Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CONVENCI MINHA NAMORADA A DAR O CU, MAS ACABEI SEN

Click to Download this video!

Oi pessoal estou de volta com mais uma aventura da minha infância, como no relato anterior estava namorando uma garota chamada Vanessa, e depois da orientadora nos pegar transando na sala de educação física, estávamos tentando arrumar outro lugar para transar, num belo dia convenci ela de matar aula comigo e ir até o parque das mangabeiras, quem conhece BH sabe onde é ele aceitou rapidinho nos encontramos na frente do colégio e pegamos o busão para subir até as mangabeiras, no caminho eu tentava convencê-la de dar sua bundinha pra mim, tava difícil convencê-la, chegamos ao parque e fomos pegar trilhas depois de alguns minutos trilha adentro paramos num lugar que passava um riacho tinha umas pedras grandes e alguma arvore de tronco grosso, daí parti pra cima dela e já comecei a tirar sua roupa ela agarrou meu pau abriu minha calça e abaixou e começou a me chupar, que delicia de boca ela tinha, daí a coloquei de costas pra mim encostada num tronco de arvore e passava meu cacete na sua bucetinha rosada e subia ate seu cuzinho que era rosadinho também agachei atrás dela e comecei a chupá-la, me concentrei no seu cuzinho ela se agarrava na arvore e gemia muito, daí levantei e empurrei meu cacete bem fundo na sua bocetinha, e comecei a fudé-la depois de alguns minutos ela disse que tentaria dar o cuzinho pra mim, eu pirei na hora e lambuzei bastante seu cuzinho e come CEI a brincar com os dedos no cuzinho dela, depois de alguns minutos coloque a cabeça da rola e comecei a forçar a entrada, era difícil, pois seu cuzinho era bem apertado, mas com muita insistência a cabeça entrou, ela contraiu, eu pedi para ela relaxar, pois assim não doeria, ela relaxou, dei um tempo e comecei a forçar de novo o pau entrou bem devagarzinho ate o talo, fiquei parado de novo mexendo o grelinho dela, ela começou a sentir tesão e começou a rebolar no meu cacete, daí comecei a fode-la, tava uma delicia comer seu cuzinho, mas tudo que e bom pode piorar, quando eu olho pro lado dois policiais a Cavalo nos vendo, eu tirei o pau correndo do cuzinho dela, ela arregalou os olhos, e os policiais sá disseram: bonito heim. Desceram do cavalo e vieram em nossa direção, daí Vanessa se abaixou pra pegar as roupas e um dos policias o branco, pois era um negro e um branco, falou pra ela não se preocupar com as roupas, pois ela não precisaria por enquanto, e chegou perto dela pegou sua mão e levou ate o pau dele, eu falei pra ele que ele não podia fazer aquilo, pois éramos menores de idade, daí o negão chegou perto de mim me deu uma tapa na cara e falou pra eu ficar quieto, pois se não ele levaria os dois pra delegacia depois nos levaria em casa e falariam para os pais dela e os meus, daí calei a boca o negão olhou pra minha bunda branquinha e falou pro seu parceiro, come ela que vou comer este viadinho aqui pra ele saber como e comer um cuzinho, o policial branco encostou a Vanessa na arvore e empurrou seu pau pra dentro do cuzinho dela, quando a geba entrou ela deu um grito e começou a chorar, pois a rola dele era enorme e grossa, ele dizia pra ela gritar bem alto, pois ninguém escutaria e ele iria esfolar o cuzinho dela, enquanto isto o negão me obrigou a me agachar e chupar o pau dele, eu como já tinha chupado dois paus em outras ocasiões chupei com gosto o dele que não era tão grande como do seu parceiro, mas era torto pra direita, daí eu olhei pro lado da Vanessa e ela chorava muito e o policial nem se preocupava e mandava ver no cuzinho dela, o negão me levantou me coloquei de quatro numa pedra, eu já sabia que iria sofrer e decidi aguentar firme, ele encostou seu pau no meu cuzinho e empurrou sem dá, que dor infernal, dei um grito maior do que a Vanessa, ele começou a me foder com muita força, depois de longos minutos sendo enrrabado, eles nos colocaram um de frente pro outro e continuaram a nos foder, e diziam um pro outro olha a putinha e o viadinho consolando um ao outro e fodiam nossos cuzinhos com gosto, depois de muito nos foderem eles gozaram vestiram as roupas e foram embora, nos recompomos nos lavamos no riacho vestimos nossas roupas e fomos embora, Vanessa não conseguia Nem sentar Dentro do ônibus eu também não era diferente, ninguém entedia, pois cheio de lugares vazios e nos dois em pé, depois disto Vanessa terminou eu por minha vez nunca mais levei menina nenhuma pro mato, pois ate gosto de dar o cuzinho às vezes, mas tem que ser com carinho.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos mulher desmaia na pica de borracha da amigaloca pra fude vai logo metencontos eroticos papai 40 amigas i eu arrumaadoro andar sem calcinha contosmulher escanxa no cachorro e goza gostosocontos eroticos de mulheres coroas fodedeirasconto erotico deixando minha esposa ajudar meu sogroConto erótico Viagem com minha mãe parte 2 Okinawa.ufa.ruconto ettico o inquilinoo computador da minha filha contoAmante de coxas grossa e bundao contosContos minha doce sobrinha melamanda casamos grande cabeçudo contosCONTO FODIDA E SURRADA PELO PIRRALHOcontos eroticos podolatria com a minha maeirma paralitica conto eroticocontos eroticos: menina por desconhecidoConto erotico o velho me chupavaconto eróticos a patinha da minha sograganhei carona mais tive que engolir porracontos gay luta livrecontos eróticos Paula vizinha casada gostosaContos eróticos comi minha imagina sem camizinha e ela engravidouconto erotico caronagozando na boca da irma casada contocontos eroticos de incesto mae massagista faz massagem no filho adultosegurei a pica estranhoconto erotico deidinheiro a minha maeContos eroticos homens estuprano gravidascontos-gays fui arrombado por um bombeiro no moteldepois de eu ter me mastrupado depois de um tenpo comesei a goza isso e normalcontos de iniciação no swingcontos eroticos cu de esposa vermelho cheio de porra com fotoconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuminha sobrinha pediu para mim gozar na calcinha dela contos eróticosBrincando de casinha conto realmenininha conto eroticocontos eróticos comendo minha patroafudeno a sobrinha que domiacontos eroticos menininha incestomassagem no jogador conto bissexuaiseu vi uma pica toda arregaçadaComtos casadas fodidas pelo filho e o sobrinhoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorConto porno de estuprada por pai da mim amigaDesde novinha sempre dei o cuzinho contoscontos eroticos podolatria com a minha maelua de mel corno na picina eroticodando o cuzinho pro pintinho contossou casada meti com o marido da minha melhor amiga contossó não doidão priminha gostosaconto gay bebado fui fodidocontos de bundas gigantes de vestidoscontos eroticos prima cavala ingenuaconto erotico viadinho de calcinha dormindo no sitiocontos eroticos buceta peludacontos orgia com jogadorescasadas baxias di calsias na zoofiliacontos de cú por medocontos de big rolacroa de pernas abertas dando pro marofoContos meu filho pauzudo me comeu dormindoconto erotico o coroa mandou o viadinho vestir calcinhapercebi que meu irmao gemia mais quandosaia conto erotico gaymeu tio detonou minha xota contoeroticocontos eroticos de enteadascontos eroticos negrinha casada ficou bebada na festa mais de treze caraas fizeram suruba com elaComtos mae fodida pelo filho e sobrinhopornô compare com a comadre faz ela gozarContos eroticos perdendo a virgindadeno so fa regassa a calcinha e mete na cunhadaler c/ erot/ com as cunhdas da da roçaFui a depilação ela me lambeu contocontos eroticos traindo marido na Sala ao ladoSou gay e tranzei com um travest contos eroticoMeu irmão mandou eu deitar com elemeu irmao fudeu com mamae contos contos exoticos no.cinemaminha esposa me contando os detalhesconto eroticos papai disse pra eu trazer minhas amiguinhas virgenscomeu uma gordinha no onibus em viagem contos eroticos