Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA ADORADA ENTEADA I

Click to Download this video!

MINHA ADORADA ENTEADA I



Recentemente, relatei como comi minha enteada Sara, hoje vou contar como comi a minha outra enteada Sonia, pra quem não leu meu outro conto sou Marcos e moro com minha Companheira e suas duas filhas maravilhosas Sonia (22 anos) e Sara (19 anos). No outro conto relatei como aconteceu minha primeira transa com Sara, hoje vou contar como me dei bem com a Sonia.

Eu e a Sonia nos damos muito bem, mas conversamos muito raramente algum assunto do dia a dia, certo dia estava na cama com sua mãe no nosso quarto, era um domingo e normalmente levantamos um pouco mais tarde, depois daquela transa do mijo, como dizem por ai, normalmente fechamos a porta quando vamos dormir nesse dia minha companheira cedo foi pegar um copo com água na geladeira e ao voltar não trancou a porta com a chave, deixando somente no trinco. Começamos a nos beijarmos e apalpar as partes intimas um do outro, sua buceta rápido fica toda molhada o que me dá um tesão, comecei a chupar sua xota como sempre faço antes de penetrá-la gosto de sentir ela gozar na minha boca, o que não demora pra acontecer, ela goza muito como uma louca. Depois de gozar ela se levantou e começou a bater uma punheta muito gostosa em mim, vendo minha excitação total ela começou a beijar e sugar meus mamilos, o que me deixa muito louco, aos poucos foi descendo pela minha barriga e chegando ao meu pau e começou a sugá-lo, ora meu pau ora minhas bolas e meu cu, é uma loucura sá. Quando ela viu que eu já estava em ponto de gozar ela parou e veio por cima de mim e começou a cavalgar em meu pau, nisso ouvimos sua filha Sonia chamá-la, mas como a excitação era muito grande de nossa parte ignoramos o chamado de sua filha. Minha companheira cavalgava como uma louca em meu pau tampando a boca pra não gritar, nisso a porta de abriu, mas minha companheira estava em êxtase completo que nem percebeu, mas olhei em direção a porta e vi que Sonia nos olhava e como ela viu que a observava ela fechou a porta novamente, minha companheira não percebeu e gozou no meu pau e eu na sua buceta, mas com a imagem da filha dela nos olhando.

Apás isso tudo levantamos e fomos tomar o café da manhã que as meninas tinham feito para nás, sá ai descobrir porque ela estava nos chamando, era para tomar café da manhã. Passamos o dia em casa, sem comentar qualquer coisa do que tinha acontecido pela manhã, até porque minha companheira não tinha visto nada. à tarde Sonia saiu para ir à casa do namorado e ficamos eu, minha companheira e Sara assistindo alguns filmes que havíamos locados. Por volta das 18:00 hs minha companheira me chamou para irmos à missa e depois na casa de sua mãe, disse a ela que não estava muito disposto, mas que mais tarde ia à casa de sua mãe pegá-la, para não ir sozinha ela levou a Sara o que me deixou um pouco frustrado, pois minha intenção de ficar em casa era ficar sozinho com a Sara e ter mais um inicio de noite maravilhoso. As duas saíram e continuei a assistir aos filmes que locamos, não demorou 19 minutos e Sonia chegou, ela perguntou pela sua mãe e sua irmã e lhe disse que tinham ido à missa e depois passariam para ver sua avá, ela disse então que iria tomar um banho e que não iria mais sair, disse-lhe que tudo bem, mas que queria conversa com ela depois. Ela entrou no banho sá de tolha, da sala da pra ver o banheiro, continuei a assistir ao filme, demorou um pouco e ela saiu do banho do jeito que entrou, sá de toalha, e veio em minha direção e perguntou o que eu queria falar com ela, disse-lhe que o que tinha pra lhe falar podia esperar até ela trocar de roupa, foi quando me disse que não se importava de conversar comigo daquele jeito, até porque depois iria dormir, pois tinha que acordar cedo no dia seguinte. Comecei pedindo desculpa por nás termos deixado a porta do quarto aberta e ela ter visto aquela cena pela manhã e prometi que não iria acontecer de novo, mas disse-lhe pra não se preocupar que sua mãe não tinha visto que ela estava ali na porta, foi quando da minha surpresa quando ela disse para mim não me preocupar, pois não ficou nem um pouco constrangida com que viu, pelo contrario que ficou feliz que realizo sua mãe na cama também e que na verdade ela ficou excitada e com vontade de fazer o mesmo que sua mãe, mas consertou logo dizendo claro que não comigo e sim com seu namorado, mas já era tarde, de imediato meu pau de sinal de vida e ela percebeu que me atiçou, ela continuou dizendo que foi de tarde pra casa do namorado, pois não estava aguentando de tanto tesão, mas que ficou frustrada, pois o namorado não quis nada naquela tarde, então falei que ela continuava com tesão, ela prontamente respondeu que sim, que tinha se masturbado no banheiro pensando naquela cena da manhã, mas que continuava com muito tesão, me aproximei dela e a abracei e percebi que seu corpo tremia todo e meu pau estocava sua barriga, a beijei e abrir a toalha que usava, vi aquele corpinho que às vezes via somente por entre a transparência de seu baby dool ou na praia, são uns seios lindos e uma boceta depilada maravilhosa, ela me confessou que havia depilado naquele dia pro seu namorado, mas o corninho não quis, beijei novamente seus lábios e que doce beijo ela tem, que língua deliciosa, macia, maravilhosa, fui beijando seu corpo e cheguei a seus seios, não muito grande mais deliciosos fiquei ali um bom bocado e depois fui descendo, ela sempre em pé, cheguei a suas entranhas, já tava toda molhada e cheirosa passei o dedo pelo grande lábios de sua buceta e chupei o dedo todo melado, que delicia de caldo que saia daquela buceta, comecei a chupá-la ela colocou a perna apoiada em cima de uma cadeira o que me deu uma visão maravilhosa da sua buceta, chupei até ela quase cair de tanto gozar na minha boca, ela me puxou para cima e me beijou deliciosamente, ai foi a vez dela me chupar, foi descendo chupou meus mamilos e depois chegou ao meu pau, como aquela menina sabe chupar um pau, parece que aprendeu com a mãe, ora chupava meu pau ora chupava meus ovos, foi uma delicia, quando já estava em ponto de gozar pedir a ela para parar, pois queria comer sua bucetinha deliciosa, foi quando ela disse que queria fazer do jeito que a mãe estava fazendo pela manhã, fomos para cama da mãe dela e ela veio por cima de mim, que buceta apertadinha ela tem, foi entrando com um pouco de dificuldade, apesar de estar toda molhadinha, mas logo meu pau se acomodou dentro daquela buceta e ela fazia como sua mãe, subia e descia como uma louca, gemia alto e falava que eu tinha a pica mais gostosa que ela já tinha provado, isso me deixava com mais tesão ainda, ela gozou muito sentir escorrer pelo meu pau seu néctar, depois de ficar por alguns segundos paralisada em cima do meu pau, pedir a ela que ficasse de quatro que queria come-lá como comia sua mãe e penetrei sua buceta e comecei a cavalgá-la e puxar seus cabelos compridos como faço com sua mãe e chamando de minha putinha e vagabundinha até que gozei como louco naquela buceta e enchendo ela de porra. Ficamos deitados na cama por alguns minutos e depois fomos para o banheiro e tomamos banhos juntos, coisa que vou confessar sempre sonhei com isso. Agora sem que uma saiba da outra, como a mãe e sempre que dá como a Sonia e a Sara.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos gay travesti apostacarro empuramdo estaca no cu da branqui.ha quostosaconto erotico estudandocontos eroticos cumendo o cuzao cabeludo da minha maecomendo a irma dopada de remedio contoscontos sou negra e do o cu e a xereca marido ma sabecontos eroticos comendo a helena empregadacontos erotico gay fofinhobuceta pro maninho separado contosconto erotico minha esposa deu a mim e a meu pai na msm horaele implorou e eu engoli sua porracontos erotivos gay levando pau do diretorcontos de corno surpresacontos eróticos de meninas e meninosContos eroticos,dp com os amigos do meu maridoprimo de rendinha metade da bunda de fora em calcinha cabelo que sai para foracontos porno travestis estupros sadomazoquismoContos zoofilia traicoes caninatitio pedia q eu sentasse no seu colo e fazia cariciassou uma mulher casada mais adoro trai meu marido adoro da minha bucetinha meu cuzinho a outro homem e tambem adoro chupaOsdesenho fam fudendo com tudochorei mas aguentei tudo contos eróticosConto erotico sou madura greludacontos porno traca troca amiguinhocontos eroticos fui forçada a fidermulher acima d 90kg crente contoscontos u caras muito bemdotado arobou a buceta da mia mulhe na mia frete contoscontos completos quentes esfregando so pra judiar pedindo mascontos eroticos infânciaa amiga resolve acordar a amiga com a mão na buceta delacontos maninha adora meu pauConto esposa de tampa sexohttp://googleweblight.com/i?u=http://tennis-zelenograd.ru/conto_27758_tudo-comecou-no-colo-pra-me-ter-no-colo-do-p....html&grqid=FXxSLOdv&s=1&hl=pt-BRconto erótico sexo na balada exibindominha calcinha no banheiro contosconto gay sendo estuprado em que a dor é maior que o prazerfotos porno renata zoo contosContos eróticos de homens que tomam viagra e arrombam mulherencoxadas socando com força reçentecomtos trai com meu cunhado pauzudocontos eroticos com foto empregada rabuda baixinhaMeu marido sabe que dou o cu a um amigo de infanciaconto erotico mae empresta lingerieCorno ama namorada use chortinho de lycra marcando buceta contoscontos eroticos corno e amigo mesmconto como lesbica seduzi minha norap*** do tio contosbrincadeiras erotica no cu de machoSubrinha sapeka adora usa ropinha provokante para da para mimcomtos de sexoconto amante da sogra casada velha e mae de familiasafadinha de nicrosaiacontos descobri esposa Casei com um cornoconto erotico castrado na favelaconto erótico ménage com meu amigo e sua namoradasexo velho gozando dentro da menina de quise ano e gosanodentrocontos eroticos cheiro de calcinhaconto erotico tarado comendo buceta da cabrita no.zoofiliacontos e Relatos reais de nora transando com sogro em Brasíliacontos gay sentando no colo e gosouconto erotico mostrei minha calcinha por dinheihocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos eroticos comi a corretora gordinhacontos de sexo no bar aii meti vaiconto erótico, "leva ele"fui iniciada em zoofilia desde pequenacontos de sexo com viuvacontos eroticos gays come meu pai bebado mais o meu amigoEngolindo a piroca do irmozinho contoseroticoscontos eroticos eu e minha iema e a namorada ficamos com um plug atolafo no cuboquete sem lavar baixarcontos não acreditei que meu sogro ia fazer aquilocontos de rasguei o cuzinho do moleque novinho