Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TUDO COMEÇOU COM MEU MEDICO

Click to this video!

Ola, eu sou Vera e Luiz é meu marido. O que vou relatar, para a maioria de vocês pode ser muito bobo, mas vocês têm que entender algumas coisas. Tenho 39 anos, sou casada a 19 anos e tenho 2 filhas, uma de 19 e outra de 19 anos. Tanto eu como o Luiz somos de famílias tradicionais em nossa cidadezinha que fica no interior de São Paulo. Financeiramente vivemos tranquilos, o Luiz é empresário e eu sou professora universitária. Bom, vamos ao que interessa. Quando jovem eu era uma mulher bonita, tinha um corpinho que não era de se jogar fora, sempre que saia na rua notava os olhares gulosos dos homens para mim. Com o passar do tempo, logicamente fui envelhecendo e o que é pior, fui engordando. Comecei a me achar muito feia. Não tinha mais vontade de sair, pois nenhuma roupa dava certo em mim, o Luiz não reclamava, mas sentia que ele não tinha mais aquele tesão que tinha antigamente por mim. Um belo dia, conversando com ele, resolvi mudar. Comecei um regime e depois fiz uma lipo-escultura e coloquei silicone nos peitos e na bunda. Fiquei me achando uma nova mulher linda, maravilhosa, e super orgulhosa dos meus novos peitos e principalmente da minha bunda que ficou lindíssima, e que antes era a parte do meu corpo que menos fazia sucesso. Quando resolvemos fazer tais cirurgias nos indicaram um medico muito bom em São Paulo capital. Marcamos uma consulta e fui no dia marcado com o Luiz. Quando expliquei ao medico o que queria ele mandou que eu tirasse minha roupa. Já que ele era um medico e eu estava com muita vontade de voltar a ficar gostosa, obedeci. Ele então chamou meu marido e disse o que ia fazer. Sá que para dizer o que ele faria nos meus peitos, ele os segurava e dizia ao Luiz como faria e como ficaria, e fez a mesma coisa com a bunda, barriga, coxas em fim com todo meu corpo. Pra falar a verdade pela minha cabeça não passou nada, uma vez que para mim era apenas uma consulta medica. Acabada tal consulta saímos da clinica e fomos para nosso hotel, já que como disse o medico era de SP e ficamos num hotel para podermos dormi e voltar no outro dia já que a viajem era de mais de 3 horas. Para minha surpresa, ao chegarmos no nosso quarto o Luiz disse que tinha morrido de tesão em ter me visto nua na frente de outro homem e ele ainda ter pegado em meus peitos e bunda. Confessou ainda que essa era uma fantasia que ele tinha a muito tempo mas não tinha coragem para me falar. Transamos e ele gozou como nunca. A parti daí sempre que transávamos comentávamos esse fato. Fiz minha cirurgia, correu tudo bem e quando voltávamos a clinica para uma nova consulta e o Dr. mandava que eu tirasse a roupa o Luiz ficava maluco de tesão. Passei alguns meses me recuperando e quando voltei a ter uma vida “normal” sempre que transávamos comentávamos do medico me bolinando e gozávamos maravilhosamente. Pouco mais de um ano depois da minha cirurgia, tive que ir a um congresso em Salvador. Como Luiz estava precisando descansar resolvemos ir os dois. Um dia antes da nossa viajem o Luiz chegou em casa com um presente, era um biquíni, ele pediu que eu experimentasse, era muito pequeno, mas ele disse que queria que eu o usasse em Salvador. Fiquei um pouco receosa, pois nunca tinha saído em publico com tão pouca roupa, mas ele veio com aquele velho papo de que lá não tinha ninguém conhecido, e como na verdade eu também estava com muita vontade de exibir meu “novo corpo” disse que estava certo. Chegamos em Salvador numa quarta-feira a noite. O congresso seria na quinta e na sexta. Enquanto estivesse no congresso, o Luiz ficaria “livre” e a partir da sexta a noite, eu estaria liberada para sairmos, no domingo voltaríamos para nossa cidade. Quando entramos no nosso quarto tirei minha roupa fiquei sá de calcinha e disse: “Venha ver minhas calcinhas que comprei para nossa viagem”. Era uma calcinha fio dental, coisa que também nunca tinha usado, dessas calcinhas fio dental mesmo, que na bunda não tem nada apenas um fio entrando nela. Perguntei se ele tinha gostado, ele disse que sim, e que nunca tinha me visto tão gostosa. Disse a ele que nessa viagem, sá usaria calcinha assim, ele disse átimo. Perguntei se ele gostaria de saber porque, e ele disse que gostaria, disse que era para que se eu tivesse que ir me consultar com algum medico, ele também poderia olhar minha bunda nova. Ele então veio para cima e mais uma vez transamos imaginando outro medico pegando minha bunda e meus peitinhos. Na quinta-feira voltei tarde e cansada, o Luiz estava no quarto deitado, quando tirei minha roupa que fiquei sá de calcinha ele disse que eu realmente ficava maravilhosa nessa calcinha e veio para cima de mim e transamos mais uma vez. Na sexta-feira cheguei no hotel por volta das 19 horas, na portaria me informaram que meu marido estava no bar da piscina. Quando cheguei lá ele estava bebendo com outra pessoa. Ele me apresentou, era o Walter, um hospede do Rio que viajaria na manhã seguinte para Fortaleza. Eles tinham se conhecido lá na piscina se deram muito bem, e ficaram bebendo e batendo papo o dia todo. O Walter precisava, por causa do trabalho, acessa a Internet, mas o computador do hotel estava quebrado ele ia sair para procurar algum local para acessar, mas o Luiz disse que quando eu chegasse emprestaria o lap top, que sempre levo para os congressos. Subimos então os três para nosso quarto, organizei todo o lap top, acessei a Internet, e deixamos o Walter a vontade na sala que tinha na entrada do nosso quarto e ficamos no quarto propriamente dito conversando e bebendo na mesinha que tinha perto da cama. Perguntei ao Luiz o que ele tinha feito durante minha ausência, ele respondeu que alem de beber, ele já esta no maior fogo, tinha ficado na piscina com o Walter, olhando as gatas de biquíni. Disse então: Há safado enquanto eu trabalho você fica paquerando. Ele então disse: Nada disso, apenas olhando e mesmo assim quando o Walter via alguma mulher gostosa, eu respondia dizendo que ele não sabia o que é mulher gostosa, e se ele ficasse ate amanhã e te visse na piscina de biquíni ai sim ele ia ver uma mulher gostosa. E o Luiz completou: Te elogiei tanto que ele sá não adiou a viajem porque não pode, mas estava doido para te ver de biquíni. Então eu disse ao Luiz: Amor já que você quer tanto que ele me veja de biquíni, eu posso tirar minha roupa e ficar sá com a minha calcinha nova, acho que ele acharia bem melhor. Você não acha ? Ele me chamou de safada e me beijo e depois sussurrou no meu ouvido: Quem ta doido para te ver sá de calcinha sou eu, assim que ele sair você me paga. Ficamos conversando e bebendo por uma meia hora ate que o Walter entrou agradeceu muito e ficamos os três bebendo e falando da maravilha da vida moderna, de como a tecnologia nos ajuda, e de como ficou mais fácil nossa vida depois da Internet, o celular entre outras coisas. Ate que o papo passou para os avanços da medicina. Eu comentei então da minha cirurgia que tinha sido maravilhosa e não tinha deixado praticamente nenhuma cicatriz. O Luiz então, colocou uma mão em cima do meu peito, e completou, não tem diferença entre pegar num peito com ou sem silicone, sem falar que com silicone fica muito mais bonito e ninguém nota a cicatriz. Você devia ficar para ver amanhã na piscina como Vera esta gostosa. Walter então disse: Realmente da para notar que você tem um lindo par de peitos, mas infelizmente vou ter que viajar. E acrescentou, alem do mais você estaria de sutiã, não tinha como ver nada. Se é para ver como ele “desafia a gravidade”, da para notar nesse seu vestido. O Luiz então disse: É verdade, você não veria os detalhes. E acrescentou “Vera tira esse vestido deixa o Walter ver seu peitinhos e sua bundinha.” Isso mesmo Vera, deixa eu ver o orgulho do teu marido, acrescentou Walter. Como já tinha bebido algumas doses e já estava morrendo de vontade de tirar mesmo, olhei para Luiz e ele fez sinal de positivo, então em poucos segundos estava eu sá com uma minúscula calcinha. Luiz então pediu para que eu virasse para o Walter ver minha bunda. Logicamente que atendi, quando virei senti duas mãos nela, era o Luiz de um lado dizendo veja como não sente diferença, e o Walter alisando no outro lado, logo depois estavam os dois pegando nos meus peitos. Imaginem vocês, uma mulher que nunca teve coragem de tirar um sarro na frente de outras pessoas, agora estava sendo acariciada, vestindo apenas uma calcinha, por dois homem, e um deles era seu marido. Minha boceta já estava toda molhada, eu já estava que não me aguentava de tesão, e antes que eu trepasse com os dois, resolvi sair com a desculpa de ir tomar banho. Entrei no banheiro e foi direto me masturbar. Gozei logo e fiquei pensando como faria para sair do banheiro, pois tinha medo de sair e transar com os dois e no outro dia o Luiz dissesse que estava muito bêbado e que eu tinha me aproveitado da situação. Bom, tomei um banho muito demorado e como tinha que sair mesmo, e teria que sair apenas enrolada na toalha, já que não tinha roupa no banheiro, disse seja o que Deus quiser. Me enrolei na toalha e sai. Ao sair o Luiz que já estava nu, disse, O Walter já foi deixou mil beijos, disse que você era muito gostosa. E você por que demorou tanto, estava se masturbando? Respondi: Você me deixa nua na frente de outro homem, acha pouco, pede para ele pegar nos meus peitos e bunda. Lágico que fui me masturbar antes que vocês me comecem. Ele não disse nada, apenas tirou minha toalha me beijos e levou para cama. Transamos maravilhosamente. Ate pensei que ele não fosse conseguir gozar, pois quando ele esta muito bêbado nunca consegue, mas acho que foi muita emoção e ele gozou e muito. No outro dia quando acordamos ele me olhou e disse: Nunca pensei que tivesse tanto tesão em ver outro homem te acariciando. E mais uma vez transamos. Fomos para piscina, eu com meu biquíni pequenino, mas depois da noite de ontem era a mesma coisa de estar de calças compridas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticosm comendo a prima de calcinha amarelacontoseroticos anal brital no acampamentoconto afoguei com galaContos eróticos coroa casada na praiacontos esposa deu pro sobrinhowww.espiando minha filha dormindo de camisola contocomtos arrobadacontos eroticos gays viagem de ferias para fazenda com dotadoconto erotico de garoto pelados com amigos tomando banho de picinaminha mãe adora bater punheta para o meu irmãocontos sou baiana e adoro paus grandesesposa liberando para amigos no acampamento contoMesmo contra a vontade da minha familia eu sou mulher do meu primo viuvo conto eroticoconto erotico madura gorda e a submissa ninfetinha e gostosavesti as roupas da minha mulher por curiosidade fui flagrado pelo vizinho e virei sua putinha gayPedi que meu filho me depilou contos eroticosContos gay pinto pequenoconosco toma a porra de. macho na. bucetaconto carona com caminhoneiro minha bucetacomendo amae domeuamigo porno leisbicoxvidio gay coroa 82Contos gays arrombado na borracharia por varios usando fio dentalvideo porno mulher dando primeira vez na frente do marido casa de cuingue curitibacontos comendo o cu da casada carenteminha tia tava dormindo gozei nela contosamiga da minha filha tezudinhacontos eroticos minha mulher com roupa curta e decotadasurba com um casal de amigo sem querer primera ves comtosrealizando minhas taras com a gravida contos eroticosconto erotico so novinha a prendedo na varaConto erotico de evangelicasfui pego de calcinha pela minha irmacontos eroticos de vadiacontos eroticos porteiropapai adora chupar a minha buceta enquanto fode a nossa enpregadaContos eroticos meu filha de seis anos chupa endidacontos filhanao aguenta a geba d pai no cucontos observando os peitinhos da filhinhacontos eroticos submissa chantagem casadasconto.minha esposa deu para 5conto erótico acordei com alguém me comendo fodendo bucetinha molhadaContos eroticos tarado por seiosconto erotico incesto sonifero filhaboys novinhos transam lanchacontos sobrinho moreno loiramulher enfiando chave de fenda no pênis do homem xvideosprofessora novinha e senha resolvi dar o c******contos eroticos com velhosgostei de ser enrabadohistorias de meninas que se masturbaram enfiando cenouras no cu e na checaminha mae morreu no parto e meu pai mim criou contoscontos arregacamos minha esposamarido dormiu eu me depilei toda contoscontos eroticos- supositorio no cu da filhavideo porno gostozinha de vestido preto sndo fodida com amae do ladaassaltantes me estupraram contos eroticosContos eroticos estruparam minha avo e mamaeContos eróticos comendo uma lorinha dos seios grandes Luizacontos de engates gays madurosEmrabado por travestis na frente da mulher contosConto incesto sogra no volantesardentinhas ninfetasmeti minha esposa no porre contoscontos eroticos casada e o farmaceitico negaopau grande enfiadi. todo nicucontos eroticos em familiaconto erotico real meu marido me liberou dar o meu raboporno meu primo e um jegue minha mulher adoroudeusa de ebano com uma bunda maravilhosapai t***** acariciando a bundinha da filha e goza sem pararcontos erótico com irma na cadeiavideo safaço roçando na bunda da gostosacontos eroticos exibi minha mulhercontos eróticos trai meu marido numa rapidinhaesfrega conto heroticovizinha trai marido com cunhadinho contossou hetero mas ja paguei um boquete e gostei muitocontos erótico pequenameu cuzinho desvirginadotomates conto heterocontos esposa e a visinha fodem com cãocaminhando e disfarçadamente batendo uma ounhetinha pro namoradoConto curto de coroa estrupada por genro e gostandoconto gay sendo estuprado em que a dor é maior que o prazerconto erotico homens velhosRelato de esposas putas dando pra fumcionarios naos nomes dos geladinho do ice lokoconto erotico travesti desobediente castigada pelo donoMuller casada quer jumento para me ter nelacontos velha casada fudendobaixinha bronzeada transando com homem fortaoa calcinha da lulu contoCONTOS EROTICOS DE VOCE AGUENTA PORQUE VOCE É MOCINHAdormino na mesma cama com duas irmas fudeno uma e a outra ficano com tesao