Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

IRMÃ A SAFADA DA INTERNET

Click to Download this video!

Boa noite, bom minha historia não é muito diferente das que vejo aqui.







A minha historia aconteceu a alguns meses atrás e lendo alguns contos tive a vontade de compartilhar.



Eu tenho 20 anos, sou loiro olhos verdes 1,70 de altura tenho duas irmãs mais novas. A historia aconteceu com a minha irmã de 19 anos, deve ter 1,55, seios muito volumosos e coxas bem grandes. Sempre briguei bastante com ela porque ela sempre foi muito safada e eu sempre tentei fazer papel de irmão a educando. Sempre sonhava com ela e acordava com um prazer indescritível com uma vontade de poder beija - lá profundamente, passar a língua naqueles seios redondinhos e enormes. Mais o que sempre me fazia sonhar era poder lamber aquela bucetinha gordinha e faze - lá gemer com aquela carinha de safada para mim. Porem eu sempre que acordava achava que eu estava ficando louco alias ela era minha irmã e sempre cuidei dela e me preocupo muito com ela, eu sá podia estar louco. Tanto que nunca havia rolado nada a não ser as brincadeiras de ficar causando arrepios nela e ela sempre apertava meu pênis me mandando parar. Mais sem maiores intenções.



Ela começou a se trancar no quarto com a webcam e eu como curioso não me contentava em ler as conversas dela e fui ver o que ela estava aprontando. Criei um MSN e adicionei ela fui conversando até a fiz ligar a cam, na primeira vez ela deu uma de marruda e sá mostrou o rosto, ao passar do tempo foi se mostrando quem era e começou a me provocar dizendo o que faria comigo. Até o momento sá tinha a intenção de saber o quanto ela não prestava e corrigi - la e estava dando certo. Entrei no joguinho dela e comecei a corresponder as safadezas. Segue um trecho da conversa.



'         P: O q vc iria fazer em safadinho??



Lost: te pegaria no colo, a beijaria, te deitaria na cama, iria beijando em direção ao seus ouvidos, mordendo eles devagar, iria beijando seu pescoço.



Lost: Acompanhe o que eu for dizendo com a sua mão não faça nada a mais e nada a menos do que eu disser estou de olho em você.



'         P: ta bom vc parou no meu pescoço neah?



Lost: Apás morder bem gostoso o teu pescoço e te escutar gemer iria até a sua barriga morderia de leve o seu umbigo iria subindo pela sua barriga lambendo e mordendo e tirando sua camiseta.



'         P: assim?



'         P: eu abriria meu sutiã pq estaria morrendo de vontade de sentir sua boca quente em meus seios.



Lost: Eu disse para sá fazer o que eu disser, mais tudo bem iria subir em direção ao seus peitos, porem lamberia em volta e passaria pelo meio sá para te deixar com vontade iria em direção ao seu pescoço morderia devagar, subiria até tua boca a beijaria, voltaria até teu ouvido, onde diria, está gostando?



'         P: a unica coisa q eu ñ gostaria agora é que vc parasse.







E a conversa seguiu nesse nível até ela acabar nua, masturbando aquela vagina enorme. Apás aquela conversa minha intenção tinha mudado completamente eu estava totalmente louco de excitação, eu não podia vê - lá que queria pega-lá e tirar sua roupa. O pior é que ela de vez enquando colocava camisola e ficava andando pela casa, eu comecei a prestar muito mais atenção e ela começou a ver que eu estava olhando e começou deixar brechas para eu ver o debaixo e por cima de suas camisolas o que eu estava morrendo de vontade de ver, fingindo que não sabiá que eu estava olhando. Um dia ela estava em um sofá e eu no outro e ela virava pra mim se debruçando pelo encosto do sofá sem sutiã dando para eu ver tudo quem vai escolher o canal sou eu e mostrava a língua. Na hora ela se tocou que fiquei com cara de louco vendo aqueles peitoes. Sá que não sabíamos onde estava o controle. Ela fingiu que sabia que ia procurar o controle embaixo da estante e me ficou com aquele rabão em minha direção onde notei que ela estava sem calcinha. Ai fiquei louco. Sai da sala e decidi colocar meu plano em pratica. No outro dia a noite apás eu voltar do trabalho ela estava no computador em seu quarto. Era a hora perfeita entrei no MSN do meu quarto e fui conversar com ela pelo MSN que eu tinha criado. Pedi pra que ela colocasse um roupão ou algo parecido para caso alguém chamasse ela, não precisasse se trocar. Ela fez um strip na cam e ficou se masturbando por algum tempo. Essa hora eu já estava louco. Ela colocou um casaco tipo um sobretudo e ficou se masturbando para mim.



Ela já estava vestida do jeito que eu queria sá precisava fazer ela ir até o meu quarto.



Comecei a dizer que para ela que o irmão dela estava chingando ele (o cara do msn falso), como ele era capas de ficar com aquelas conversinhas com a minha irmã. Como se eu tivesse lido a conversa e chingando ele. Eu ainda conversando com ela pelo MSN que tinha criado. Chamei ela no msn pelo o meu msn e falei para ir no meu quarto na mesma hora.



Ela na hora entrou na outra conversa e disse que já voltava e eu disse que ela fosse do jeito que estava para na hora que ela voltasse fosse mais fácil. Ela saiu do MSN e logo em seguida entrou no meu quarto perguntando o que eu queria. Eu estava deitado sá de samba canção sá que coberto. Pedi que ela trancasse a porta e sentasse na cama e comecei a perguntar que conversar eram aquela, e que era aquilo que ela vinha fazendo na web. Ela respondeu com uma carinha de safada:



- Eu estava excitada e com muita vontade, fala que você não estava gostando de ver? Você acha que eu não sabia que era você? Você criou esse MSN no meu computador e ele ficou gravado. Eu comecei sá brincando para te provocar, depois de nossas conversas fiquei com muita vontade.



Ela ainda estava com sá com o casaco. Peguei uma mão fui deslizando pela coxa dela fazendo carinho nessa hora o nossa excitação estava quase explodindo. Ela soltou um gemido gostoso, fui seguindo em direção de sua vagina passei a mão em sua virilha senti ela começar a tremer, fui deslizando a mão até sua barriga desci até sua virilha novamente, devargarsinho em direção a sua vagina ela já estava de olho fechado gemendo, começou a abrir as penas mais ainda, passei o dedo de leve por sua gruta que conforme eu passava ia se umedecendo cada vez mais. Enfiei sá a pontinha do dedo ela soltou um gemido ainda maior. Ela puxou as cobertas, ela estava sentada na cama de costas para mim, foi tateando minhas coxas até chegar até a minha cueca, não perdeu não tempo de tirar já enfiou a mão e começou a me masturbar dizendo.



- Fez muito isso pensando em mim?



Respondi:



- Nenhuma vez foi tão prazerosa quanto essa.



Ela se virou e começou lambendo ele todinho, depois enfiou a boca para medir até onde conseguia engolir e começou a chupar deliciosamente e com muita vontade, não foi a melhor pessoa que me fez um boquete mais foi a que fez com mais vontade me deixou louco de excitação. Sá pedi que ela parasse porque ainda não queria gozar, não na boca dela antes de beija - lá e tirar o fôlego dela. Puxei a cabeça dela em direção a minha boca e beijei o se eu soubesse que o beijo do pecado fosse tão bom teria cometido ele muito antes. Ficamos nos beijando e trocando carinho muito tempo. Virei fiquei por cima dela fui até o ouvido dela e disse:



- Eu não vou parar.



Abri o casaco e comecei a chupar aqueles peitos gostosos, ela começou a tremer de olhos fechados mordendo os lábios e gemendo, desci para a barriga, chupando tudo, na hora que cheguei na entrada de sua buceta ela disse: isso. Para provoca - lá mais fui lambendo sua virilha e suas coxas. Pedi que ela se virasse a coloquei de 4 fui lambendo aquela bunda linda desci e dei uma lambida bem gostosa naquela buceta, ela soltou um gemido que me deixou mais louco ainda comecei a lamber feito um cachorro aquela cachorra de quatro com aquela bucetão na minha cara.



Deitei com a cabeça no meio das pernas dela e puxei aquela buceta em direção a minha boca e comecei a chupar como se nunca tivesse feito aquilo na minha vida. Ela soltou todo seu peso em direção a minha boca que engolia aquilo tudo, loucamente. Lambia mordia enfiava língua dentro ela não parava de se tremer em cima de mim. Parecia que eu não ia parar mais. Deitei ela na cama e a beijei dizendo para ela sentir o seu gosto delicioso. Fui encaixando devagar meu pênis em sua vagina até que enfiei de uma vez abafando seu gemido em minha boca. Comecei a meter nela, com muita força e vontade, não queria parar aquilo por nada. Levantei as duas pernas dela e comecei a socar mais forte e ela gemia baixinho para ninguém ouvir, mais um gemido de prazer muito gostoso que me fazia querer ir cada vez mais longe.



Deitei na cama pedi para que ela pegasse uma camisinha que estava no criado mudo junto a um lubrificante. Coloquei a camisinha e como ela dança funk pedi que ela rebolasse em cima de mim. Ela sentou devagar até entrar tudo começo meia lenta daqui a pouco ela já estava com as mãos em meus peitos rebolando deliciosamente, até que eu gozei com ela em cima de mim e ela não parou. Aquilo não era nada perto das nossas vontade a coloquei de 4 apoiada na cabeceira da cama, comecei a meter, acariciando seu clitáris, depois peguei a mão dela passei pelo corpo dela acompanhando até clitáris dela e fui metendo e acompanhando ela massageando sua prápria buceta. Parei para dar aquela chupada naquela buceta molhada. Foi quando vi aquele cuzinho piscando para mim e vi que ainda tínhamos acabado de começar. Comecei a lamber, enfiei um dedo, mais estava difícil de abrir peguei meu lubrificante e fui devagar até o dedo entrar inteiro, depois de abrir bem com a mão. Enfiei devagar meu pênis. Ela disse que estava doendo, eu perguntei se ela queria que eu parasse ela disse que negativo que ela queria ele tudinho dentro dela. Fui enfiando até entrar tudo. Fui abrindo devagar, ficando mais rápido com o tempo até que comecei a bombar com mais força. Comi aquele cuzinho bem comido depois voltei para bucetinha.



Ficamos ali por algumas horas, apás algum tempo ela pediu para chupar meu pau gozado para sentir como era o gosto e parecia que ela estava chupando com mais vontade do que no inicio que me deixava mais louco. Como eu sá tinha uma camisinha, Paramos por ali.



Agora de volta e meia ela coloca a camisola sem a calcinha e fica me provocando, mais ainda a casa não está vazia o bastante para ninguém perceber. Assim que tiver outra oportunidade eu conto como foi.







Amei dividir isso com vocês espero que gostem e sintam pelo menos um pouco prazer que eu senti sá escrevendo e lembrando porque o prazer que senti com ela foi indescritível.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Relato picante comi minha esposa no estacionamento do shoppingcontos de cú de ladraSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontos intimo de uma enteadacontos eróticos com fotos jogo de cartas Contos eroticosSexo com animaiscontos erotico com policial estrupador que so quer nifetameu amigos me bateram e me fuderam conto gaycorninho esposa picudo frouxo contocontos eroticos sou casada realizei o desejo do meu sobrinhocontos eroticos sobre voyeur de esposacontos casada f****** com outroMinha mulher me fez seu viadinho contos eroticosconto banho com tia timidaContos tarados por cu de bundudacantos eroticos so casado mais o negao arrombou meu cucontos eroticos de regata sem sutiaContos o caminhoneiro me chupou inteiracontos incestuosos - mãe e filho no forró terceira idadecontos eroticos cheirando a calcinha mijada da erma gordinhacontos reais minha mae chupou minhha bucetacontos eróticos gays cavalgando no padrinhoputinha desde novinha contos eroticoscontos peituda loira provoca o pai de baby dollconto eróticos gozei na boca da bahianinhacontos eroticos a irmã da igrejaconto erotico incesto sonifero filhacoroa da buceta griluda espirando poro logecontos eroticos/ á mulher do meu cunhadozoofilia co caxorros das rolas mas grosas muducomtoerotico banho na filhinhaContos eróticos farmacêutico coroarelato erotico meu filho gosa nas calcinha minhasContos eroticosBuceta grandedei o cu po meu pone contos eroticos pornotiti do cu apertado emnConto erotico sogro estuprando nora e gozando dentrovoyeur de esposa conto eroticoconto erotico ferias na praiaenche esse cu de leite contoscontos dando pra um sessentãocontos de surubas inesperadas com esposa e travestiscontos fodendo senhora negracontos sentou no meu colo e eu gozeiFotos sexoespiando mamae brazil gratiscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casafilmei uma traicao e chantagiei contoscontos erotico gay negro dando pra brancoeu e meu marido iniciando uma menibinha contoAi tira tira, aguenta sua cadela so vou parar quando eu quiser e quando eu tiver satisfeito piranhacoroa louraca enxuta bocetao inchada inchadaconto erotico incesto sonifero filhaCasada viajando contosme masturbei vendo as calcinhas da vizinha no varalxvidio transas arrecei casadosconto erotico com emcarregadawww.contos de abusada desde pequena pelo tio no incestocontos picantes tarado no onibusporno idoido na purberdadecontos eroticos de novinhas sem calcinhasenti jatos de porra no fundo da/minha bucetacunhadinha de 10 sem calcinha conto eroticoMeu cunhado me fodeu forsado contogozei no copo e dei pra minha tia bebeu contoscontos duas punhetas seguidasporno conto irmacontos erótico de lesbianismodesabafo sou casada trai meu marido com eletricistasexo gostoso contoscontos eroticos de ex maridocontos dando minha bucetinhacontos eroticos eu e minhas amigas muito novinhas pai arrombando o cuzinhocontos eroticos menino curioso no banho com vovoContos meu marido mandou eu chupar o pau dele na frente do entregadorcontos bi fui dormir com minha tia e meu tio me fudeucontos erotico irma fode irma no qintalcontos de travestis comendo os patroescalçinhas meladinhas nelasContos eroticos .meti com sogroContos eroticos dediaristAesposa comvemceu maridu deixa. ela da para outro..comtos eroticosseios da esposasaindo fora da blusa no sexoContos eroticos: Eu dei o cu na frente do meu portãoContos de mulheres casadas traindocontos eroticos reais padrecontos gay sentando no colo e gosouConto nordestino eroticóminha vizinha safada casada helenice