de amenidades até que um dia consegui entrar no que eu queria, falar de sexo, ela demonstrou ser experiente e liberal. Adorei e passei a tentar montar uma estratégia de ataque, um dia eu cheguei para o estágio e percebi que ela esta triste ela me contou que o seu chefe lhe tinha dado uma bronca porque ela não sabia fazer um documento que ele pediu no computador. Pensei é agora, no final do dia perguntei qual seria o documento que ele queria fazer e a ensinei fazer e ela ficou contente. Logo depois saímos como de costume e lhe ofereci a carona e ela aceitou e fomos embora, sá que era uma sexta-feira e aqui em samba, fica tudo parado porque o trânsito é complicado. No trajeto como estávamos no carro, ouvindo música ela voltou a me agradecer pela ajuda e me falou que se eu necessitasse de algo era sá falar. Fiquei um pouco em silêncio pensado como poderia pedir que ela fizesse uma gulosa, pensei se ela não aceitar vai ser uma merda, terei que pedir demissão. Mas vou falar, ou tesão era maior naquele momento, falei que eu queria era uma gulosa. Mas não falei apenas peguei a mão dela e coloquei na minha perna, ela ficou toda vermelha, mas não falou nada e continuou com a mão na minha perna, já que ela gostou fui subindo a mão dela de modo que ficasse estacionada encima do meu pênis que ficou duro que nem uma rocha. Ela percebeu e falou o que aconteceu com ele, naturalmente não poderia deixar passar em branco, falei é a sua mão maravilhosa que esta fazendo tudo isso. Logo abri o zíper e ela já o puxou para fora da calça e iniciou uma punhetinha bem de leve, mas muito gostosa. Eu fiquei preocupado porque ao meu lado passava vários veículos altos, como ônibus e alguém poderia ver. Mas fizemos o trajeto maravilhoso, ela segurando no meu pênis e eu passando a mão nos seus peitinhos e nas pernas, porque ela estava de calça jeans. Que delicia.... mas naquele dia não rolou a gulosa, mas já estava com meio caminho andado, como se diz na gíria popular. A gulosa somente aconteceu dias depois. Depois eu conto. Gostou do meu conto, procuro mulheres liberais, sigilo absoluto, mande e-mail: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


O amigo dele me comeu contoscontos eróticos com mulher carenteprima madura solteira na casa de praia contos eroticos pornocontos erotico comeram minha bunda na festaporno mulhe bebada da para minino memo didadeconto ficou excitado em saber que eu fudendosou envagelhica e me comeram a buceta a força contos eroticoscontos eroticos homem casado dando para o primocontos transei com minha mae gostosa peituda no banhoconto erotico -comi minha namorada e sua irmã dcontos eroticos tia dando pro proprio subrinhocontos gay afeminadosvizinhalesbicacontocontos eroticos tava numa vontade danada de comer um cu e acabei dando o meucontos de homem com penis grosso que comeu sem camisinha a sogra Conto eritico meu pau n cabia na minha irma entrou e deixo td arrombadaContos minha irma e meu cunhado vieram passar uns dias conoscovivos magras de peitospequenos deixando gozar no peitocontos eroticos esfrega esfregacontos erroticos garroto comeu minha mulher dormindowww.contoencoxada/tiocontos tia me devepintelhos na transparencia das cuequinhascontos de pegando um cuzinho laceadopiroquinha despertando contosconto erotico vi meu tio velho coroa grisalho peladoEu roberto o cachorro conto erotico gaycontos erotico comi o hetero parte 19contos eroticos sou casada marido viajou eu dei comida para o mendigo em casaconto erotico ensinandoconto aprendendo da cuConto acho que minha mulher deu pra outro chegou em casa com a buceta machucadaCasa dos contos: Virgem na baladagays chupando cu de macho caretaDando o cuzinho para outro homem da pica gostosa, contos gays que dão tesãocontos eroticos fiz amor c minha mae na primeira vez que fui pra cama c elaContos eroticos... Minha doçe titiacontos eróticos de mãe ajeitando a filha para o pai comer na frente delacontos eróticos leite incestoSou casada fodida contogostosa de olho bendada e trançadaconto erotico humilhei meu maridoconto erotico fodendo a michelecontos erotico ele quis ser corno e eu providencieiPeguei minha tia naciririca e aproveiteiContos eroticos submisso amarrado engravideiconto erotico gorda na ruaConto erotico meu cachorro taradoConto erotico sobrinho fudeu gostoso com a tia coroaContos eróticos gay homem enfiou cu pivetinhometeu na vavina contocontos eroticos comi a motorista da van escolarconto eróticos mendigo batendo punheta na rua da minha casavisão dos sonhos dos cornoscontos eroticos gays no cinemaContos eroticos o marido gostoso da primaboquete mulher de 48 anos contocontos eroticor viadinho no cocheiravem ver meu corninho contotreinando a cadela para zoofiliacontos eroticoslingua no cuconto erotico padre fodendo casada rabudawww condos erotiscos garotas mastubandofotografando para um amigo conto euroticocasada foi brincar de esconde esconde e deu o cu casa dos contosamo ser rasgada fisting contocontos eroticos com lesbicas bofinhoseu gordinha arregacada por um roludo contosContos eroticos - me come vai, mete maninho.Conto de uma bundinhacontos eroticos da iniciacao gaycontos papai socou tudo no cu da filha ela se cagoucontos eroticos estupradas por animaisfiquei de pau duro quando mi.ha esposacache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"tenho 70 anos e sou tarada ando com minha boceta toda meladinhacontos eróticos gay brincando com os amiguinhos na infânciacontos gay militarConto amarrada arrancou minha roupa abre mais vadiaeu tenho uma irmã muito gostosa eu tava me depilando e ela pediu para terminar depilaçãoContos eróticos: menininha da a buceta pro camioneiro bem dotadoas pregas da tia foi pro saco contoscontos eroticoscalcinha algodao