Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O METRO DE NOSSA VIDA

Click to Download this video!

O METRO DE NOSSAS VIDAS....

Já escrevi sobre a nossa aventura com o amigo Léo. Volto a escrever sobre eu e a Nanda.

Outro dia Nanda chegou em casa dizendo que o metro estava super lotado, que não podia nem se mexer, estava amarrotada. Contou então que naquele aperto um homem ficou colado por trás dela prensando-a contra o cano onde se segurava. Em dado momento ela sentiu uma pressão mais forte e que o cara estava de pau duro forçando o contato. Pensou em reclamar mas algo a segurou. Como estava cheio demais deixou ficar. Cada um que passava para descer ou subindo fazia com que ele a apertasse mais. Ela começou a gostar da brincadeira e também se mexia contra o pau do cara. Em dado momento passou a mão atrás e teve certeza da rola dele dura. Sabendo que outras pessoas estavam em volta deles e não percebiam nada ela deixou a mão e passou a acariciar a rola dele por cima da calça até que ele desceu na estação. Disse que ficou molhadinha e chegou a gozar. Disse também que tem certeza que o cara também gozou nas calças. Nessa noite ela gozou muito pensando nele.

Por coincidência nosso amigo Léo (aquele que transou com ela e depois ela fugiu de outras aventuras) ligou dizendo que viria a São Paulo e o convidei para ficar em casa. Quando contei a Nanda dizendo que ela poderia reviver aquele momento do passado ela ficou brava mas depois vi que se excitou com a idéia. Não deu outra. Quando Léo chegou vi em seus olhos o tesão despertar. Como percebi que aquele dia no metro foi muito especial para ela a abracei por trás quando estávamos na cozinha e comecei a me mexer junto a sua bunda já com meu pau duro dizendo “que tal o Léo fazer o papel do cara do metro”. Ela se arrepiou toda.

Apás o jantar enquanto Nanda estava cuidando da cozinha contei ao Léo a aventura dela e pedi para ele ir lá a abraçar por trás dizendo que é o cara do metro. Fui atrás, ela se assustou quando Léo a abraçou prensando-a contra a pia. Porém quando ele beijou sua orelha dizendo que era o cara do metro ela fechou os olhos e relaxou e enquanto ele passeava as mãos por seu corpo e ela acariciava seu pau sobre a calça até que ouvimos seu suspiro de gozo.

Ali mesmo na cozinha nos despimos. Léo a colocou sobre a mesa e começou a chupar seus seios e desceu pelo corpo até chegar em sua boceta. Quando a língua dele penetrou sua vagina um arrepio passou pelo seu corpo e ela gemendo falou que sentia saudades de sua pica. Ela acabou gozando com suas chupadas. Ele a puxou se colocando com o pau na entrada da boceta dela, dizendo que estavam no metro e que iria fode-la na frente de todos os passageiros. Sá passava a cabeça nos lábios fazendo com que ela gemesse e se jogasse contra ele até que a ouvi suplicar “vem mete essa pica gostosa na minha boceta Léo, me faz gozar muito, quero sentir você todinho enterrado, quero ser a putinha do metro.” Suas pernas o enlaçaram pela cintura e vi o pau do Léo sumir dentro da Nanda. Ela foi as alturas.

Dei meu pau para ela e sua boca o engoliu, ela chupava e a cada estocada dele eu sentia uma mordida. Nanda teve orgasmos múltiplos e gozamos como loucos dando um banho de porra nela. Fomos para o quarto e aquela noite foi tão sensacional que tive medo de os vizinhos terem participado ouvindo nossos gemidos de prazer. Dormimos abraçados com a Nanda entre nás e quando acordei Léo já estava dentro dela de novo fazendo-a gemer mais uma vez. Nanda agora adora quando o metro está lotado, já chegou até a por a mão por dentro da calça de um rapaz e fazê-lo gozar e quando chegou em casa me fez beijar e lamber suas mãos e transamos fantasiando que ele a está fodendo no metro.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


vi ele comer ela/contoconto erotico meu primo me comeu na maldadeFoderam gente contos tennscontoerotico de escoterascontos eróticos perdi minha virgindade com um pau grande e grossoContos engoli porra grossa grudentaconto arregacando o cuzinho e enchendo de porra a cunhadaminha esposa ela não gostava de depilar sua buceta cheia de pentelhos eu disse pra ela se você raspar sua buceta vai ficar linda eu não sabia que minha esposa que ela tinha raspado sua buceta a noite eu entrei no quarto minha esposa tava deitada na cama com o lenço em cima da suas pernas ela disse pra mim tirar o lençol de cima da suas pernas eu tirei o lençol sua buceta tava raspadinha ela me perguntou pra mim você gostou da minha buceta raspadinha eu disse pra ela sua buceta raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta ela gozo na minha boca ela chupou meu pau eu comecei a fuder sua buceta ela gozo ela ficou de quatro eu comecei a fuder seu cu conto eróticocontos eroticos leitinhohomens velho gay contosGoiânia conto local cu borracharia gaycontos eróticos comeu meu c* enterro todinhacontos de sexo com velhos babõesmulheres agachada com blusa folgada aparecendo o bico do peito vídeocontos eroticos mamaram meus seios em quanto eu domiaComtos mae fodida pelo filho e sobrinhocontos eroticos namoradinha tio chuveirocontos eroticos velho na praia de nudismoconto porno gay putinha de váriosEu fudi toda a familia do meu amigo fudi a filha dele fudia a esposa dele fudi a cunhada dele contos eroticosContos eroticos chantagiei minha enteadacontosrotico cuzinho da lorinha casadaPorno conto a sindica olhando minha picaconti erotico a massagista enfiou o dedo no meu cu e chupafui convencida por um dotado a dar ra ele sendo eu casada e crente contos eróticoshome dar cu usano calcianhaconto erotico velha so trepa com novinhoconto porno 21cmme vesti de mulher e uma travesti me comeurelato ocaseiro do sitio arrombou o cu da minha esposatroca troca de homens adultos contoscontos eroticos fudi todas as minhas filhascontos erótico esposa assediada no camarote do showdudududu pau no seu cu Contos duas safadas com um machocontos eroticos domia ele cospi nu meu cucontos eroticos com menininhascontosdesexo padrasto metendo na enteadacontos eróticos;abusaram dd mim na festa da faculdademinha,sogra carinhosa contosFudeer minha avocontos erotico siririca com cenouracontos eróticos com mulher q usa vestido coladocontos de putinhas casadaconto trocando as filhasconto de tia que deu pro cavalo da fazendaContos eroticos meu comeu meu rabocontoseróticos minha priminha de cinco anoscontoesposanuahistorias eroticas com saúnas masculinasCONTO O SEQUESTRADOR SEGUNDA PARTEcontos eroticos madrasta lesbica obrigo eu da u cucontos erotico baba casada chantageada por meninocontoseroticoscommaridoxvideo porno gay amigos bateno punheta na casa abondonadawww.ver contos eroticos de professoras gostosas ruivas de 20 ate 30 anos tranzando com seu alunos de 16 a 19 anos de idadecontos eróticosmae solteirafomos cem calcinha e fomos fodida por puzudos dotafos no bar contomasturbei minha amiga dormindo conto eroticodei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticoconto de sogra dando para genroporno minha tia foi la emcasa e eu tavabatendo punhetalésbicas se ralando incerta com bucetafiz amor com minha irmaconto - ela foi amarrada e fodida sem doDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos coroas minha chefemae e cunhada gravidas do filho contoscontos.putinhas do papai.d.oito.anoscontos eroticos com viuvacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casatravestis narrando quando deram o cuzinho pela primeira vezcontos eroticos de fui fudido junto com minha mulhercontos de bucretao grandeconto erotico neguinhaconto transformado travestigays chupando cu de macho caretacontos eroticos gay meu profeddor de artes macias gaymulher de chortinho aparesendo a beradia da bucetaconto noivo corno na sala porta abertaContos eróticos dando de mama pra minhas irmãzinhascontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico feia peguei meu pai comendo meu amigo conto eroticomulher deficient sendo arronbada pelo negaocontos chupei o professor contos incesto de cumadreArregassando a bucetinha de uma virgem enquanto ela chupa o.pau do outromeu pai meteu conto gaynovinha pede pra chupar o drogado contoscontos minha esposa me ensinou a ser cornoMulher casada bunduda minha corriosidade contoso pedreiro.dormiu no.meu quarto conto gayCasada narra conto dando o cucontos de viados dando o cu e cherando cocainafingi que dormia e minha mulherco uma conto erotico