Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DESCOBRINDO MEU CUNHADO

Click to Download this video!

Oi, meu nome é Dani, vou começar me apresentando, sou morena, baixinha e com tudo no seu devido lugar, não sou a menina mais bonita da minha escola muito menos a mais gostosa mas tenho meus atributos, principalmente um lindo par de seios que adoro e chama a atenção dos meninos e até de algumas meninas. Aqui começa a historia, minha mãe é viúva e conheceu um senhor gente boa e depois de um tempo resolveram juntar os trapos e por ser menor de idade fui morar na casa deles. Antes morava numa casa eu, minha mãe, minha irmã, minha sobrinha e meu cunhado. Depois de algum tempo na casa do novo marido da minha mãe comecei a sentir falta da casa onde eu vivi minha vida toda e conversei com minha irmã se poderia voltar a morar lá com ela e meu cunhado, que poderia ajudar nas atividades domésticas e cuidar da minha sobrinha, mas na verdade o que eu queria mesmo era sair das vistas da minha mãe que sempre foi muito rígida, lá eu poderia conversar mais a vontade ao telefone e na internet sem ninguém me fiscalizar e como eu fico a tarde sozinha em casa, posso até trazer uns gatinhos pra casa pra dar uns amassos. Tudo acertado, voltei a minha antiga casa que possui dois quartos, sala, cozinha. Eu estudo de manhã, então sempre vou dormir mais cedo, minha irmã e minha sobrinha acordam cedo também e acabam dormindo cedo. Minha irmã tem depressão, então toma seu remédio pra dormir e tem o sono muito pesado, já meu cunhado trabalha a tarde, então sempre fica acordado até tarde assistindo TV na sala e vai dormir lá pelas 2 da manhã. Meu cunhado não é bonito, é simpático, bem educado e nunca entendi o que minha irmã viu nele já que ela é muito bonita. A casa esta em reformas e por isso não tem portas por dentro, somente no banheiro. A cerca de um mês comecei a entender o que minha irmã viu no meu cunhado, sempre que eles transavam eu ficava escutando minha irmã pedindo pra socar mais forte, pra meter gostoso, elogiava o pau dele, chamava de delícia e gozava muito. Comecei a ficar intrigada com isso e um dia que não tinha aula acordei e fui no banheiro mas deixei a porta aberta quando de repente entra meu cunhado sá de cueca samba canção e camiseta com a jeba totalmente dura, a ponta chegava a sair pra fora da cueca e quando vi aquilo fiquei espantada com o tamanho do negácio. Foi o maior susto quando ele me viu sentada no vaso, me pediu desculpa e saiu do banheiro. A partir daquele momento fiquei com aquela imagem na cabeça e queria como ainda não tinha muito experiência no sexo fiquei com vontade de sentir aquele pau entrando em mim. Meu cunhado entrou de férias da empresa e ta passando o dia todo em casa, pensei, vou ver se ele tem olhos sá pra minha irmã e a tarde depois de lavar a louça do almoço falei que ia tirar um cochilo, coloquei um shortinho bem curto e uma blusinha de alcinha sem sitiem e passado mais ou menos uma hora senti que alguém me observava da porta, eu sabia que era meu cunhado e ele ficou por uns 20 minutos me olhando e saiu. Agora que eu sabia que ele não tinha olhos somente para minha irmã, comecei ao segundo passo do meu plano. Minha irmã e minha sobrinha foram dormir, então coloquei um baby doll branco, com uma calcinha fio dental e passei pela sala em direção ao banheiro para escovar os dentes e descaradamente meu cunhado não tirou os olhos de mim. Quando sai do banheiro, passei por ele e dei boa noite e fui pro quarto. Passado umas duas horas senti novamente a presença dele, o quarto estava totalmente escuro e ele iluminava o caminho somente com a luz do celular, ele se aproximou e fingi roncar pra ele saber que eu estava dormindo. Eu estava deitada com a barriga pra cima, com uma perna esticada e a outra dobrada como formando o número 4. Ele chegou bem perto e começou a iluminar parte por parte do meu corpo, tentou olhar por baixo do baby doll e senti que ele estava tremendo. Peguei e virei de bruços pra que ele pudesse olhar minha bunda e ele ficou louco, ele levou um susto mas não saiu, senti sua respiração forte e notei que estava meio impaciente e logo ele voltou pra sala. Quando ele saiu me virei de frente e passei o dedo na minha bucetinha que estava extremamente molhada. Pensei que a aventura daquela noite tinha acabado por ali, então dormi, mas de repente acordei sentindo um dedo tentando baixar a alça do meu baby doll e em segundos meu seio estava totalmente a mostra. Nossa, aquilo me deixou com muito tesão. Meu cunhado molhou a ponta do dedo com saliva e passava na ponta do meu mamilo e em volta da auréula toda, queria mesmo é que ele caísse de boca mas deixei rolar pra ver o que mais ele faria, mas ouvimos um barulho e ele saiu correndo do quarto e naquela noite não voltou mais. O dia transcorreu normalmente, passei pensando no que aconteceu na noite passada e no que aconteceria na práxima noite, queria que fosse melhor que a anterior. A noite chegou e na hora da janta na frente do meu cunhado pedi pra minha irmã um dos remédios que ela usa pra dormir pois não queria que nada pudesse me acordar a noite, ela me deu o mais forte e todos mas eu joguei fora, sá queria que meu cunhado pensasse que ele pudesse fazer o que quiser comigo que eu não acordaria e assim ela e minha sobrinha foram dormir e eu coloquei um short bem folgado sem calcinha e uma blusinha de dormir de alça e sem sutiem e passei novamente pelo meu cunhado e falei “acho que o remédio esta fazendo efeito, estou morrendo de sono, vou dormir, boa noite”e fui pro quarto. Passado uma hora meu cunhado chegou, novamente o quarto era iluminado sá pela luz do celular. Estava deitada na mesma posição que na outra noite, meu cunhado chegou, colocou a mão no meu ombro e me chamou pra ver se eu estava acordada, ele me balançou muito e eu continuei fingir dormir, então de olhos serrados pude ver que ele estava sá de cueca. Ele começou baixando as duas alças da minha blusa, deixando com os seios amostra. Ele colocou as mãos, segurou com carinho e inesperadamente colocou um deles na boca. Quando ele passou a língua no bico do meu peito não resisti e soltei um leve gemido, ele se assustou mas fingi roncar e ele voltou a chupar meu peito, ficou assim uma meia hora, passou a língua pela base e em volta de todo meu peito, depois ele soltou uma das mãos e sem deixar de continuar a chupar meu peito passou a Mão na minha coxa, e foi subindo pela virilha até encostar na minha buceta, que já estava completamente encharcada. Ele desceu o dedo na fenda, colocou a pontinha na entradinha e molhou bem o dedo com o líquido e levou até sua boca e chupou o práprio dedo, nossa aquilo foi demais, depois voltou a molhar o dedo na entradinha da minha bucetinha mas agora ele dedilhou meu clitáris fazendo a melhor masturbação que já tive na vida. Ele afastou mais minhas pernas e enfiou a boca dele na minha buceta, ei não resisti e gozei muito na cara dele, nunca tinha gozado assim antes, foi maravilhoso! Quando ele terminou foi ao banheiro e escutei a ducha ligada, deveria estar se masturbando, a como eu queria estar lá pra provar daquele pau gostoso, mas ainda não acabou...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto a coros e o jardineiro pauzudocontos eroticos caminhoneiro obriga meninameu marido meu cafetao contocontos eroticos familia rentquebrei o cabaço da minha irmã ela chorou muito porno cariocaSexo no aterro do flamengoconto eroticos aniversario da minha esposa de 30 ano na buatecontos arrombei o cu dela no pique escondecontos: safadezas de um velhoviuva darlene fudendo muitoleke comendo a casada contocontos eroticos fudendo a mae travesticontos eróticos leite incestocdzinha dedos no cu esposa contomeu primo e minha amiga contos eróticosPorno contos familias incestuosas orgias tradicionaistomou calmante e tomou no cu contocontos mulher infiel marido atento incestoconto erotico dei para o caminhoneiro conto heteroContos eróticos rabudinha chorou na picacontos treinador gay da escolinhacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casapornodoido transando com mulher peituda e fim de noite espíritaconto erotico gay com cunhado velho coroa grisalhonoiva orgia contoscontos minha cunhadinha da bucetinha bem pequenagostosa e muito branca maz mete muitomeu tio arregacou minha esposinha casa dos contosminha mulher estava com a buceta toda aberta contoconto erotico moleque comendo mulhermetendoo con vpontadi pornocontos eróticos de novinhas dando para garanhõescontos ela pedio para desviginarler conto erotico fodendo mh maeminha tia olhando meu pauconto minha cunhada e sua amigacontos de vizinhascomo convenci minha filha me dar sua virgindade conto eroticoconto erótico meu marido bobãocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos erótico com irma na cadeiacontos eróticos dando pro enteadomeninas curiosas sentado no colinho contos eróticoscomo supa a boceta ligada tonadovarios homens foderam minha esposa contoFui bolinada por debaixo da mesa na presença do meu marido. conto eróticocontos pica com cheiro de bucetaContoseroticos casada fiel viajando onibus lotadomeu professor meu namorado contos gaycontos gay lutinha com o primo de 16contos a pequena taradinhacontos eróticos com vizinha viúvacontos de irma com tesao i irmaocontos eroticos minha esposinha e o inquilino velhocontos gorda casada mae que mete com treis garotosIniciada pelo padrasto contocontos eroticos fui castigada"limpa o pau do seu macho"toco siririca na madruga contos de casadascontos de mulheres que gostam de mamar caralhos e levar na conadei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticogeovana tira a calcinha e da a bucetaContos eróticos com anal jovem inocente gostei gostoso ela chorouminha cunhada quis que eu a visse nuaconto eróticos extremosContos casal pelado na praiacontos eroticos aa aaa ai ai isso mete meteContos erotico menino novinho arrombado no circoconto erotico dopei minha espos e comi ela de todo geitofiquei d calcinha e logo me comerao contos eroticosContos eroticos de pau na buceta e gozada dentrocontoseroticocoroashttp://contos eroticos dopei minha maesexo que jamais imaginei contosContos eroticos selvagens brutais incestos com xingamentos surrasconto ele me convenceu a da meu cuzinhobrincando na portinhada bucetacontos eroticos tapou a bocaadoro andar sem calcinha contosminha enteada um tesaozinhoarrombada e feliz contoscontos erotico meu amigo na picina de casaos terriveis amarrada no pornomulher da academia profissão encostando o pau nela contos eróticosconto garoto esperimentei da cueu quero fuder gostoso arronbe meu cu gayRelatos sexuais me encoxando na cozinha e o corno na salacontos eroticos gay femeaFoderam gente contos tennskauane minha putinha contos eróticosnao contive quando minha vizinha passou a bunda em mim contosnegrinha virgem sendo violentada pelos tios contosConto hot leitinhotravesti aloprado comedo e se mastrubsconto heroticom .quero te dar