Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SOBRINHA MARANHENSE

Click to this video!

Meus pais moram numa cidade do interior do maranhão, na região do vale do mearim. Neste natal, fomos todos passar lá. Meu irmão, que mora em São Luis, sua mulher e seus filhos também estavam lá. Apesar de ser uma cidade bem pequena, uns oitenta mil habitantes, gozam de certa mordomia, inclusive internet. A cidade, entretanto, não dispõe de atrações para jovens e minha sobrinha Ana Luiza vivia pendurada no meu note. Procurava passar o dia entretida no orkut e outras coisinhas. Um dia entrei no escritário e ela se assustou, minimizando umas telas. Fiz que não notei. à noite peguei o computador e lembrei da minha sobrinha. Fui ao histárico e vi que a safada estava vendo uns sites de adultos, com fotos, filmes etc. inclusive, este site ela tinha visitado. Ah, safada. Vendo sacanagem, pensei. Não que ela fosse infantil, afinal já tinha seus dezenove anos, mas dava uma de “santinha”. O garoto era mais novo e estava com dezessete.

No dia seguinte inventei uma histária que ia numa outra cidade resolver uns problemas. Fui pra rua com meu irmão e terminei desmanchando a viagem. Porém, já tinha deixado ele num barzinho com uns amigos jogando sinuca e tomando todas. Voltei pra casa e dei com a porta trancada. Sabia que minha mulher ia sair pra casa de familiares e certamente ou outros teriam ido junto. Mas... e minha sobrinha...

Entrei de mansinho e percebi que ela tava no escritário, com meu note na mesa. A porta estava meio aberta. Forcei um pouco o suficiente para vê que ela assistia a um vídeo pornô. Voltei pra sala e fiz barulho, como quem tinha acabado de chegar. Não dei tempo pra ela desligar a tela e apenas minimizou. Entrei e ela: - Oi, tio, já voltou? Cadê meu pai? Perguntou desconfiada. – Ta lá no bar. Pelo jeito vai demorar bastante. Ta com uns amigos nosso jogando sinuca e tomando todas. Cheguei por trás e passei a mão em seu pescoço beijei sua cabeça. – Que você ta vendo ai? A tela estava no orkut, mas a de putaria estava minimizada. Ela tentou fechar com a tecla direita, mas se atrapalhou e acabou por abrir o filme. Ela quis consertar, mas eu não deixei e disse pra ela que também gostava de uma boa sacanagem. Ela sorriu meio desconfiada. O filme rodava uma mulher chupando o cacete de um cara tatuado, enquanto por trás um outro enfiava uma pica descomunal na xoxota. Era uma morena de cabelos lisos então com minha sobrinha: - Ela se parece com você, Aninha. Ela riu e disse: - Mas eu sou mais bonita, não acha? – Claro, minha deusa. Você é linda. Ela deitou sua cabeça em meu peito que estava colado no seu corpo. Dei-lhe um beijo na testa. E levantei minha mão tocando seu pescoço e trazendo sua boca para a minha. Foi um beijo alucinante. Ela que ainda estava voltada para o computador, sentindo meu pau em seu ombro, virou-se para o lado e tocou meu pinto com a boca. Abriu meu zíper e começou beijar. Passava a língua na cabeça e ficava com ela nos lábios, enquanto lambia. Eu que já tinha passado a noite pensando numa forma de foder aquela ninfeta, agora tinha meu cacete metido na sua boca e não tinha feito esforço para que isso acontecesse.

Ela babava na cabeça e na medida que a saliva ia molhando meu pau, sua boca engolia mais. Logo tinha ele todo fincado na boca da minha sobrinha. Comecei a foder aquela boquinha literalmente. Ela foi levantando e se enroscando em meu corpo. Foi desabotoando minha camisa, enquanto minha calça descia pelos joelhos indo ao chão. Ela subiu e começou a lamber meus peitos peludos. Passava a língua em movimentos circulares nos biquinhos me provocando arrepios. Veio me beijar a boca e meti minha língua lá no fundo.

- Você é muito gostoso, tiozão. Você quer foder a buceta da tua sobrinha, não quer.

- Sim, minha putinha. Seu tiozão quer muito foder a buceta da sobrinha queridinha.

- Então pede, vai. Pede minha xoxota que eu te dou, meu coroa divino. Quero

Sentir seu cacete dentro da minha buceta, seu cachorrão. Quero que me coma com força

- Então me dá sua buceta, sua puta safada. Dá sua xoxota pra esse coroa que adora uma ninfeta igual a você. Meu pau até dái de tesão por você, putinha gostosa. Sou seu cinquentao gostoso, não sou? – é sim. Você é mais gostoso do que esses mauricinhos ai da rua. Foi sua sobrinha. Quero lembrar sempre dessa pica. Quando eu for a Goiânia vamos foder o dia todo, não vamos, meu coroa barrudinho. Eu adoro você, tio.

Fui para o sofá ao lado, enquanto a putinha da minha sobrinha tirava sua roupa, mostrando aquela xoxota peludinha nua pra mim. Eu estava sentado na beira e ela veio e se virou de costa e foi sentando no meu pau. Ela mesma guiou meu pinto para sua buceta e foi descendo devagar. O bicho ia deslizando e sua buceta chegava a espumar, tamanha a excitação que minha sobrinha estava.

Senti sua bunda em meu corpo, amassando meus pelos, e ela começouu a rebolar. Subia e descia e dançava em rodopios estrepada na minha pica. Apesar de ser bem apertada, sua buceta recebia minha rola muito macia, devido a lubrificação.

- Tio... goza comiiiogooooo.... vou gozar, seu cachorro. Vou gozzzarr na sua picaaaaa, ahhhhhh...... filho da puta. Goza na sua sobrinha. Não aguentei e esporrei na xoxota da minha sobrinha piranha.

- Meu irmão chegou em casa naquele dia e dormiu logo em seguida.

O pessoal sá chegou no fim da tarde e eu e minha sobrinha, Aninha, fodemos a

Tarde toda.

E assim foram os três dias que fiquei lá. Muita xoxota, muita pica e muita porra. Qualquer oportunidade era aproveitada, nem que fosse para apenas uma chupada e uma gozada rapidinha.

Ano novo estarei em São Luis e adivinhem quem vai entrar na minha rola? Claro. Minha sobrinha, que adora este cinquentão aqui. Podem escrever pra mim. Tenho cinquenta anos, mas adoro uma xoxota novinha. Sou muito carinhoso. As gatinhas de Goiânia que quiserem um coroa gostso basta me mandar o msn e a gente marca uma fodinha bem legal. Não vou pegar no pe. Quero apenas que goze muito na minha pica. Cinquentão.goiâ[email protected]

Mando foto da rola grande e grossa para voce se divertir. Pode ser casada ou solteira, não tem problemas nao. Respondo a todas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos VIZINHO INICIA ESPOSINHAcontos eroticos amigo gay iniciouconto real espiando no buraco casal sexo chacaracontos erotica de estrupamento de ninfetoschupando o pau e.lambendo o cinema caraminha esposa nem desconfia que eu gosto é de rola contos gaycontos erotico, quatro travesti me estruparamContos erotico sem querer trepei com a cunhada na chacara dela,,,conto erotico minha mulher no assaltosou puta e pratico zoofiliamulheres damdo a nisetacontos eroticos gay infanciacontos eroticos de spankingGay passiva com dois negoes contosmulheres batendo punheta nos animais como cachorros e ponhescontos minha enteada minha amanteconto erótico enteada querendo dar po padrastocontos eroticos estuprada no cine porno com o maridopegou todas da familia atraves de chantagen conto erotico de insestogays chupando cu de macho caretacontoseroticosdentistazoofilia ela casou com negao mais quando viu o tamanho do pau enorma dediu ajudaa maeensinei a bater punhetaMeu cunhado me fodeu forsado contoconto jovens de pau duro no calcao de futebol jogando video gamefuder com padrasto contosesposa e sogra metendo na praia contoscon erotico comi lora greluda por 10 pilaconto gay virei esposa de titiocomo fuder com banana verdetransando com a namorada mais perfeitacache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html contos eróticos da casada cris devassa www.comxvidio.br movinha do recife chupa rola fato realEu fudi toda a familia do meu amigo fudi a filha dele fudia a esposa dele fudi a cunhada dele contos eroticoscontos de menininhas sentando no colo de homenscontos d zoof pegei minha sobrinha c um cachorrocontos pornos mamae carinhosachiquinha arrombada contos pornContos eroticos estupros coletivos veriticosconto erotico perdi o cabaço estacionamentocontos eroticos com a tiacontos eroticos comendo a funcionaria novata casada da lojadesabafo sou casada trai meu marido com eletricistaconto erotico;eu e a professora de artescontos meu cunhado é corninhorelatos eroticos de traicao consentidaContos eroticos das periferiasminha esposa e os caminhoneiroso contosvideo porno chegou no quarto e comeu a teia com os olhos vendadaminha tia atendeu a porta sem calcinha contos eroticosconto erótico de gay dando o cu pra catador de papelão contos eróticos com fotos. sou uma mãe rabuda e adoro roludos.porno marido da vizinha foi viajar e fui pozar na casa delaeu fui arrombadocomendo a carlinha casa dos contoscontos eroticos gay acordado na noite pelo meu paiconto tirei do cu e comi a bucetaConto surpreendi meu maridoCasa dos Conto a beira de uma suruba esposa casadadeixei outro homem gozar dentro conto eroticoContos, eu convidei um foragido na minha casa e ele comeu a minha mulhertransando a sobrinha em pleno sono profundocontos erotico na prisãocontos eroticos prima cavala ingenuacontos minha mae se exibindo para mcontos eroticos "coisa enorme"contos meu filho adora minha bundavoyeur de esposa conto eroticoporno encejo com sogra e sogro conhiadasconto de masoquismo com meu pai me violandocontos eroticossobrinha brincando com bonecacontos corninho obrigado a usar calcinhacontos eroticos dei o cu na marra lua de melconto erotico gay magrinho calcinha e coroaCont erot bucetacontos eroticos sou uma coroa vagabunda levei o muleke na minha casa e fiz ele comer meu cu e minha bucetacontos eróticos gay taxista Santarém Parájoice cavalo deu o cuNovinha e chantageada.contosesposa e amigos na cervejada em casa contocontos meu marido ajudou amigo dele me comersexo com amigo contoscontos de no dedinho do padrinhovideo porno lanche na boca. deitada no colo do sogroconto erotico;eu e a professora de artescontos eronticos sou crente mais minha buceta vivi picandovídeos porno metendo na minha tia depois do carnaval