Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA ESPOSA, POR UM DIA UMA PUTA DE 5A CATEGORIA

Click to this video!

Sou casado bem resolvido, esposa linda gostosa, tesuda, rabão, mulherão de 28 anos, mãe peituda, enfim uma delicia de mulher.



Estamos juntos ha 7 anos, e então as relações ja não são como antes, e os espaços entre elas levam dias, por motivo de uma vida corrida, contas e tudo mais, ela esfria um pouco, e por vezes tenho que reinventar ou mesmo tirar essa preguiça para ter de volta minha tigresa da época de começo de namoro.



Então procurei executar um plano para exorcisar essa preguiça dela de vez, mas para isso teria que cumprir etapas do meu plano, pra deixá la com tanto tesão que faria tudo o que eu mais desejasse, uma surpresa ja estava a sua espera guardada no armario, e então chega o feriado, nenem na sogra e sagradas e raras horas para aproveitarmos para relaxar, mal sabia ela que aquel não seria uma transa corriqueira, onde ela sempre gozava sendo chupada, e pouco me deixava abusar de seu cuzinho.



Separei um filme de uma suruba italiana onde sá tinha mulheres pequenas sendo literalmente fodidas do avesso nas cenas, por cacetes monstruosos, e fiz uma jarra de caipiroska, e fomos tomando pra esquentar.



FAlei pra ela que aquela tarde seria diferente caso ela topasse beber um pouco alem do normal pra gente se entregar feito loucos, então fomos bebendo e vendo o filme, ela de leve ia brincando com meu pau, 18cm na sua mão pulsando e crescendo aos poucos, e ala ainda fazia comentarios de brincadeira vendo o filme, do tipo "nossa como essa mulheres aguenbtam tudo isso dentro?"



quando ja estavamos prontos pra ir pra cama, pedi então que ela vestisse pra mim seu shortinho de lycra pink sem calcinha por baixo, e um baby doll de sedinha tbm pink, ela foi se trocar, e voltou vestida, com um tempero, uma sandalia com salto 19 que ha muito tempo nao usava, e um batom firme vermelho em su boca carnuda.



"era assim que vc me queria?" eu respondi, "vc se olhou no espelho pra ver como esta uma linda putinha vestida assim"? e ela até pediu uma foto pra guardar em 7 chaves.



Era um tesão puro, fomos para o quarto, e disse a ela que tinha um fetiche de ter ela pra mim como uma putinha de 5a categoria sem pudor, e que faria tudo o que quisesse, ela ja muito altinha devido a vodka, disse "hj sou seu parkinho, pode brincar a vontade", mas o que eu realmente queria era faze-la experimentar aquilo que acabará de ver nos filmes, e que eu ali não seria seu maridinho, e sim um fodedor sem dá com uma putinha sem frescura.



Começamos a nos pegar, e logo de cara ja a fiz sentir que daquela vez seu macho estava incontrolavel e que dali pra frente nao teria mais volta, segui a tratando como uma verdadeira putinha, abria uma camisinha, e ela disse "pra que?" eu disse que sá transo com putinha prevenido, tirei a camisinha e logo de cara a fiz fazer algo que nunca fizera antes comigo, desenrolar toda a camisinha engolindo meu pau, 19cm iam entrando bem fundo na sua garganta, até ela colocar toda camisinha, então com outro ato que nunca fizemos antes, a amarrei de braços pra traz, a coloquei ajoelhada no meio da cama e comecei a foder sua boca sem dá, ela engasgava gemendo de tesão, lacrimejando e escorrendo a sombra dos olhos, desamarrei seu cabelo e a puxei pra fora da cama, nada muito selvagem, mas nada muito meigo tbm rs, e a coloquei deitada no canto da cama com a cabeça caida pra fora, então continuei fodendo aquela boca, a desamarrei, e cai de boca loucamente na sua bucetinha, chupando e me lambuzando, ja estava muito molhada, e ela começou a pedir meu pau, "mete em mim mor, vem nao to aguentando mete" comecei a estocar de ladinho, abrindo suas pernas e siriricando seu grelinho que ja estava saltando pra fora de tesão, ela queria gozar, mas eu segurava pra nao acontecer, então falando no seu ouvido, eu disse "agora quero ver essa putinha chupar outro pau" ela sem entender muito continuou arrebitando e rebolando no meu cacete, então parei, a vendei, e voltei a amarra-la, dizia: "fica quetinha ai, que eu te trouxe uma surpresa", voltei com a surpresa que estava no armario, um vibrador de 22cm muito grosso, comecei a passar de leve em seu ventre, nos seios ela como uma cadelinha com fome pediu: "quero chupar ele" fui passando em sua boquinha, mas era impossivel entrar, era muito grosso e sua boca nao abria tanto assim, mas lambia, e eu dizia: " hj voce como putinha que é, vai sentir dois cacetes te arrombando....eu quero ver essa esposa putinha gozar igual uma cadelinha no cio ouviu..." então a soltei e deixei que ela ficasse de 4, agarrando aquele vibrador enorme, e eu no seu rabo enfiando toda minha lingua e ja sentindo suas pregas relaxando, novamente ela deitou de ladinho, tomei o cacete de suas mãos, e fui empurrando aquele mastro todo dentro da sua bocetinha, era demais pra ela, nao tinha mais espaço e ela estava sendo toda preenchida, enfiei quase todo, e o mantive num movimento de vai e vem leve, ja que estava enterrado nela, era impossivel meu pau caber ali com sua bocetinha por baixo toda arrombada e com um mastro enterrado nela, então tirei o vibrador, e fiquei siriricando seu grelo, disse: "vai gozar sá quando tiver 2s cacetes em voce" e ela respondia "não, para nao vou aguentar," voce aguenta sim, é que nao sabe ainda minha putinha, então, com aquele cuzinho piscando molhado pedindo, enterrei de uma vez meu pau que ela ja aguentava, mas nunca era estocada sem dá como estava sendo, eu me maravilhava com a visão de seu cuzinho rosa, sendo deflorado de vez, eu tirava pra fora, e ficava todo aberto, deixei o dentro bem fundo, e voltei a meter devagar o mastro na sua buceta, eu sentia como se fosse um braço entrando dentro dela, e podia sentir o vibrador encontrar bem fundo meu pau que estava no seu cu, era demais pra ela aguentar, de lado toda arrombada, eu nao me aguentei e gozei naquele cu, espumando porra para fora, mas eu queria mais, e com muita dor ainda estocava meu pau pulsando dentro dela, então seu gemido se tranformou em gritos altos no quarto, " ai fode vou gozar, aiiiii que delicia, meu deussss" e foi gozando tremendo sem parar, fui tirando tudo de dentro, um ultimo gemido de alivio e tesão e ela praticamente desmaiou exausta, abria um pouco os olhos, e me dizia, "vc acabou comigo mor, olha meu cuzinho como ficou" então dei um beijo de paixão, e a abracei acariciando, fazendo um pouco de massagem, e fomos pro banho, ela dizia "vc ta doido e tarado mor, como me fudeu tanto assim, tadinha de mim..." disse que precisava daquilo, pra ter a certeza que ela é a mulher da minha vida, e que no fundo uma putinha enrustida sá precisando ser despertada de tempos em tempos.



Abraço a todos, foi veridico o conto, ja repetimos algumas vezes, mas jamais na intensidade que foi.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos meu marido sempre soubecontos erotico defrorado pelo irmão mas velhoComendo cu de mulher dormindo conto eroticocontos japonesa rabudaconto gay metemos todo diafiz amor com minha irmacontos eróticos minha esposa ficou pelada na frente do sobrinhocontos eroticos esfreguei um bundão gostosocontos de rasguei o cuzinho da minha avócontos eroticos de vendas passei gelo no corpo delecontos eroticos moleque e mulherduas mulher chupando a b***** no Jordão baixo fazendo sexotransando com a namorada mais perfeitasexo com renata crentinhameu padrasto me iniciou na zoofiliagay negro bebado sente pora escorrendo no cubelas picas brancas rosinha gozando gaysconto veridico realizadocontos minha esposa grávida chupa pauContos e roticos com gemeos i denticostodos gozarao na minha bucetavideo de sexo encochando garotinhas e gozando nas coxas e pernas.travesti do pau vermelho cabeça g****** jato sexoestou ficando louco pela filha de minha mulher incestocomigo véi da irmã da minha mulher contos eróticosrelato de corno que deu a esposa para o cunhadofui pego de calcinha pela minha irmacontos eroticos homem casado dando para o primoconto erotico minha irma fedorentaConto erotico na cama com a tia coroa puta.comContoseroticosgreludaconto ganhando mamadeira de porracontos de encoxada em mulheres passivasconto casal bideu a buceta no presidio contoscontos eroticos separou pra levar picacastigando a patroa na ruatirando o short da menina etrepandofudi gostoso no volleycontos eróticos crenteele implorou e eu engoli sua porraContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eroticos cdzinha virei menina pra agradar meu donocontos eroticos gatinhasprofessor de natação metendo a vara na colegacontos erótico de incesto eu novinha ano ... meu tio com 26*6cm de rola me arrombou Contos eróticos fedorentameu cuzinho desvirginadoraspada para surpresa do marido contospapai tirou do meu cu quis por na minha bocafoto de xoxota de mulher pequeninihacomi minha criada boazudaviadinho japones dei pro negao do caminhão contos eróticoscontos eroticos: sobrinha no colocontos de cúcontos de sexo picantes filhas se acabando nas pirocas. groças. e grandes do papai taradaominha iniciação gay contosMeninas virgem estuprads pela zeladorcontos massagem na tiacontos enquanto dormiagorda sobe a saia e transa na ruadei leitinho na boca de uma novinha de contagem contos eroticoscomemos minha namorada contos eróticoschantageada e humilhada pela empregada negraconto erotico raquel morena deliciosacontos comi a amante do meu paiPuta merda!!!para!(conto teen gay)tica dani buceta gistosacontos acordei louca para fuder com meu irmaoconto a empregada me pegoucontos eroticos comendo o preciosodividindo a cama conto bi