Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU O PADRE O SUA CADELA

Click to this video!

Eu o Padre e sua cadela





Mudei em fevereiro de 2008 para uma pequena cidade no interior de São Paulo, a cidade era tão pequena que não tinha nem cinema e sá tinha uma única igreja.

Como era começo de ano fui até a igreja para uma reunião de mães para os filhos ingressarem as aulas de ceticismo. Quando cheguei no salão paroquial logo uma das mães me perguntou se era nova na cidade respondi que sim então ela me disse que eu não conhecia o padre ainda, eu falei que não então ela disse ele é um tesão.

A Reunião começou assim que aquele monumento entrou no salão, era domingo de manhã e ele havia acabado de sair da missa, estava de batina mas era uma coisa de ficar de boca aberta, tinha uns 40 anos 1,80m o corpo magro, loiro olhos azuis um deus, eles deu um oi geral e deixou a catequista dar prosseguimento a reunião ao final da reunião ele agora com a palavra pediu candidatas para auxilia- lo no dia seguinte para a montagem das classes, eu logo ergui a mão achando que seria normal e a maioria das mães fariam o mesmo, mas para minha surpresa fui a única candidata a ajudante do padre.

No dia seguinte apás o almoço cheguei na casa paroquial, bati na porta, o padre agora sem batina com um jeans e uma camiseta colada, entre abriu a porta e disse entre estou segurando a Diva para não sair.

Entrei e vi que Diva era uma cadela enorme que ele segurava pela coleira, perguntei ela morde ele disse não so lambe, estranhei a colocação mas achei que estava brincando, e ele continuou estou segurando, ela não pode sair esta no cio e ai já viu fica uma cachorrada na minha porta.

O padre então soltou a Diva e mostrou um lugar para eu sentar, sentei meio desconcertada pois não conseguia tirar o olho no volume que estava por debaixo do jeans apertado do padre, era tão grande que parecia que ia estourar o zíper, sentei em uma cadeira dessa que tem descanso para os braços, logo que sentei a cadela avançou na minha direção e enfiou a fuça no meio das minhas pernas e começou a me cheirar o focinho dela molhado e frio encostou direto na minha xoxota estava de saia e ela parecia que sabia o que estava fazendo.

O Padre ficou olhando e disse relaxe ela esta so dando as boas vindas, a cadela safada começou cheirara mais e mais, e der repente começou a lamber, nessa altura minha xoxota já estava piscando e toda molhada não conseguia disfarçar o tesão que tomava conta de mim, o Padre se aproximou baixou e levantou minha saia, eu estava com uma calcinha pequena dessas que enterram na bunda, ele sem dizer nada foi tirando minha calcinha, como o pau dele estava visivelmente duro por debaixo do jeans fiquei esperando ele por para fora e meter em mim, eu já estava totalmente molhada com as lambidas da Diva, ele tirou toda a minha calcinha, ela a cadela continuou lambendo cheirando, foi ai que ele abriu o zíper e tirou aquele pau imenso ( devia ter uns 23cm) abaixou, eu nesse momento abri as pernas e deslizei na cadeira para facilitar ele começou a acariciar a cabeça da Diva que estava praticamente toda na minha boceta pegou a cadela pelo meio ergueu na altura ideal e meteu a rola na cadela ele ficou ali metendo na cadela e ela me lambendo aquilo me deu um tesão tão grande que gozei na língua da Diva, gozei gemi até uivei, quando achei que tudo já tinha acabado o Padre tira a pica da cadela e pega um desses consolos de borracha que tem duas cabeças, e fala quer brincar Diva com a moça, a cadela então virou aquela xoxota enorme todo inchada para mim e ele pegou o consolo de duas cabeças meteu uma em mim e outra na cadela, eu fiquei literalmente grudada na cadela que agora lambia a pica do padre.

Lágico eu tive que comer a Diva, meti gostoso nela, não sei se ela gozou mas eu esporrei no cacete de borracha que esta dentro dela, e como ela lambe muito gostoso o Padre gozou espirando porra na cara da cadela .

Foi a foda mais alucinante que já tive em toda minha vida, também entendi porque nem uma das mães levantou a mão para auxiliar o Padre tesudo.









VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos-gays sou gay e fui arrombado pelo pauzao grosso e grande do meu patraocontos eroticod de gordinhas q gosta de dar o cuquero ver duas mocinhas branquinhas estragando a bucetinha na outracontos eróticos mulher de traficante dando pra galera todaconto sobrinho engravida tia casadacontos tomei no cu gostosocontos orgia com maefomos cem calcinha e fomos fodida por puzudos dotafos no bar contoconto minha tia tesuda peladafilmes de televisao pornosna moto contos eróticoscontos eroticos gay dei minha bunda pro filho da vizinhacontos eróticos sarro no ombrocasada dando pra cinco contosContos eroticos menstruadacomendo o primo e olhando pela janela Contos vizinha de 19foda gostoza mulher caszada tro cano omaridocontos erótico de lesbianismomadrinhas branca da bunda empinadacontos eroticos paguei as dividas da minha funcionária noiva rabudaifeta sandalilhaAiii primo mete contoscontos eróticos de empregadaspornô mobili com coroa e vamos até gozarconto dpConto Topless surpresaComtos tia e sobrinha fodidas pelos amigos do tiocontos de coroa com novinhoO dinha que comi o cu da minhA mae bebAda contos,fragrância zoofilia caseiro contos eroticos gay meu tio de dezenove me comeu dormindo quando eu tinha oito anosputinha submissa do tiopau na boca da namorada dpcontos eroticos camisolatrai meu marido bebado com seu amigo bebado na sala contosconto esposa viu amigo nucontos porno ajudou marido comer sogranegras abrino o cu pra meter nele gostosoContos minha sogra fas eu ser puta do sogro e tiosConto comi a mãe da minha namoradaContos eróticos: boquete quando pequenaconto comi a buceta da mae do meu amigoconto sozinho com minha sograpirokinha com leitinho contos eroticosconto transei com meu pai na despedida de solteiravideos zoofilia cavalos gozando na bucta epenetrandoContos.erotico.mae.filho.depois.do passeio.na.praia.Relatos de gay quie derao ao pedreiro saradomendiga pedindo pra comer seu cu apos o dela era vigemRabuda negra sendo enrabada em pe conto eroticoconto minha mulher gosta quando levo ela nas festinhasContos me exibindoContos mulher estrupadas negroscontos eroticos de negros em hospitaisconto erotico esposa sofre no pintaocontos enrabado na saunacontos eróticos de brigas e submissão contos eróticos me fode caralho vaiconto emrabada casada nao pelo marido sim p amanteconto zoofilia neroContos erocticos dei comprimido ao velhocrente viciada em engolirconto eroticos gay comi o cu do filho do meu tiocontos eróticos gays cavalgando no padrinhotransei com minha tia nas dunas da praiaesposas traindo dando o cu,contos de 1988contos eróticos gay eu e mais um amigo brincamos com novinhoDe repente...minha mulher fodeu com todoscontos chupando o pau do tio da crec