Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA DOCE TITIA

Click to Download this video!

Minha Doce Titia









O dia estava quente, verão dia em que eu estava livre dos deveres de casa e da minha mãe que na minha idade tem que estar aos olhos dela, pois éramos pobre e ela tinha muito medo de que eu pudesse ficar perdido, mas sabia de todas as ruas que eram do meu bairro, ela sempre me falava “ cuidado com o que você anda fazendo ! Não quero vice perdido menino.” Nunca fiz por merecer ficar perdido mas como todo garoto de 19

anos eu estava louco para conhecer a vida, com pressa de ser mais do que 19 anos.

Eu já estava olhando as mulheres com outros olhos, olhos que estava ávidos por conhecer o corpo, boca, lábios, seios e bunda a parte mais suculenta em que meus olhos acompanhavam as mulheres que passavam por mim, na escola, na rua e nas festa de família quando minhas tias estavam em minha casa. Tia Raimunda era uma mulher de estatura voluptuosa pernas roliças e grandes, peitos grandes que decotes afirmava como eram grandes e o que mais eu ficava cobiçando com os olhos e minha mão no meus momentos libidinosos no banheiro ela tinha uma bunda enorme, redonda que mesmo com roupas de tecidos mais grossos eu percebia as nadégas e o volume que tinham os cabelos negros e sempre bem humorada bem diferente do irmã, o meu pai que negativamente balançava a cabeça a cada graça de tia Raimunda mas éramos uma família reunida e comum igual a todas as outras. Até que um dia minha titia começou a me olhos com outros olhos e mão bobas provocando meus instintos e meus hormônios, Cada vez que recebíamos uma visita dela em casa que começou a ficar mais frequente pois ela morava a poucas quadra de nás e a mesma frequência ela ficava interessada em mim, perguntando pelas minhas namoradas quando estávamos reunidos eu, papai e mamãe e eles riam.... riam... e eu sentia os olhos dela me observando mas como todo garoto não acreditaria que uma mulher tão viva e fogosa seria de um menino.

Estava a cada dia mais interessado em sexo em estar mais informado com revistas e conversas com os caras mais velhos do bairro onde eles tinham sempre uma historia sobre mulheres, as experiências e eu ficava a cada conto cada palavra, gíria em absorver as informações, eu queria ter uma mulher, estar com ela, sentir como é fazer sexo. E assim o tempo passou minha vida continuava a mesma até que no feriado do carnaval e preparativos para uma festinha em família e mais uma vez o assedio e a minha vergonha com os abusos de tia Raimunda, mamãe que sempre preparava todas as comidas estava a todo momento precisando de ferramentas na cozinha e como seu ajudante eu era conferido de comprar, correr e pegar emprestado com as vizinhas, mas desta vez fui mandando a casa da tia.

Obediente como era de espera que eu fosse recebi a missão de buscar alguns utensílios de cozinha na casa de titia, que alguns minutos de minha casa era a distância e nesses minutos eu ia imaginando que estaria sozinho com ela, já estive sozinho antes mas desta vez eu, minha cabeça e meus pensamentos meio que libidinosos na idade de qualquer adolescente louco de desejo se estar com uma mulher. E que mulher era! Era minha tia quadris largos que eram salientes que se destacavam em qualquer lugar, as coxas eram muito grossas até a altura da cintura delineada pelas fartas e redondas nádegas brancas, imaginava que deviam ser bem clarinhas imaginava tanto que ficava meio tonto com tanto volume que aquela mulher tinha. Voltando dos meus pensamentos e me recompondo gritei por ela do portão:



- Tia Raimunda!!! Abre aqui.

_ Esta aberto, entra menino estou aqui na cozinha.



Entrei e fui passando pela sala e indo em direção a cozinha a ouvindoela cantar uma musica que tocava no radio, e ela me chama.



_ Como esta indo as coisas lá? Emilia (minha mãe) já começo a assar os bolos?



Balancei a cabeça e fui me sentando-se à mesa cheia de coisas de cozinha por cima e como desarrumada a cozinha ela me mandou ir pra sala ver TV que logo ia levar as coisas que eu vira buscar.

Sentei na sala num sofá e varias almofadas, coisa que mamãe e ela tinham em comum ou isso é coisa de mulher velha enfeitar a sala com um monte de paninhos e almofadas e eu sentia como se fosse à sala de minha casa a diferença que aqui tinha um videocassete um sonho de consumo familiar na época, assistir filmes antes de sair na TV. Toda vez que eu ia na casa de tia tinha um filme que ela alugava e hoje tinha um em cima da televisão.



- Tia posso ver um filme no vídeo?

- Menino não vai dar tempo de você assistir todo ele! Deixa pra depois!

- Eu sá vou ver os trailers do começo, posso?

- Você é chato, assiste e me deixa terminar aqui pra gente ir.



Coloquei o filme no vídeo e me senti o dono da casa, controle remoto enorme cheio de botão e todo esparramado no sofá, esperando começar os trailers.

Então eu ouço de lá da cozinha ela perguntado:



- Que fita colocou?

Eu respondi:

- A fita que esta em cima da televisão.

Ela disse:

- Epa essa fita não é pra você assistir!!



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos pai passando pomada no c****** da filhacontos de mulheres casadas que colocaram o dedinho no rabinho de seus maridos e eles adoraramcontos eroticos incesto peito com leitexv leke dormindo .com madrstamarido chupando a x*** delacontos eróticos homem maduro gostoso da pica grande f******conto heroticos pornogay privoquei meu genro e ele me comeudei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticominha filhacontos tava dormindo e eu comi elaconto erótico mulher saia curta abusadameu filho tem um pausao contosconto a velha bundudacontos de filhos que sentou no colo do paizãona balada dois negros fuderam minha esposa no escuro contos eroticoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casadei para meu genroa esposa do meu tio contofudendo discretamente de ladinho na Praia cheiao cu da morena saio sague de tanto fura porno doidobatendo uma punhenta para o marido sem calcinhatraveati fudendo na cpzinha do apartamento no fruta pornocontos eroticos humilhadaContos erotico minha noiva e meu chefecontos eroticos vizinha curiando por cima do muroconto eroticos gay .saunContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas gostosasmeu marido fez eu ultrapassar tds os limites contos pornosComtos mae fodida pelo filho e sobrinhoPuta desde novinha contoscunhada com previlegios pornscontos eroticos fui castigadacontos dei pro meu genro    empregada gostosa transando de bruço com patrãovelhos travestis a levar no cu de pretosContor eroticos de sexo chupada dapererecamae virou puta na frete do filho contoconto minha tia pelada no quintalSogra boqueteirá mamando genro contoseroticosContos eroticos Minha Ginicologista Meninas Nova Ftscontos eroticos nova vidaconto erotico eu e os meu colegas comemos o cuzinho do guri a forçacomendo a tia de pois de beber um vinhowww.rabudasnapraia comporno baixar caralhogrossos contos de sexo comi minha sogra vadia na frente da irma delacontos eroticos comi meu irmao rosinhawww.dei a buceta com dez anos contopapai comeo meu cusinho virginconto lesb seios conventosou a cris, e esses fatos aconteceram quando eu tinha 20 anoscontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigosequestradaxvidiocontos eróticos novinha gostosa d********* para o primo gordinhocontos eróticos engravidou a namorara e foi morar com patrãofiz a garotada gozar contomulheres violadas contos eroticospapai caminhoneiro conto eróticoconto erotico gay comeu minha namorada e me comeucontos esquentando a relaçãocontos eróticos casada tome leitinhohomem se alisar em mim no ônibus conto eróticovi outro gozar na boca de minha mulher contoscontos eróticos de un gordo virgemcontos de negros taradoscontos eroticos de incesto filho comeu a mae e a irma oa mesmo tempo (relatos)mostrei a buceta toda babada pro papai brincarcontos eróticos novinha no ônibuscontos eróticos com molequescontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casae safadinha é bonitinha ela chegava lá que é grau grau grauMinha mae me pediu foder elenoite com a cunhada casada contosconto emprestei meu marido para minha vizinha casada e carenteconto o sarado e a gordinhao pau do meu irmao era muito grande nao cabia na minha boca, contos eroticoscontoseroticos me fode tiocontos sexo a primeira vez que comi o travestisgosto de porra na boca contos eróticosTennis zelenograd contovidio muher trasa com homen com pido pequenodelirando com meus dedinhos contoscontos eróticos esposa trai maridoconto erotico eu meu marido e minha mae sexo no moteuPornofamiliacontoscontos erotico com minha sobrinha mais novacontos eroticos adoro um pau grandecontos peituda loira provoca o pai de baby dollcontos er com neg contos eroticos fui corno na lua de mel e gosteiconto estagiaria chefeconto com cunhada chantagistaconto erotico mulher fodendo escondido no pomarlouco pelo bumbum da minha irma contos eroticosMinha irma e eu. Contos eroticos de incesto.minha amiga tem o pezinho lindo contos eroticos podolatriacontos eróticos meu sobrinho me chupoucontos colocando menina pra. mamar