Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SÉRIE - UM ATIVO A GOZAR – NO MATAGAL DO PRAZER.

Click to Download this video!

O sexo, o prazer, o desejo e tudo que uma noite nos deixa imaginar. Eu estava assim, sentia o prazer o e desejo fluir diante do sexo e das vontades.



Eu havia realizado meus desejos, fuder gostoso um menino novinho, o fazer gemer de prazer e de vontade, o fazer gritar na minha vara, o fazer mamar gostoso e tomar o leitinho quente.



Foi desta forma que desejei e realizei o Douglas. Ele novinho, corpo de menino e beijo de garoto, agora ele era meu, eu homem de 19 anos tinha realizado meu desejo, fuder, abrir e gozar em um rabinho de um menino, de jovem que aprendia a desfrutar do prazer do sexo, porem muito mais do que comer, enrabar e chupar todo este menino é o sonho de acreditar que sexo é um prazer mutuo.



Eu estava feliz, ia todos os dias ver Douglas e ficar com ele. Era nosso segredo, era nosso prazer, pois sua mãe a gostosa dona Sonia estava trabalhando, ela gostava e achava que eu era a melhor companhia para seu filho, que era por todos os dias beijado, abraçado, comido e arrombado por mim, ele era minha menininha, minha putinha novinha que descobria que dar cuzinho era bom, era prazeroso, gostoso.



Douglas era meu menino, porem via que sua mãe estava me dando bola, ela era bonita, gostosinha e tinha um rabo de dar gosto e super simpática apesar da idade dava pra comer, mas sabe eu tinha um caso com o filho dela, mas sentia que ela estava afim de mim.



Mas eu desejava e gozava com minha rola no rabinho de seu filho, em uma tarde de sol estava eu e ele passeando quando tivemos a idéia de entrar em um matagal para dar uma, logo adentramos em uma mata fechada e abaixei o calção e deixei ele saborear dos meus 19 cm de prazer, ele mamava gostoso, sentia sua língua deslizar diante da minha cabecinha e o prazer tomar conta, porem era de tarde e o medo de ser pego era grande, mas valia a pena. Era delirante ver aquele garoto saboreando minha vara, ele engolia tudinho e parecia estar aprendendo a cada dia mais como dar prazer a um homem, sua boca gostosa subia na direção da minha e seus lábios juntavam ao meu. O sol da tarde adentrava ao matagal e o nosso abraço se tornava mais delirante, sentir o prazer, o toque o desejo daquele que era um menino estava alem das somatárias da vida.



Ele era lindo, um olhar penetrante, uma boca gostosa e um rabinho novinho e gostoso. Ele era todo meu, e sabia fazer de uma tarde no mato algo diferente, pois sua boca, sua pele lisinha e seu corpo quente me faziam sentir prazer e desejo.



Eu tocava em seu corpo e abaixava minha mão forte diante daquele gostoso rabinho, o fazia desejar, respirar de prazer e fazia ainda aumentar minha vontade de naquele mato enrabar meu garoto.



O medo tomava conta do prazer e ele exatamente de quatro com seu short abaixados me fazia delirar, via seu buraquinho louco para ser atolado pela minha rola, o beijava na macega, passeava minha língua em seu anelzinho, e ele de repente estava pronto e sendo comido, pois minha vara começava a atolar aquele buraco gostoso, eu enfiava devagarzinho, mas loco estava metendo com força, ele gemia, gritava de prazer e eu com a mão tampava sua boca para não chamar a atenção de alguém, mas era gostoso, parecia que era a primeira vez que comia aquele rabinho, ele gostoso, novinho, gemia e gritava de prazer, uma putinha serena de prazer.



Um garoto que descobriu o prazer de dar o rabo em um mato urrava. Sentia os 19 cm de pica dentro seu cu. Era agora um viadinho formado e diplomado.



Eu gozava e enchia naquele mato em final de tarde seu cuzinho de porra, ele parecia delirar estar feliz e aberto. Eu gozava e tirava de dentro do seu anelzinho minha rola molhada de prazer.



Beijamos-nos, se abraçamos e realizamos uma fantasia, ele dava em um matagal e eu gozava e ensinava a ele que o prazer não tem limites.



Porem depois de tudo isto algo diferente estava por acontecer, ao chegar à casa de Douglas fui surpreendido por sua mãe, fui seduzido e comido por ela, mas esta foda com a velha eu conto no práximo episádio.



Continua...



-



ASS – ThyAggo



MSN:



[email protected]



---------------------------------------------------------------------------------------------------------



Acesse:



portalgayms.blogspot.com



portalgayms.blogspot.com



portalgayms.blogspot.com



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaviadinjo da bimda rrdonda contos eroticoscontos comendo uma Mulher eguacontos a mulher policialcache:6FK7RI0T9TcJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_476_eu-e-2-travestis.html comendo a cunhada linda das coxas grossas e peitos lindos contos eroticosconto guei dopei meu irmáo chupei a rola delecontos eroticos travesti me rouboucontos fui adotadalevando minha sobrinha pra escola acabei comendi contosxxx videos mulheris bem safadas que brinca com o pauzinho pequeno do marido tampinhacontos bolinadas no parquecontos erotico comi cu da tia no conventoeu confesso sou puta desde novinhatia bate uma pro sobrinho contoscasa dos contos de mae fudendo filho e filhaquantos ticos a mulher cosegue colocar no cuhttp://quero conhecer adolecente peitinhos bem durinho e buceta conto erotico virgem colegialhistoria e contos lesbica primeira vez com minha babaandei com a cara gozada na ruaMe Estruparam No Banheiro da escola contos eroticos gaysContos.eroticos.enfiando.cu.da.maecomtos eroticos o amigo do meu filho me humilhou e me curroucorno gemendo cu contoSou casada fodida contocontoseroticos cavermafrases minha amante usa fio dentalcontos de mulheres pegano carona indo no colocontos sexo a primeira vez que comi o travestisFudendo a prima,contoxvideo cuzeiras de pelotasminha tia me conveceu a da minha buceta para meu tio contos eroticoscunhada casada e timida linda contosquentes carentes cariocasconto minha esposa devoradora de garotinhoscontos eróticos traveco emrabado a negona coroa casadaoque falar quando um menino fala pra voce "quero lhe fuder"??ContoseroticosgreludaSou casada fodida contocontos bem safados assanhando meuconto erotico real eu meu tinha comemos minha tiacontos eroticos gays come meu pai bebado mais o meu amigomeu cachorro taradoMetendo na perereca da maninhatravesti Zinho que faz programa escondido da mãeBrincadeira na piscina com meu irmao poran vedeosComi meu amigo contos eroticomeu chefe comeu meu cu a força contosImagem Carla danada na zoofoliaConto erotico minha esposa pagou pra ser fudidapeguei minha sogra botei pra chora contoSou casada fodida contoconto a coros e o jardineiro pauzudoenteadinha contosDei a buceta por dinheiro meu marido nao sabecontos eroticos em ferias em casa de tia gostosa na piscina e marido nao vera madrasta ingênua contos eróticoscontos eroticos incesto fazendo minha filha gozar no meu pauporno puxo o cabelo dela de quatro e arregaço sem docontos sexo meu irmao rasgou o meu cucontos eroticos na praia meu sogro me comeuconto eróticos sado a forçagozoucomfilho tirando a calcinha da mãe . ...mas mesmoEU TIRANDO FOTO MINHA BUNDA DE CALCINHA FETICHE OLHANDO ESPELHO MINH BUNDAcontos casada vira festa em faculdade e trai maridocontos eroticos comi a mulher do traficanteconto erótico de mulher traindo marido com amigo taradoas rabudaaconto erótico corno de mendigomenina na punheta contosimagens de conto de homem macho transando com negro macho entregador de gáscontos incesto engravidando a tiacontos eroticos como eu conheci o sexo