Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A AMIGUINHA DO MEU FILHO

Click to Download this video!

Depois de ter vivido a experiência com a sobrinha do meu amigo e ter tirado aquele cabaço maravilhoso, não posso ver uma mulher gostosa passar que já fico imaginando como seria na cama.

Recentemente meu filho tem trazido uma amiga da namorada dele para dormir em nossa casa. Minha prima, que é da mesma idade que ela, sempre aparece por aqui também, e as duas sempre dormem no mesmo quarto de háspedes. Um certo dia meu filho e minha nora sairam durante a noite e a colega ( jana é o nome dela fictício, claro) resolveu ficar em casa dizendo que minha prima faria companhia a ela.

O banheiro que gosto de usar fica ao lado do quarto de háspedes. Durante a noite costumo me levantar para fazer um xixi delicioso. Fui surpreendida quando me dirigi ao banheiro e ouvi uns gemidos no quarto de háspedes. Decidi entrar no banheiro silenciosamente. Tudo estava apagado e há uma janela com vidro escuro para o lado do quarto que dá para ver tudo quem está dentro do banheiro. Subi a pia do banheiro e fui surpreendida com minha prima atolada na buceta de jana que gemia feito uma louca na cama. Tanto minha prima quanto a jana são suas beldades. Tina, minha prima, é morena clara, tem uma bunda enorme de enlouquecer qualquer homem, peitinhos pequenos e duros, e uma boceta bonita. Nunca tive tesão por ela, talvez por ser prima. Mas, a jana...ai, a Jana...com 21 anos de idade, cabelos longos, um rabo de enlouquecer, uma carinha safada de molhar qualquer buceta em poucos segundos e deixar qualquer pau endurecido já me fez dar muitas gozadas em silêncio. Vê-la ali rendida para minha prima foi um delírio. Minha prima gozou nela, conversarm alguma coisa no ouvido e minha prima saiu do quarto dela na ponta do pé para que ninguém a visse. Quando Jana menos esperou, entrei no quarto. Disse a ela que tinha visto tudo, que achava ela uma mulher linda e que adoraria ter uma chance também. Ela não se fez de desentendida. Puxou minha calcinha para baixo e disse que sempre teve desejo de chupar a buceta de uma coroa. Meteu a lingua quente no meu grelo e disse:

- Caralho! Que grelão lindo, grosso e gostoso, é esse? Vou lhe dar buceta toda vez que vir aqui. Você quer?

- Porra Jana, quer eu goze logo, é? Não me deixe mais louca do que já estou. Disse eu.

Tirei aquela boca deliciosa da minha xanona, coloquei na beirada da cama e encaixei minha bucetona na dela. Ela gemia e dizia>

- Como vc é gosotsa, como você é deliciosa.Me arrombe toda, cadela.

Nunca imaginei que uma garota de 21 anos fosse me deixar tão louca assim. Roçei naquela buceta por uma meia hora sem tirar de cima um segundo sequerm enquanto alisava seus peitos macios e deliciosos. Mas eu queria mais...queria olhar aquela bunda enorme. Coloquei-a em pé, de costas para mim e encaixei meu grelão duro e molhado no seu cu e começei a roçar. Ela rebolava fazendo meu grelo deslizar entre seu cu e buceta. Ela deu uma gozada rebolando aquele rabão lindo, dizendo que meu grelo era a coisa mais gostosa que ela já tinha sentido. Deitai-a no chão e perguntei se ela queria chupar um grelão enorme.

- Manda tudo pra minha boca. Quero chupar cada pedaço dessa carne gostosa. Como você é greluda. dizia ela.

De fato, tenho uma buceta, apesar de ter apenas 1,55 de altura para enlouquecer qualquer homem ou mulher que goste de um grelão. Se o negrão tem um caralhão que as loiras enlouquecem, eu tenho um grelão que qualquer lesbica ou tarado fica no ponto sá de olhar. Aqui não há tábua. Sá carne para ser consumida. e foi o que jana fez. Pediu que eu descesse devagarinho porque ela queria filmar cada pedaço do meu xoxotão. Fui descendo e rebolando até chegar na sua boca. Meu grelo grosso era suficiente para ela lamber e eu ainda ver aquele pedaço enorme na boca dela. Ela lambia como se tivesse bebendo leite condensado. Que xana doce!, dizia ela. Derramei meu líquido todo naquela boquinha de puta deliciosa, e sempre que é possível nos encontramos, desta vez fora de casa. Levo-a para motéis, viajo e a levo para passear, como-a o dia inteiro, meto naquele cuzão com um vibrador enorme que adquiri, e agora, Jana não é mais da minha prima - jana é minha com xana e tudo. Mas, se houver uma gata da idade dela, rabuda, com peitos enormes, que seja tão safada quanto ela e quiser um grelão de uma coroa que adora fuder, basta me achar [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto incesto minha linda maezihaConto erticos menina sendo estrupada pelo pai no matoContos de sexo en onibusporno conto irmaconto eroticos dividindo amigo do meu maridoDei a bucha pro meu sobrinho virgemcontos de corno flagrei minha namoradaContos erotico comendo meu cachorroMEU ENTEADO ME FEZ CHORAR NA ROLA DELE CONTOColégio.Incestocontoensinei minha filha a transarcontos eroticos virgem se masturbandocontos eroticos com cachoroschupando o patrão contos eróticoscontos de sexo gostosa deu pra mim na a baladacache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html travesti delicia de juiz de fora sendo enrabacontos eroticos fudendo a mae ño campismorelatos de cheirando calcinhacontos eróticos fui currada pelo meu patrãoesposa seria se bronzeando em casa contohistorias de transascom orgias inesqueciveiscontos eriticos de pai e amigos fodendo a força seu filho gayConto de sexoEnfiando a cabeça da pica na buceta virgem filhavideo de se eu pega ella arranco os cabeo dellaconto de filho dano o cu ao padastrocontos mulher espreita homem a masturbar-seconto eurotico eu fui viajar e minha esposa saiucontos eróticos menino pequeno dá o c* para o padreContos eroticos boa noite cinderelaconto erotico incesto sonifero filhaContos erotico como minha cuinhada mais velha de 45anos.contos eroticos sogro esogra doentecontos eroticos de irmans cavalomascontos eróticos-férias Carolconto erotico comi minha mae emquanto ela estava trancada na janContos eróticos padrastodei minha buceta pro traficanteSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontus orgia reforma casa loiracontos eroticos sensuais no restaurante do nudismoconto erotico perdi calcinhahumilhada e sem pregas contoscomeu o cu da filha do patrão novinha de17 pornodoidocunhada deu para o cunhado gordinhocontos eroticos fudendo com varios homens na escolascontos eróticos esposa e um amigo gayconto erotico gay esconde escondecontos eroticos madasdra 2mulheres com dhorte branquinho com cuzaogarotinho teen gemendo no pau e rebolando gostosocontos de casadas rabudas que adoram uma piroca preta enterrada no rabome exibi puta contos eroticosconto noivo corno na sala porta abertacontos eroticos - isto e real. parte 3cusudalesbicacontos eroticos ninfeta detalhadoNovinha Bebi porra do meu amigo contoConto de coroa estrupada e chingada pelo genrocontos de cú por medoconto de sexo incesto com mae camila fez meu filho mim comerminha sobrinha me chupou enquanto eu dormiaconto peguei no bulto do amigoComtos erotico 6 com a casada.contos incesto troca de filhasquadrnhos eroticosMeu irmaozinho caçula me te penetrouconto muro eroticocontos eróticos trair namorado atrãohomens delirando de tesão com um pau enterrado no raboPornô.de4.na.anacondaO primo do meu marido é meu machoajudei minha amiga tér um orgasmo conto eroticoa calcinha da lulu contoconto erotico viadinho usa calcinha na borrachariaconto eróticos estupro no orfanatocomi minha sograegozei na bocar delavelho peludo safado contos eroticosconto eróticos dei o cu novinhacontos eroticos gay mentalmenina sapeca esperou a tia sai e foi bulina com o tiocache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html chulé da minha irman contos eroticosconto buceta arreganhada de eguaminha ex namorada tonta dando pra outro contoscontos casada bunda com celulite fotos velhaajudando a netinha com dever de casa ninfetaxvidio amaciando a esposacontos porno fui na festa depois fui comida na frente do namorado bêbadocontos eroticos mais excitantes de casaisCHOREI NA ROLA DO GENRO CONTO