Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DE MINISSAIA E SEM CALCINHA NO CINEMA

Click to Download this video!

Já contei aqui algumas histárias de minha mulher e os que leram já sabem como ela é. Para os que não leram, digo que ela é morena, cabelos pretos, compridos e lisos, linda de rosto e corpo, uma bunda maravilhosa, peitinhos médios e durinhos e uma boca sensacional, ou seja, uma verdadeira gostosa.

Cássia além de ser gostosa como é, sempre foi muito sacana e também sempre gostou de sair de casa vestindo minissaia e sem calcinha.

Essa histária que vou contar se passou quando precisei trabalhar em uma outra cidade e sá voltava aos finais de semana para casa.

Como moramos no litoral fluminense, ela vai todos os dias à praia, e nos dias de semana a praia está sempre vazia. Sempre que ela volta da praia, toma um banho, almoça e dá uma saidinha para fazer compras, ver vitrines, enfim, dar umas voltas para se distrair e sempre veste minissaia, salto alto, uma camiseta e sempre, sempre, sem calcinha.

Ela tem uma coleção de minissaia, mas a que mais gosto é uma mini de jeans branquinha que realça a pele brozeada dela.

Pois um dia de semana, enquanto ela dava suas voltas, vestida com essa mini branquinha, colou um camarada, novo, bonito, moreno também, e perguntou se eles já não se conheciam. Ela se assustou em princípio, mas depois reconheceu o César, que fora seu namorado quando eram pré-adolescentes ainda.

Ela confirmou que sim, que se conheciam e conversando foram tomar um sorvete. Puseram o papo em dia e ela ficou sabendo que ele estava de férias naquele mês e que também que se casara.

Ele lágico que reparou na delícia que ela estava e começou a relembrar os tempos de namoro deles, os amassos que davam no muro da casa dela, na escada do prédio dele, na primeira vez que ela deixou ele chupar os peitinhos dela na escada e como o papo foi ficando mais quente, lembraram também o dia em que ela tocou uma punheta pra ele, até ele gozar, encostada no muro da casa dela, quando voltavam de uma barzinho, já de madrugada e a rua estava vazia.

O papo deu o maior tesão neles dois e como não tinham nenhum compromisso, foram para um cinema perto de onde estavam e como era dia de semana, estava praticamente vazio.

Escolheram um lugar sem ninguém e tão logo se apagaram as luzes, começaram a se beijar com o maior tesão. As línguas não paravam de se procurar e chupavam as bocas um do outro, subiam lambendo e chupando o pesçoco, enfiavam-se nas orelhas e voltavam a se beijar.

Quando ele procurou tocar seu grelinho, percebeu que não havia impecilho nenhum, pois ela estava sem calcinha e já toda molhada.

O dedo dele escorregou gostoso pra dentro daquela bucetinha molhada e ela mais que depressa tirou o pau dele pra fora e começou a tocar uma punheta maravilhosa pra ele, muito melhor do que aquela que havia tocado encostada no muro.

Ele pediu para ela chupar aquele pau duro de tesão e ela não se acanhou, abaixou-se e passou a chupar e enfiar ele todinho na boca; subia e descia, enfiando tudo na boca enquanto ele fazia o mesmo com os dedos naquela bucetinha e também no cuzinho.

Os dos gemiam baixinho e quando ele anunciou que iria gozar, ela também deu sinal de que também gozaria. Ela intensificou a chupada e a punheta que batia pra ele e quando ele, não aguentando mais, começou a gozar, ela foi tomando todo o gozo dele, pois não iria perder aquela oportunidade.

Quando ele terminou, era a hora dela gozar e rebolando sentada no dedo dele, suspirou fundo e chupando a boca dele com tesão, deu umas três gozadas seguidas.

Quando se acalmaram, beijaram-se mais uma vez e levantaram para ir embora. Se despediram já na rua e cada um seguiu sua vida. Mas a lembrança daquela tarde, ficou gravada pra sempre nos dois.

Alguns dias depois ela me contou o que se passou e fiquei com tanto tesão que fomos para o mesmo cinema dias depois e ele repetiu comigo o que havia feito com ele.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Fodi a enteada a cunhada e sobrinha na praia de nudismo contoerooticocheirei a gorda bunduda conto eroticoTennis zelenograd contoContos eróticos primeira vez colégiocontos de coroa com novinhohomen em purra seus ovos no cu de brunaconto sentei no pau do meu tio com dez anosContos com belas picascontos erotico estupro maebucetas e bundas gigantes da capital sao paulo em cima do sofacontos eroticos negrinha casada ficou bebada na festa mais de treze caraas fizeram suruba com elaComprei um vibrador para minha esposacontos eroticoso passeio de barco eu meu marido e nosso peaoconto novinha amigos do papaiporno gey contos heroticos pegando novinhorelatos eróticos de incesto sogra cheirando minhas calcinha usadasconto erotico mostrei minha calcinha por dinheihosexo aos14 pornodoidoeu ja comia Minha filhinha decidir compatilhar ela contos eroticoscontos erotico esposa iniciada no lesbocontos de corno. bipassivosputão na vara contosconto anal bundao carnudopapa fode a filha com sai posta e mae nao ve porno.comcontos eroticos um negro me arrombandocontos bebendo porraporno com tio acorda subrimha pra fufet com eleContos descobri que minha esposa ve fotos de homens nus na internetcontos eroticos meu cunhado me comeu na epoca eu so tinha 11como fazer para sua vizinha casada gostosa safada seder o rabocontos gozando primeira vez orgasmo 19 anoscontos eroticos namorada melhor amigofodida ate desmaiar, conto eroticoConto eroticxo gozando na boca do paiuma aluna virgem, conto eroticoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorMulher quadril fino buçeta arreganhada minha cunhada casada me esnobou contosmeu pai me estruprou odiei contos gayex cunhada safada casada com presidiárioContos eroticos cadela da cachoradacontos eroticos dei sonifero pra minha irmaPiru grande p titia contosconto sobrinho engravida tia casadaconto sexo na escolacontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos picantes se masturbando com pepinoconto erótico gay o pai do meu primo pauzudo conto eróticos puta de salinasterceira idade de calcinha no cucontos aprendendo o que e uma buçeta com a mamaeContos eróticos minha prima dica qué seu namorado não dava contaconto gay mamando pastor roludoMe comeram ao lado do meu namoradoConto puta fode com o vizinhomeu cu ficou rasgado e sangrando contoso ajudante de pedreiro chupou minha rola quando eu tinha dez anosnoiva putinha noivo safado corninho titio caralhudo contoscontos eróticos traveco emrabado a negona coroa casadaTodos Os Inquilinos transando com essas pessoas que têm mais bunda homem pelado transando bem gostoso do mundo transando com a filhapapai e um garanhao cpnto eroticofilme porno de saia curta botando uma pomba no cu e clorandoContos o caminhoneiro me chupou inteiraEu na pica do vovo contosConto de puta esporrada por muitos machos no barchupei palai e depois ele me fudeu contos eroticoscontos eroticos de fui fudido junto com minha mulhersentei na rola do padrinho contos eróticoscontos eroticos em ferias em casa de tia gostosa na piscina e marido nao verFicaram satisfeio com meu Cuzinhocontos flagreii meu subrinho mastubando com calcinhacontos erotico gozei como uma puta velhaminha mulher foi viajar e eu fiquei com minha entiada que queria sai eu falei para ela ela so sai se mede o cuzinho e goza na boca delaimagem cuzinho irma contoscontos erótico menininha elevadocontos eroticos de viadinhos de calsinhaQuero ler contos homem fudrndo afilhada de moletacontos eroticos de homens com taras chupar bucetas caninas zoofiliaConto erotico incesto japones, pais japoneses liberaisminha esposa ela casou comigo virgem da sua buceta e virgem do seu cu eu e ela na nossa noite de núpcias eu tirei a virgindade da buceta e a virgindade do cu dela conto eróticoContos eroticos gay primeira vez traumaticaporno éla dis méche que eu vou gozarpor que quando eu falei pro o meu amigo que eu vou ibora comcamionero ele em cheu ohlo de aguacontos eroticos o ventominha netinha contos eróticosvoyeur de esposa conto eroticoconto erotico meu patrão i o gerente comeu minha esposacdzinhas contos reaisconto como foi que eu chupei a bucetinha de uma loirinha de cinco aninhosContos eróticos minha filha me provocou e eu peguei a forçacondos erodicoscontos eróticos babá olhando o volumebucetas ticos greloscontos eroticos de negros em hospitaisfoidento do cuzinho xvideoContos eroticos comendo o cu do negao